História Casamento Forçado - BTS (em edição). - Capítulo 24


Escrita por: ~ e ~JeonKookita

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, G-Dragon
Personagens G-Dragon, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, Tao, V
Tags Bangtan Boys, Be Black, Exo, Namjoon, Rap Monster, Ztao
Visualizações 1.793
Palavras 1.659
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente espero que gostem 💜❤️ Finalmente vai ter uma coisa que muitas esperavam
Desculpa qualquer erro não sou boa com esses tipos de capítulos
Obs: passei de ano então vou me dedica mas a essa fic. Obrigada pelo apoio amo vocês

Capítulo 24 - Agora


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado - BTS (em edição). - Capítulo 24 - Agora

                         S/N 
Fomos o caminho em silêncio. Chegamos no restaurante. descemos e fomos para dentro do restaurante sentamos e pedimos. 
              Quebra de tempo 
- Mentira que você fez isso - Namjoon fala rindo e  dando um gole no saque 
- Fiz... Ele chamou minha mãe na escola e me suspendeu por três dias - falo rindo lembrando de quando foi suspensa por te batido na bunda da professora de ciências 
- Você é louca! - ele afirma 
- Era o jogo me desafiaram... Eu só fiz o que foi desafiada - falo passamos o jantar falando da minha vida contei da minha infância da escola e de como vir para cá 
- Ainda bem que você aceitou vir para Coreia - ele fala 
- Eu vi para estuda sempre foi um sonho vir estuda aqui - falo - porque ainda bem? - pergunto 
- Porque se não eu não tinha te conhecido muito menos ter casado com você - ele fala pegando em minha mão em cima da mesa 
- Wow quando você ficou tão fofo ? - falei rindo 
- Desde que percebi que estou apa... - ele para de fala 
- Esta ? - pergunto arqueando uma sobrancelha 
- Estou gostando muito de você - ele fala e eu sorriu o janta termina saímos do restaurante e já são 19:04 fomos para casa. Chegamos eu entro na frente e me jogo no sofá tirando o salto. ele entra e vai direto para cozinha 
- Quer tomar um vinho comigo ? - ele pergunta entrando na sala
Com um vinho e duas taças em mão 
- claro - falo e ele senta no meu lado colocando a garrafa na mesinha de centro as luzes da sala estavam apagadas só com algumas luminárias nos cantos dando um ar de romantismo. Ele me entra uma taça 
- A nós - ele fala levantado a taça para um brinde 
- A nosso futuro - falo brindado com ele. Ele me dá um dos seus lindos sorrisos mostrando suas convinhas. 
                 Quebra de tempo 
Ficamos bebendo e conversando eu arrancava muitas risadas pelas besteiras que eu falava. Já estávamos metade da terceira garrafa. Já são 21:28 A risada dele é tão gostosa ele para de ri quando percebi que eu estava o encarando ele para de ri e olha no fundo dos meus olhos 
- o que foi ? - pergunta - a algo de errado ? - ele parece preocupado
- Agora - falo 
- Agora ? Agora o que ? - ele pergunta com uma expressão confusa colocando a taça na mesinha eu coloco a minha também é ele me encara esperando minha resposta 
- A poucos dias atrás você perguntou para mim quando eu ia me entrega para você - falo ele é parece confuso ainda - agora - falo e ele abre um sorriso ele se aproxima de mim me beijando apaixonadamente sinto o gosto do vinho com seu beijo é tão bom ele passa a mão nas minhas Costa me dando impulso para deita no sofá. Eu vou me deitado aos pouco ele sobe encima ainda me beijando. Nos separamos pela falta de ar ele encosta a testa na minha de olhos fechados e com um sorriso bobo no lábios 
- Você quer de verdade... Não é só efeito do álcool? - ele pergunta 
- Não, não é efeito nenhum ou melhor quero ser sua pelo efeito que você causa em mim - falo atacando seus lábios em um beijo selvagem novamente passo uma mão em seus cabelos e vou tirando seu paletó ele me ajuda a tira se senta no sofá e eu monto encima dele voltado o beijo ele para ofegante 
- Não quero fazer isso aqui - ele fala - quero fazer isso ser muito especial - ele fala se levantado indo para cima até seu quarto ele entra e me coloca delicadamente em sua cama ficando por cima nosso beijo e um misto de paixão com necessidade me viro ficando por cima tirando sua gravata e abrindo sua blusa botão por botão o olhando e sorrindo ele fecha os olhos sentido minhas unhas em seu peito 
- Tira logo essa blusa - ele fala dou um risinho soltado o ar pelo nariz 
- Abre - falo me levantado e ficando de costas para ele pedido para ele abri o vestido ele abre o vestidos rápido e o tirando me deixando com a lingerie que ele disse ter gostado hoje mas cedo 
- Já disse como você fica linda com essa lingerie? - ele pergunta eu sorriu e concordo com a cabeça 
