História ""Casamento forçado (imagine JAE-BUM) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 119
Palavras 2.542
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Terror e Horror
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá zamores vamos d niver do Papai que esse povo precisa de uma boa distração..😉

Capítulo 17 - ""NIVER DO APPA""


Fanfic / Fanfiction ""Casamento forçado (imagine JAE-BUM) - Capítulo 17 - ""NIVER DO APPA""

    JAE-BUM e KAMURA 

Fico sentada na cama esperando ele sair do banho e após alguns minutos ele sai do banheiro tendo apenas uma toalha enrolada em sua cintura e balançando seus cabelos que grudam em sua testa me dando a visão perfeita de um homem lindo e perfeito..

O que foi? Porque tá me olhando assim? - a provoco ficando em sua frente enquanto a água dos meus cabelos escorrem pelo meu peitoral..

Uhm? Oi? Ah por nada não - disfarço olhando pro lado oposto ao seu e ele sínico vem até mim..

O que foi uhm? Quer tocar ao invés de só ficar olhando? - a pucho fazendo com que nossos corpos se toquem.. ela põe sua mão em meu peitoral e eu passo meu lábio devagar em seu pescoço..

Por favor JB para - falo de olhos fechados.. esse homem tá tentando me enlouquecer..

Adoro quando você fala assim - sussurro em seu ouvido e enfio minha língua devagar só pra provocar um pouco mais.. a ouço arfar e aperto sua cintura.. 

Não faz assim por favor - falo entre gemidos e ele me carrega me encaixando em seu quadril e me leva até o banheiro..

O que c tá fazendo? - pergunto o encarando nervosa e ele sorrir ladio..

Calma.. nós só vamos tomar banho juntos  - ligo o chuveiro e a envolvo em um beijo quente malicioso e cheio de desejo.. 

Seu Baby down molhado me permite vê perfeitamente o desenho de seus seios..

Transa comigo KAMURA - falto implorar pra que ela me deixe possuí-la mais ela é mais forte do que eu pensei..

Não JB.. eu.. eu não posso - minha boca diz não mais meu corpo diz sim.. travo uma batalha própria entre minha razão e meu desejo por ele.. 

Então vamos repetir a dose da noite retrasada - a tiro de baixo do chuveiro e a sento na pia.. tiro sua blusa e minha toalha.. esfrego meu membro em sua intimidade e ela geme de uma forma maravilhosa.. 

Pede pra transar comigo KAMURA - chupo seus seios e massageio sua intimidade.. 

Não.. eu não quero  - jogo minha cabeça pra trás e curto o momento.. JB é maravilhoso no que faz.. ele realmente sabe como ganhar uma mulher e está conseguindo fazer isso comigo agora.. 

Com jeitinho pucha seu short pro lado e começo a massagear sua intimidade.. seu clitóris já está bem molhado e liso o que me ajuda na sua masturbação.. 

Geme no meu ouvido K - sussurro em seu ouvido e ela geme totalmente entregue a mim.. 

JB eu.. eu - gaguejo arranhando sua costa e ele chupa meu pescoço.. isso com certeza irá deixar uma bela marca.. 

Você o que ahn? Vai K me pede o que você quer - sorrio ladio pois sei que agora ela irá ceder.. 

Eu quero trans..

        Toc toc toc 

AH NÃO - reclamo alto e totalmente irritado.. 

Meu deus - desço da pia e me cubro com uma toalha..

Espera aqui e por favor não sai do clima - a beijo a boca visto meu roupão e vou até a porta..

           Toc toc toc 

Aish - abro a porta e dou de cara com o meu pai..

Filho é hoje é hoje - fala ele todo alegre..

Mais é hoje o que velho? - pergunto tentando entender..

Sério que você não lembra? - ele demonstra tristeza..

Sério pai eu não me lembro - falo sério e estalo a língua..

Ah ok.. tudo bem então esquece - ele já ia se afastar quando eu o abraço..

Vem cá meu velho parabéns pelo seu dia.. você achou mesmo que eu iria esquecer? Rsrrsrsrss é claro que não - ele fica radiante o que me deixa feliz.. Sei que sou muito errado em alguns pontos mais respeito e valorizo o meu pai.. ele é tudo pra mim e a única família que tenho..

