História Casamento arranjado - jk - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Acordo, Casamento Arranjado, Jungkook, Romance
Visualizações 56
Palavras 1.497
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Cap 3


Fanfic / Fanfiction Casamento arranjado - jk - Capítulo 3 - Cap 3

O caminho até chegarmos em casa foi longo, muito longo, ninguém ousava falar uma palavra sequer. Eu ainda estava atônita com toda aquela situação, aish, eu iria me 'casar' com o Jungkook, há uns 4 anos atrás eu até me imaginava tendo uma vida com aquele cretino, como eu era idiota...

Chegamos em casa e eu logo desci do carro, tentei correr rápido para evitar algum tipo de "conversa" com meus pais, o que não deu certo já que minha mãe me segurou, olho para ela e ela diz: — nem pense em correr mocinha - ótimo, maravilhoso, não tem como este dia piorar. Entramos em casa e não deu tempo nem de sentar que fui atacada com vários argumentos da minha mãe e do meu pai

- São só negócios filha, e também será só por 1 ano. Prometo que não passa disso, vamos fazer isso apenas por 2 motivos. 1° a empresa precisa disso as ações estão caindo e assim eles iriam nos ajudar ainda mais, 2° o Jungkook, vamos fazer isso para que ele não faça mais uma de suas "burradas"!

— Ou seja...vou ser obrigada a me casar, para que ele não passe vergonha?

— Filha, por favor, não me faça desistir desse contrato...

— Então vou me casar com alguem que não me ama?- digo quase resistindo — Pelo bem da empresa e pela família de Jungkook....Eu aceito. - infelizmente.

— Obrigado filha, fez a escolha certa! - disse me abraçando.

— E se ele me estrupar ou me agredir? - digo apreensiva

— Filha, o Jungkook não te bateria, ele não bateria em você, aquilo é só uma capa, tem um bom menino alí por baixo, além do mais, vocês não eram amigos?- disse minha mãe

— mas se ele encostar um dedo em você ele vai se ver comigo - disse meu pai

P.O.V Jungkook

- É isso ou ficar sem minhas coisas? - pergunto nervoso

- Sim, é só um ano. Além do mais, Mel sabe cozinhar, é linda, inteligente e vai cuidar muito bem de você! - minha mãe diz tentando me convencer, mas eu acho que não vai ser bem assim, eu nem conheço os pais dela.

- O que me diz filho?

- Fazer o que né?, estou sendo forçado a isso tenho que aceitar! - digo cabisbaixo

- Okay, seu noivado será em uma semana, e amanhã iremos com Mel e sua mãe comprar as coisas do noivado, e do casamento também.

- Que saco! - sussurrei e fui para o quarto.

P.O.V Mel

Cansada, subi as escadas rumo ao meu quarto, troco de roupa e me deito, as palavras da minha mãe ainda ecoavam na minha cabeça "Vocês não eram amigos?" Sim nós já fomos amigos, acontece que aquele idiota fez meu coração de pinhata, e o despedaçou.

Eu tinha 14 anos, nós éramos amigos, ele era tímido e quieto e eu gostava dele, até que chegaram alguns meninos digamos que "populares" e começaram a falar com ele, pouco a pouco ele foi entrando naquele grupinho e foi se afastando de mim, até que ele decidiu que tinha que "impressionar" os garotos e começou a agir diferente comigo, no início ele apenas me ignorou completamente, ele sabia alguns segredos meus e usou isso contra mim, por quase um ano ele fez isso - meu coração já estava quebrado - até que decidiu que não era o suficiente, em um dia, ele veio falar comigo, nossa como fiquei feliz, ele pediu desculpa e disse que gostava de mim, com um olhar culpado, me deu um 'selinho' (aliás foi meu primeiro beijo) e disse mais uma vez desculpa, eu não entendi e olhei para trás dele, vi o grupinho dele rindo e entendi, Os amigos dele riam cada vez mais, eles tinham o desafiado a ir ali e fazer aquilo, e com o restinho de dignidade que me restava no momento eu dei um tapa nele e saí correndo, toda a escola olhava para mim, ainda bem que vi os amigos dele antes de confessar meus sentimentos.

Minha mãe me disse que o noivado seria em uma semana, e que amanhã iriamos ajeitar as coisas do noivado e do casamento.

Me virei na cama quase a noite toda, com certeza estaria com uma cara péssima para encontrar jungkook amanhã.

-----------------------------------------------------------

Eram aproximadadamente 07:00 horas da manhã, e lá estava eu, esperando pelo meu querido "noivo", e pela minha sogra da qual não lembro o nome.

- Desculpem pelo atraso! - Finalmente haviam chegado, Jungkook e sua mãe, ele estava atrás de sua mãe entao não o vi, eu havia prometido a minha mãe que ia tentar ser gentil.

