História Cartas para Mai. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dragon Ball
Personagens Trunks
Tags Mai Romance Trunks
Visualizações 29
Palavras 1.228
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente ^.^

Minha primeira história nessa categoria espero que gostem...
Gente eu sou apaixonada pelo Trunks e nunca consegui juntar ele com nenhum personagem feminina do anime, mais quando eu conhece a Mai essa paixão se multiplicou então não consegui velo com mais ninguém...

Pessoal se você saberem de uma história desse casal, por favor me avisem eu ficaria muito feliz...
Bom é só isso ate mais...

Capítulo 1 - Carta.


Fanfic / Fanfiction Cartas para Mai. - Capítulo 1 - Carta.

Não sei se a minha timidez escondeu o que sinto por você, ou se nos meus olhos dava para ler. Em todo caso, acho melhor esclarecer: eu gosto muito de você! Antes que você pense que me senti atraído apenas pelos seus lindos olhos, digo já que gostei do conjunto todo. Mas o que achei mais lindo em você, foi a beleza interior que deixa transparecer.

(Autor desconhecido) 

Maí despertava lentamente no seu pequeno apartamento em pleno sábado Já era costume dela de acorda cedo.

Se levantou da cama e esticou os lençóis os dobrando. Terminado ela amarrou os cabelos em um coque frouxo e seguiu ate o banheiro descalça, ela se vestia com um baby doll curtinhos os retirando deixando seu corpo desnudo e sex a mostra. Suas curvas bem torneadas eram no lugar certo. Ligou o chuveiro esperando a água fria esquentar e entrou debaixo molhando o rosto e logo seu corpo o sentindo relaxa com a agua quente.

De olhos fechados ela lembro de um certo alguém de cabelos azuis ele era ousado e atrevido na medida. Ela nunca iria admitir pra ele mais ela gostava do atrevimento dele mas não iria passar disso...

Seus pensamento eram so pra ele, desde criancas os dois estam juntos e sempre ele a fazia sorri seja por algo imaturo ou por um simples falar dele...

Discretamente lembrando de um beijo que ele havia lhe dado. Abriu os olhos com as lembranças a fazendo alisa os lábios com as pontas dos dedos ela sabia que não poderia continua com aquilo.

Derrepente ouviu a campainha tocar dissipando seus pensamentos do garoto que hoje tinha 31anos desligándo o chuveiro e se enrolando na toalha seguiu ate a porta descalsa. Sua sala era pequena dando uma vista da cozinha americana que tinha ao lado com os moveis amadeirados e bem organizados, encarou o tapete com um envelope encima do chão e o pegou.

_uma carta?! De quem sera? - ela o encarou curiosa e virando as costas do envelope com o nome do rementente... _Trunks?! - seu rosto ficou levemente corado a fazendo segui até a porta e olha pelo olho magico não avistando ninguém ela destrancou a porta a abrindo em seguida mas o corredo também se encontrava vaziu.

Suspirando fortemente ela voltou pra dentro de casa fechando a porta olhando o envelope nas mãos se sentando no sofá ela o abriu calmamente lendo a mensagem que ele havia escrito...-

Para a mulher mais encantadora que conheço. Maí você é tudo pra mim..

Obrigado por ser essa mulher forte e maravilhosa que conheci os meus dias são maravilhosos com você aqui e que sem você não teria sentido minha vida e por isso quero te convidar pra jantar hoje... Por favor aceite...

Estarei te esperando no restaurante da corporação um carro chegara em sua casa as 14hs esteja pronta...

_ mais por que tão cedo? Trunks... - ela levou as mãos ate o rosto não sabendo o que dizer dobrou a carta a guardando de volta no envelope e mordendo a unha do dedão ela sorriu contente pensando no que faram...

....

Tempo depois ela tinha arrumado a casa e já estava pronta com seu uniforme de sempre, ela não dava muita importancia as vestementas e esperou o carro chegar pra pegala...

Olho no relógio de parede mostrando cinco minutos pra duas da tarde e saiu de casa pegando o elevador e deceu os cinco andar...