Obrigado meu filho.. então c já sabe hoje a noite na boate vamos comemorar mais essa minha Primavera.. ah vou convidar todos os rapazes inclusive o JACKSON e o YOUNGJAE.. tá tudo bem pra você? - ele me olha meio sem jeito.. 

De boa velho é o seu dia e você pode convidar quem quiser - lhe dou tapinhas nas costas..

Waleu meu filho.. Bem eu já vou até mais - nos despedimos e eu volto pro quarto.. ando até o banheiro e a porta está trancada..

KAMURA ABRE A PORTA - falo alto e bato na porta..

SÓ UM MINUTO - respondo alto e após alguns minutos saio já de roupa trocada..

Pronto - falo passando por ele e o mesmo me pega pelo braço..

Porque c não me esperou ahn? - a olho com cara de menino pidão e ela me abraça e me beija a boca...

Não era pra ser JB não era pra ser - o beijo novamente e me afasto..

Porra pai c é mô empata foda aish  - vou pro banho.. 

         *quebra de tempo* 

Passa-se mais um dia e chega a noite.. JB e KAMURA estão assistindo TV na sala e ele após pensar muito e muito resolve íntima-la..

        JAE-BUM e KAMURA 

KAMURA hoje é o aniversário do meu pai.. ele vai comemorar na boate e você vai comigo - falo sério olhando pra TV e ela abre um lindo sorriso.. 

Ahn? Sério? Eu vou poder sair de casa? AAAAARRRR obrigado obrigado  - pulo em seu pescoço e beijo seu rosto inteiro o fazendo sorrir..

Rsrsrsrsrs você quer mesmo sair de casa não é? - pergunto a puchando pro meu colo..

Quero sim.. quem sabe sei lá vejo meu pai - falo sorridente e ele enfesa a cara..

Aish tava custando.. vem vamos nos arrumar - seguimos pro quarto onde tomamos banho e nos arrumamos.. 

Olha só como você está ainda mais linda - pego em sua mão e a giro.. ela está linda com um vestido preto um pouco acima dos joelhos meio colado.. sapatos altos e cabelos presos.. 

Peraí só isso aqui está errado - solto seus cabelos que cá entre nós pra mim são lindos..

Pronto agora sim.. você está linda - a beijo a boca.. em seguida pego minha carteira e celular e ela sua pequena bolsa e celular.. saímos de casa e seguimos pra boate.. 

Dessa vez fui com meus seguranças e o motorista.. não podia me arriscar pelo menos não dessa vez que estou com ela ao meu lado.. 

Chegando na boate desço do carro e faço questão de abrir a porta pra mesma.. a ajudo a descer e de mãos dadas adentramos o local..

E CHEGOU QUEM FALTAVA NESSA PORRA - falo alto e sou aplaudido pelos meus amogos..

Olha só quem chegou - fala YUNGIEON me cumprimentando..

Vejo que trouxe a sua dama a senhorita KAMURA.. Boa noite senhorita - ele beija a mão dela e a mesma me olha sem jeito..

B.. Boa noite - gaguejo nervosa pois sei que o JB é um pouco possessivo mais ele tem uma reação inesperada por mim..

Gostou YUNGIEON? Agora larga vagabundo vai atrás da sua que está aqui já tem dono  rsrsrsrsrsrs - passo meu braço sobre os ombros dela e cheiro seus cabelos..

Cara tô orgulhoso de você.. vocês dois forma um lindo casal - fala ele sorridente.. 

Waleu mano c é o cara *cara-lho* rsrsrsrs - sacaneio e nós dois caímos na gargalhada...

Tô na área - fala JR acompanhado por BAMBAM e MARK..

 Cheguem aí cambada de macho feios - falo me referindo aos três.. 

Então você é a KAMURA - fala JR lhe dando a  mão..

Sim sou - respondo tímida..

Falei que ela era bonita - fala BAMBAM sorridente..

Era não BAMBAM ela é bonita - lhe dou um beijo na boca e eles começam a sacanear.

Oun meu amorzinho eu te amo..

Ah não não minha vida eu te amo mais..

AHAHAHAHAHA - zoam JR E BAMBAM já MARK se mantém quieto pois sabe que JB pode perder a paciência a qualquer momento.

