História Cartas Para Mim Mesma 2 - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Cartas, Erisa
Exibições 11
Palavras 556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olá gente! Então, aquela história de cap todo dia, vocês sabem, eu prometo tentar, mas não é sempre que consigo kkkk! Esse capítulo está bem curto, mas isso é porque pretendo postar outro cap ainda hoje! Espero que gostem e boa leitura!

Capítulo 2 - Pensamentos


Passei pelos portões dos jardim da biblioteca completamente destruída. Não sabia o que pensar, e realmente não conseguiria ter uma conversa madura com Erik naquele momento. Caminhei lentamente na direção do ponto de ônibus mais próximo, não precisava ter pressa, sabia que Erik não viria atrás de mim correndo para conversar, coisa, que aliais, era exatamente o que eu fazia com ele. Percebi, naquele momento, que quem sempre tendia a correr atrás do outro pedindo perdão era eu, este não era o estilo de Erik, e isso me deixou ainda pior. Naquele momento, saindo arrasada de um encontro inesperado com ele, é que pude ver o quão diferentes éramos um do outro. E isso me fez pensar se realmente combinavamos tanto quanto eu pensava. Todas essas diferenças me fizeram achar que talvez, a um ano atrás, fossemos jovens e estávamos procurando por alguém especial. Talvez aquelas duas semanas inesquecíveis tivessem sido realmente uma mera ilusão de duas pessoas imaturas e sonhadoras que imaginaram muito mais amor do que havia de fato. Talvez, no fim das contas, fosse melhor deixar tudo como estava. Afinal, Erik parecia estar feliz em Boston, e eu estava num relacionamento estável e bom com Matt. Por alguns instantes, parecia que não valia a pena desistir de tudo e arriscar em algo que talvez não fosse real.

Mas estes pensamentos não conseguiram permanecer muito tempo em minha mente. Porque sempre havia aquela voz, escondida num canto escuro dentro de mim, que me dizia que tudo aquilo fora realmente real. Aquela voz que insistia em afirmar que entre Erik e eu algo realmente acontecia, e que, no fundo, ele sempre estaria guardado de maneira especial em minhas lembranças. Foi está voz que expulsou todo e qualquer pensamento que me levasse a desistir de Erik, e algo dentro de mim começava a gritar para que eu voltasse e tivesse aquela conversa com ele. Algo dentro de mim implorava com que eu fizesse que Erik ficasse ao meu lado pelo restante de meus dias.

Porém estes dois lados dentro de mim começaram a gritar forte demais, e eu não conseguia decidir se voltava para o jardim de onde havia acabado de sair ou seguia meu caminho até o ponto de ônibus. Tudo havia acontecido rápido demais. Em menos de dez minutos havia visto uma pessoa que sonhava, em meu íntimo, em rever todos os dias, e havia também me desapontado com essa pessoa de maneira que nunca pensei que me desapontaria em nosso reencontro. Por fim, todos aqueles pensamentos foram demais, e eu simplesmente os bloqueei de minha mente. Meu corpo seguiu como que por vontade própria rumo ao ponto de ônibus, e entrou no primeiro que apareceu, que por sinal era o errado, e tive que descer no ponto seguinte para pegar o ônibus que passava perto de minha casa. Eu estava confusa demais para pensar em qualquer coisa, então simplesmente deixei que aquele assunto desaparecesse por alguns minutos de minha mente e voltei para casa como que por instinto. 

Assim que cheguei, após trancar a porta subi diretamente para meu quarto. Eram exatamente 11.00. Meus pais estavam entretidos demais com alguma matéria chocante que viram no Facebook e não me viram subir as escadas rapidamente. Entrei no meu quarto, fechei a porta e me joguei na cama. Simplesmente não sabia o que fazer, então acabei adormecendo.



Notas Finais


Espero que tenham gostado! Ainda hoje vou tentar postar mais um capítulo! Beijos e até!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...