História Casa 89 - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Suga
Tags Fluffy, Sobi, Yoonseok
Exibições 105
Palavras 1.565
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Fluffy, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


hehehehehe demorei ne

desculpa

perdão

mianhae

Capítulo 7 - - Capítulo 7 - Gratificante -


Yoongi despertaria calmamente se não tivesse sentido um braço o envolvendo, tal contato o fazendo abrir os olhos de súbito. Daria tempo de sair dessa posição até Hoseok acordar, certo?

- Eu estava esperando você acordar... – Errado, Yoongi sente seu rosto esquentar enquanto se encolhe um pouco e sente o moreno o apertar um pouco mais enquanto ri.

- Por quê?

- Ora, de que adiantaria eu descer e tomar café-da-manhã se você não vai desceria sozinho para fazê-lo comigo? – Ah, ótimo, até nesse quesito era um fardo para Hoseok. – Posso te deixar aqui um pouquinho enquanto eu desço com a cadeira? – Yoongi assente e o outro levanta, descendo e voltando rapidamente para buscá-lo. Não deixa de sentir seu coração acelerar e, ao mesmo tempo, seu corpo relaxar ao ser levantado por Hoseok, e poderia parecer egoísmo, mas não queria descer dali, mesmo quando foi colocado na sua cadeira de rodas de novo.

Hoseok sentia falta do sorriso do mais velho, em contraponto. Depois de vê-lo rir, não o queria ver fazendo outra coisa, mesmo que fosse difícil porque, ora, é de Yoongi que estamos falando. Sua vontade aumentou ainda mais após senti-lo chorando em seu peito, lembra-se de ter sentido o seu coração apertado até sentir o outro relaxar e dormir.

- Tem alguma preferência para o café? Digo, não temos café de verdade, de pronto só chá gelado e biscoitos. – Sai de seus pensamentos e pergunta, sorrindo e virando para Yoongi. ‘Céus, o garoto nunca para de sorrir? ’

- Eu gostei dos biscoitos de ontem. – Hoseok não espera uma resposta vinda do mais velho, já que este é uma completa incógnita, então sorri por receber alguma reação positiva, mesmo que seja dele tentando voltar ao seu jeito frio e seco, mesmo que agora soubesse ser falso. – Depois... você pode me ajudar no banho? – ‘Quem é esse garoto e o que fez com Yoongi? ’, pergunta-se Hoseok, mal sabe que a coragem e força de vontade (ambas quase extintas) vindas do branquinho para fazer essa simples sugestão tiveram que ser estratosféricas.

- Está bem então, Hyung. Mas eu posso te perguntar uma coisa? – Pergunta, servindo os dois na pequena mesa da cozinha. O outro faz um sinal com a cabeça dizendo que pode continuar, e Hoseok se prepara internamente para o grande fora que receberia. – A sua reação ontem... tem a ver com a sua cadeira de rodas?

- Não... eu tinha oito anos quando isso aconteceu. Aquilo é mais recente. – Hoseok segura a língua para perguntar o que tinha sido, então, mas já estaria abusando da estanha boa vontade de Yoongi.

Nem percebe quando começa a pensar no sorriso de Yoongi, aqueles dentinhos pequenos e os risquinhos adoráveis que surgiam embaixo de seu nariz... definitivamente queria vê-lo de novo. Aliás, gostaria de vê-lo antes que o branquinho fosse embora de sua casa.

E o faria dançar de felicidade algum dia, disso tinha certeza.

- Yoongi... – Bebe de seu chá, tentando puxar assunto. - ...eu não sei se eu deveria comentar sobre isso, mas a casa que vocês compraram é bem mal falada. – O assunto atrai a atenção de Yoongi.

- Em que sentido?

- Ah, bem, assim, os últimos... – Faz as contas com os dedos. - ...dez inquilinos dessa casa, disseram que ela faz barulhos à noite e se mudaram. – Suspira, percebendo que a sua mudança de assunto poderia gerar um problema. – Eu estou te falando isso porque uma hora ou outra a sua mãe vai te contar, ou você vai perceber...

Por que puxara esse assunto? Hoseok se remoía, sabendo que a má fama da casa poderia resultar na mudança de Yoongi e sua família, e não queria nem considerar essa possibilidade. Havia se apegado ao branquinho de uma forma que nunca imaginou, e sabia que um simples capricho seu não iria impedir uma provável mudança. Sem perceber seu semblante murcha, o que não passa despercebido por Yoongi.

- Você ‘tá bem? – Pergunta, mesmo que não fosse de seu feitio. O que surpreende Hoseok um pouco, o fazendo sorrir de novo.

- Ah, tô sim, é só que... – Suspira, mudando de assunto rapidamente. – Vamos tomar banho? – O outro assente timidamente. – A toalha e as roupas que eu vou te emprestar já estão separadas por causa de ontem, a sua mãe esqueceu de colocar na mochila. – Aponta. E Yoongi fica ainda mais envergonhado por estar drenando tanto a energia do mais novo. – Vamos lá pra cima? – Pergunta, já o pegando no colo e subindo as escadas.

Mais uma vez todas aquelas sensações abalam Yoongi, e mais uma vez se recusa mentalmente a deixar o colo do outro, que o senta no vaso sanitário o deixando livre para tirar as próprias roupas. E é o que faz, mesmo relutantemente.

