História Casamento Arranjado - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Vhope
Exibições 338
Palavras 4.919
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltei pessoas \o/
(Sem ideias para o título :v)
Eu sei que demorei, desculpem por isso ksks :v
Nos "vemos" nas Notas Finais, então, boa leitura!!
{Desculpem qualquer erro xD}

Capítulo 12 - Conquistando Meu Marido


Fanfic / Fanfiction Casamento Arranjado - Capítulo 12 - Conquistando Meu Marido

- Estou saindo.. - Kook anunciou indo até a porta

Já eram quase 20:00 horas da noite, e como sempre.. ele iria sair.

- Até! - Falei, sem me importar e o mesmo me olhou

- Você está bem ? - Foi até o sofá e se sentou ali, ao meu lado.

- Sim, pq não estaria ?

- Acho que aquele tombo não te fez bem, depois daquilo você parece estar diferente. - Ele me achava “diferente” só pq eu parei de mimar-lo ?!

- O que está querendo dizer Jeon ? - O encarei

- Nada.. acho que vou ficar em casa hoje. - Sorriu para mim

Merda, eu queria tanto saber o que se passa pela cabeça desse idiota..

**

Naquela noite eu recebi uma mensagem de Jin, perguntando se eu me lembrava de seu conselho.. e isso me fez pensar novamente, se eu deveria ou não tentar mesmo conquistar JungKook..

JungKook havia ficado em casa comigo hoje.. e isso me fez reconsiderar, e voltar a ser “bom” consigo..

Por incrível que pareça, ele pediu para dormir abraçado a mim hoje.. eu estranhei a situação, mas acho que não a nada que eu consiga negar a ele.

Nós assistimos um filme de terror naquela noite, e o Jeon disse que estava com medo – ou usou isso como desculpa – por isso quis dormir abraçado a mim

Sentir o corpo quente de JungKook era tão bom.. tão bom que eu sentia vontade de beijar-lo a qualquer instante

A poucas horas atrás eu queria mata-lo.. mas JungKook parecia me provocar todas as vezes que eu ficava com raiva de si.

Ele parecia querer minha atenção a todo momento..

Enfim.. eu escolhi ser bonzinho com ele mais uma vez, e seguir os conselhos de Jin.

Se você não poder lutar contra seu inimigo, junte-se a ele.

***

Eu acordei primeiro que JungKook, e o primeiro passo que eu dei foi: Fazer comida para o mesmo – ou no meu caso, fazer um café da manhã para ele –

Eu preparei algumas coisas para o mesmo em uma bandeja.

"-Bolacha, pão, e um bule com café..-" Acho que isso já estava bom.

Subi as escadas e coloquei a bandeja em cima de uma pequena mesinha que havia no quarto.

Em seguida abri as janelas..

- JungKook.. - Chamei o mesmo o fazendo acordar - Como o meu “pequeno” acordou hoje ?! - Beijei sua testa, enquanto ele me encarava sem entender absolutamente nada.

- Bem, acho que bem.. - No mesmo instante eu entreguei a bandeja para o mesmo - O que é isso ? - Disse olhando para a bandeja que já se encontrava em seu colo

- Preparei algumas coisas para você. - Sentei me na cama ao seu lado

- Pensei que estivesse bravo comigo.. - Colocou um pouco de café em uma xícara

- E eu estava.. - Resmunguei - Mas, já passou!

- Sinceramente... - Abocanhou o pão que eu havia preparado para ele - Eu não te entendo! - Minha vontade era de pegar aquele café que ele bebia, e jogar na cara dele.

Paciência Jimin, ele só fez um comentário..

- Só coma o seu pão, sim ?! - Me levantei da cama, para não acabar enfiando aquele pão em sua garganta.

- Está bem Minnie.. - Ele me chamou pelo nome que Yoongi me chamava, e não vou mentir.. até gostei disso.

