História Cartas para mim. Yahiko e Konan. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Konan, Yahiko
Tags Konan, Romance, Yahiko
Exibições 22
Palavras 1.994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá meus queridos e lindos leitores, que saudade de vocês! *sintam-se apertados* rsrs.
Bom, vim postar mais um capítulo, finalmente né, eu sei que demorei para atualizar e peço desculpas, pois é, vamos falar sobre o capítulo, essa cena eu havia planejado colocar mais para frente, mas como ainda estou escrevendo a fic, no desenrolar da história a cena se encaixou melhor aqui, espero de coração que vocês gostem, vem muito "love" por aí, se preparem! kkk.
Boa leitura. <3

Capítulo 6 - Vida a dois.


Fanfic / Fanfiction Cartas para mim. Yahiko e Konan. - Capítulo 6 - Vida a dois.

Os primeiros preparativos para o casamento inesperado começavam a surgir, Konan decidiu fazer uma cerimônia simples, apenas para os parentes mais próximos de Yahiko e para alguns poucos amigos, mesmo tendo a oportunidade ou talvez o privilégio de organizar uma festa digna de um verdadeiro príncipe com sua princesa, ainda assim ela preferiu a simplicidade, afinal era isso o que a cativava, além também da vantagem de uma festa simples ser muito mais fácil e rápida de se planejar, e tudo o que Konan não queria, era perder tempo.
O tempo agora era precioso, ela tinha  em mãos o dever de se casar com Yahiko antes que seu sogro falecesse.
Assim, ela cumpriu o desejo  da carta que recebera anteriormente.
A azulada já havia organizado todos os detalhes da festa de casamento de ambos, como salão, buffet, lista de convidados, convites, até mesmo o seu tão sonhado e almejado vestido de noiva já estava reservado, tudo estava impecavelmente pronto, apenas lhes faltava aguardar o grande dia chegar.
Yahiko trabalhava a todo vapor, o trabalho havia se multiplicado, tudo agora estava sobre sua responsabilidade, já que seu pai não conseguia mais administrar a empresa, o ruivo mal tinha tempo para si mesmo, mas Konan não cobrava atenção de seu chefe, ela mais do que nunca estava ali apoiando e ajudando seu agora, noivo.
...
O grande dia havia chegado, Konan estava radiante, tão feliz que seu rosto não precisava nem mesmo de maquiagem, a sua beleza vinha da sua própria felicidade.
Mas ainda assim  ela se deu a oportunidade de estar ainda mais bela para seu noivo, prendeu seus cabelos azulados em um coque sofisticado e charmoso deixando cair alguns fios de sua franja sobre seu rosto, e finalizou o penteado com uma delicada flor tão azul quanto o céu, que foi colocada cuidadosamente sobre seus cabelos.
Seu vestido lhe caiu tão bem, ela estava maravilhosa.
Yahiko a esperava em frente ao altar, com as mãos dentro dos bolsos do seu palitó, o galante ruivo não demonstrava, mas estava completamente  nervoso e ansiava pela chegada de Konan. 
Finalmente Konan surgiu lindamente, em passos suaves pelo tapete vermelho, a jovem estava sendo conduzida pelo irmão de Yahiko, Nagato.
Os olhos de Yahiko brilharam como nunca antes, Konan naquele momento, até o fez esquecer de toda preocupação sobre seu pai, assim como também, naquele momento ele pôde esquecer da dor que lhe corroia e apertava o peito. 
Ambos estavam exalando felicidade.
A cerimônia transcorreu calmamente e após o tão esperado "sim, eu aceito", ambos se entregaram à um doce beijo.
O dia passou incrivelmente rápido, mas o casal soube aproveitar cada minuto, até mesmo dançaram uma valsa descontraídos, ambos deram a chance a si mesmos de esquecer os problemas e viver aqueles inebriantes momentos juntos. 
Os convidados já se despediam e seguiam para suas respectivas casas, Yahiko e Konan entraram no carro e seguiram rumo a casa do ruivo, onde agora seria o novo lar da azulada.
Konan colocou sua antiga casa à venda e agora viveria uma nova vida  na mansão de Yahiko, ela precisava se acostumar ao luxo, um universo totalmente oposto do que ela havia vivido até então.
Durante todo o caminho, muitas risadas eram dadas pelo casal, estavam tão felizes que riam a toa, até mesmo por assuntos bobos, mas quando o carro foi se aproximando da mansão, um frio avassalador dominou o estomago de Konan, a azulada estava prestes a iniciar sua noite de núpcias com o homem que ela amava loucamente, ela realmente queria isso, mas a insistente insegurança voltou a reinar dentro de si. 
