História Casamento Forçado (Jungkook) - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jungkook, Kook, Romance, Tia Purpurina
Visualizações 231
Palavras 863
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Broteeeeeeeeeeei!
Sentiram minha falta? Em?
Não me matem por ter demorado tanto!
É que eu to tendo uma ideia para umas novas novelas!
Blz?
Gghvfhjgffg
Espero que vocês gostem desse capítulo!
Boa leitura! ヽ(´▽`)/

Capítulo 17 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado (Jungkook) - Capítulo 17 - Capítulo 16

Jungkook POV

Acordei e vi a S/N dormindo calmamente sobre meu peito. — Fiz umas breves carícias em seus cabelos fazendo ela se remexer um pouco, sorri com aquilo. 

-S/N acorde, S/N. — A chamei calmante.

-Hum...? — Ela resmungou.

-Já está de manhã,  e eu preciso levantar.

-Tá bom... — Ela saiu do meu peito e deitou a cabeça no travesseiro.

Me levantei e fui para o banheiro. Fiz minhas higiene e tomei um banho e logo me vesti. — Sai do banheiro e vi que a S/N já estava acordada.

-Eu vou ter que sair, mais tarde eu volto. — Falei me aproximando dela.

-Está bem. — Sorri vendo ela coçar os seus olhos, parecia uma criança.

Me aproximei dela e roubei um beijo fazendo ela corar um pouco.

-Tchau.

-Tchau... — Respondeu envergonhada.

Sai do quarto me dando de cara com a Patelina.

-Coelhinho! — Ela me abraçou.

-Me solta Patelina. — Falei tentando empurrá-la.

-Você nem foi para o meu quarto de noite. Por quê? Em? — Falou manhosa passando a mão pelo meu braço. 

-Talvez porque eu tivesse com uma mulher de verdade. — Dei de ombros e sai andando a deixando sozinha.

Fui  para sala encontrando o João Miguel na sala. 

-Bom Dia Senhor Jeon.

- Bom dia. Me chame só de Jungkook. 

-Jungkook. — sorriu.

-Eu vou ter que sair agora. Se quiser pode ir tomar café.

-Obrigado. 

-Tchau.

-Tchau.

Hoseok POV

Essa é hora. Eu preciso encontrar a S/N. — Esperei mais um pouco e sai andando pela casa tentando achar o seu quarto. — Estava batendo em todas as portas com esperança da S/N abrir alguma.

S/N POV

Na hora que ele me beijou eu lembrei da noite passada. Eu não acredito que eu disse que não ia me entegrar e acabei me entegrando. — Mas não posso falar que eu não gostei, ele mesmo estando bravo comigo, foi carinhoso. — Sorri boba ao me lembrar das coisas que ele me disse.

Mas e o Hoseok? — E agora? Como ele fica? — Meu Deus eu não deveria ter me entegrado. Não devia, não devia. — Escutei uma batida na porta e logo fui abrir.

-S/N — Eu não acredito.

-H-Hoseok... — Logo minha visão ficou turva.

-S/N! — Escutei um grito de Hoseok e logo desmaiei. 

Jungkook POV

Entrei no carro e percebi que tinha esquecido meu celular. Sai e entrei em casa e fui andando direito para o quarto da S/N.

-O que você está fazendo?! — Exclamei vendo o João Miguel no chão com a S/N no colo dele e com o rosto próximo ao dela. 

-Jungkook, eu escutei um enorme barulho e quando vim ver ela estava desmaiada.

-Mas como isso foi acontecer? — Me aproximei e peguei ela no colo, na horao João Miguel pareceu meio relutante em me dar ela.

-S/N! — A chamei levando ela para cama e a deitando com cuidado. — S/N meu amor, vamos acorda. 

Demorou alguns segundos para que ela voltasse abrir os olhos. — Suspirei fundo e depois sorri ao ver que ela está bem.

-Hoseok... — Ela murmurou.

-O que S/N? — Perguntei.

-Hoseok! — Ela exclamou e se sentando na cama e olhando diretamente para o João Miguel e depois olhou para mim. 

Meu sangue subiu na hora que ela disse o nome do seu antigo namorado.

-S/N por que você você está chamando pelo seu ex? — Perguntei já nervoso.

-Senhor ela só deve estar delirando. — João Michel enterviu na conversa. 

-Fique quieto João Miguel! — Exclamei. — Ele te ligou foi isso? Foi por isso que você desmaiou? Hum? 

-Jeon- — A cortei antes que terminasse.

-Desmaiou só por que escutou a voz do seu querido amor? — Dei ênfase no "querido amor".

-Cala boca Jeon! — Ela gritou mas logo colocou a mão na cabeça. — Ai...

-João Miguel saia daqui por favor. — Falei ainda olhando para a S/N.

-Mas...

-Por favor. — Pedi novamente.

Vi ele sai do quarto e fechar a porta, e voltei a olhar a S/N.

-Agora você vai me responder, por bem o por mal.

-O que você vai fazer agora? Vai me bater? — Ela começou a rir. — Ou vai me trancar nesse quarto que nem da última vez?

-Você quer eu faça isso? Porquê se quiser eu te tranco nesse quarto.

-Você é um idiota mesmo! — Exclamou ela. — Eu acho que você esqueceu que naquela noite você quebrou meu celular, não é?

-Mas você pode ter dado meu número pra ele. Porquê eu esqueci meu celular aqui. — Peguei o aparelho que estava em cima do criado mudo.

-Eu nem sabia que seu celular está aqui. Qual é o seu problema?

-Qual o meu problema, quel o seu problema? — Dei ênfase no "seu". 

-Meu problema é você! 

-Eu? — Perguntei incrédulo.

-Sim. Sempre que você faz eu gostar de você, você vem e estraga.

-Eu quem deveria te dizer isso! 

-Quer saber Jeon, Eu te odeio. Aquilo de ontem anoite nunca deveria ter acontecido.

-Digo o mesmo. — Falei indo até a porta.

-Isso me tranca nesse quarto, me deixa apodrecer aqui dentro.

-Eu não vou te trancar idiota! — Sai e bati a porta com força. 

Fui até a sala encontrando novamente o João Miguel, passei por ele sem falar nada. 

Hoseok POV

Fui até o quarto da S/N e bati na porta novamente. 

-O que é ago!- — A interrompi com um beijo. 

-S/N meu amor... 

 Continua... 



Notas Finais


Eai? Matei alguém ou será que eu tenho que falar não me matem.
Eu acho que não e matem né?
Não me matem!
Bfjfjhffhjhfdg
Até o próximo a tia ama você!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...