História Casamento arranjado - jk - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Acordo, Casamento Arranjado, Jungkook, Romance
Visualizações 92
Palavras 695
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cap_2


Fanfic / Fanfiction Casamento arranjado - jk - Capítulo 2 - Cap_2

P.O.V Mel

Meus pais já haviam chegado em casa, desde que voltei do escritório do meu pai comecei a me arrumar, não sei pra que, mas se for para sairmos para jantar eu faço questão de me arrumar, meus pais quase nunca têm tempo de jantar comigo, ou mesmo de almoçar, passam o dia todo na empresa.

A curiosidade tava me matando aos poucos, minha mãe veio no meu quarto dizer que saíriamos ás 20:00, eu já estava pronta então comecei a assistir doramas no meu celular. Estou usando um vestido cinza com uma jaqueta branca por cima, uma meia preta qua vai até minhas coxas, um par de saltos não tão altos pretos e uma make simples.

Faltando 10 minutos pras 20:00, minha mãe veio me chamar, peguei minha bolsa e desci as escadas.

— Filha, como você tá linda! -minha mãe falou, sorri e nós descemos até o carro.

Chegamos em um restaurante - bem chic por sinal - e logo meus pais avistam o tal senhor Jeon, nós o acompanhamos e fomos até uma mesa que tinha uma mulher e um menino, nós sentamos, eu nem prestei atenção em quem estava na mesa quando olho para cima vejo a última pessoa que eu gostaria de estar vendo, Jungkook.

— Não brinca...- sussurro bem baixinho.

— Filha, antes de tudo, quero que saiba que é um acordo,  e é só por um ano. - disse meu pai, sem entender nada bebo um gole de um suco que tinha na mesa, olho para o meu pai que continua.

— Você vai casar com o filho do Jeon, o Jungkook.

Me engasguei com o suco, logo olhando para todos que estavam ali, Jungkook também estava sem entender nada.

— O QUE??? - gritamos juntos.


P.O.V Jungkook

Meu pai tinha me dito para me arrumar para um jantar não entendi o porquê de irmos jantar mas mesmo assim me arrumei.               Coloquei uma roupa toda preta, não estou afim de me arrumar, pego meu celular e vou até o carro dos meus pais, logo chegamos em um restaurante.

— Okay, agora me explica o que eu estou fazendo aqui. - digo olhando para o meu pai com cara de tédio.

— Espere um pou....eles chegaram! - disse animado saindo da mesa, olhe para minha mãe com cara de "??" E ela sorriu.           Vejo algumas pessoas sentarem na mesa, não dou atenção até que...

— Você vai casar com o filho do Jeon, o Jungkook.

— O QUE??? - Eu e uma garot....M-Mel? gritamos juntos, o que bufulhas tá acontecendo aqui???

— Sim filho, você e a filha do Kim vão casar, na verdade é um acordo de um ano, para unir as empresas, além de que seu nome precisa ser limpo Jungkook. - meu pai falou, olho para a Mel e ela estava quase explodindo.

— Porquê eu faria isso? - digo emburrado e com raiva.

— Sem chance - Mel fala se levantando olhando para o seu pai.

— Vocês estão me vendendo, é isso? - ela diz.

— Não filha é um acordo para unir as duas empresas, é de mentira, eu nunca te venderia, mas é só por um ano, você não precisa fazer nada...

— Não é o que parece - fala emburrada.

— Filho você vai fazer isso querendo ou não - meu pai fala. 

— Desculpa filha, mas já está decidido.

— E a minha faculdade? - o pai dela se cala.

— Desculpa mas, preciso ir ao banheiro - diz saindo.

— Perdi a fome - digo me levantando.

— Aonde pensa que vai? 

— Sair - digo com raiva, saio dali mas meu pai me acompanha.

— Você vai se casar, é só por um ano, já está decidido.

— Eu não acredito que vocês fizeram isso, eu sou uma criança agora? E se eu não quiser? - digo assustado

— Pode dar adeus ao seu cartão ilimitado, seu carro, sua internet, seu computador, talvez começar a trabalhar.... - é sério isso?

— Mas pai...

Volto com ele para a mesa, vou ter que fazer isso querendo ou não, meu pai consegue persuadir quando quer, agora, porque tem que ser com ela?

Todos jantamos, meus pais conversavam, eles deram as mãos e saíram, nem prestei atenção, ela olhou para mim com cara de "te odeio" e saiu, logo depois eu saí também.






Notas Finais


Oi, turo bom?
>< Espero que gostem, deixem um comentário falando o que acharam, ou uma crítica construtiva, vou ler com certeza
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...