História Cartas de amor - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Um Amor para Recordar
Tags Romance
Exibições 7
Palavras 1.224
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Alexandre


Fanfic / Fanfiction Cartas de amor - Capítulo 4 - Alexandre


Agora o Alexandre ira narrar e contar a história no seu ponto de vista.Espero gostem,e se não gostarem,podem comentar.

Os meus país se separam e eu fui morar com o meu pai, pois não aguentava ver a cara do namorado da minha mãe, fiz a transferência para uma nova escola, e o meu pai comprou uma vivenda linda.O meu pai chama-se Doutor Antunes Lopes,ele é psiquiatra, acho que é por isso que nos damos tão bem, a minha mãe chama-se Lauren,ela é Americana e é muito linda,ela dá aulas de teatro,é escritora e decoradora de casas.Ela na verdade era actriz ,mas depois eu nasci e ela desistiu da profissão, mais tarde se formo em decoração, depois ela aceito o convite de dar aulas nas escolas,ela própria criava as peças e a partir dai começo a escrever livros. A minha mãe se apaixono por um actor e deixou o meu pai,até hoje não lhe perdoei.

A nova casa era fantástica,da minha janela eu consegui ver o quarto da minha vizinha,ela tinha cabelos pretos e uns olhos castanhos lindos,eu olhei para lá de raspão e ouvi ela a cantar a musica do Justin  Bieber.

No dia seguinte era dia de escola e eu acordei tarde,quando sai de casa vi a minha vizinha, tentei ir ter com ela para a cumprimentar,estava a chover a potes e ela estava de calções e galochas.

Ela escorrego e eu a apanhei, quando ela olho-me nos olhos algo muito forte surgiu,e quando dei por mim os nossos lábios já estavam juntos. Tentei apresentar-me mas ela começo a  correr, eu corri atrás na esperança de compreender o que se tinha passado,mas quando olhei ela já não estava, então decidi ir para as aulas.Quando olhei em frente ela estava lá,eu levantei-me para apresentar-me e reparei que ela estava a escrever no diário rosa aos corações.Olhei-a nos olhos e ambos ficamos sem reacção.

No intervalo descobri que ela namorava com o primo da minha namorada Mariana,na aula de Inglês nos ficamos juntos, conversamos e quando a tentei beijar,ela não deixo e saiu desesperada quando se deparo com uma declaração de amor feita pelo Fernando, eu fiquei a olhar-lhe nos olhos e senti ciumes quando ela o beijo e disse que o amava,fui embora,quando cheguei a casa escrevi-lhe uma carta de amor e pedi-lhe que fosse se encontrar comigo no parque, quando acabei de escrever,coloquei a carta na sua janela e bati três vezes. 

Fiquei a espera dela,eu estava ansioso,e não sábia o porque de não ter sido capaz de lhe dizer que tinha namorada. Quando a vi a vir na minha direcção,fiquei tão nervoso, até que ela disse que estava ali para dizer que não queria nada comigo,depois beijamos de tal modo que o clima esquento,quando dei por mim,ela estava deitada no banco do parque e eu já estava a tirar a roupa, foi quando ela acabou com tudo e nos começamos a discutir. Ela foi embora e deixou o seu casaco para trás. Fui atrás dela,porque fiquei muito preocupado, foi quando eu vi que  havia algo de errado,lutei com um ladrão que a estava a perseguir,depois ele tiro uma navalha,e ela pega na mochila e deu na cabeça do ladrão e nos os dois fugimos. Leve-lhe a casa e dei-lhe um beijo no rosto.


 As nossas janelas eram uma a frente da outra e tinha um pouco de distancia entre as duas,mas eu coloquei uma espécie de ferro, e as janelas pareciam que estavam coladas. Eu fiquei a espera dela,e depois implorei para entrar e ela me deixo. Ela fez-me prometer que não iria acontecer nada, mas eu não resisti e beijei-lhe, não consegui resistir aos lábios dela. Ela mando-me embora mas eu disse para nos conversarmos,mas ela expulso-me,sem me dar uma chance.

Fui para o meu quarto,mas não consegui adormecer,pois só conseguia pensar nela.