Vocês são foda rsrsrsrs - sorrio pra eles..  passamos um tempo conversando e a festa começa a encher.. meu pai conhece muita gente.. homens e mulheres de alta classe social.. noto que KAMURA parece meio perdida mais meu pai que é o herói da minha vida me dá uma ajudinha..

O que foi c tá calada.. parece tensa - a abraço encostando nossas testas.. 

Eu não tô me sentindo muito bem JB.. sei lá esse não é o meu lugar - falo seria quando sinto uma mão em meu ombro..

Esse com certeza é o seu lugar.. ao lado da sua família que somos nós.. eu nunca tinha visto o IM JAE-BUM tão bem assim.. fico feliz em tê-la em minha família.. minha mais nova filha - ele me abraça me fazendo sentir melhor..

Obrigado - falo ainda abraçada ao mesmo..

Eu meu pai e KAMURA passamos um tempo conversando até que ele vai falar com os outros convidados..

K eu vou pegar uma bebida e já volto.. fica aqui e não ouse olhar pro lado.. respirar ou assuntar com alguém.. eu tenho uma arma e sei usa-la - pisco pra ela e sigo pro bar.. 

Me mantenho quieta olhando pras pessoas dançando e bebendo.. aqui é um ambiente estranho pra mim.. 

Vejo o rapaz do rosto angelical passar do outro lado e ele ao me vê me manda um tchauzinho e some em meio a multidão..

Paquerando o YOUNGJAE filha de teco? - fala um rapaz dos cabelos loiros ao meu lado..

Ahn? Quem é você? - pergunto o olhando meio nervosa e ele me encara..

Sou o JACKSON e você é a vadiazinha que tá mechendo com a cabeça do JB - fala ele sínico e sorrindo ladio.. 

Eu.. eu - falo trêmula e ele pega em meu braço com brutalidade..

Quem é você ahn? Você faz tão gostoso assim pra fazê-lo mudar tanto? Ele me socou a cara por sua causa - ele me fuzila com os olhos..

M.. mais eu não fiz nada - me encolho e tento fazê-lo soltar-me.. 

Escuta uma coisa.. eu posso fazer com você o que ele não tem coragem de fazer.. te faço gozar entre gritos sentindo meu membro entrando e saindo de dentro de você.. faço você fazer ficar molhada só metendo meu dedo na sua vagina sua vadiazinha de beira de avenida.. mais não se preuculpe eu pago bem - ele encosta em meu pescoço e passa a língua em minha orelha e sussura em meu ouvido..

Você é a prostituta mais cheirosa e bem vestida que já ví - ele me humilha como pode e eu me seguro pra não chorar..

SAI DE PERTO DELA JACKSON - falo irritado e ele sorrir..

Calma JB eu só estava a cumprimentando.. mulheres do tipo dela não me interessam.. pra mim são descartáveis.. eu as fodo pago e mando embora - ele debocha e me tira do sério..

DESGRAÇADO - parto pra cima dele mais YUNGIEON me segura..

Opa opa JB vamos parar.. é o aniversário do seu pai cara e você não vai querer acabar com a festa dele não é? - fala ele segurando meus braços..

Você tem muita sorte JACKSON.. vamos embora KAMURA essa festa já deu pra nós dois - pego sua mão e saímos da boate..

No carro me mantenho calado e bufando de raiva.. noto que os olhos da KAMURA estão marejados de lágrimas e pucho assunto..

Vem cá.. o que ele falou pra você?  - pergunto abraçado a mesma..

Nada não JB esquece  - sorrio falsa pra disfarçar e ao passar aonde antes era minha rua vejo minha casa e na frente dela caído no chão o meu pai.. 

Pai?? PAI JB É ELE É O MEU PAI - afoita pucho sua camisa e aponto na direção que ele está..

Acelera aí mermão - fala ele frio de braços cruzados dando a ordem pro motorista.. 

Por favor JB juro pra você que será a última vez que o verei e nunca mais pedirei isso pra você.. eu juro JB por favor só dessa vez me deixe ajuda-lo - falo entre lágrimas e ele respira fundo e passa as mãos no rosto até seus cabelos..

Volta - fala ele pro motorista que o obedece.. 