- Não se preocupe, eu e Mel acabamos de chegar! - É claro, ficamos ali esperando eles só por trinta minutos.

- Mel querida! - Ela sorriu ao me ver - Nem pude reparar em você ontem, como você cresceu! - Disse apertando as minhas bochechas.

- Quanto tempo né? Senhora...Jeon....- Disse abrindo um sorriso amarelo, eu não lembrava de seu nome.

- Nao me chame de senhora, por favor, me chame apenas de Yoo-ri - sorriu simpatica - Jungkook se apresente a sua noiva! - Ordenou.

- Ela já me conhece - disse arrogante, aish, aquele idiota mimado.

- Jungkook, nao me faça pedir de novo! - o encarou.

- Aish, ta bom. - então ele saiu de trás de sua mãe e me encarou, ontem eu nem prestei atenção naquele rosto, como ele mudou, ta ainda mais bonito, bem diferente da epoca do colegio.

Minha mãe me encarou e eu lembrei da minha "promessa" de que tentaria ser mais gentil, isso não significa que eu tenho que falar com ele né?

- Mel...- minha mãe disse me olhando - Tá

- Bom dia, Jungkook? Lembra de mim? - claro que ele lembra - Mel - disse tentando sorrir mais saiu uma careta. Tentei ao máximo ser simpatica, juro!

- Bom dia - disse sarcastico - Sim eu me lembro trouxa desde aquela época! - sussurrou

Logo parei de sorrir, nem quando ele me ignorava ele era tão frio assim.

- E você sempre idiota, cuidado Jeon, lá no fundo os idiotas sempre são uns trouxas carentes - Sussurrei lhe provocando.

- Vamos logo comprar as coisas deste maldito casamento! - gritou para sua mãe

Fomos as compras e parecia que quem iria casar era minha mãe e a sra. Yoo-ri elas estavam muito agitadas. Eu e o jungkook fomos forçados a provar muitos e muitos vestidos - eu obviamente - e ternos...

Era 13:00 hora da tarde, quando decidimos ir comer.

- Oque vocês querem comer? - perguntou a mãe do jk.

- Vamos a uma lanchonete, lá a gente escolhe! - Jungkook sorriu pela primeira vez no dia e...nossa eu tinha esquecido de como seu sorriso era lind....Mel foca!

- Mel, filha, está ouvindo? - minha mãe disse me despertando de meus pensamentos.

- Sim? - disse olhando para ela.

- Você concorda em ir em uma lanchonete como Jeon Jungkook disse?

- Anham...

Fomos até uma lanchonete e nos sentamos em uma mesa.

- Por que o garçom não vem aqui nos atender? - Disse irritado

- Burro - sussurrei - Isso não é um restaurante precisa ir lá pedir ou você acha que as pessoas sao seus escravos? - digo- eu vou querer um pastel! E vocês vão querer algo? - pergunto gentilmente.

- Vou querer apenas um refrigerangte linda! - diz a senhora Yoo-ri.

- E você mãe?

​- Só um refrigerante também

Olho para a criança mimada, que agora estava emburrada.

— E você? Vai querer nada não? - digo sarcástica.

— O mesmo que você. - disse sem me dar atenção.

Fui até o caixa e pedi, logo voltei com os pedidos e um litro de refrigerante. Todos comemos e eu fui até o caixa pagar, acabei demorando um pouco já que eu conhecia o moço do caixa começamos a conversar. Vejo eles saindo e minha mãe me chama, acompanho ela, logo sou puxada para trás por Jungkook.

— Por que demorou tanto?

— Já está com ciúme é? - digo embora eu saiba que não. 

— Não mesmo, esqueceu que estamos sendo forçados a nós casar? Temos que mostrar ao mundo o nosso "amor"  - reviro os olhos e volto para perto da minha mãe.

— Filha, eu e a Yoo-ri pensamos em ir agora olhar a casa de vocês. - disse sorrindo.

— Casa? - disse confusa, mais não queria contrariar, então apenas concordei - É pode ser.

--------------------------

— O que vocês acham dessa?

— Perfeita! - a casa é enorme, tem piscina e além de tudo é imobiliada. - Só tem um problema, só tem um quarto.

— O que? - disse Jungkook - nós não vamos dormir no mesmo quarto.

— Meu querido, você viu que na sala tem um lindo sofá? Você pode dormir lá! - digo me deitando na cama.

— Sem chances!

— Mas, eu pensei que fossem noivos. - a corretora diz confusa.

— E somos - dou uma risada nervosa- é que hoje o dia foi cansativo não é "biscoito"? -digo ironica

— É minha "fofucha"! - diz sarcástico.

— Então vão ficar com a casa?

— Sim, ela é perfeita - diz a Sra.Yoo-ri

— Então agora é só os futuros inquilinos assinarem os papéis!







Notas Finais


Capítulo longo, mas é pq vou demorar um pouco para postar...
Comentem o que acharam
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...