História Cartas para Diana - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Iris, Kentin, Leigh, Lysandre, Nathaniel, Nina, Peggy, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Viktor Chavalier, Violette
Tags Cartas, Diana, Romance
Exibições 27
Palavras 1.430
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey, pessoal! Desculpem a demora! Boa leitura!

Capítulo 19 - Sou Juliet Martinez, e o grêmio fica ali!


Parque

-Kath, nós precisamos ir princesa. –disse o loiro olhando o relógio do celular

-Então, vamos! –disse a garota se levantando do banco

-Ok! –o loiro se levantou e pegou nas mãos da garota e ela o olhou- Hoje é um dos melhores dias da minha vida. –o garoto a olhou nos fundos de seus olhos sorrindo

-Também é um dos melhores dias da minha vida! Mas, Nath quais são esses “outros dias”? –perguntou a garota curiosa

-Bom, o nosso noivado, o nosso casamento e o nascimento dos nossos filhos! –disse o loiro sorrindo

-Sério Nath? –disse a garota sorrindo

-Sério! –afirmou o garoto- Vamos? –perguntou

Casa das primas

-Não acredito a mãe da Juliet é a... –disse Diana e na mesma hora faltou luz- Ahh meu Deus, cadê essa lanterna! –a garota se irritou e ao sair do quarto tropeçou quando descia da escada e ela desmaiou no chão

-Diana? Ai meu Deus! –Katherine estava bastante desesperada e preocupada com a prima, então resolveu ligar para Nathaniel

Ligação ON

-Oi, Kath! –disse o loiro calmo

-Nath, socorro! A Diana desmaiou e eu estou desesperada! –a garota estava desesperada

- Eu vou ligar para os gêmeos, já que os pais deles têm carro e o Armin tem carteira... Já estou indo! –disse o loiro já não, mas calmo e desligou o celular

Ligação OFF

-Diana, acorda, por favor... –disse a garota chorando até ouvir a campainha

-Oh, não chore Kath! Onde ela está? –disse o azulado abraçando

-Ela está ali no sofá... –disse a garota mais calma

-Vamos? –disse o moreno segurando Diana

-Sim, cadê o Nath? –perguntou a garota para Alexy

-Estou aqui, Kath! Vamos... –disse o loiro e todos entraram no quarto

Hospital

-Bom, ela pode ficar em coma, pois eu acho que ela tropeçou em algo e caiu de um lugar alto, mas também pode acordar... –disse o médico e Katherine começou a chorar

-Ela pode morrer doutor? –perguntou Armin preocupado com Diana

-Não, apenas ficar em coma. –disse o médico e depois saiu

-Kath, não chore princesa. –disse o loiro enxugando as lágrimas

-Eu sei que ela vai acordar, mas eu preciso dela... Ela é minha melhor amiga... –disse a garota chorando

-Gente, porque não vamos avisar o Castiel, a Rosa, o Lysandre, a Íris, o Kentin e etc. que a Diana ta em coma? –disse o azulado Alexy

-Trazer o Kentin não é muito bom... –disse a garota lembrando-se da briga deles dois

-Por quê? -perguntou o azulado

-Eles brigaram... –disse a garota alisando o cabelo da prima

-Vou ligar para a Rosa e ela fala para o Lys, Kath liga para o Cassy e o resto do pessoal a Rosa avisa... –disse o Alexy ligando para a Rosa

-Irei ligar para ele... –disse a garota pegando o celular e discando o número do ruivo

Ligação On

-Oi, Katherine. –disse o ruivo com seu mau humor

-Castiel, eu preciso que você venha no hospital do centro, aquele perto duma praça... –disse a garota um pouco mais calma

-O que aconteceu? –o ruivo parecia preocupado

-A Diana ela está em coma... –disse a garota e o ruivo se preocupou mais ainda

-... Eu estou indo ai... –o ruivo estava abalado

-Ok. –a garota desligou

Ligação Off

-Gente, eu vou ficar lá fora para pensar... –disse a garota e ela saiu de lá

-Eu vou à cantina. –disse o loiro saindo do quarto

15 minutos depois

-Olá, eu preciso do número do quarto de uma garota que está aqui... –disse o ruivo e a recepcionista ruiva natural o olhou

-Nome? –perguntou à recepcionista para o ruivo

-Diana Crystal Angeline Beaumont Escobar. –o ruivo parecia estar apressado

-Quarto 211. –disse a recepcionista

-Obrigada... –o ruivo saiu dali se bateu com o loiro

-... –o loiro não disse nada apenas saiu de lá e o ruivo andando viu Katherine e foi a ela

-Kath? –o ruivo viu que a garota estava de cabeça

-Oi, Castiel... –disse a garota com uma aparência triste

-Não fica assim, Katherine... –disse o ruivo olhando a garota triste

-Eu nunca te vi assim... –disse a garota o olhando

-Assim como? –perguntou o ruivo

-Assim se importando com as pessoas... –disse a garota mexendo no cabelo

-Eu sou assim com pessoas que eu gosto e que são especiais. –o ruivo sentou na cadeira do lado da garota

