História Cartas de Deus - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Exibições 14
Palavras 1.527
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oie gente
Já aviso que o texto ficou um pouco grandinho dessa vez kjkk
Mas quis fazer isso pra atualizar vocês de tudo
Bom... Boa leitura e reflexão ^~^

Capítulo 17 - Atualizações, sem net, Reunião, Ateus e Reflexões


Fanfic / Fanfiction Cartas de Deus - Capítulo 17 - Atualizações, sem net, Reunião, Ateus e Reflexões

Estou meio afastada daqui, mas por muitos motivos que é até mesmo difícil de explicar. Estou sem internet na maioria dos dias, então pra postar fica muito difícil, também estou passando por alguns problemas familiares, mas não quero entrar em detalhe disso... O principal motivo de estar escrevendo é que estou lhes devendo alguns textos.

Fiquei de contar a vocês como havia sido a reunião do dia 7 desse mês, então bem, aqui vou eu. Acabou que não foram muitas pessoas (apenas meu namorado, um amigo meu e meu irmão), mas mesmo assim foi produtivo dentro do possível... Eu estava meio irritada porque muitos que me disseram que compareceriam não foram, então a todo o momento estava tentando manter a calma e o foco naquilo que era o objetivo: falar sobre Cristo.

O que havia planejado era falar sobre o que Jesus fez por nós, sobre o sal da terra e o fato de Cristo curiosamente escolher os deslocados e aflitos para segui-lo. Ele perdoou nossos pecados quando pagou o preço deles na cruz e nos amou mais que tudo, convidando aqueles que estavam cansados desse mundo, aqueles que eram rejeitados e que não pertenciam aqui, porque pertenciam a ele. Ele nos chamou para sermos diferente, ele nos chamou para fazermos a diferença assim como ele fez.

Eu e meu namorado falamos um pouco sobre como nos tornamos cristãos, não chegou a ser um testemunho, na verdade, não houve nem uma pregação propriamente dita, estávamos conversando entre amigos sobre Jesus. É isto que é o Souls On Ten. E como Jesus disse “onde há mais de dois falando sobre mim, eu estou com eles”.

Às vezes me sinto hipócrita falando tanto sobre Cristo e sobre fazermos a diferença, como qualquer humano continuo errado e pecando, pois é da nossa natureza. No entanto, não podemos usar isso como uma desculpa para pecar. Quem ama a Deus odeia o pecado, porque Ele odeia o pecado, mas ama o pecador e por isso nos chamou para viver por Ele e morrer para nossos pecados. Não é uma coisa falsa, porque volta e meia sempre cairemos nos velhos erros, mas devemos continuar firme e lembrar que até mesmo Jesus já foi tentado pelo Diabo. Devemos ter a ciência de que Jesus morreu por nós para que nos apresentássemos diante de Deus sem culpa por nossos pecados, e por isso, devemos saber que o que passou passou e que não devemos nos culpar por aqueles antigos erros e perdoarmos a nós mesmos, pois todos e até mesmo Deus já lhe perdoou. O que lhe resta agora é fazer o certo e mostrar que está seguindo pelo caminho que leva a porta estreita.

 

Outra coisa que queria falar (que provavelmente fará vocês me achar ainda mais louca... mas como já leram meu testemunho sabem que pra mim é algo bem comum) é sobre uma visão que tive no fim de semana retrasado (mais especificamente no domingo do dia 09/10).

Eu estava uma pilha de nervos por todos os problemas que tenho passado, me sentia inútil apesar de ter feito várias coisas (tarefas domésticas mais que o comum porque minha mãe quebrou a mão e alguns temas da escola), nada podia me deixar melhor, eu estava preocupada, não havia buscado a Deus e não sabia como buscá-lo. Estava naqueles dias que estamos tão envergonhados pela maldade do mundo e de nós mesmos que nos achamos indignos de estar na presença dEle.

Foi por volta das oito da noite que comecei a dar um rumo aquele dia. Digo que ele começou apenas nessa hora. Eu liguei pro meu namorado e ele tentou me animar e estranhamente deu certo. Acabei tomando um banho e a seguir me senti bem mais disposta, orei e então fechei os olhos, coloquei uma música e a senti tocando minha alma, enquanto conversava com o Deus que me amava e que eu tentava amar.

Em determinado ponto (eu estava escutando a musica em lupe) eu comecei a me sentir espiritualmente mais elevada, e quando percebi estava tendo uma visão. Eu vi um homem vestido de tons de preto e vermelho escuro sentado em um trono de couro observando o nosso mundo, de cara soube que ele era um príncipe, o príncipe do mundo, o próprio Satã. Junto dele estava um cão, semelhante ao cachorro de Hades da mitologia grega, porém, ele tinha muito mais cabeças e na cabeça do meio tinha um 666 gravado. Eu estava assustada com a visão, mas não conseguia me livrar dela, e foi então que os anjos começaram a surgir, eles lutavam ferrozmente contra o príncipe e contra a besta... E por fim um homem surgiu e esmagou o trono do príncipe, ele e seu cachorro. Eu soube que ele era Deus, pois eu sentia sua presença e sua gloria e luz preenchendo todo aquele lugar escuro que se tornava iluminado, como se estivesse sendo purificado. Então Deus sentou-se no trono e estendeu-me a mão, me convidando para segui-lo.

