História Casamento arruinado - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Adam Lambert
Exibições 3
Palavras 630
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


 Era o dia do casamento de Adam e Hanna e eu era louca por ele. 
 Hanna estava pronta para o casamento e eu resolvi dar uma volta pela igreja quando, de repente, passo pela sala onde Adam estava.
Ele estava lindo olhando para o espelho e pensativo. Não resisti e entrei. 
 - O que estaria você a pensar numa hora dessas? Eu disse.
 - Nada. É só nervosismo. Logo vai passar.
 - Acho que você está é com dúvidas sobre se deve se casar. Deixa disso, eu resolvo as coisas agora.
 Dizendo isso, eu o beijei e ele, na hora ficou sem reação mas Tommy passava bem na hora para ver se estava tudo bem e viu tudo.
 - Adam, Julia? O que vocês estão fazendo? Não acredito que estão se pegando bem aqui na hora do casamento!!! Vocês estão loucos?
Adam, você vai se casar daqui a poucos minutos e Hanna está bem aqui na outra sala. Quer que ela os flagre juntos?! Isso que estão 
fazendo é suicido.
 - Tommy, essa louca chegou aqui me agarrando me deixando sem poder me defender bem quando você chegou para me salvar. Não
quero nem imaginar se outra pessoa tivesse visto. Ainda bem que era você.
 - Não vai me dizer que não gostou do meu beijo?! Eu bem ví que correspondeu também. E Tommy, vai dar uma volta ver como estão
os outros. 
 - Melhor não. Vai que essa louca te agarra de novo.
 Eu fui obrigada a sair e ir me sentar com o outros convidados. Mas durante a cerimônia, Tommy ficava olhando para mim me vigiando.
 Na hora da fatídica pergunta do padre, eu não resisti e me levantei.
 - Se algum dos convidados aqui presente tiver algo para dizer...
 - Eu tenho! 
 Todos olharam para mim, principalmente Tommy, com a cara mais séria o possível.
 - Eu e Adam nos beijamos ainda á pouco.
 Adam fez cara de incredulidade, pois não esperava que eu fosse tão louca a ponto de dizer aquilo na frente de todos e de Hanna 
e queria me matar por ter dito aquilo. Mas na hora Hanna ficou louca, possessa dizendo:
 - Adam, como pode ter feito uma coisa dessas bem no dia do nosso casamento e bem nas minhas costas. Não posso te deixar sozinho que já me apronta isso.
 - Essa louca tentou me agarrar e Tommy apareceu bem na hora.
 - Agora Tommy também está metido nessa história? Conta outra.
 - Mas é a mais pura verdade. Foi ele que conseguiu tirar ela de lá.
 - Olha, parece que ele gostou. Se Tommy não tivesse aparecido, eu não sei o que seria capaz de fazer com ele.
 - Cafajeste! me trair com ela e justo ela que me ajudou hoje. Você armou tudo, sua cachorra! 
 - Sim e faria de novo se ele quisesse.
 - Ordinária! 
 Dizendo isso, ela chegou em mim e me deu um tapa no rosto. Olhando com desprezo para mim.
 - Adam, estou arrasada com tudo o que aconteceu aqui. Não terá mais casamento nenhum. Não quero mais ver essa ordinária na minha frente senão eu acabo com os 2. Disse Hanna.
 Na mesma hora eu olhei para Adam e Tommy com cara de vitoriosa, e assim que Hanna saiu correndo, eu fui beijar Adam, dizendo que era 
melhor assim. Mas é claro que ele não podia fazer nada, pois naquela hora Hanna não o ouviria. Eu tinha conseguido arruinar um casamento e não tinha nada que ele fizesse para mudar o que acabara de ouvir da minha boca e do que ele tivera dito.
 É claro que não ficamos juntos, mas só o fato de ter arruinado o casamento deles e poder ter sentido o gosto do beijo de Adam, já valera todo o esforço.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...