História Cartas de suicídio - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Interativa
Exibições 20
Palavras 1.432
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Mistério, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Desculpa a demora ,mais bem aqui esta mais um cap.

Capítulo 6 - Lembranças


“Que suas lembranças não sejam o que faltou dizer”

Depois de chegar na delegacia e deixar meu relatório, percebi que estava quase na hora de ir vê a Júlia. Só daria tempo de passar em casa e tomar banho.

Fui para local combinado. Ainda faltava dez minutos, segundo o combinado,mas ao chegar lá Júlia já estava me esperando.

- Oi- estendi minha mão em forma de comprimento e depois me sentei.

- Oi.

- Sua mãe está melhor?

- aos poucos está ficando melhor. Obrigado por perguntar- e dito isso sorriu o mais lindo sorriso já visto.

Ela me contou que Luisa, perdeu os pais aos 16 anos e desde então para sobreviver teve que recorrer a virar prostituta. Aos poucos ela também começou a se drogar e  imaginar um universo “perfeito” e dentro desse universo estava Luis.

Quando Julia foi realizar um trabalho nas ruas das periferias acabou conhecendo-a e começou á ajuda-la. Desde então todas as quartas ela ia no seu consultório, mas na ultima quarta ela não foi porque como sabe se matou.

Conversamos mais um pouco, até Júlia ir embora.

 

------------------------------- Alguns dias depois--------------------------------------------

Desde daquele dia eu sempre encontro a Júlia, quando o possível.

Como hoje é sábado, tenho que faxinar. Isso que dá não estudar, se eu tivesse seguido o conselho do meus pais, eu agora taria tomando champanhe em um navio estilo Titanic, só que sem o final trágico.

Pra você entender minha situação eu não tenho dinheiro nem pra pagar a diarista, que é cara. Pensando melhor é capaz, que a Jurema faxinando ganhe melhor do que eu mexendo com mortos.

No fundo do guarda roupa encontrei uma caixa, que continha alguns relatórios com algumas copias de casos que investiguei. Os originais estavam na delegacia.

Peguei um e comecei ler para relembrar, comecei pela carta depois eu vejo o relatório.

 “Ah, você que está lendo, olá. Se está lendo isso, eu morri. Porque ? AHHHHH. Isso. A razão, sempre tem que ter uma. A minha é o seguinte: Imagine fios. Cordas. Mas invisíveis. Então, pois é. Minha família, que deveria me apoiar, demonstrar isso que chamam de amor ou carinho, nunca me deram sequer o gosto. Eu tinha que ser sempre o melhor. 10 em tudo. Depois, eu teria que me formar. Ser médico (especialista). Ou advogado, com meu próprio escritório. Ou empresário dono de uma multinacional. Teria que me casar com uma dama de alta patente, escolhida a dedo por meus pais. Deprimente, não? Não? Para mim, essa seria uma vida cinza. Sem cor ou som. A vida que eu queria ter.... Pois é. Uma vida de cores e sons. Acordar de manhã e poder ver tranquilamente o sol nascer, ouvir os pássaros cantarem, tocar uma música, escrever um poema, talvez pintar um quadro. Eu amaria isso de todo meu coração e alma. Mas...
Quem disse que meu desejo poderia ser atendido nessa vida?”

Me lembrei daquele caso. Edward Louis,20 anos. Desde pequeno, tudo lhe foi exigido. Ser o melhor da classe. Só notas 10. 9,9? Nem pensar. 10 em tudo. Saber tocar violão, piano, violino. Brincar? Desnecessário. Tinha que ser o mais comportado, respeitar todas as regras e não esquecer de nenhuma. Quando cresceu? Vish.Teria que fazer medicina, advocacia, administração..... Ir para a melhor faculdade, passar em primeiro no concurso público. Quando crescesse mais, teria que se casar com uma mulher rica, refinada, da alta sociedade. Mas quem disse que ele queria isso? Queria brincar, queria ter a música como inspiração, não obrigação, queria ser livre, queria ver a natureza, queria se casar com alguém independente de cor, sexo, religião ou classe social. Queria como profissão a pintura, a música, a poesia, a arte em geral. Mas quem disse que sua "família" permitiria isso?

Acabei de arrumar as coisas e fui tomar um banho, daqui á pouco eu iria me declarar pra ela. To pouco me fodendo para o resto. Coloquei uma música e sair em direção ao banheiro.