Eu apenas sorri para o mesmo e sai do quarto, recolhendo algumas roupas espalhadas pela casa – roupas que JungKook usava –

- Alguém aqui não saber “usar” o guarda-roupa.. - Resmunguei pegando uma camisa do Jeon do chão

Eu aproximei a mesma de meu rosto, em seguida sentindo o doce cheiro de JungKook estampado na mesma. Kook não era o tipo de cara que costumava usar muito perfume, mas mesmo assim ele cheirava bem talvez fosse seu shampoo.. ?

Era estranho sentir aquele cheiro suave em sua roupa, o mesmo sempre cheira a álcool.

Peguei as roupas no chão e as coloquei no sofá.. iria lavar as mesmas mais tarde.

Olhei para as escadas e vi o Jeon descendo os degraus lentamente, enquanto carregava a bandeja nas mãos

- Deixa que eu cuido disso. - Peguei a mesma e levei para cozinha, enquanto ele me seguia

- Você vai fazer o almoço também ? - Abriu a geladeira

- É claro, farei tudo o que meu marido quiser hoje.. - Vi o Jeon me encarar arqueando a sobrancelha - Não pense besteiras JungKook! - Bufei - Apenas quero ser legal com você, e parar com as desavenças..

- Tudo bem Park, se é isso que quer.. prometo que também irei me esforçar. - Caminhou até mim

- Obrigado Jeon JungKook. - Pulei no mesmo o abraçando, não sei pq fiz.. talvez para provoca-lo ?!

Se ele gostava mesmo de mim, e ainda não tinha caído a ficha – assim como Jin disse – eu iria fazer de tudo para que ele percebesse isso

- Não me agradeça, você é quem está fazendo isso, então.. - Deu de ombros e eu o soltei 

- Tem razão, você deveria me agradecer! - Pisquei, vendo o mesmo revirar os olhos, voltando a ir até a geladeira - O que tanto procura aí ?

-Pra falar a verdade, nem eu sei! - Fechou a porta da geladeira e caminhou até a mesa - Já estou com fome.. - Falou baixo, mas não o suficiente para que eu ouvisse, eu fui até a sala e peguei as roupas que havia deixado no sofá

- Vou por suas roupas para lavar.. em seguida faço a comida – Eu tinha certeza.. Jeon JungKook me via como uma empregada

Fui até a lavanderia da casa, e coloquei nossas roupas – a maioria era dele – para lavar.

Em seguida fui a cozinha e comecei a preparar nosso almoço.

Eu fiz algo especial para Kook depois do almoço.. Já que o mesmo adorava lasanha..

Mas antes, precisava ir ao mercado comprar a massa. Ele me levou até o mercado, e logo em seguida fomos para casa. O Jeon já estava ansioso para isso..

Mas, não seria “barato” fiz com que o mesmo me ajudasse – ele não sabia cozinhar muito bem, mas serviu de grande ajuda –

Quando tudo estava pronto, JK comeu com gosto.. vê-lo daquela forma me alegrava! Ele nunca admitiu, mas tenho certeza que adorava minha comida 

- Daqui três semanas Suga estará de volta.. - Comentei, tentando puxar assunto

- E o que eu tenho a ver com isso ?! - JungKook disse grosso enquanto mastigava, imediatamente eu olhei para ele em sinal de reprovação - Desculpa! - Bebeu um pouco do suco que havia no copo - Juro que vou tentar melhorar.. - Eu sorri, não o culpo por ser grosso comigo

Esse era o “jeito” dele. E na verdade, eu já estava até acostumado.. Kook não precisava agir da mesma maneira comigo. Pois quem queria conquistar-lo era eu, eu nunca o pedi nada..

 Mas ele escolheu assim, ele também estava cansado de nossas brigas. E eu gostei da atitude dele, talvez ele não fosse tão ruim assim..

- Provavelmente ele vai vir ficar aqui! - Sorri, mas meu sorriso logo se desfez

Seria difícil continuar “com meus planos” com mais alguém morando em minha casa. Não que Yoongi me atrapalhasse, eu adorava a presença dele, mas dar atenção a ele e JK ao mesmo tempo seria um pouco “difícil”

Estamos em.. outubro ?! Quero que JungKook me ame até o natal

"Até o natal.." 

