História Casamento arranjado - jk - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Acordo, Casamento Arranjado, Jungkook, Romance
Visualizações 111
Palavras 604
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Cap 1


Fanfic / Fanfiction Casamento arranjado - jk - Capítulo 1 - Cap 1

P.O.V Mel

Meu nome é (s/n), mas todos me chamam de mel, tenho 18 anos e acabei de terminar o ensino médio, não pretendo fazer faculdade este ano já que ainda não decidi o que quero cursar. (Capa)

Sou brasileira, tenho traços coreanos por causa da minha mãe, mas meu pai é brasileiro, viemos para Coréia eu tinha 3 anos.  Meus pais são donos de uma empresa que está crescendo bastante atualmente, acho que por isso ainda não consegui decidir o que quero cursar, não tenho planos de assumir a empresa no futuro, embora não pareça, quero ter meu emprego, minha casa, não quero depender de homem.

P.O.V Jungkook

Sou o Jungkook, terminei o ensino médio há um ano , não fiz nenhuma faculdade e nem pretendo fazer, tenho 19 anos, no futuro talvez eu trabalhe na empresa do meu pai mas não pretendo assumir a empresa acho muita responsabilidade, eu não conseguiria.

Além do mais, responsabilidade é algo que de longe eu não tenho, e muito menos quero ter. Uns me chamam de badboy, outros me chamam de sem coração, meus pais me chamam de irresponsável. A empresa dos meus pais é muito conhecida na Coréia, uma das maiores talvez.

--------------------------------------------------------

P.O.V Mel

Acordo, digo levanto, essa noite eu não consegui nem fechar os olhos, na noite passada escutei meu pai falando no telefone com alguém, eles falavam da empresa do meu pai e ele parecia muito preocupado, eles falavam sobre uma "possível" queda nas ações da empresa, e de algum jeito, aquilo me preocupou.

Olho no relógio e já são 10:00 da manhã, tomo um banho, me visto e desço, pego uma maçã na cozinha e saio de casa rumo a uma pracinha que tinha ali por perto, sento em um banco e pego meu celular, não costumo ler jornais nem notícias, mas vi algo que me chamou a atenção "A empresa SC pode perder grande parte das ações..." Nem terminei de ler o artigo, me levantei e coloquei a mão no bolso tentando achar dinheiro, achei o suficiente para ir até o escritório do meu pai chamei um táxi e entrei, pedi para ir ao escritório do meu pai, em 30 minutos estávamos lá paguei o moço e corri até a recepção, eu ia passar direto mas preferi ir na recepção.

— Moça, meu pai está?

Uma pergunta um tanto óbvia, eu sabia que ele estava lá, ele sempre está, mas foi a única coisa que pensei na hora.

— Sim, ele está em reun..- interrompi

— Obrigada.

Saí correndo até o elevador, e subi até o escritório do meu pai, abri a porta de uma vez.

— PAI

Ele olha pra mim assustado, tinha esquecido que ele tava em reunião, na sala estava ele, minha mãe e um homem.

— Podia ter batido na porta, filha

Minha mãe falou, nem prestei atenção peguei meu celular e mostrei a notícia ao meu pai, ignorando a presença daquele homem. Meu pai arregalou os olhos, e pegou meu celular logo se levantando provavelmente nervoso.

— É verdade..?

— Vazaram a informação, temos que resolver isso rápido - ele falou pensando alto. Ele suavizou a expressão do seu rosto e abriu um sorriso

— Filha, quero que conheça o senhor Jeon.

— Essa é a sua filha? Ela é linda - o homem disse apertando minha mão e rindo, o que me deu um pouco de medo.

— Obrigada - digo tentando sorrir

— Filha, é melhor você ir pra casa se arrumar, hoje a noite vamos conversar.

— Mas pai, eu quero saber o que tá acontecendo, por q...- ele me interrompe.

— Filha, eu estou resolvendo, logo logo você vai saber. 

—Agora vá para casa e fique linda. - minha mãe disse me olhando dos pés á cabeça.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...