 

Gotta Be You

 

Saeroun mannameun sirheo waenji mollado

Yeojeonhi nega manhi miwo ajikdo

Unmyeong gatdeon mannami

Ijen nimeseo nami

Doeeo tteonagasseo ajikdo maemdoneun neoui hyanggi

We used to be all turnt up

Urin meoreojyeosseo jeomjeom

Neon anira haetjiman dugo bwa

Sarangui yeokjeon

Oneuldo oechyeo

Geujeoncheoreom let’s go

Apeuro rewind

Cheoeumeuro x o

 

Ajikdo neol itji motago inneun nae moseubi na sirheunde

Ijeuryeo ijeuryeo haedo geuge andwae everyday

Neo animyeon an doendago

Kkeuchiran isseul su eopdago

 

It ain’t over til it’s over

It ain’t over til it’s over

It ain’t over til it’s over

 

Neoui sarangi nal mangchyeodo nal apeuge handaedo

Naegen ojik neo hanappun

Nae sarangeun neoro sijakhae neoro kkeutna

I jarie waiting for you

 

Neo anim andwae, no

My one and only, oh, oh, oh

Neo anim andwae no

Nae gyeoten neo animyeon andwae nan

 

Dasi nal gadwo neoraneun gamoge

Neo eomneun hyeonsiri gahokhae

Jugeul mankeum himdeureodo I don’t care

Nan yeounikka moksumi ahop gae

Subaek beon nal buswodo maeseopge morachineun neoran pado

I’m okay apado sarang ape nan desperado

Nuga mwora hadeon gane

Nan amudo sanggwan an hae

Uri gachi chumchudeon geu noraeneun ajik an kkeutnatgie

Neol hyanghae jigeum oechyeo

Geujeoncheoreom let’s go

Apeuro rewind

Cheoeumeuro x o

 

Majimagirago chagapge malhadeon ne moseubi sirheunde

Jiuryeo jiuryeo haedo jakku nan neol geurine

Neo animyeon an doendago kkeuchiran isseul su eopdago

 

It ain’t over til it’s over

It ain’t over til it’s over

It ain’t over til it’s over

 

Neoui sarangi nal mangchyeodo nal apeuge handaedo

Naegen ojik neo hanappun

Nae sarangeun neoro sijakhae neoro kkeutna

I jarie waiting for you

 

Neo anim andwae, no

My one and only, oh, oh, oh

Neo anim andwae, no

Nae gyeoten neo animyeon andwae nan

 

Nuneul gamado saenggangna

Ni eolgul pyojeong hanahana

 

Neon naui cheomija majimak sarangiya don’t say good bye

 

Neoui sarangi nal mangchyeodo nal apeuge handaedo

Naegen ojik neo hanappun

Nae sarangeun neoro sijakhae neoro kkeutna

I jarie waiting for you

 

Neo anim andwae, no

My one and only, oh, oh, oh

Neo anim andwae, no

Nae gyeoten neo animyeon andwae nan

 

 

Tem Que Ser Você

 

Eu não quero conhecer pessoas novas, e eu não sei porque

Mas eu ainda continuo a te odiar

Nosso encontro foi como destino

Mas de amantes viramos estranhos

Você me deixou mas, seu perfume continuava aqui

Nós costumávamos estar ligados

Mas agora estamos cada vez mais distantes

Você disse não mas, você só esperou

Pela guerra do amor

Hoje de novo, eu gritei

Vamos voltar

Voltar no passado

Para o começo xo

 

Eu ainda me odeio por não te esquecer

Eu tento esquecer todo dia mas eu não posso

Tem que ser você

Isso não pode acabar

 

Isso não acabou até que esteja acabado

Isso não acabou até que esteja acabado

Isso não acabou até que esteja acabado

 

Mesmo que seu amor me destrua e me machuque

Para mim você é o único

Meu amor começa e acaba com você

Estou aqui esperando por você

 

Tem que ser você, não

Meu primeiro e único, oh, oh, oh

Tem que ser você, não

Tem que ser você do meu lado

 

Me prenda de novo na prisão que você é

A realidade sem você é tão cruel

Embora isso me mate, eu não ligo

Porque eu sou uma raposa, eu tenho nove vidas

Mesmo que eu seja quebrada 100 vezes por suas ondas

Estou bem, mesmo que esteja doendo, quando estou de frente com o amor, estou desesperado

Não importa o que dizem

Eu não ligo

Porque a musica que dançavamos ainda não acabou

Agora eu grito pra você

Vamos voltar

Voltar ao passado

Para o começo xo

 

Te odiei por dizer friamente que era o fim

Tento te apagar mas continuo a te desenhar

Tem que ser você, isso ainda não terminou

 

Isso não acabou até que esteja acabado

Isso não acabou até que esteja acabado

Isso não acabou até que esteja acabado

 

Mesmo que seu amor me destrua e me machuque

Para mim você é o único

Meu amor começa e acaba com você

Estou aqui esperando por você

 

Tem que ser você, não

Meu primeiro e único, oh, oh, oh

Tem que ser você, não

Tem que ser você do meu lado

 

Eu fecho meus olhos mas eu penso em você

Cada uma de suas expressões

 

Você é meu primeiro e ultimo amor, não diga adeus

 

Mesmo que seu amor me destrua e me machuque

Para mim você é o único

Meu amor começa e acaba com você

Estou aqui esperando por você

 

Tem que ser você, não

Meu primeiro e único, oh, oh, oh

Tem que ser você, não

Tem que ser você do meu lado


Notas Finais


e aí quem será ela? Júlia ou Sofia, faça suas apostas.
beijo no kokoro


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...