-Eu nunca vi você assim... Sempre percebi você era diferente com a Diana, mas nunca analisei direito... –disse a garota olhando para baixo

-Eu gosto muito da Diana... E eu não consigo tratar ela mal... –disse o ruivo e a garota o olhou

-Por que não se declara? –perguntou a garota

-Porque tem outras pessoas envolvidas nisso... –disse o ruivo e a garota ficou confusa

-Não entendi... –a garota estava confusa

-O Lysandre, e o Armin parecem gostar dela. E o Lysandre é o meu melhor amigo, eu não quero magoar ninguém... –disse o ruivo parecia ser uma pessoa legal com as pessoas que gosta

-Eu percebi isso... E o Kentin também parece gostar dela... –disse a garota

-E não sei se ela sente algo por mim... –disse o ruivo

-Acredito que ela sente algo por ti... –disse a garota sendo sincera com ele

-Sério? –o ruivo estava surpreso

-Sério! –a garota sorriu e o ruivo também

Coma Diana On

Eu estou num lugar com luz branca e não consigo ver nada, não sei onde estou. Estou sonhando ou tendo delírios? Não sei, mas a luz parou e eu estou em Sweet Amoris só que um pouco mais diferente... Vejo pessoas que eu nunca vi, e especialmente uma garota que estava de costas parecia Violette e também parecia ser muito gentil e então fui falar com ela:

-Olá, sou nova aqui me chamo Angeline Petit e você sabe onde fica o grêmio? –perguntei mentindo para a garota

-Sou Juliet Martinez, e o grêmio fica ali!  -a garota de cabelos lilás apontou para a porta bem perto de onde estavam e Diana gelou com o nome da garota, ao saber que Juliet é a garota do diário

-O-obrigada... –gaguejei nervosa

-De nada, preciso ir tchau. –a garota saiu e eu entrei no grêmio

-Olá? –eu disse para um ruivinho que estava lá e ele me olhou, percebi que era Nicolas Adrien o representante da Juliet

-Olá, sou Nicolas Adrien quem é a senhorita? –disse o ruivo me olhando

 -Meus pais e eu somos muito distraídos, então não fizemos a ficha, mas posso preencher uma agora... –eu disse séria, mas só disse para ele não desconfiar

-Oh, ok... –o ruivo me entregou um papel e eu preenchi

-Aqui... –entreguei e ele leu a ficha

-Você precisa de uma foto de identidade, pode possuir no mercado de tudo... –o ruivo se consentrou nos papeis e eu sai

-Com licença. –cutuquei um garoto de cabelos pretos e ele virou, vi que era Lírio

-Olá, senhorita. Estás perdida? –disse o garoto de cabelos pretos educado

-L-Lírio? –eu falei bem baixo estava o olhando nervosa- S-sim, você é Lírio Chermont? –perguntei para confirmar que era ele

-Sou, senhorita? –ele parecia querer saber meu nome

-Angeline, Angeline Petit. –eu disse mentindo- Conhece Juliet Martinez? –perguntei a ele

-Sim, ela está ali se você quiser encontra-la... –disse o moreno educado apontando para a sala de aula b

-Obrigado. –eu sai dali e fui pro pátio, vi um garoto dos cabelos castanhos

-Olá, rosqueiro! –brinquei com ele, ele se levantou achando que eu tinha medo dele e disse:

-O que disse, tábua? –provocou ele

-Olá, r-o-s-q-u-e-i-r-o! –provoquei ele

-Hum, corajosa você! Várias novatas que chegam não me provocam com medo de mim. –ele pareceu querer ser meu amigo

-Sou diferente, baby! –joguei meus cabelos no ar

-Gostei de você, novata. Mas, ão se acostume com meu bom humor! –advertiu ele sorrindo

-Não se acostumarei, Caleb Bonnet. –eu disse e ele me olhou surpreso

-Como sabe meu nome, novata? –perguntou ele curioso e um pouco assustado

-Descobri por ai... E não precisa se assustar não sou stalker e nem psicopata... –avisei a ele

-Eu nunca disse que você era isso... –ele corou um pouco

-Corado, Caleb? –provoquei ele

-Hum, falou a tábua ha ha! –ele deu risadas e eu fiquei vermelha de raiva o empurrei na grama e chutei aquele lugar

-Oh, me desculpe Caleb foi sem querer! Até mais, Caleb! –sai dali e entrei na sala b onde tinha a Juliet e Renne

-Olá! Sou Angeline Petit, e você? –me referi a loira

-Renne Leroy! Conhece a Juliet? –a loira perguntou a mim

-Sim, ela me ajudou... –eu disse olhando a garota loira

-Hum... –ela me olhava


Notas Finais


Gostaram do capítulo? Comentem por favor! Tchau, leitores!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...