Ao parar o carro corro ao encontro do meu pai e o abraço.. 

Pai eu sentir tanto a sua falta - choro e ele me abraça..

Minha filha oh meu Deus é você KAMURA? Eu sentir a sua falta meu amor - ele beija minha testa e minhas mãos em seguida nos abraçamos novamente..

Ou vamos já chega - falo sério os encarando..

Só mais um minuto por favor..

Ok um minuto - ela entra na casa velha e suja que seu pai vive e eu a acompanho.. a cena é deprimente.. tem lixo pra todo lado e alguns ratos passeiam pelo lugar.. 

KAMURA dá um banho em seu pai e troca sua roupa.. ela limpa uma parte do pequeno cômodo e o ajuda a deitar-se na cama que antes era dela..

Eu vou cuidar de você pai.. nós nunca mais iremos nos separar - falo abraçada ao mesmo..

Ao ouvir suas palavras me irrito.. 

Já chega KAMURA vamos embora - a pego pelo braço e saio a arrastando pra fora da casa..

NÃO JB EU NÃO VOU.. EU VOU FICAR COM O MEU PAI ELE PRECISA DE MIM -  me debato mais não adianta.. ele me carrega me colocando em seu ombro e me joga dentro do carro..

POR FAVOR DEIXE-A COMIGO - fala o pai dela e eu viro pra ele e o impurro.. 

FICA LONGE DELA SEU INFELIZ.. OUSE IR ATRÁS DELA E EU ACABO COM VOCÊ - o empurro com força e mesmo cai no chão.. entro no carro e nós seguimos pra casa..

KAMURA grita e se debate até chegarmos em casa.. ao sair do carro eu a arrasto até o nosso quarto onde a jogo na cama e tranco a porta..

EU ODEIO VC JAE-BUM.. EU QUERO FICAR COM O MEU PAI E NÃO COM VOCÊ SEU MONSTRO INSENSÍVEL E SEM CORAÇÃO  - bato em seu peito e ele segura meus pulsos me encarando enfesado..

Para KAMURA eu não quero te machucar  - falo sério mais ela não para..

ME SOLTA.. NUNCA MAIS TOCA EM MIM EU TENHO NOJO DE VOCÊ - falo com raiva e acabo lhe desferindo um tapa no rosto..

Essa foi a 2* vez que você bateu em meu rosto.. Você não tem medo do perigo garota?  - bufo de raiva.. 

EU NÃO TENHO MAIS MEDO DE VOCÊ JB.. EU DEVERIA TER OUVIDO O YOUNGJAE E TER ME ENTREGADO PRA VOCÊ NO 1* DIA QUE VOCÊ JÁ TERIA ME DEIXADO EM PAZ..

HÁ ENTÃO O YOUNGJAE TE ACONSELHOU A TRANSAR COMIGO NÃO FOI?  MAIS ME DIZ AÍ.. ISSO FOI ANTES OU DEPOIS DELE TER DADO UNS AMASSOS EM VOCÊ AHN? - pergunto a pondo contra parede.. 

VOCÊ QUER MESMO SABER JB? FOI DEPOIS DE NÓS DOIS TRANSARMOS AQU NO SEU QUARTO E NA SUA CAMA.. AGORA VOCÊ JÁ SABE JB EU NÃO SOU MAIS VIRGEM ENTÃO VOCÊ JÁ PODE ME DEIXAR IR - falo pra vê se cola e ganho minha liberdade mais não tenho a resposta esperada..

Você é uma péssima mentirosa.. eu tenho pena de você que quer viver se matando por causa daquele desgraçado.. quer saber de uma coisa KAMURA? Eu vou agradecer o dia que ele aparecer morto.. agora vai dormir eu vou ficar no quarto de hóspedes.. 

Saio do meu quarto e entro no de hóspedes.. me joga na cama e penso em tudo o que ela me falou por está com raiva devido o seu pai ter aparecido..

Eu vou me livrar de você seu miserável..


CONTINUA...







Notas Finais


E esse foi o capítulo de hoje.. Tive uma ajuda da minha linda EMYWANG.. quem quiser deixar seus palpites eu aceito.. obrigado por estarem aqui.. a OMMA ama vocês..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...