História Casamento forçado - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Candice Accola, Katy Perry, Michael Trevino, Taylor Lautner
Exibições 38
Palavras 542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


sei que estou demorando muito pra posta,desculpa gente,ainda tenho que estabelecer a frequencia de capitulos,nao me matem rsrs,pois nao vou abandonar vcs,enfim
espero que gostem e boa leitura beijinhoss <3

Capítulo 3 - ''lua de mel''


Fanfic / Fanfiction Casamento forçado - Capítulo 3 - ''lua de mel''

eu nao sabia o que fazer,tanto que fiquei no minimo uns 5 minutos andando de um lado para o outro,até que começar a sentir frio,entao eu descido criar coragem para pedir a toalha para taylor.

abro um pouco a porta e nao o vejo,entao descido sair.

pego a toalha dentro do guarda roupa e termino de enxugar meu corpo que já estava quase seco por ter ficado esse tempo no banheiro.

visto a lingerie e quando eu estava prestes a colocar o pijama,a porta é aberta.

TAYLOR:esta na hora do jantar voce vai querer comer aqui ou...-para de falar assim que me ve,eu fico paralisada por alguns instantes o encarando assustada,até que finalmente volto a realidade quando ele lambe os labios olhando para mim,me enrolo na toalha desajeitada,pego a roupa e volto para o banheiro batendo a porta com força,escorregando por ela tentado normalizar minha respiraçao.

EU:por que tenho que ser tao azarada?-pergunto para mim mesma.

[...]

depois de um tempo ele bate na porta avisando que já tinham trazido o jantar.eu já havia me vestido entao respirei fundo e sai de lá indo para a varanda jantar e,durante esse tempo eu nao tive coragem de olha-lo,e ele tambem nao puxou assunto entao comemos em silencio.

na hora de dormir deitei longe dele,e só consegui adormecer depois dele.

dia seguinte

08:00 horas AM

quando acordo,taylor nao estava no quarto,deve ter decido para tomar café,penso,deixo a preguiça de lado e vou para o banheiro tomar um banho para despertar.

meia hora depois quando termino de fazer todas as minhas higienes,volto para o quarto pensando no que vestir,opto por um vestido branco solto e uma sapatilha preta.

desço e avisto taylor sentado em uma mesa com o mesmo semblante sério de sempre,paro de olha-lo e vou pegar algo para comer,como taylor nao me acordou para tomar café provavelmente nao vai querer que eu sente perto dele,e eu tambem nao fasso questao,entao escolho uma mesa vazia e vou me sentar.

[...]

depois do café da manha

nao queria passar o dia inteiro no quarto,ainda mais em um lugar tao lindo como esse,entao descido ir para a cobertura,aproveitar um pouco.

ponho um biquini e,pego outras coisas que acho necessarias,colocando-as dentro de uma bolsa.

chegando lá,tiro o vestido ficando só de biquini me sentando em uma cadeira para poder aproveitar o sol,e mesmo nao estando tao quente descido passar o protetor.

[...]

agora só faltava minhas costas,que é o lugar mais dificil.

-isso é realmente uma missao impossivel-penso frustada ainda tentado alcança-las

???:precisa de ajuda?-pergunta um cara do meu lado,que só agora eu notei.

EU:nao obrigada-digo educadamente ao estranho.

???:eu insisto...com licença-fala depois de pegar o protetor de minhas maos e sentar atras de mim começando a aplicar o produto.

EU:pode pelo menos dizer seu nome-pergunto nao gostando da proximidade.

???:que educaçao a minha,meu nome é mike e o seu?

EU:allison.-respondo simples

-pronto-diz mike saindo de traz de mim,e eu finalmente volto a me sentir confortavel.

EU:é,obrigada...eu acho.

MIKE:de nada-diz piscando para mim,em seguida se afastando.

fico sem entender nada,mas logo sou tirada de meu devaneio,quando duas maos sao postas em meus ombros,me fazendo assustar e querer levantar,mas a pessoa nao deixa,segurando mais forte.

-posso saber o que voce estava fazendo?-sussura rouco em meu ouvido,me causando arrepios.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...