- No que está pensando ? - Kook perguntou, percebendo que eu estava quieto até demais

- Nada.. acabei de me lembrar que tenho que tomar banho! - Dei uma desculpa esfarrapada levando meu prato até a pia - Até logo - Sai da cozinha indo para o banheiro

-Jimin Off-

Jimin saiu da cozinha apressado, deixando lá um Jeon confuso

JungKook ao terminar de comer foi até a pia, ele tentou ser “útil” para Jimin, então, resolveu lavar os pratos sujos

Talvez no fundo... ele também queria conquistar o baixinho!

Ao terminar de lavar a louça o Jeon foi para o quarto, e mais uma vez pegou o mesmo se trocando

- Você e esse seu costume de entrar sem bater.. - Jimin agradeceu mentalmente por já estar – quase – todo vestido, apenas lhe faltava a camiseta

- Desculpe, esqueci que você estava no banho! - Mentiu, ele se lembrava perfeitamente o pq de Jimin ter saído da cozinha

- Tecnicamente, me trocando! - Corrigiu o menor sorrindo - Já está tarde, não vai sair para beber hoje ? - Arqueou a sobrancelha

- Ontem eu não sai.. então, estava pensando em ir hoje.. - Resmungou cruzando os braços.

E ao olhar para Jimin todo arrumado, uma idéia veio a sua cabeça..

- Pq não saímos juntos ? - Perguntou animado! Jimin era seu marido, o que teria demais se eles fizessem isso juntos ?!

- Está brincando, não é ? Olha, nada contra você, mas.. eu não quero ficar bêbado nunca mais! - Sentou-se na cama - Sentir dores de cabeça por causa da ressaca é horrível - Falou, encarando o Jeon dos pés a cabeça. - Além do mais.. acho que você não quer ser visto andando com um gay. - Sorriu abaixando a cabeça

- Para de frescura Jimin. Eu já sai com você tantas vezes.. - Fez bico - Vamos, vai ser legal.. - Jimin apenas riu e negou com a cabeça - Park Jimin, você vai sair comigo, você não tem escolha.. eu vou tomar banho, e quando sair quero que já esteja pronto - Pegou suas roupas rapidamente e foi para o banheiro

Jimin não queria ir, mas foi praticamente forçado a isso. Quando JungKook saiu do banho, o mesmo já estava pronto

JK pegou seu carro e saiu, sem dizer ao menos onde iriam.. Jimin pensava que ele lhe levaria para um bar qualquer, mas foi surpreendido quando o mesmo parou em frente a um restaurante

- Foi aqui que tivemos nosso primeiro “encontro” - Riu - Se é que aquilo pode ser chamado de encontro

Quando entraram no local, foram atendidos rapidamente

- O que vão querer ? - O garçom perguntou delicadamente olhando para um certo ruivo

- Por enquanto.. apenas uma garrafa de vinho! - Kook fazia seu pedido, enquanto via o “garçom” fretar com seu marido - Ouviu bem ?! - Ele já estava incomodado com a presença do mesmo

- É claro senhor! Trarei o melhor vinho possível.. - Disse se retirando

- Era só o que me faltava. - Bufou - Já não basta Yoongi, pq em todo o lugar que você vai os homens ficam te olhando ? - Perguntou raivoso - E não é só os homens, as garotas também!