- Você se sentiria melhor se eu tomasse banho com você? Seria melhor pra mim também, já que eu não molharia as minhas roupas...

- Tudo bem então... só me ajude aqui, por favor. – Pede, extremamente envergonhado, para Hoseok ajuda-lo a tirar sua cueca. As bochechas vermelhas contrastando com a pele branquinha, fazendo o moreno rir com tamanha fofura, mesmo que estivesse sempre escondida atrás das inúmeras máscaras que o mais velho usava.

Hoseok se agacha um pouco, olhando nos olhos de Yoongi.

- Ei, olhe pra mim, eu não estou olhando pra ‘lá’, viu? Não tem porque ficar envergonhado. – Sorriu encorajador. Enquanto retirava a peça de roupa do corpo do garoto, o deixando totalmente despido.

Yoongi realmente se surpreendia cada vez mais com as atitudes de Hoseok, ele era tão inocente, tão gentil, tão...

Compreensivo. Sim, essa era a palavra, e era muito significativa para si, já que compreensão foi a única coisa que desejou nesses últimos anos, e não recebeu de ninguém. Isso, claro, até Hoseok aparecer, tinha muito a retribuir à toda a gentileza do moreno. Resolveu começar com algo simples.

Yoongi vira o rosto totalmente de frente para o de Hoseok e sorri. Um sorriso sem dentes, mas sincero, o suficiente para espantar momentaneamente o mais novo e o fazer sorrir imenso logo em seguida. Se segurando muito para não o abraçar fortemente.

O quanto conseguiu mudar Yoongi em apenas um dia...

E Hoseok gostou e muito, agora queria ver aquele sorriso cada vez mais.

Hoseok – ainda sorrindo - pega o menor no colo, o colocando no banquinho embaixo do chuveiro, se despindo em seguida e então ligando na água morna, deixando-a cair sobre Yoongi, o molhando também.

Lava as costas e cabelos do mais velho, cujo rosto não deixou de esquentar um segundo, lavando-se em seguida.

O banho todo o mesmo silêncio vergonhoso.

Enrolou uma toalha no baixo ventre e pegou Yoongi usando outra toalha. O choque de seus peitos nus deixando o branquinho confusamente mais acanhado. Hoseok deixa Yoongi em sua cama.

- Ei, eu tô molhando a sua cama... – Comenta, sentindo-se culpado mesmo que não fosse sua culpa.

- Você é mais importante que a minha cama, Yoongi! Eu não te deixaria sentado no chão. – Responde de costas para o outro, colocando suas roupas e deixando-o sem palavras.

Quando Hoseok terminou de arrumar-se e arrumar Yoongi, o levou para o andar de baixo pois a mãe dele poderia reclamar da demora dos dois a qualquer momento. O senta em sua cadeira e olha para o relógio mais próximo; nove e meia da manhã. É, não tinham demorado.

- Yoongi, você quer voltar pra c-... – É interrompido de sua pergunta por algumas batidas na porta, atende e é Min Haneul, com sua expressão doce, porém receosa.

- Bom dia Hoseok. Yoongizinho, ah, querido, você está bem? – Diz já entrando na casa e praticamente correndo até seu filho, abaixando e segurando em sua mão. – Eu sei como você se sente em dias de trovoada, me perdoe por não ter dormido com você ontem... – Seu tom era quase choroso, mas é interrompida pela voz de Yoongi.

- Eu dormi bem, não se preocupe, mãe. – Desvia o olhar até Hoseok, que observa a cena intrigado. Haneul segue os olhos do filho e encara o moreno com gratidão e admiração.

- Obrigada por cuidar do meu Yoongizinho! Eu posso fazer qualquer coisa pra te agradecer! – Se exalta, se levantando do chão e abraçando Hoseok. Mãe e filho certamente eram muito diferentes.

- Está tudo bem, senhora Min, eu só quero ver Yoongi bem. – Responde com sinceridade, enquanto a mulher desfaz o abraço e o olha de um jeito quase choroso enquanto assente.

- Vamos, Yoongi? – Diz, já saindo para o gramado. Hoseok empurra a cadeira até aquela área da grama e a solta para que Haneul pudesse pegar. – Tchau, Hoseok, e muito obrigada! – Começa a se afastar.

- Tchau Ahjumma, tchau Yoongi! – Responde com empolgação, chamando a atenção do menor que estava quieto demais.

- Tchau... – Responde, mas chegando na beirada da calçada, antes de atravessarem a rua, Yoongi levanta um pouco a voz. – Ei, Hoseok! – O moreno se espanta, logo se vira para ver o que passava. – Obrigado... – Agradece, e dá o sorriso mais bonitinho de que Hoseok se lembrava de ter visto, o que o faz derreter todo por dentro e a mãe do garoto alternar o olhar entre os dois, espantada. Nem percebe quando os dois já entravam em casa, já que ficou parado no jardim pensando no que acabara de acontecer.

Hoseok definitivamente estava viciado no sorriso de Yoongi,

Tanto quanto o branquinho amava o colo de Hoseok.


Notas Finais


por favor comenta aí nem que seja um <3

eu quero dar amor pra vcs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...