História Cartas para Seokjin (Namjin) - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jin, Rap Monster, Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Min Yoongi, Namjin, Romance
Exibições 178
Palavras 768
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiii demorei...
Me desculpam 😙
Espero que gostem ❤

Capítulo 8 - Eu te amo.


Fanfic / Fanfiction Cartas para Seokjin (Namjin) - Capítulo 8 - Eu te amo.

Jin: Yoo, você sabe como se corta uma cebola? - Jin perguntou ao mesmo tempo que se ocupava em picar pimentões verdes. Yoongi não respondeu nada, apenas pegou a faca, se posicionou ao lado do mais velho e começou a picar a cebola em pedaços pequenos. "Ótimo" Jin resmungou satisfeito.
Namjoon estava sentado numa cadeira, olhando os dois, apesar de demonstrar nada na expressão o que ele estava sentindo não era confortável, e isso por que Jin parece tão próximo do Yoongi. "Eles estão sorrindo... Yoongi não para de olhar pra ele" pensou.
Nam: Tem certeza de que vocês não querem ficar sozinhos? - Perguntou após um suspiro.
Jin se virou para trás, franziu o cenho e sussurrou um "Hein?" estava bastante curioso agora, "Por que iríamos querer ficar sozinhos?" perguntou.
Nam: Aish, eu vou sair... - Se levantou e foi andando até a porta.
Yoongi: Como assim? Garoto e se a sua mãe estiver aqui? Eu sei como ela é, e é capaz de te levar embora à força, tipo literalmente - Correu e segurou Namjoon pelo braço. - Eu vou sair, pra comprar carne, e você nem pense em sair daqui, a não ser que queira ficar longe dele, okay? - Deu um tapa no braço do mais novo e saiu.
Namjoon olhou na direção de Jin, engoliu um seco e sentiu as mãos soarem.
"Ele viu que foi ciúmes? Vai me achar um idiota" pensou.
Jin se aproximou, no dia anterior não achou legal fazer perguntas já que Nam estava bastante exausto, agora aquela é uma boa oportunidade.
Jim: Vem, senta comigo - Pediu como uma criança após se sentar no sofá da sala, Namjoon o fez e se sentou ao lado dele - Me diz... Você gosta de mim?
Nam: Sim! - Respondeu de imediato.
Jin: Eu fui realmente o motivo dessa fuga, e do seu conflito com a sua mãe?
Nam: Você foi o motivo pelo qual eu fugi da minha mãe, mas não foi o motivo do meu conflito com ela, o fato de eu gostar de você que fez ela se sentir mal, e tem outra coisa, eu sempre deixei claro pra ela que sou Gay, ela nunca aceitou, então eu tinha que sair com mulheres e fingir ser algo que eu não sou, e ela acha que se eu me distrair com a empresa do meu pai eu posso mudar...
Jin: Talvez se a gente não tivesse se esbarrado... Você estaria bem. Yoongi disse que ela viu nossas mensagens em dia que foi te visitar na sua casa.
"O que?" Nam se levantou do sofá e ficou de pé na frente de Jin. Segurou na mão deste e fez com que ele se levantasse também ficando então cara a cara, numa pequena distancia um do outro.
Nam: Nunca coloque a possibilidade da gente nunca ter se encontrado... Sabe o tamanho do que eu sinto, o tamanho do que eu tô sentindo com você aqui, agora? Eu tô bem com você! - seu tom de voz alterou um pouco.
Jin o encarava um pouco assustado, ficou em silêncio, isso deixou Namjoon com uma certa dor no peito. - Desculpa - disse arrependido por ter alterado a voz, envolve Jin em um abraço apertado - Eu não queria gritar... - Deitou a cabeça no ombro do rapaz.
Jin não disse nada, sabia que aquilo realmente não tinha sido por querer. E isso é a prova de que o compreende, além do mais, como seria se eles não tivessem se esbarrado na lanchonete do centro da cidade.
- Calma...não fica assim, eu entendo - Falou em uma voz suave e calma - Não tem por que pedir desculpas.
Namjoon levantou a  cabeça para fitar o hyung e sorriu aliviado. Se permitiu tocar no rosto dele, acariciando sua bochecha com o polegar, olhar fixado um no outro como se estivessem tentando falar algo apenas pelo contacto visual.
Não estavam se beijando, mas tinha um certo fogo ascendido ali. Amor... Definitivamente amor.
Namjoon: Jinnie... Eu... Eu te amo... - Namjoon falou um pouco nervoso. E como se trata da primeira vez falando isso, Nam sentiu vontade de esconder a cabeça em algum lugar. Se sentiu pior ainda pelo ambiente ter ficado completamente silencioso, por Jin não dizer nada. Tirou a mão dele e deu um passo pra trás, foi ai que Seokjin teve alguma reação, puxou o de cabelos claros pelo pescoço, fez os seus lábios se chocar aos dele, dando início a um beijo, calmo, cheio de carinho. Tudo o que ele podia dizer sobre as palavras do mais novo se resumiam naquele beijo.


Notas Finais


Querem Lemon no próximo Cap?
Em? Em?
😍
Desculpa pelos errinhos, até o próximo 💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...