História Cartas ao BangTan - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 6
Palavras 436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drabble, Drama (Tragédia)
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Self Inserction
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Annyeonghaseyo!
Se forem usar meu texto me deem os créditos.
Só isso
Boa leitura

Capítulo 1 - Uma Carta A Jung Hoseok


Fanfic / Fanfiction Cartas ao BangTan - Capítulo 1 - Uma Carta A Jung Hoseok

Brasil, Rio de Janeiro, 11 de agosto de 2017.

Querido Hoseok.

Há um tempo eu conheci o BTS (desde o pré-debut), e realmente o BangTan me ajudou muito.

Quando eu conheci vocês eu estava sofrendo bullying no colégio por ter a aparência diferente dos demais e também por gostar de K-Pop.

Eu nunca vou me esquecer de quando eu estava no hospital, esperando minha mãe sair do dentista, roendo as unhas esperando o MV de No More Dream lançar. Sim, eu era pequena, apenas 7 anos, e já sabia amar mais o BTS do que muita "Army" por aí.

Esse ano as coisas pioraram, minha relação com os meus pais ficou horrível, e eu me sentia um lixo dentro de casa, me isolei deles, me isolei das pessoas e parei de ver as coisas que eu via normalmente, só continuei vendo alguns grupos de K-Pop entre eles o BangTan. Os seus vídeos me alegravam e o seu stage-name nunca teve um significado tão grande. Você não tem ideia do quanto que dói quando nós vemos vocês chorando, quando nós queríamos simplesmente poder abraçar vocês e não soltar mais.

As pessoas me perguntam: "Quem é seu bias?"

Eu não consigo responder essa pergunta, eu amo todos, eu amo tanto que chega a doer.

Esse ano, minhas lâminas começaram a sair da gaveta novamente, a dose de anti-depressivos aumentar e entre outros.

Quando eu olhava o sangue em meus braços eu chorava, mais do que eu podia, e aí eu me lembrava de você, dizendo que tem "armys" que não te amam. E aí eu me pergunto: "Tem como não te amar?". Você é a esperança do grupo, a alegria, o carinho.

Tudo, suas brincadeiras, suas covinhas, suas besteiras, seus defeitos, tudo, eu amo absolutamente tudo em você, e eu sou eternamente grata a você e aos meninos por me tirarem do fundo do poço.

Não sou só eu que me sinto assim, outras Armys também sentem a mesma coisa e são gratas por tudo que vocês já fizeram por nós, mesmo nem sabendo quem somos.

Um ombro amigo, as vezes é somente disso que as pessoas precisam, e elas não conseguem encontrá-lo, e eu, encontrei o meu ombro amigo em Jung Hoseok.

Sei que, essa carta nunca vai chegar a você, mas, às vezes expressar o nosso agradecimento fala mais alto e realmente foi necessário fazer isso.

O novo conceito "Love Yourself" veio em uma hora super certa para mim, pois eu não me valorizo, eu melhorei, mas nem tanto. Eu me sinto feia, irresponsável, suja e entre outras coisas que você me ajudou a superar e eu nunca vou ter palavras pra expressar minha gratidão.

Você é minha esperança.

Yasmin Alberti.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...