História Casamento Forçado (imagine Suga) - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Suga, V
Visualizações 101
Palavras 682
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura

Capítulo 5 - Lembranças passadas.


Fanfic / Fanfiction Casamento Forçado (imagine Suga) - Capítulo 5 - Lembranças passadas.

P.o.v S/n




Sg-Sabe...talvez não a tenham te contado,mas meus pais foram mortos por um ataque O castelo,eles me pegaram e fiquei preso há 4 anos com eles,o Tae e o filho da Amante do meu pai,como meu pai não garantiu nada ha ele,deixei ele ficar...Quando sai do lugar que me cativaram, havia um Guarda Real na floresta, eu lhe falei meu nome e quem eram meus pais..ele me levou de volta e aqui estou.


S/n - deve ter sofrido,nas mãos desses assassinos...

SG - um pouco.

Ele levantou,ficando sentado na cama e tirou a camisa,o que me suspreendeu.tinha várias cicatrizes,uma maior que a outra.O que fizeram com Ele???


Fiquei com  Pena,ele.pode não ser tão frio por falar da morte dos pais,e me mostrar isso e muita coragem e confiança.


Eu fui tocar nas cicatrizes,ele virou muito rápido segurando meus pulsos,fiquei suspresa e apavorada.


Ficamos nos olhando, e ai a tensão foi diminuindo,até minhas mãos escorregar das mãos dele,e ele abaixar a cabeça.


Ele colocou a mão no rosto e chorou.

Deixei ele deitar no meu colo,fazendo cafuné na cabeça dele.

Na manhã seguinte

Acordei com 2 cobertas me cobrindo e na mesma posição de ontem.por mais que foi desastroso,acho que nós aproximou.

P.o.v Suga

Após conhecer a S/n,eu a achei cativante, mandona...algo parecido com a garota ideal ao meu lado. Mas o que eu não poderia fazer,nem que me dessem o que eu mais queria,era me apaixonar...isso e minha regra,isso para mim e permanentemente proibido.


No nosso casamento,ela estava maravilhosa,poderia pegar ela ali mesmo e correr pra onde fosse,mas tenho mostrar que não lhe devo nada,nem um pingo da minha humildade ou amor.


Na cama,ela me deixou  bastante excitado,para ter que ir urgentemente para meu quarto antes que tenha pensamentos impuros,do que poderíamos fazer ou ter feito.



Iremos viajar para qualquer lugar que ela decidir,não sei o por que,mas ela tem de decidir e eu aceitar.


A noite,enquanto estávamos no nosso quarto,virei outra pessoa,contei sobre minhas cicatrizes que ninguém nunca viu,falei sobre meu passado condenado.


Agora,estou ouvindo como ganharemos a Santcleire(Um Estado) que era bastante importante aos nossos recursos.


Sg- CHEGA! - isso me tirou a paciência, realmente não conseguem colocar estas tropas ali e alisão apenas peças de xadrez prontas pra morrer pelo país. - coloquem estes 2 mil soldados ao Sul e os outros 2 mil ao Norte e ataquem assim,que conseguiremos tomar.

Todos pararam de falar no mesmo instante e pensar sobre isso,nuns colocavam nas mentes como seria e se daria certo.

Nobre - o Rei está certo,assim conseguiremos tomar esta e partir a frente com mais soldados,só iram morrer uns 500 deles.

Rei - ordenem que preparem agora os soldados e levem ao Sul e Ao Norte...

Dispensei todos,e quando sentei na cadeira desencostei imediatamente, ainda dói mesmo depois de tanto tempo.

Flashback on

Assassino - pegue as garotas e leve aos nossos convidados lá embaixo,vão servir de muito - pegou um cigarro e colocou no canto da boca olhando novamente as cartas de truco na sua mão


Garota- por favor,não faça isso.

Suga - está bem,sei uma saída, mas sejamos rápidos. 

Garota - obrigada.

Levei elas até um portão em  baixo da cama,quando a última fugia,foi puxada,e acabou por puxar meu pé, que foi arrastado

Assassino - O QUE EU DISSE GAROTO??E SURDO?? VAI APRENDER A ME OBEDECER POR QUE DAQUI VOCÊ NÃO SAI TÃO CEDO!

ele pegou meu pulso,puxando sem eu dar conta de andar direito...ele pegou a vara que tinha 2cm de largura e me colocou de joelho,tirando a minha camisa, bateu umas 10 vezes até sangrar.


Assassino - AGORA APRENDE,QUE ESSA E A PUNIÇÃO QUE TERÁ SE ME DESOBEDECER.


ele saiu,com o rosto com respingos de sangue e a mão vermelha e tremendo.

Flashback off


S/n - Suga!! - ela estralava os dedos na minha frente.

Eu não consegui aguentar e acabei por abraça- lá por impulso e chorar em seu ombro molhando o vestido.


Acho que ficou surpresa pela minha reação, mas talvez entenda que agora e só com ela que posso contar.


Suga - prometa que nunca vai contar sobre essas cicatrizes, são apenas lembranças passadas que nunca irei conseguir esquecer..


S/n - eu...


Suga - Prometa - disse a olhando e com.os olhos marejando e a boca tremendo.


S/n - prometo.

















Continua


Notas Finais


Desculpa qualquer erro,pode ter sido curto,mas o outro tentofazer maior...

Passado do Suga?gostaram?



Não me deixem no vácuo e digam para qual lugar eles devem viajar!! Ate o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...