História Casa dos best - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Best Friend, Casa, Escola, Festa
Exibições 8
Palavras 1.554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Quero pedir desculpas por todos os erros de portugues e boa leitura

Capítulo 2 - Flash back's


Parte Miyuki

Ok, voces devem esta pensando "COMO ASSIM ADOLESCENTES DE 15 A 17 ANOS ESTAO MORANDO SOZINHOS?!" Mas calma, eu explico, desde o começo de como nos conhecemos a como viemos parar aqui.
Eu era uma menina quieta mas tentava fazer amigos, mas pelo fato deu ser meio demente nunca dava certo... ate que a May chegou na escola. Eu era meio que isolada e burra da classe, mas ela se sentou do meu lado

~Flash back on~

-Hi, meu nome é Mayli, como se chama?- Ela disse pegando o seu caderno.
-Eu sou Miyuki!- disse feliz
-Parece nome de meninas de anime- Ela disse e riu, eu sorri e ficamos a aula conversando e nos conhecendo, até que bateu o sinal e eu acabei perdendo ela de vista

~Flash back off~

Parte Madá.

Eu a conheci no intervalo

~Flash back on~

Eu e os meus amigos estavamos andando pela quadra quando ouvimos comentarios de uma suposta aluna nova que geral queria conhecer, e eu a encontrei em baixo se uma arvore ouvindo musica, assim que ela me viu ela deu um sorriso
-Eu amei o seu cabelo!- Ela disse e eu que nao estava acostumada olhei estranho e disse um "obrigada" sem muita importancia.
-O que faz nessa escola?- Disse com cara de reprovaçao.
-Eu mudei de casa e tive que mudar de escola. Nao sou bem-vinda?- Ela disse e riu
-Voce nao é nem um pouco estranha em garota- Disse ironica e ela me olhou
-E voce nao é nem um pouco ironica ne?- ela disse e eu sorri
-Ok, voce nao é tao estranha.- Disse sendo sincera
-Nao posso dizer o mesmo da sua ironia...- Ok essa guria é muito sincera e ta pouco se fudendo pro que fala.
-Gostei de voce.- Disse  ela agradeceu, trocamos os nossos numeros e eu fui fala com a minha galera.

~Flash back off~

Parte Jessie

Eu conheci ela bem sem quere mesmo

~Flash Back on~

Eu estava correndo atras de um guri porque ele tinha pegado na minha bunda e, claro, eu tinha que retribuir.
-Volta aqui!!!- Eu corria enquanto ria, ate que esbarrei em alguem e cai no chão e a pessoa riu -Ai, foi mau... machucou?- Disse e a pessoa começou a rir muito
-De boa. Nao me machuquei nao. Nao querendo ser intrometida mas.. o que ele fez pra voce?- Ela disse ainda sentada no chao e eu tambem continuei
-Ele aperto minha bunda e eu queria retribuir- Eu disse normalmente como se fosse uma coisa natural e olhei na direçao que o menino tinha ido tentando encontrar ele.
-Uma bunda daquela ate eu gostaria - Ela diz e rimos. Ela levantou e me ajudou a levantar-Me chamo Mayli mas prefiro que me chamem de May porque nao gosto do meu nome.- Ela disse muito simpatica, coisa que nao sei ser, mas pelo menos eu tentei
-Eu me chamo Jessie e nao tenho apelido.- Disse e ela assentiu, ela pediu meu numero e eu passei.
-Vou ir pra aula, ok? Bye- ela disse e eu assenti dando tchau com a mao.

~flash back off~

Parte Angel

Eu e a May nos conhecemos pela internet, eu tinha um blog e ela sempre comentava e me dava apoio para continuar, por fim pedi o numero dela e viramos amigas virtuais. Ela conversou com o pai dela e se mudou pra minha cidade. Entao mudei pra escola que ela se matriculou e meu irmao que nao quis ficar sozinho na outra escola e tambem se mudou.
Eles ja haviam se falado pelo celular tambem, entao se conheciam mais ou menos e o Neko nao ficou tao timido.