Konan sem perceber começou a morder seu lábio inferior e mexia incessantemente suas mãos sobre seu colo, aquilo só demonstrou ainda mais o quanto ela estava nervosa.
Yahiko percebendo a inquietação de Konan, colocou sua mão direita sobre uma das pernas  da mesma, a azulada teve a oportunidade de sentir o calor daquela mão sobre seu corpo, mesmo que, ainda por cima de seu vestido, ela pôde sentir a calma que Yahiko transmitia para ela atravéz daquele toque.
- Se acalme princesa!
- Você sabe que pode confiar em mim! Disse Yahiko olhando para o longe à sua frente atravéz do vidro do carro.
Konan respirou fundo e olhou para Yahiko que estava dirigindo.
- Sou uma boba mesmo. Disse ela rindo de si mesma.
- Porque? Perguntou o ruivo, já sabendo a resposta.
- Nada, deixa pra lá ruivinho. Disse ela piscando seu olho esquerdo para Yahiko.
Yahiko estacionou seu carro na garagem e logo em seguida abriu a porta do carro para que Konan pudesse sair, estendeu sua mão direita para que a azulada pudesse pegá-la, portando-se como um fino cavalheiro.
Ambos se entreolharam profundamente, olhares que agora queimavam, emanando desejo.
Yahiko sem perder mais tempo entrelaçou seus braços em volta do corpo de Konan a segurando em seu colo.
- Vamos lá, minha azulada, minha secretária particular, a mais linda e sexy do mundo inteiro. 
- Minha só minha! Disse ele sussurrando roucamente proximo ao ouvido de Konan.
- Agora não tem mais volta.
Konan riu, pela primeira vez, sem medo, sem receio e sem insegurança.
- Estou louca pra ver do que você é capaz, ruivinho! Respondeu ela enquanto beijava o pescoço de Yahiko, distribuindo seus beijos sobre a pele do ruivo, fazendo o mesmo ficar fora de si.
- Foi você quem pediu princesa, só espero que você aguente as consequências!
Ambos subiram pelo elevador, Yahiko era forte e exibia seus músculos atrávez da camisa social justa que usava, o ruivo nem se importou em segurar Konan em seus braços por tanto tempo.
O casal apaixonado foi rapidamente em direção ao quarto, que Yahiko fez questão de preparar para essa ocasião especial.
Ao abrir a porta, Yahiko pôs Konan novamente sobre o chão e esperou atento pela reação da mesma.
O cômodo estava iluminado por algumas pequenas velas acesas sobre o chão, fazendo um caminho até a cama redonda e aconchegante, ao lado da cama, especificamente em cima de um dos criados mudo, havia um enorme buque de rosas azuis, tão azuis e raras quanto os fios do cabelo de Konan.
A azulada arregalou seus olhos ao ver tudo aquilo, uma perfeita cena romântica.
- Foi você quem fez tudo isso ruivinho? pra mim? Perguntou ela ainda pasma e boquiaberta.
- Que lindo! maravilhoso pra ser exata, ou melhor ainda, está tudo perfeito! Disse ela enquanto admirava o quarto.
- Faço tudo por você, pra ter ver feliz!
- Eu quero te fazer feliz, minha mulher!
- É você a própria perfeição! Disse Yahiko galante, se aproximando de Konan com as mãos sobre os bolsos da calça que usava, ele aproximava-se como um tigre alaranjado prestes a atacar sua vítima, vítima essa que por sinal, não se importava nenhum pouco em ser devorada por aquele predador.
Yahiko dominou os lábios róseos de Konan com um beijo arrebatador, sedutor ele ia deslizando suas mãos pelas costas de Konan e aos poucos foi abrindo o vestido da mesma, até que a peça de roupa caiu sobre o chão.
Konan estava agora apenas com sua langerie, ela finalmente pôde sentir o toque quente de Yahiko sobre sua pele alva e nua, a azulada segurou firmemente pelo colarinho da camisa de Yahiko o puxando com força para si, aprofundando ainda mais o beijo.
Não se contentando com isso, ela levou suas mãos até os botões da camisa do ruivo e foi abrindo um por um, com a camisa já aberta a azulada deslizava suas mãos macias sobre o abdomem de Yahiko, aquilo lhe causou uma onda incrivelmente quente por seu corpo, ela queria mais, muito mais, Konan então jogou a camisa de Yahiko sobre o chão, deixando metade do corpo do ruivo completamente exposto.
Yahiko mais uma vez segurou Konan em seus braços e a levou em direção a cama, deitando-a sobre o tecido macio do lençol, e logo em seguida deitou-se por cima dela.