- Kook.. não tem ninguém me olhando aqui! - Se fez de inocente, ele sabia muito bem que o garçom trocara olhares com ele mais cedo - Você deve estar imaginando coisas - Jimin pegou o cardápio e logo chamou o mesmo garçom novamente

O mesmo trouxe o vinho, e anotou os pedidos de Jimin e JungKook

- Mais alguma coisa senhor Park ? - Jimin ficou surpreendido ao saber que o mesmo sabia seu nome

- Não, muito obrigada! E por favor, me chame apenas de Jimin! - Sorriu para o mesmo, que retribuiu o sorriso

- Muito prazer.. Jimin. Eu me chamo.. - O garçom estava prestes a dizer seu nome, foi quando Kook o interrompeu

- Ninguém aqui quer saber, trás logo o pedido do meu marido! - Resmungou fazendo com que o mesmo se retirasse - Não volto aqui nunca mais.. - Kook sussurrou virando uma taça de vinho na boca.

Ele não tinha a intenção de ficar bêbado quando chamou Jimin para sair, mas talvez era isso que ele mais queria agora.  Já estava cansado de ver o maldito garçom paquerar seu marido.

---

- Come rápido! - Ordenou bebendo mais um pouco de vinho.

- Mas.. você nem tocou na sua comida.. - O Park disse estranhando o comportamento do mais novo

- Vá rápido.. - Disse mais uma vez, dando sinal com a mão para que o garçom se aproximasse - De tantos garçons.. tinha que ser justo esse - Reclamou

- O que deseja senhor Park ? Quero dizer.. Jimin - Olhou para o ruivo

- Quem te chamou fui eu.. Para de olhar para o meu marido!! - Disse em quase um grito assustando o garçom - Vamos embora Jimin.. - Puxou o mesmo pelo braço, fazendo com que ele se levantasse

- Não vai pagar ? - O garçom interrompeu 

- Está aqui seu dinheiro! - Jogou o dinheiro na mesa - Fiquei com o troco, seu garçonzinho de merda - Passou a mão pela cintura de Jimin, o puxando para fora.

O mesmo sussurrou um “desculpa” para o garçom, que apenas piscou para ele.

- Vamos embora! - Kook abriu a porta do carro e entrou

- Eu dirijo.. - Retirou o mais de novo de lá, fazendo com que ele fosse para o banco carona

Não deixaria nunca que ele dirigisse naquele estado, por isso fez questão de dirigir naquela noite.

- Você disse que seria legal.. mas acabou bêbado como sempre.. - Reclamou

- Não enche! - JungKook fez bico olhando pela janela do carro

- Aish.. - Jimin preferiu ficar em silencio, ele estava nervoso, mas um lado de si estava feliz.

Pois agora tinha certeza que o Jeon também gostava, e sentia ciúmes de si. Aquilo era ciúme! Não era apenas o que ele pensava que fosse com Yoongi, apenas “desavenças” entre primos, era mais que isso. E Jimin adorou a idéia de ser “desejado” pelo Jeon.

- Admita que me ama JungKook! - Olhou rapidamente para o garoto, arqueando as sobrancelhas

- Pare de falar bobagens Park, e preste atenção no transito! - Murmurou nervoso, fazendo Jimin rir.

***

Quando chegaram em casa, Jimin ajudou seu marido a se manter em pé, em seguida o guiou até o quarto. Ver JungKook bêbado lhe dava raiva. Queria discutir com ele no mesmo instante, mas ele continuava seguindo o plano que ele mesmo havia criado!

Ser um garoto bonzinho, e conquistar o Jeon JungKook babaca.    

 ***

Mais uma semana se passou, e dessa vez, quem iria levar Jeon JungKook para sair era Jimin.

Eram 13:30 da tarde, quando Jimin encontrou seu marido sentado na sala.

- Kook, hoje iremos sair com meus amigos. Quero que se comporte! - O puxou pelo braço, o levando para cima

- Eu não vou! - Disse sendo “arrastado” pelas escadas - Não vou sair com aquele bando de gays

- Vai sim! Do mesmo jeito que você me obrigou a sair com você naquela noite.. - Riu fraco, enquanto revirava as gavetas, tentando encontrar as roupas do Jeon. - Toma! Veste isso.. - Entregou uma camiseta e uma calça para o mesmo, logo em seguida o empurrando para o banheiro

Eram roupas comuns, já que eles não iriam a nenhum lugar “especial”. Iriam apenas passar uma tarde entre amigos.

