História Casamento por gravidez - Capítulo 22


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Vampire Diaries
Personagens Caroline Forbes, Damon Salvatore, Elena Gilbert, Klaus Mikaelson, Matt Donovan, Rebekah Mikaelson
Tags Delena, Klaroline, Matekah
Visualizações 404
Palavras 1.293
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi amorzinhos :3
Espero que gostem
Desculpem os erros
Boa leitura 💜📓

Capítulo 22 - Epílogo


Fanfic / Fanfiction Casamento por gravidez - Capítulo 22 - Epílogo

5 anos depois


Elena Salvatore


Bom, por onde devo começar dizendo o que foi acontecendo nesses últimos anos? Vamos por casais.

Bonnie e Jeremy, nunca mais voltaram e a morena se encontrava noiva de Enzo. Ficaram noivos pouco tempo depois do nascimento dos gêmeos.

Hayley e Elijah, já eram casados, mas minha cunhada descobriu há não muito tempo, que está grávida de uma garotinha. Elijah tá feliz da vida e não larga a morena por um segundo.

Kol e Davina, se casaram há 1 ano e ver Robin e o filho de Rebekah entrarem com as alianças foi a coisa mais linda que já vi. Ian não quis entrar pois era muito tímido, já os dois eram completamente aparecidos e brigaram com a filha de Rebekah também para quem iria entrar na igreja. Davina se encontrava grávida de um menino, sua barriga estava enorme, quase 9 meses.

Matt e Rebekah tiveram uma linda garotinha, Candice, duas semanas depois de Caroline e eu. Porém, uma mulher que estava ao quarto ao lado do seu, que ficou quando ganhou bebê, tinha falecido no mesmo dia que ganhou o bebê. A mulher, Zoey, era mãe solteira e seu filho tinha nascido 2 meses antes de Caroline e eu termos tido os gêmeos, mas o garoto precisou ficar encubado. Zoey não tinha família e Matt e Rebekah adotaram o pequeno garotinho, Barney.

Klaus e Caroline, viviam em um casamento inacreditávelmente perfeito, suas "brigas" eram apenas diálogos cômicos, o casal de loiros, se amavam pra caramba e qualquer um conseguia ver isso. Camille por sorte, deixou os dois em paz e fiquei sabendo que estava casada com um canadense rico. Os gêmeos do casal, Nina e Joseph, eram completamente opostos. Joseph era a cópia fiel de Klaus, já Nina, tinha os cabelos loiros escuros, quase castanhos, assim como seus olhos. 

E bom, Damon e eu.. Não podíamos estar melhores. Depois que tive os gêmeos, renovamos os votos e mudei meu sobrenome. Não podíamos estar em um relacionamento melhor. Damon me amava, assim como eu a ele. Nossos filhos, assim como os de Car e Bekah, já estavam com quase 5 anos, menos Barney que fizera 5 há poucas semanas.

Robin: Mãe, mãe, mãe. - veio chorando até mim, me tirando dos meus pensamentos. - O Ian puxou meu cabelo. 

Lena: Ian! Você fez isso? - perguntei calma, ficando da altura dos dois.

Ian: Fiz! Mas porque ela me bateu primeiro, mamãe. - cruzou os braços.

Lena: Por que você bateu no seu irmão, Robin?

Robin: Porque ele pegou a minha boneca, mamãe.

Ian: Você tinha me chamarado de chato. 

Robin: Porque você é um chato. Chato e bobo! - deu língua e Ian repetiu o gesto.

Lena: Os dois parem agora. - elevei um tom de voz. - Ian, não se pega a boneca da sua irmã. - o garotinho fez bico. - E Robin, não pode bater no Ian por causa disso, nem chamar ele de chato. - expliquei. - Agora os dois se abraçando e pedindo desculpas. - Os dois nem se moveram. -Eu vou precisar repetir?

Robin/ Ian: Desculpa. - se abraçaram.

Lena: Cadê o "eu te amo"?

Os dois bufaram.

Robin/ Ian: Eu amo você. - se abraçaram de novo.

Lena: Agora sim. - sorri.

Robin: Mãe, cadê o papai?

Lena: Foi no mercado. Já deve estar chegando. - nesse momento, a porta foi aberta e Damon entrou por ela carregando algumas sacolas.

Os gêmeos gritaram e foram até Damon, o abraçando. Com o braço livre, Damon pegou Robin e deixou as sacolas em cima da mesa da cozinha e então pegou Ian com o outro e se aproximou de mim.