Parte Holl

~Flash Back on~
 
Eu tinha acabado de sai da aula e sai correndo pra nao me encontra com as meninas que sempre davam em cima de mim, mas
-Gatinho...- Jeniffer disse mordendo o labio e enrolando uma mexa de cabelo
-Ah, Oi Jeniffer.- Disse ja bufando por dentro.
-Por que esta andando tao rapido?- Ela disse e eu diminui a velocidade, nao sabia ser mau educado. Reparei em uma menina andando atras da gente.
-Eu estou andando na velocidade normal...- Disse e ela continuou dando em cima de mim.
-Vai fazer alguma coisa hoje?- Ela disse e piscou e, sinceramente, eu tava com nojo dela mas nao sabia como sair dessa.
-É...- Nao sabia o que falar, estava pensando em uma desculpa quando senti uma mao abraça a minha cintura.
-Ele vai sim, vamos sair né amor?- a menina que estava atras da gente. Ela sorriu e fez sinal pra mim concordar.
-Claro...- Disse meio sem entender e com certeza muito sem graça. Jeniffer mediu a menina dos pés a cabeça com cara de reprovaçao e parou cruzando os braços. Eu tambem parei esperando alguma frase sair de sua boca.
-amor? Voce vai me trocar por essa dai?- ela disse com um tom de voz de dar nojo com aquela voz irritante
-Por que? Algum problema? Acha que nao sou boa o suficiente pro Holl?- A menina respondeu e eu fiquei pensando se ela nao tinha me confundido com outro garoto.
-Ha, Holl? O nome dele é Kristian... ne Krisinho?- Jeniffer disse e eu só abaixei a cabeça
-O namorado é meu, nao é? Entao eu dou o apelido que eu quiser e ele gostar.- A menina disse com um tom deboxando, a Jeniffer saiu bufando e pisando firme. A menina esperou ela sair, me soltou sorriu e antes que pudesse agradecer ela saiu andando com passos rapidos e eu nao consegui a alcançar

~No outro dia~

Eu entrei na escola ja pensando quem era aquela menina, e rodei a escola inteira procurando aquela guria mais nada dela. Mas encontrei quem eu nao queria
-Oi lindo- uma voz conhecida disse e eu me virei
-Ah... Jeniffer. Oi- Disse meio desapontado.
-Cade a sua namoradinha? Faltou hoje e te deixou sozinho? Eu nunca...- Ela disse esnobando mas é interrompida
-Eu estou aqui!- Ela disse saindo de nao sei da onde.- Holl, te procurei a escola toda! Aonde tava?- Ela disse
-Acho que nos desencontramos.- Disse e ela assentiu.
-Ai, vamos sair daqui? To sentindo umas coisas negativas.- Ela disse olhando a Jeniffer de cima a baixo e eu assenti ela segurou minha mao e saimos andando. Quando estavamos mais longe ela soltou minha mao e ia andando mas eu consegui segurar la
-Volta aqui. Menina, voce é meio louca...- Disse e ela se virou rindo
-E voce é meio gay.- Ela disse ainda rindo muito e eu ri junto
-Ta ne. Obrigado por me ajudar com ela.- disse e ela piscou
-Nao tem por onde. Eu nao fui com a cara dela mesmo.- Ela disse olhando pra tras
-Como é o nome da minha "Heroina"- Disse zuando.
-May, e o seu é Krisinho!!!- Ela disse zuando.
-Da onde tu arranco holl? E da onde tu brotou? Porque ce apareceu do nada- Eu disse
-Sei la, saiu sem quere. Mas combina com voce. E eu estava andando e vi aquela menina te enchendo de novo.- Ela me olhou analisando -É, posso te chama assim, de holl?- Ela disse
-Claro.- assenti e ela se despediu e disse que precisava ir. Voltei pra perto dos meus amigos e minutos depois bateu o sinal para entrarmos na sala.

Parte May

Assim que eu me despedi do holl eu fui pra classe. Me sentei em uma das carteiras da frente.
-Sorry mas... esse lugar é meu.- Uma menina disse, ela nao era muito simpatica mas estava tentando ser.
-Eu que pesso desculpas- Disse sorrindo me levantei e mudei de lugar
Logo depois bateu o sinal e o professor entrou na classe, todos se sentaram e ele pediu para que pegassemos o livro.
-Professor, me desculpe mais eu acabei esquecendo meu livro em casa.- disse e ele pensou um pouco.
-Mary, ela pode se sentar com voce para acompanhar a materia?- Ele disse e a menina loira que tinha falado comigo anteriormente assentiu. Juntei minha carteira na dela e fizemos a liçao muito rapido e ficamos conversando baixinho. Até que um menino que havia chegado atrasado pede licença para o professor e entra, ele sentou atras da gente e ai ficou tudo um inferno. Ele começou a chutar a cadeira da mary, puxar o cabelo dela, derrubar a bolsa. Mas o pior foi quando ele pegou o oculos dela
-Que foi Mary? Nao esta conseguindo enxerga?- ele disse zuando uma com a cara da menina e uns meninos do fundo começaram a rir
-Por que pergunta se sabe que nao? Voce tirou os oculos dela. É como tirar as muletas de alguem que quebrou a perna e pergunta se ele consegui andar.- disse.
-To olhando aqui, quem te chamou na conversa.-ele disse me zuando.
-Só é uma conversa quando existe dialogo entre duas pessoas. Voce perguntou e eu respondi- Eu disse
-Ok, mas eu estava falando com a Mary- insistiu
-Voce estava falando com a boca e se dirigindo a ela. E a partir do momento que voce interrompe a nossa conversa e entra com outro assunto totalmente diferente eu tenho direito de participar. Entao nem vem.- Eu disse me levantei e tomei o oculos da mao dele entregando pra Mary, o sor ja estava estressado, entao nos sentamos. E foi assim que eu conheci a Mary e o Mayson.


Notas Finais


Por agora é só. Amanha posto mais. (Eu acho)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...