-JungKook On-

Jimin me obrigou a tomar um banho, quando sai.. vi que o mesmo já estava vestido, não vou mentir, ele estava lindo.

Ouvimos barulhos de buzinas do lado de fora da nossa casa, então descemos as escadas para sairmos.

Jimin não me disse em momento algum onde iríamos.. Ele apenas me mandou entrar no carro e começou a dirigir, seguindo o carro de seus amigos.

**

- Chegamos!! - Disse estacionando em um campo verde.

- O que viemos fazer aqui ? Jimin, aqui não tem nada, só arvores.. - Falei olhando em volta

- Desça do carro! - Ordenou abrindo a porta, e eu fiz o mesmo - Vá se acostumando Kook.. nós vamos fazer “isso” mais vezes  - Riu caminhando em direção a seus amigos

- Jimin!! - O ser chamado Taehyung se lançou sobre ele

Pq eles faziam isso todas as vezes que se viam ? Pq tinham que ficar abraçados por tanto tempo. Afinal, pq as pessoas se abraçam ?! 

 - Aqui tem sanduíches - Jin disse estendendo um pano de baixo de uma árvore..

- Isso aqui é tão lindo!! - Hoseok, outro amigo de Jimin disse correndo se sentando no pano

- Isso não tem nada demais.. - Resmunguei

- Kook, olhe esse campo verde.. você tem que admitir que é lindo! - Jimin me puxou para o local onde todos já se encontravam

Eles colocaram uma cesta no meio do pano, e começaram a tirar algumas coisas de lá, como: Sanduíches, Uma garrafa de refrigerante, e copos descartáveis

Quem diabos usa copos descartável em pleno século XXI ?? 

Mas, enfim..

- Não tem frango ?! - Jimin perguntou. Céus, pq esse garoto ama tanto frango ?? - Que pena.. ponto para o Suga! - Brincou

Suga, Suga, Suga!! Sempre metendo meu primo no meio de nossas “atividades” em casal. Se bem que... eu nem queria estar aqui.

- Ele parece te conhecer melhor que nós.. - “Tae" riu - Acho que você deveria se casar com ele. - Disse fazendo com que todos rissem

O que há de tão engraçado ? Jimin é meu marido, e eles ainda insistem em “juntar” ele com Yoongi ?

- Kook, coma um sanduíche! - Meu marido me entregou um sanduíche, e em seguida um copo com refrigerante 

Eu apenas aceitei e comecei a comer.. Jimin e seus amigos conversavam enquanto comiam.

---

- Estou cheio.. - Jin se deitou no colo de seu namorado

- Eu também.. - Taehyung fez o mesmo, se deitando com Hoseok.

Jimin e eu nos entreolhamos alguns segundos, era como se nós quiséssemos fazer o mesmo, mas éramos impedidos por alguma coisa.. 

Eu apenas deitei no pano, sem nada. Já que Jimin não faria o “mesmo” por mim..

Nós ficamos deitados por algum tempo, eu não falava muito. Não era tão próximo assim dos amigos de Jimin, então eu só resolvia falar quando eles faziam alguma pergunta a mim.

**

Era quase 18:00 quando decidimos voltar, Jimin mais uma vez dirigiu sem me dizer onde íamos.. a única coisa que eu sabia era que, íamos jantar com seus amigos.. Mas, ainda não sabia onde seria..

Quando Jimin estacionou o carro, meu queixo foi ao chão. Tinha que ser no mesmo restaurante que eu levei Jimin ?

Eu desci do carro cabisbaixo, e fiquei parado.. esperando os amigos de Jimin estacionarem, para entrarmos juntos

- Vamos, JungKook! - Jimin pegou em minha mão, e logo todos entraram no restaurante

Nós fizemos nossos pedidos, Jimin e outros conversavam normalmente. Enquanto eu via o maldito garçom comer meu marido com os olhos novamente..