Agora foi a vez de Yahiko explorar a pele tentadora de Konan, o ruivo ia fazendo um caminho com seus beijos por todo o corpo alvo da azulada e a cada beijo dado por ele um arrepio se formava sobre a pele da mesma e a cada carícia de Yahiko, Konan deixava escapar alguns leves gemidos.
A azulada levou suas curiosas mãos até o ziper da calça de Yahiko, o abrindo devagar, aquilo estimulou ainda mais o prazer que Yahiko estava sentindo, o mesmo apressado em se livrar daquela calça, ajudou Konan a retirá-la rapidamente, agora ambos já conseguiam sentir pele contra pele, e o calor de seus corpos contagiava o corpo um do outro.
Yahiko voltou a beijar vorazmente os lábios de Konan, que logo cedeu e permitiu que a língua do ruivo invadisse sua boca.
Konan entrelassava seus dedos sobre os fios do cabelo arrepiado de Yahiko, e vez ou outra puxava os fios por puro prazer.
Konan foi capaz de enlouquecer Yahiko.
- Você é tentadora de mais princesa. Sussurrou ele já delirando.
Aos poucos as últimas peças de roupa foram retiradas e Yahiko se deliciou com a perfeita visão que teve do corpo esbelto de Konan.
Konan suplicava em sua mente por ter Yahiko dentro de si.
Logo Yahiko estava fazendo movimentos de vai e vem enquanto segurava possessivamente as pernas da azulada, Yahiko novamente transitava suas mãos sedentas pelo corpo de Konan e a moça implorava por mais, ela arranhava as costas largas de Yahiko e aquilo era ainda mais prezeroso para ele, que já estava em um inebriante êxtase.
O quarto foi invadido por um único sentimento naquele momento, lúxuria.
- Eu te amo Yahiko. Disse Konan manhosa, soando quase como um grito, enquanto era dominada por uma onda de prazer que propagou por todo seu corpo.
Logo em seguida Yahiko também chegou ao seu ápice.
Yahiko permaneceu deitado sobre Konan, enquanto a moça acariciava os bagunçados fios alaranjados do cabelo do mesmo, ambos exaustos, mas satisfeitos.
Ambos acabaram de viver a melhor experiência de suas vidas.
- Eu também te amo, meu céu azul!
...
Logo os raios de sol invadiram tímidamente o quarto em que o casal dormia, suas respirações eram quentes e tranquilas, ambos permaneciam abraçados e aproveitando ainda que inconscientes, a presença do corpo um do outro.
Yahiko abriu vagarosamente seus olhos e aos poucos vislumbrou Konan dormir, tão linda e serena quanto um anjo, o ruivo permaneceu alguns minutos ali comtemplando a imagem de sua azulada, até que a mesma despertou preguiçosa.
Konan esfregou seus olhos e ajeitou seus cabelos ainda deitada sobre a cama e logo em seguida foi pêga pelos olhos vigilantes de Yahiko sobre ela.
- Bom dia meu amor! Disse ela com um doce sorriso nos lábios.
Yahiko se surpreendeu pelo novo apelido carinhoso que havia recebido, até então Konan nunca havia chamado o ruivo desta forma e com um sorriso malicioso de canto em seus lábios ele respondeu:
- Bom dia princesa!
Levantaram-se da cama e tomaram um relaxante banho juntos, logo após, tomaram um chá e fizeram suas malas. 
O casal apaixonado seguiu seu destino rumo à um lugar paradisíaco, afim de desfrutar seus dias de folga tão merecidos, em uma lua de mel memorável.

- Um voo particular? Mal posso esperar ruivinho! Disse Konan, extremamente ansiosa.
...
Os dias e meses foram passando, e com eles o carinho e admiração de Yahiko por Konan iam aumentando cada vez mais, ele se sentia afortunado por ter uma mulher tão especial em sua vida, que agora era uma deliciosa vida a dois.
Konan aproveitava cada dia como se fosse o último, cada momento ao lado de Yahiko era valioso, e se fosse preciso, ela largava tudo apenas para mimar o ruivo, e entre brincadeiras, conversas, risos, viagens em busca de lugares novos, carícias, beijos e muitas noites de amor, assim ambos iam vivendo, dia após dia.
Tudo ia bem, mas não demorou muito para as coisas começarem  a desandar e o paraíso virar inferno.


Notas Finais


Eu sou uma completa romântica, não tem jeito kkk, e aí o que acharam do finalzinho misterioso e cheio de suspense? sim, infelizmente vem dias difíceis pela frente para esse casal. Comentem por favor amores, estarei esperando! Beijos :*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...