História Cartas ao professor - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasuke Uchiha
Visualizações 27
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OI, desculpem a demora, estava viajando e depois fiquei doente, mas estamos ai firme e forte!

Boa Leitura!

Capítulo 19 - A festa


Cartas ao professor
A festa

Chegaram com mesmo taxi em que Sasuke havia ido à sua casa, a corrida ficou cara, mas nada que ele, como cavalheiro não poderia pagar sozinho. Diferente do que pensou a festa estava calma, pra falar a verdade parecia mais uma reunião entre amigos íntimos de Naruto. A música alta e agitada de anos atrás deu lugar a sons de orquestra, as mesas estavam decoradas delicadamente assim as vestimentas dos outros convidados.

– Sasuke-kun, não me sinto à-vontade aqui.

Ela segurava as mãos do rapaz entre as suas. Estava bastante constrangida.

– Está tudo bem, vamos esperar os parabéns.

Ele também se sentia constrangido. Tantas pessoas olhavam para ele e a rosa sentados mais afastados de todos que, por varias vezes quis se levantar para ir pra casa.

Convidados bebiam e comiam em uma mesa mais ao centro, Naruto como bom anfitrião recebia os convidados com um simples aperto de mão ou um abraço típico. Quando Sakura e o moreno chegaram o loiro surpreendeu-se e até chegou a dizer:

‘’ Pensei que não viria acompanhado Teme, mas fico feliz por ter trazido a sua namorada. ’’

Naquele momento as bochechas de Sakura ficaram mais rosadas do que de costume.

– O senhor Uzumaki parece ser bastante legal. – Disse ela ao moreno.

Ele estava tão distraído olhando para ela que demorou a responder.

– Ele é e sempre foi. – O Uchiha respondeu simplesmente.

Os olhos dela o hipnotizavam tanto que mal prestava atenção em sua volta. Tudo girava em volta dela. Os cabelos levemente presos com fios soltos, o vestido negro ressaltando sua pele alva, a maquiagem quase imperceptível... Estava linda para Sasuke.

– Vocês se conhecem há muito tempo?

– Dês de sempre, crescemos juntos.

– Ah...

Ambos se encaravam olho no olho, por vezes Sakura piscava enquanto ele se mantinha firme olhando para os olhos verdes. Parecia mais uma brincadeira de criança, onde quem piscasse perderia.

– Estão se divertindo?
Estavam tão distraídos que mal perceberam a aproximação do loiro.

– Estamos... – Ela respondeu.

– Bem desculpe a sinceridade, mas não está parecendo. Por que não se assentam com os outros?

– Preferimos aqui. – Sasuke respondeu.

– Ah, já sei você não quer dividir sua querida namorada? Não seja possessivo cara!

– Ela não é minha namorada, pare de inventar coisas Naruto.

Sakura escutava tudo quieta, na verdade estava se segurando para não rir da situação.

– Não pediu ela em namoro ainda? Você está ficando lerdo demais Sasuke!

– Naruto pode nos dar licença? Você está se intrometendo na minha vida.

– Olha só querida Sakura, ele está ficando nervosinho!

Naruto começou a rir. Deixar o melhor amigo envergonhado e nervoso era sua maior diversão.

– Uzumaki Naruto!

– Okay, okay, mas pelo menos a leve para dançar. Sakura-chan parece entediada.

Ele saiu da presença dos dois. Longos minutos se passaram agora os olhos fugiam um do outro.

– Sakura? Você quer dançar? – Ele perguntou baixo, mas o suficiente para ela ouvir.

– Tudo bem.

E pela primeira vez ela sorriu.

Caminharam até o centro do salão, alguns também dançavam com seus respectivos pares. Ela encostou sua cabeça sobre um dos ombros dele, e ele suas mãos sobra à cintura dela. Estavam tão íntimos.

– Sasuke eu tenho medo. – Ela disse entre um passo e outro enquanto rodavam pelo salão.

– Medo?

– Medo de amar outra vez...

– Sakura...

– Eu tenho feridas que nem os melhores médicos conseguem curar.

Ela estava sendo franca com ele.

– Eu entendo e respeito isso. Não irei forçar você a nada. Mas eu quero tentar... Desculpe-me se estou indo rápido demais... Eu só... – O rosto se encolheu ainda mais entre o corpo maior de Sasuke. –... Quero curar suas feridas.

Sakura permitiu-se ser tocada por ele. Ele carinhoso e cauteloso tocou-lhe o queixo trazendo seu rosto para mais perto, ela levemente ergueu os pés até poder alcançá-lo...

~

– Naruto, muito obrigada. – Ela sorriu para o loiro que retribuiu fazendo o mesmo gesto.

– De nada Sakura-chan, espero que tenha gostado de tudo.

– Foi um prazer conhecê-lo, e sua esposa é muito bonita.

– Viu como eu sou esperto? Eu já me arranjei e você cara?

– Pare de bobagens e largue do meu pé. Parabéns cara, felicidades. – Eles se abraçaram fortemente.

– Venha quando quiser Teme, mas apenas acompanhado de Sakura. Meu restaurante e minha casa estão de portas abertas pra vocês.

Saudou-os novamente antes que entrassem no taxi.

~

Já dentro do veiculo ela retira os sapatos, estavam tão apertados.

– Livre finalmente. – A rosada respirou aliviada.

E ele sorriu.

– Esses sapatos não são seus?- O Uchiha pergunta se divertindo da cara da companheira.

– Não, são de Tsunade. Ela me obrigou a calçá-los. Alias essas roupas não são minhas e ela me arrumou.

– Pra mim continua bonita do mesmo jeito, estando maquiada ou não.

Ele passou as mãos sobre as bochechas dela. Estavam tão mais à-vontade depois da festa, claro beberam, mas não o suficiente para ficarem bêbados.

– Você me deixa sem graça Sasuke-kun.

E ele a beijou novamente.

O gosto de uísque se misturava a champanhe em ambas as bocas, as línguas dançavam entre si...

...Era tão bom beijá-lo...
...Eram tão macios os lábios dela...

~

– Tenha uma boa noite Sakura.

Chegaram à entrada da casa já se passando das vinte e três horas, ele ainda dentro do veiculo negro a abraçou como despedida.

– Você também Sasuke-kun.

– Te vejo amanhã no café.

– Tudo bem, até.

A Ex- Uchiha esperou que o carro partisse para então entrar em sua casa. Estava cansada, com os pés doendo, mas acima de tudo estava feliz.

As luzes do local estavam apagadas. Estranhou.

– Que bonito! Isso são horas de uma mãe de família chegar?

– Tsunade! Que susto.

– Susto é? Você deveria ver sua cara!

A loira gargalhou.

– O que faz ai, sentada no escuro?

– Estava te esperando, preciso saber como foi sua noite.

– Tsunade! Eu não acredito que ficou me esperando para saber da festa! – Repreende.

– Só duas palavrinhas e te deixo em paz, como foi? Ruim, muito ruim? Ele te beijou?

Elas pareciam adolescentes.

– Nós nos beijamos e estamos juntos. Eu e Sasuke estamos nos conhecendo melhor se é isso que quer saber.


Notas Finais


Obrigada.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...