- Parece que temos alguém em especial aqui.. - Hoseok riu, e todos olharam para Jimin 

- O que estão falando ? - Sempre se passando por inocente..

- Aquele garçom não para de te olhar.. - Taehyung falou baixinho olhando para o garçom que atendia alguns clientes.. - Pq não vai lá falar com ele ? - Sugeriu, meu queixo foi ao chão mais uma vez naquela noite

- Será ? - Jimin disse receoso

- Vai lá Jiminnie.. ele é bem bonito, e parece estar muito interessado em você. - Jin sorriu para o meu marido

- Então você achou ele bonito Jin ? - Namjoon brincou com seu namorado

- Relaxa Nam, eu só tenho olhos pra você.. - Acariciou o rosto do moreno

Por um instante eu pensei que eles deixariam de encher a cabeça de Jimin com baboseiras, mas Taehyung voltou no assunto novamente, o incentivando a ir até o garçom

- Vamos fazer assim.. - Disse vendo que Jimin nunca teria coragem para ir até ele - Espera ele vir aqui, ai você pergunta o nome dele, e pede o número - Falou calmamente

- Mas, o Jimin é casado! - Me pronunciei

- O que tem ? Seu casamento é de mentira, não ? - Arqueou a sobrancelha - Não é como se vocês se amassem de verdade.. - Ele tinha razão.. Jimin não me amava, e eu... eu também não amava ele!

- Tudo bem, Jimin! Faça como quiser.. - Voltei a comer minha comida

- Ele está se aproximando.. É a sua chance Jimin! - Ouvi Taehyung dizer

Olhei para o lado, e vi o garçom vindo em nossa direção

- Desejam mais alguma coisa ? - Perguntou gentilmente

- Sim.. - Jimin se pronunciou - Eu... por favor, traga a conta! - Sorriu, e eu olhei para ele confuso

- Sim senhor! - O garçom se retirou

- Pensei que fosse pedir o número dele.. - Tae bufou

- Eu não tenho coragem.. Até pq, sou casado, mesmo que seja de mentira.. - Sorriu pegando em minha mão

- Você tem razão. - Hoseok riu fazendo o mesmo com seu namorado - Tomos já terminaram, certo ?! - Perguntou, e nós assentimos com a cabeça  - Então, vamos pagar e ir embora..

O garçom chegou e nos entregou a conta, nós pagamos e nos preparamos para sair

- Volte sempre, senhor Park! - Garçom ousado.. acho que ele quer morrer cedo

- Muito obrigado. - Riu - Então, até a próxima! - Pegou em minha mão mais uma vez - Vamos, querido ?! - No mesmo instante olhei para o garçom dando um largo sorriso

- Quando quiser, amor! - Nós saímos caminhando, enquanto eu olhava para trás, e ria do garçom que nos olhava mordendo os lábios em sinal de raiva.

**

Jimin e eu fomos pra casa, eu estava surpreso comigo mesmo, pois fazia uma semana que eu não bebia.. Desde quando Jimin disse que não me deixaria mais beber..

Ele não me proibiu totalmente, mas eu parei.. Não vou mentir, eu sinto falta um pouco das bebidas..

Mas depois que eu parei com isso, parece que Jimin ficou mais “bonzinho” comigo.. desde a semana passada ele faz o café da manhã e leva para mim na cama, sempre me acordando com um belo sorriso em seu rosto!    

Eu não entendo, quem consegue ficar feliz em acordar cedo ?! Eu fico, pq assim que acordo já tem um bom café me esperando..

--

- Que calor!! - Jimin disse se lançando sobre o nosso sofá

- Vou beber um pouco de água.. - Tirei minha camisa a jogando em qualquer canto da sala, e fui para cozinha

Peguei um pouco da água e bebi tranquilamente, até que..

- JUNGKOOK!! - Jimin gritou quase me fazendo engasgar - JUNGKOOK!! VEM AQUI. - Ele parecia desesperado

Eu sai da cozinha indo para sala, vendo um Jimin amedrontado encolhido no sofá

- O que você tem ? - Me aproximei dele, que tremia de medo - Tá tudo bem ?

