História Casamento Forçado (Jungkook) - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jungkook, Kook, Romance, Tia Purpurina
Visualizações 167
Palavras 1.244
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Por que senhooooor por que eu não sou um pirulitooooooo?
Jungkook tu vai com calma caraio eu não sou a prova de bala já disse!
Bora continuar essa bagaça!
Boa leitura minhas purpurina!

Capítulo 11 - Capítulo 11


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado (Jungkook) - Capítulo 11 - Capítulo 11

S/N's POV

Jungkook apenas deu de ombro, mas eu sabia que no fundo aquilo o machucou. — Olhei em volta e percebi que estavamos em um hotel. — Se ela acha que eu vou me entregar pra ele, ele está muito errado.

— Por que parou aqui? — Perguntei olhando pra frente.

— Estou cansado e provavelmente só iríamos chegar na fazenda de madrugada. — Disse e saiu do carro e eu fiz a mesma coisa.

Adentremos o hotel e ele logo fez questão de colocar a mão na minha cintura. — Agora mais que tudo sentia nojo do seus toque. — Tratei de tirar sua mão rapidamente dali. Ele se aproximou do balcão onde se encontrava uma recepcionista. — Filha da mãe ela está dando em cima dele. — Ela puxou a blusa pra baixo mostrando um pouco dos seus seios. Fiquei boquiaberta com aquilo.

— Boa lua de mel. — Disse ela sorrindo malicioso pro Jungkook.

Boa vai ser minha mão na sua cara daqui a pouco garota. Aish! — Ele pegou a chave e me deu.

— Subi para o quarto vou pegar sua mala. — Disse frio. (Autora: Produção taca fogo no Jungkook. Pronto agora vai ficar quentinho).

Subi a escadas e procurando o quarto com o número que estava na chave. Não demorei achar e logo estar dentro dele. Me sentei na cama observando em minha volta o quarto tinha uma sacada a vista parecia ser muito bonita. — Escutei o barulho da porta sendo aberta, era o Jungkook. Deixou minha mala em cima da cama e foi se sentar em uma poltrona que ficava de frente para a cama.

— Me da nojo ver você vestida assim. — Disse.

— Ah que pena, por que eu mim não dá. — Olhei pra ele.

Menti, eu queria arrancar aquele vestido e o rasgar em mil pedaços.

— Você se acha muito esperta não é? Se eu quizesse eu mesmo tirava ele do seu corpo. — Falou ele se aproximando de mim.

— Não ouse tocar em mim. — Aumentei meu tom de voz.

— O que você vai fazer? Você sabe muito bem que eu comprei não sabe? Então eu posso fazer o que eu quiser com você. — Ele subiu em cima de mim me fazendo deitar.

— Você um idiota! Não toque em mim. — Senti meu olhos arderem com certeza por causa das lágrimas.

Ele se afastou de mim e saiu do quarto. Escutei o barulho da porta sendo trancada

— Jeon Jungkook eu definitivamente te odeio. — Falei pra mim mesma.

Me levantei da cama e tirei aquele vestido e começei a rasga-ló em quanto chorava. Depois disso entrei no banheiro logo tomando um banho quente para relaxar. — Sai do banheiro e fui até minha mala pegando minhas peças íntimas e uma blusa de mangá longa que batia na metade das minhas coxas e uma calça moleton.

Me deitei e começei a fitar o teto pensando o quanto a minha vida é ruim.

Jungkook's POV

Eu estava no bar do hotel quando senti uma mão acariciando meu braço. Olhei para pessoa que estava fazendo aquilo e era a recepcionista de antes, ela se sentou ao meu lado.

— Como se chama?

— Jeon Jungkook e você? — Beberiquei um pouco do Whisky que estava em meu copo.

— Jireba. (Autora: Podem rir eu deixo, eu também to rindo cgbcgg).

— Hum...

— O que faz aqui? Não era pra você estar com sua esposa.

— Ela não consegue me satisfazer.

— Então por que se casou? 

— Nem eu sei.

— Se quiser eu poço tentar lhe satisfazer. — Disse ela sorrindo.

— Por mim tudo bem. — Virei o copo de Whisky, acabando com o líquido se contia alí.