Nesse momento eu já não vi mais nada, minha visão escureceu, estava de volta a meu quarto, e tudo que fiz foi orar desesperada, pedindo ajuda para Deus, pedindo ajuda para conseguir segui-lo de verdade, pedindo que Ele não tivesse desistido de mim. E foi então que ouvi, mais alto do que qualquer voz que eu já havia ouvido antes, era como se Ele estivesse ali mesmo no meu quarto e eu acredito que estava, a coisa foi tão forte que eu me assustei quando ele disse: “EU NÃO DESISTI DE VOCÊ”. Eu abri os olhos, procurando por qualquer sinal de que alguém tivesse dito aquelas palavras, mas não havia ninguém ali, continuei orando e o ouvi falar novamente: “Eu sou a espada, não tenha medo da batalha, filha, eu estou com você. Não desista”... E eu entendi o recado e naquele momento soube, eu poderia me desviar, poderia cair, mas sempre iria voltar para Ele, porque Ele me chamou para ser dEle, e eu não ia desistir enquanto Ele não desistisse de mim. Eu ia continuar lutando por Ele.

 

Outra coisa que acho interessante compartilhar com vocês é sobre a leitura que estou fazendo do livro do primo do meu namorado. Achei muito interessante alguns pensamentos reflexivos do personagem. Apesar de não acreditar em Cristo, em certo ponto ele chega afirmar que não importa quem Jesus foi, se pregava o amor ao próximo merece respeito. É semelhante ao que minha professora de inglês vive dizendo: Jesus merece ser lembrado por tudo aquilo que Ele fez, fosse Ele Deus ou não. O ponto que quero chegar é: Jesus impressiona, até mesmo aqueles que não acreditam nEle. Jesus impressiona porque ninguém fez o que Ele fez.

O que mais vejo de razões e motivos para não acreditar nos argumentos dos ateus é o fato da hipocrisia dos cristãos e das igrejas de hoje, os crimes que aqueles que se diziam cristãos cometeram e qualquer outro erro que na verdade é humano e que nada tem a ver com Deus. As pessoas confundem muito a coisa e se esquecem que em toda a árvore há frutas podres, que em todo o lugar há coisas más.

Eles dizem que se Deus criou tudo, também criou o mau e por tanto é mau também. Esquecem que Deus não criou o mau, mas o mau é a ausência da presença dEle, não o seu contrário, e o mau que existe e a que os homens estão sujeitos... Foram eles mesmos que causaram quando abandonaram seu criador, quando se recusaram a estar na presença dEle, quando se recusaram a corresponder o seu amor. Por estarem distantes de Deus, estão fora da sua presença e na ausência de Deus está o mau.

E por isso Jesus morreu na cruz, Ele nos deu uma chance para voltarmos para a presença daquele que nos criou e nos amou mais que tudo. Ele suportou coisas que ninguém suportaria, fez sacrifícios que ninguém jamais faria. O personagem do livro diz que em todo o sacrifício há uma perda, eu discordo. Jesus fez seu sacrifício por nós por causa do seu amor, e mesmo que muitos não deem a mínima para o que Ele fez, Ele ganhou multidões que o admiram, que o amam e que buscam ser como Ele, mesmo sabendo que não serão, porque Ele foi o melhor modelo, o melhor exemplo que tivemos.

Alguns ateus dizem: “se seu deus é deus, por que ele não veio ao mundo para acabar com todo esse sofrimento?” e eu digo-lhes: “Ele já veio e amou a todos que não mereciam, lhes ofereceu uma chance, um novo caminho. Mas eles o rejeitaram e o pregaram em uma cruz, onde Ele continuou nos amando e clamando para que fossemos perdoados por nossos erros!”. E por isso Ele impressiona tanto, por isso devemos lembrar de tudo aquilo que Ele já fez por nós, antes mesmo de nascermos, quando Ele sofreu naquela cruz.

 

Bom, eu novamente agradeço a todos que me acompanho e desejo-lhes uma ótima semana, como eu já disse, não sei quando irei postar de novo, porque realmente ter internet ta algo complicado aqui pra mim.

Que Deus lhes abençoe sempre! 


Notas Finais


**O que é o Souls On Ten?
Somos um movimento sem fins lucrativos criado por mim mesma, para espalhar o evangelho e fazer com que a palavra de Deus chegue a mais jovens.
**Da onde vem o nome Souls On Ten?
Souls On Ten é o nome de uma música da minha banda preferida (The Almost) e é meio que uma gíria para "almas de bom humor", pois é assim que consta na tradução da música. É como estar de bem com a vida, com você mesmo, com as pessoas ao seu redor, mas principalmente com Cristo. É estar feliz por ter o Espírito dEle habitando dentro de você.
**Fale conosco e/ou faça parte:
Você pode perguntar qualquer coisa nos coments da fic, ou por mensagem privada pra mim pelo perfil do spirit.
Há ainda o grupo do whatsapp, mas se quiser fazer parte, entre em contato comigo por aqui primeiro.
............................................................................................................................................

Bom, obrigado por lerem até aqui e até a próxima (que não sei quando vai ser)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...