- K-Kook.. - Disse manhoso, pulando em meu colo e eu o olhei confuso - Tem... uma... barata.. ali.. - Apontou para perto da TV, e se segurou em meu pescoço

- Como um homem que parece ser tão forte, pode ter medo de uma simples barata ? - Ri

- Não é uma simples barata, JungKook.. Essa barata voa, e não ria! - Fez bico - Você tem medo de filme de terror! - Me lembrou da noite em que eu pedi para dormir abraçado a ele, pois estava com medo depois do filme que assistimos 

- Desce do meu colo, eu não to vendo barata nenhuma ali.. - Resmunguei, o mesmo pareceu não me ouvir e escondeu seus rosto em meu pescoço

- Me leva para o quarto Kook.. - Falou manhoso, ele se segurava para não chorar, e isso me deixava com pena dele, mas ao mesmo tempo eu queria rir - E por favor, não ri de mim..  - Jimin olhou para mim, enquanto tocava meu rosto, eu passei a compreende-lo..

Todo mundo tem medo de alguma coisa, e o medo de Jimin.. era baratas. Era um medo bobo, mas aquilo era fofo.. Jimin e eu estávamos tão próximos, que parecia que iríamos nos beijar.

Beijar a boca de outro homem é mesmo tão errado, como a sociedade dizia ser ?!

Aquela boca era tão linda, tão fofa.. sentia vontade de provar aqueles lábios vermelhos..

-Tá bom.. vamos para o quarto! - Falei, me recompondo, e subi as escadas.

O que eu estava fazendo a segundos atrás ?!

Eu subi para o quarto e coloquei Jimin na cama, ele se encolheu e puxou a coberta sobre si. Eu iria sair de perto dele pra poder colocar uma camiseta, mas ele me segurou

- Fica aqui.. - Disse em quase um sussurro - Kook.. Eu estou com medo! - Falou como uma criança medrosa, e eu me sentei ao seu lado na cama - Me proteja daquela barata voadora feia.. - Deitou no meu colo 

-Tá bom Jimin.. - Acariciei seu cabelo - Vou ficar com você até que durma..

Eu fiquei junto a Jimin, até que ele dormiu – com a cabeça em meu colo –

Eu o deitei corretamente na cama, me levantei e fui ao banheiro. Troquei minhas roupas, e coloquei um short – devido ao calor – em seguida voltei para o quarto e me deitei ao lado de Jimin, ele dormia tranquilamente.. Nem parecia o garoto chorão de minutos atrás.

Eu estava cansado pelas coisas que fizemos hoje, então não demorei para dormir..

**

Acordei novamente hoje com Jimin me chamando, ele estava meio tímido – talvez pelo ocorrido da noite passada – mas, mesmo assim levou café da manhã na cama para mim..

Eu me perguntava até quando ele faria aquilo, já que havia se passado uma semana que ele vem fazendo essas coisas. Quando terminei meu café, Jimin e eu fomos para a sala.. eram por volta de 11:30 da manhã quando ouvimos batidas na porta. Jimin foi ver quem era, e voltou para dentro espantado

- Quem é ? - Perguntei vendo a cara assustada dele

- Kook, hoje é sexta-feira, certo ? - Perguntou e eu assenti com a cabeça - Nossos pais.. estão aqui. - Nesse momento eu engoli seco, me levantando do sofá

- Merda.. - Foi u única coisa que eu disse, antes de meus pais “invadirem” nossa casa

- JungKook, meu filho lindo! - Minha mãe passou por mim, e me deu um beijo na bochecha - Jimin! - Foi até o mesmo lhe abraçando - Como está meu querido genro ? - Minha atenção foi tomada por meu pai, que entrou na casa e foi me cumprimentar, sendo seguido pelos pais de Jimin.

Eles ficaram naquela melação se sempre.