S/N's POV

Eu ainda estava ali deitada na cama fitando o teto decidi me levantar e ir até a sacada. — Chegando lá observei o céu que estava bem estrelado e a lua estava muito bonita. — Olhei pra baixo tendo a visão de um casal se beijando. — Espera... — Forcei a vista pra enchergar melhor. — Aquele ali é o Jungkook? — Eu não acredito que ele está me traindo! — Bufei nervosa e entrei. 

Escutei meu celular tocando fui até minha bolsa o pegando e atendendo a ligação.

— S/N? — Essa voz... Comecei a chorar novamente.

— H-Hoseok. — Disse ao meio dos soluços

— Ei minha princesa não chore...

— Me desculpe por não ter aparecido é que o Jungkook descobriu.

— Tudo bem minha princesa, não se preocupe ficaremos juntos no final.

— Eu também espero ficar junta a você. Eu estou com tantas saudades.

— Eu tambem meu amor.

— S/N com que você está falando?!  

Olhei em direção a porta encontrando o Jungkook me olhando furiosamente. Veio se aproximando de mim em passos pesado e tomou o celular da minha.

— É você não é, o cara do vídeo que estava com a S/N na praia? — Só te digo uma coisa nunca conseguirá tirar ela de mim. — Ele desligou e tacou meu celular na parede fazendo o despedacar.

— Por que fez isso? — Ele pegou no meu braço fortemente e levantou a sua mão para me bater. — Vamos me bata.

— Sua... — Ele me jougou na cama. — Como você pode fazer isso? — Se aproximou de mim.

— Eu te odeio! — Falei e ele segurou  meu queixo.

— Que pena, pois eu também. — Soltou meu queixo e foi até a porta.

— Isso volte para sua amante! — Gritei ficando de pé na cama.

— Não me espere.

— Pra que eu ia te esperar? — Falei antes que ele batesse a porta com toda a força.

Desci da cama indo até uma cômoda que tinha no quarto e pegando a garrafa de champanhe. Abri e ela e começei a bebê-la no bico mesmo começei a caminhar de lá pra cá no quarto. — Senti que tinha começado a ficar mais alegrinha. Fui até a porta do quarto e girei a maçaneta da porta e a mesma abriu pra minha surpresa. — Jungkook tinha esquecido de tranca-lá. 

Sai do quarto com a garrafa de chapanhe nas mãos e a bebendo de vez em quando. Começei a caminhar pelo hotel eu estava completamente bêbada. Eu estava rindo sozinha.

— Ei vocês dois... Vocês não com...binam. — Disse a um casal.

Jungkook's POV

Depois de ter "dormido" com a Jireba sai do seu quarto de fininho e comecei a caminhar pro meu de volta. — Girei a maçaneta e a porta se abriu. — Merda esqueci de trancar. — Lembrei na hora.

Entrei no quarto e a S/N não estava. Procurei ela pelo quarto todo e nada. Sai e comecei a procurar ela pelo o hotel. — A encontrei de pijama com uma garrafa de champanhe nas mãos e discutindo com um casal. — Suspirei aliviado pelo menos ela não fugiu.

— Me desculpe por minha esposa estar assim. — Me aproximei deles e coloquei minhas mãos na cintura da S/N.

— Tudo bem senhor percebemos que ela está bêbada.

— Obrigada por entender. — Agradeci e casal saiu.

— Chato... — Ela fez um bico e já foi levando a garrafa de champanhe a boca mas eu tirei da sua mão. — Ei! — Resmungou.

— Nada de bebida pra você.

— Me carrega? — Pediu entrelaçando seus braços no meu pescoço. Com certeza sua personalidade muda muito quando bebe.

— Tudo bem. — Suspirei. 

Peguei na parte de trás das suas coxas dando-lhe impulso para que colocasse suas pernas em volta da minha cintura. — Comecei a andar em direção a quarto ela colocou a cabeça no meu ombro arfei ao sentir sua respiração sobre o meu pescoço.

Continua...




Notas Finais


Hehehehe 🌚🌚🌚🌚🌚🌚🌚🌚
Tá calor né?
Jghjbghh
Bipolaridade bateu na porta do Jungkook e ele abriuuu!
Espero que tenham gostado!
Bjs a tia ama vocês (*^ω^*)ヽ(´▽`)/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...