- Pois vou fala novamente... Você tá linda com essa lingerie - ele fala e me puxa para um beijo coloco minha mão em seu volume por cima da calça e ele arfa no beijo. abro seu cinto e o botão da calça ele levanta e tira a mesma com a sua box. já estava descalço por ter tirado os sapatos na sala. Eu vejo seu membro já ereto e pulsante pego no mesmo e ele me afasta de mesmo 
- Essa noite só eu te do prazer - ele fala me Deitado na cama 
- E você?  - pergunto 
- Para mim já é um prazer ter você é entregue... Relaxa deixa eu te fazer minha - ele fala e eu concordo ele começa e beija meu pescoço colocando as mãos no feche do meu sutiã tirando ele. Os beijos vão descendo até meus seios onde ele abocanha um e massageia o outro com a mão eu solto uns gemidos. Ele troca de peito e faz o mesmo depois desce mas os beijos passando pela minha barriga fazendo cócegas ele fica de frente com minha intimidade dando um selinho por cima da calcinha eu arfo e ele tira ela é encara minha intimidade. Ele começa dando beijinhos e escalado entre mordisco. Ele coloca suas mãos nas minhas coxas a apertado e abocanhado com desejo minha intimidade eu arqueio as costas e dou gemidos não muito altos ele. Ele penetra um dedo e eu gemo mas alto logo ele coloca outro e volta a me beija me fazendo senti mu próprio gosto . Logo ele percebe que estou quase no meu ápice e para eu olho com um os olhos em chamas 
- Calma - ele fala rindo - você realmente deliciosa. 
Ele se coloca entre minhas perna segurando meus braços encima da minha cabeça e penetrando de uma vez 
- AAAAAAH NAAAM  - grito 
- Isso geme para mim - ele fala fazendo movimentos rápidos e fundos. Ficamos nisso por um tempo até eu chega no meu ápice me amolecendo ele ainda não chegou continuar seus movimentos 
- Aguenta mas um pouco Ja estou quase lá - ele fala vejo ele ficar cansado jogo ele para o lado e monto encima dele pegando seu membro e colocando em minha entrada e descendo rápido. ele geme cavalgo nele e ele segura em minha cintura me ajudado. Ele ver eu me cansado também 
- Vai eu sei que você consegue - ele fala continua só que mas rápido e Logo ele goza dentro de mim jogo minha cabeça para trás em forma de cansaço tiro ele de dentro de mim e me deito por cima dele mesmo colocando a cabeça em seu peito 
- Uau isso foi ótimo - ele fala - não disse que consegui - ele a um risinho 
- Foi melhor do que ter me forçado não foi ? - falo 
- Foi - ele fala - desculpa tinha que ter te esperando - ele fala triste 
- Tudo bem já foi né - falo colando o queixo sobre minhas mãos o encarando ele passa um mão em minhas Costa fazendo carinho 
- Quer tomar um banho ? - ele pergunta 
- Ah agora não - falo 
- Vamos eu te levo - ele fala me tirando de cima dele me pegando no colo 
- EU FALEI NÃO ME COLOCA NO CHÃO - grito rindo 
- Para de escândalos - ele fala rindo entra no banheiro e me sentado na pia ele vai até a banheira e enche a mesma voltado e me pegando e me colocando dentro da mesma ele entra e eu me encosto em seu peito 
- Me ensaboa to muito cansada - falo ele ri e pega uma esponja passando por toda minha barriga,peitos,braços,costas... Logo ele começa a enxágua. ele se lava e sai da banheira pegando minha toalha me enrolando e saímos do banheiro. Ele vai até o closet e eu fico sentada na beirada da cama ele volta com uma calça de moletom com uma calcinha branca é uma blusa dele da mesma coisa me entregando 
- Sério to desconfiada de você com essas roupas femininas - falo rindo 
- Eu já te expliquei que lojas me mandam essas roupas - ele fala se deitado na cama me olhando tiro a toalha e visto a calcinha e coloco a toalha numa cadeira do canto da sala e vou até seu closet deixando a sua blusa lá. Volto pro quarto e me deito só de calcinha ao seu lado 
- Eu te dei a blusa para vesti - ele fala 
- Eu não quero vesti nada  e gosto de dormi nua... Só vestia pijama aqui por medo de você - falo
- Não tem mas medo de mim ? - pergunta 
- Não - falo puxando seu braço e deitado em cima ele ri e me abraça - vamo dormi falo 
- Vamos - me dá um beijo em meus Cabelos secos porque não os molhei 
- Boa noite - falo me aconchegando com as costas em seu peito e puxando eu outro braço para me abraça mas forte. 
- Nammie -falo 
- Fala - ele responde
- Eu amei a noite - falo 
- Também amei a noite você foi incrível - ele fala e sinto que está sorrindo. É assim dormimos depois dessa noite incrível 

 


Notas Finais


Gente quando ela conta da infância dela essa parte que ela diz que foi suspensa por te dando um tapa na bunda da professora.
Isso aconteceu de verdade comigo numa brincadeira de verdade ou desafio aí eu resolvi coloca aqui era só .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...