- Não estão pensando em nos levar para aquela chácara novamente, estão ?! - Arqueei a sobrancelha os olhando

- É claro que não filho! - Minha mãe deu uma risada debochada

- Alugaremos aquele local novamente no natal, que não está muito longe.. - Yang sorriu gentilmente

- Só viemos aqui passar uma tarde com vocês, mas claro, sem sair da cidade dessa vez.. - A voz de meu pai se fez presente.

- Ah filho, não sabe o quanto sinto saudades de você - Yang foi até Jimin e o abraçou - O quanto sinto saudade da sua comida.. - Riu

- Mas, faz apenas alguns dias que eu não cozinho pra você. Na chácara aquele dia quem fez a comida fui eu e Jin, lembra ?! - Coçou a nuca sorrindo - Eu também sinto falta de morar com vocês.. - Riu meio tristonho

Naquele momento eu percebi.. Jimin não era feliz comigo, por mais que ele vivesse sorrindo para mim..

Aqueles sorrisos eram falsos ?! Eu não sorria muito, mas quando sorria para ele.. eu sorria com sinceridade. Será que ele nunca sorriu para mim da mesma maneira ? Se fosse mesmo falso, aquilo me deixava triste.

Pq.. viver com Jimin para mim, tem sido os melhores dias da minha vida, digo, ele me trata muito melhor do que meus pais me trataram a vida toda.

- Isso vai passar filho.. - Kwan se aproximou dele

- Pai, mãe.. parem com isso! - Riu - Morar com JungKook não é tão ruim, por mais que ele quase tenha colocado fogo na casa toda - Começou a rir mais, me lembrando do dia em que eu queimei a comida

- Meu filho é péssimo na cozinha,  afinal, ele nunca tentou cozinhar enquanto morava conosco.. - Meu pai começou a rir junto a ele

- Não acredito, Kook.. você tentou cozinhar para impressionar o Jiminnie ? - Minha mãe riu.

- Jimin estava bravo comigo naquele dia, então, tentei compensar fazendo a comida - Ri fraco para eles

Eu não tentei impressionar Jimin com minha comida – até pq, nem sei cozinhar – só queria tentar acalmar “as coisas” na nossa casa, já que Jimin parecia estar furioso comigo..

- Decidimos vir almoçar aqui hoje! - Minha mãe disse alegre, enquanto eu e Jimin nos entreolhamos abismados

Não é como se não gostássemos de nossos pais, mas pra ser sincero, as vezes eles “passam dos limites”.

**

Jimin quem fez o nosso almoço hoje, depois disso nossos pais ficaram na sala conversando conosco e nos enchendo de perguntas..

Eles perguntaram se as coisas entre nós estavam bem, se continuávamos a discutir.. e coisas desse tipo. Jimin e eu apenas dissemos que tudo agora estava ótimo, nós não mentimos pois já fazia dias em que não brigávamos!

Em apenas uma semana Jimin e eu conseguimos paz, só não sei até quando isso vai durar, já que Yoongi estaria de volta no fim do mês.

- Continua -

 


Notas Finais


(Sim, eu sei que aquela "cena" toda do Jimin com medo de baratas ficou meio "clichê"! ksks -q)
~~~~///~~~~
Realmente me desculpem pela demora em postar cap novo :3
Mas.. estou pensando seriamente em postar apenas 1 capítulo por semana! Pois assim consigo fazer-los maior xD
Então, já peço desculpas "adiantadas" pela demora dos próximos capítulos ;)
E.. como vocês devem ter percebido, a fic não se passa em "tempo real". Eu tive que dar uma "atrasadinha" nos meses, pois quero fazer uma coisinha "especial" até o natal xD (Só não sei se vou conseguir a tempo, mas mesmo que passar.. eu vou fazer! Pois, vai ser bem "importante" aqui na fic)
Acho que deixei vocês um pouco confusos agora -q mas, com tempo vocês vão entender! Hu3Hu3Hu3
É isso, e até o próximo, beijinhos amores :*
-Comentem-


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...