Pai: Alexandre, você esta atrasado 

Alexandre: sim pai,já estou indo

Pai: deixei dinheiro para você comprar alguma coisa para almoçar

Alexandre: obrigado pai

Pai: Adeus,eu tenho de ir trabalhar,não chegues atrasado

Alexandre: adeus pai

Fiquei a procura do telemóvel,e quando olhei para as horas já era tarde,fui buscar o casaco que ela esqueceu no parque e comecei a correr, já estava a espera que ela começa-se a gritar comigo por me ter atrevido a ir a casa dela. Toque a campainha duas vezes a terceira vez ela apareceu na porta e estava com ar de preocupada.

 Alexandre: Olá,vamos,e antes que comeces a gritar peço desculpa pelo atraso ,toma o teu casaco, tu te esqueceste ontem no parque,antes de acontecer aquilo

Fernando: aquilo,o que?

Carlota: Eu fui assaltada e ele me salvo

Alexandre: Oi Fernando(o que estas a fazer aqui?)

Carlota: sai

Alexandre: ok,depois falamos, adeus

Fiquei muito nervoso, sentei no passeio onde nos beijamos pela primeira vez, fiquei a pensar em tudo e o medo me devorava por dentro, sou pensava que ela nunca mais iria me querer ver quando descobrir que eu tinha namorada.

A minha namorada chama-se Mariana,ela é alta e tem cabelo ruivo e é muito bonita, ela é muito magra,parece uma modelo. Conhecemos-nos na escola,nos estávamos a almoçar e ela disse que tinha uma surpresa e que era para eu fechar os olhos, eu burro fechei e ela começo a beijar-me,senti sua língua na minha boca,abri os olhos e reparei que todos estavam a olhar. Quando ela retiro a sua língua da minha boca, começou a gritar que me amava,depois eu disse que ela era louca e eu a amava por esse motivo. Passou um tempo e a nossa relação começo a ficar chata, a loucura dela que tanto me atraiu se torno criancice, antes de me mudar ela apareceu com dois corações em cada seio, e um fio-dental vermelho. Não consegui resistir e no dia seguinte não fui capaz de acabar com ela. Todos os dias ela me telefona mas eu não atendo,pois não sei o que dizer,não sou capaz de a magoar.

Fiquei sentado até escurecer, já era tarde por isso fui para casa, subi as escadas e fui para o meu quarto, fui a janela para tentar ver a Carlota, e foi quando encontrei uma carta dela.

Carta: Saí de casa na esperança de encontrar o meu amor,tropecei e isso bastou para que alguém tenta-se roubar o meu pobre coração,mantive-me forte,mas você me impinotiso com seu olhos azuis oceano,e sem me dar conta a chuva me embalou e eu caí no teu feitiço,mas o meu anjo da guarda deu ordem aos céus,e de repente parou de chover,os meus olhos se abriram e o feitiço se quebrou.Obrigado anjinho,por me teres salvo das garras desse feiticeiro sem alma,ele fez-me sentir culpada por trair quem sempre me amo,enquanto ele traí a sua pobre Mariana.
 ( amor?,nunca, talvez achaste que eu te fazia lembrar a tua amada Mariana e me usaste para matar as saudades ,mas não pensaste que eu não iria me apaixonar por ti.Amor a primeira vista,que merda é essa?
amor?,nunca,saudades do passado, talvez)

                                                                          CARLOTA,Não me voltes a procurar


Nunca pensei chorar por uma garota,e de repente o meu peito começo a doer,senti uma falta de ar,só pensava que não a queria perder de maneira nenhuma, comecei a entrar em pânico,o meu corpo fico mole,caí no chão e comecei a gritar por ajuda.
 
Pai: ALEXANDRE,ALEXANDRE, FILHO ACORDA, ALEXANDRE ONDE ESTÃO OS SEUS COMPRIMIDOS, FILHO, EU VOU LIGAR PARA A AMBULÂNCIA,OH MEU DEUS,FILHO AGUENTA
 


Notas Finais


Será que vai acontecer o pior?.que os anjos que tanto fizeram para travar esse amor se arrependam e ajudem o Alexandre.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...