Pensativa ela tentava descobri pra onde ele iria leva lá tão cedo se ele havia a convidado pra janta...

Assim que o elevado parou ela saiu de dentro dele já avistando o chofer de uma limousine a esperando na porta de entrada da portaria a fazendo sorri discretamente...

_ oi! - disse simples mente ao se a próxima do homem que acenou com a cabeça...

_ o senhor Trunks, me mandou aqui pra busca lá... - ela sorri minimamente seguindo o chofer ate o carro que a esperava. _por favor, entre senhorita...

_ obrigada. - Maí entro na enorme limousine olhando cada detalhe que havia lá dentro. Era a primeira vez que ela entranva em um desses. Alisou o banco onde estava sentada sentindo todos o conforto que tinha e logo outro envelope ao seu lado dessa vez ele era verde o abrindo ela sorriu começando a ler...

- Oi Se estiver lendo isso é por que aceitou meu convite. Você não sabe como estou contente em saber que você esta ai...

Então; você terá um dia especial só pra você eu preparei tudo com cuidado e dedicação esperando que goste de cada momento... Por isso tenho um pedido a fazer e espero que aceite. Aproveite o dia e relaxe por que mais tarde sera cansativo...

Beijos Trunks.

Mai não contia a felicidade e um sorriso aberto a deixa encantadora uma coisa que ela não sabia era que dentro da limousine ela estava sendo filmada e a pessoa que a assistia sorria abobalhado a olhando do outro lado da tela...

Nos conhecemos há pouco tempo, mas o coração é um velho sábio e nessas coisas ele não se engana. Ele me avisava que era amor pra valer quando começava a bater mais forte toda vez que eu chegava perto de você. Ele me fez tentar entender porque eu estremecia ao seu lado, e acabei por perceber que era admiração e paixão o que sentia

(Autor desconhecido) .

...

_Chegamos Maí. - disse o chofer... _aqui! o senhor Trunks pediu pra lhe entregá isso.. - falou ele por uma janelinha do carro. 

O motorista entregou um ramalhete de flores com um cartão em cima deixando Maí encantada com aquilo...

- Espero que goste. Aproveite o dia quero todos os detalhes de como se sentiu hoje... Trunks.

Mai não sabia como se sentir era a primeira vez que passava por aquilo e o fato dela não ser rica a incomodava, seus pensamentos foram disperso pela porta do carro se abrindo dando passagem pra ela passa. Curiosa ela saiu olhando em volta e vendo uma clinica de masagem...

_ um spar?! - falou ela olhando em volta encantada com o local enorme...

O motorista fechou a porta da limousine falando.

_ a sete estarei de volta senhorita... - Maí se assustou por ficar sozinha e grudou no braço do chofer que estranho a atitude da garota...

_ e- eu vou ficar aqui sozinha?

_bom são ordens do patrão... - ela piscou algumas vezes o soltando lentamente...

_ me desculpe..

_ não tem problema, a senhorita fiacara bem ate mais...

_ tchau! - ela o observo parti com o carro e desaparece pelo horizonte.

Ao ouvir a voz de duas moças logo atrás dela ela se vira avistando uma loira e uma ruiva bem sorridentes...

_ola senhorita Maí - disse a loira.

_oi senhorita Maí, esta pronta? - perguntou a ruiva...

_ bem eu não sei, por onde começa...

_ não se preocupe com isso. - falou a loira chegando do lado esquerdo de Maí abraçando seu braço

_ agente ira te guiar.. - disse a ruiva pegando no outro braço dela e as duas garotas a puxou pra dentro sem deixa lá fala algo...

Depois de colocar cérebro e coração para dialogar, tomei a difícil decisão de me declarar. Espero que você não fique assustada, mas me sentiria mesmo um felizardo se me dissesse que também está apaixonada.

(Autor desconhecido).


Notas Finais


Então? Me digam o que acharam eu gostaria de saber por ser nova nessa categoria...
Ate o próximo... ^3^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...