História Cartas para ninguém. - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Exibições 5
Palavras 295
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Poesias, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Aqueles olhos.


Fanfic / Fanfiction Cartas para ninguém. - Capítulo 3 - Aqueles olhos.

Aqueles olhos, que belos olhos. Há mais neles do que apenas cor, apagados quando esta triste, densos, como uma tempestade naqueles que chamam de portas para alma. Brilho quando está feliz, mas não tão radiante quanto seu sorriso, brilhante, o sol deve ter inveja. Neles posso ver montanhas de sonhos, mas um mundo de arrependimentos, seu medo, suas angustias, sua ânsia por algo mais, seus mistérios indecifráveis, me ver neles me faz pensar se eu estou na sua mente também, como um dos seus pensamentos mais queridos.

Eu posso ver como você é neles, eles mostram sua verdadeira forma, não adianta se fazer de fria, ou feliz, seus sentimentos transbordam por eles, como lagrimas as vezes, tanto de alegria, tanto de tristeza. Seus belos e inocentes olhos, eu os amo tanto, pois posso ver neles seu coração pulsando, a vida que tem dentro de você, as vezes tenho vontade de te roubar para olha-los para sempre.

Mas você estragou seu olhar perfeito por causa dos seus defeitos e qualidades, por motivos tão banais. Age mentindo e seus olhos tentam ser verdadeiros. Eles se tornaram angustiados e seu sorriso radiante tão amargo. O brilho inocente se perdeu entre risadas falsas e ações erradas. A alma inocente saiu de frente as portas, se escondendo de toda a podridão que estava entrando.

Para onde foram aqueles olhos? Se perderam por esse mundo obscuro? Por que deixo-os fugir? Meu amor continua aqui, se perguntando sobre o que aconteceu. Garota, dona daqueles olhos, eles ainda estão ai? Não os esconda, seu brilho único neste mundo, não por uma lata de cerveja, não por drogas, não por pessoas que não estão te fazendo bem, não pelo caminho da morte. Eu amo a menina dos olhos, mas odeio a mulher dos mesmos.

 


Notas Finais


Para: Ninguém
De: Um bobo ex apaixonado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...