História Casais Improváveis Vingadores - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Buchanan "Bucky" Barnes, Loki, Maria Hill, Natasha Romanoff, Pantera Negra (T'Challa), Pietro Maximoff (Mercúrio), Scott Lang, Steve Rogers, Thor
Tags Blackiron, Casais Improvaveis, Clintasha, Ironwidow, Loki, Natchalla, Stony, Stucky, T'challa, Thor, Winterwidow
Exibições 113
Palavras 619
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


NÃO EXISTE UMA FIC CASAIS IMPROVÁVEIS SEM ROMANOGERS, NÉ NON?

Capítulo 9 - Romanogers


Fanfic / Fanfiction Casais Improváveis Vingadores - Capítulo 9 - Romanogers

 

 Natasha sumira por três meses sem dar notícia nenhuma. Apesar da Guerra Civil, Steve ainda estava preocupado com todos, especialmente Natasha. Ela era sua amiga, o deixara ir. Steve sabia que para ela haveria consequências, e temia quais seriam. Por ter um passado tão sombrio e tenebroso com o governo, Steve se preocupava mais. Muitas vezes dormia tarde pensando onde ela estaria. 

  Então, numa tarde de inverno, onde a neve cobria a grama, as árvores e deixava tudo mais belo, Steve caminhava pela floresta próxima, na intenção de chegar ao lado e pensar. Chegando no enorme pedaço de gelo brilhante, olhou para o céu nublado e começou a pensar. Por mais que lutasse contra seus pensamentos, todos levavam a Natasha. De tanto pensar nela, seus pensamentos foram interrompidos por passos próximos a ele. Ele não queria lutar, estava cansado de fugir. Porém, abaixou a guarda ao ver a ruiva do outro lado do rio. Estava com uma regata verde musgo, calça jeans preta e botas de couro. Seu cabelo estava lindamente bagunçado, seus braços arranhados e cheios de sangue, assim como seu rosto. Seu lábio estava cortado e sangue escorria pelo mesmo. Parecia cansada e estava em alerta. Seu ruivo ficava tão lindo em meio ao branco, ela ficava linda em tudo. 

 A mesma ajoelha e olha para cima, tentando respirar. Abaixou a cabeça, deixando sangue cair na neve. Rogers se desesperou. Ela não estava bem, estava machucada. Ele não queria isso para ninguém, muito menos para ela. 

--Nat?

Ela levanta o olhar para ele. Se acalmou ao ver que era um amigo. O loiro não se importou, correu até ela sem cair. Quando chegou perto da ruiva, se ajoelhou e colocou as mãos em seu rosto. 

 --O que fizeram com você?

--Nada do qual eu não esteja acostumada. 

 Aquelas palavras o cortaram. Como alguém poderia fazer mal a ela? Natasha era esperta e forte, mas também tinha limites e tinha uma barreira. Ela era a Viúva Negra, fez muita coisa errada, mas mesmo assim ela não o merecia. 

--Onde você esteve?.-a abraçou.

--Muitos lugares que eu perdi a conta. 

--E Stark e o resto do grupo?

--Não somos mais um grupo, Steve. 

As palavras o cortaram novamente. Steve estava preocupado e apreensivo com muita coisa, queria resolver tudo logo, mas agora, tudo o que importava era Natasha. Ao se ver em seus braços, Natasha se acalmou e esqueceu de tudo que passou até agora. 

  --Estão atrás de você?.-ele a olha seriamente. 

--Como nunca estiveram. Mas eu dou conta.-ela sorri, mas logo começa a chorar. 

Agora Steve já era. Estava quebrado, pisoteado, esmagado e esfolado. Ao ver que a mesma começou a chorar, se sentiu como se tivesse falhado, como se não valesse nada. 

 --Você não está sozinha nessa. Eu estou com você. Clint está muito preocupado com você, assim como eu estou. Eu estou com você até o fim da linha. 

 Ela sorri sem mostrar os dentes em meio às lágrimas. Então, sendo ou não sendo ele, Steve fez algo que queria fazer há muito tempo: Selou seus lábios com os dela de uma forma delicada, porém precisa. De todos os encontros que teve, sempre procurava traços de sua querida Peggy. Natasha, ao mesmo tempo que tinha sua identidade própria e era diferente, lembrava e muito Peggy Carter. Até mais que Sharon. 

  Steve encobria seus sentimentos por ela, achando que era apenas amizade ou amor de irmão. Sempre mentia para si mesmo. Agora sua garota precisava de ajuda. Sua garota estava ferida e frágil, precisava de sua ajuda mais do que nunca. 

--Eu te amo, Natasha. E vou proteger você com minha vida.

Natasha sorri, derretendo Steve. Então, ela tomou a atitude e o puxou para outro beijo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...