Dam: Oi amor. - me beijou por breves segundos.

Robin/ Ian : Eca. - cobriram os olhos.

Poucos instantes depois, a porta foi aberta e Caroline e Rebekah entraram por ela com seus filhos.

Barney: ROBIN! - correu até Ian e este colocou os filhos no chão. Barney sorriu e abraçou a menina. 

Dam: Um metro de distância, por favor. - separou os dois, fazendo Caroline e Rebekah rirem.

Lena: Deixa a menina. - Ian fez bico. 

Ian: Ninaaa. - abraçou a menina que riu, beijando a bochecha do menino.

Dam: Esse é o meu garoto. 

Lena: É assim então, Salvatore?- arqueei uma sombracelha. - Acha ruim que Robin e Barney se abracem mas se Ian abraça Nina você elogia? É isso mesmo?

Car: Machismo isso, Salvatore.

Dam: Robin é minha princesinha e Barney é um ogrinho que quer tirá-la de mim.

Bekah: Olha como fala do meu filho, desgraça.

Car: Eles são crianças. 

Lena: E são primos. - disse óbvia.

Dam: Jospeh e Candice também mas olha isso. - apontou para os loirinhos que estavam de mãos dadas.

Car: Para de ser retardado, eles são crianças, embuste. - deu um tapa na cabeça dele.

Dam: Sua desmiolada!

Car: Não acredito que somos irmãos.

Dam: Não somos, você foi adotada. - Caroline deu outro tapa na cabeça dele. - Onde estão Matt e Klaus?

Car: No carro.

Lena: Por que vieram aqui? - perguntei já que os homens não entraram.

Car: Ah, verdade. Tinha me esquecido. - bateu na própria testa. - A bolsa de Davina estourou há uma hora. - disse com um ar de naturalidade, como se fosse a coisa mais normal do mundo.

Lena: E você só avisa agora?- arregalei os olhos. - Vamos pro hospital. - peguei Robin no colo e todos saímos correndo em direção aos carros. Ian foi no carro de Car junto com Nina. Joseph foi junto com Candice no carro de Bekah. E Barney veio no meu carro e de Ian junto com Robin.

Minutos depois, todos chegamos ao hospital e uma recepcionista disse que poderíamos assistir ao parto do lado de fora. Quando o parto começou, parecia uma feira do outro lado do vidro, onde estávamos, estava todos os Mikaelson e Salvatore ali. 

Pensa numa bagunça

Todo mundo grudadinho

 Tirando as crianças, isso aqui tá tipo uma suruba

Damon bem atrás de mim

Humm

Aí foco

Difícil isso

Quando você está há 4 DIAS, repito 4 DIAAAS sem transar por causa que seus filhos não entendem a palavra privacidade ou como é mesmo aquele ditado " cama dos pais é somente a cama dos pais".  

Depois de alguns pensamentos nada decentes na minha cabeça, voltei minha atenção ao parto de Davina que os médicos acabaram de abrir a barriga dela.

Quando o sangue começou a aparecer, eu me senti enjoada. Meu Deus, meu parto foi assim?

Senti meu estômago embrulhar e saí de perto de todos, indo até uma lixeira mais próxima, e ali coloquei todo o meu almoço pra fora. Senti mãos segurando meu cabelo e após terminar de vomitar, vi Damon com uma cara preocupada.

Dam: Você tá bem?

Lena: Sim, só o sangue que me deixa enjoada. - fiz uma careta.

Dam: Não sei, não. Qualquer coisa consultamos um médico agora mesmo.

Lena: Relaxa, okay? - Damon assentiu a contra gosto e me deu um beijo na testa. Disse que iria sentar nas cadeiras da recepção e assim o fiz.

Damon veio atrás de mim e se sentou ao meu lado, apoiei minha cabeça em seu ombro e suspirei, sentindo minha cabeça começar a pesar.

Dam: Ainda acho que você tem que ir ao médico. Já estamos aqui mesmo. - fez carinho nos meus cabelos.

Lena: Não precisa. - sorri. Damon começou a me encarar e eu senti que estava começando a ficar vermelha. Incrível como mesmo com todo esse tempo junto de Damon, ele ainda tinha esse poder sobre mim. - O que foi?

Dam: Só estava te admirando. - passou o dedo pelas minhas bochechas. - Pensando no quanto eu tenho sorte por ter você ao meu lado. Eu amo tanto você, amor. 

Lena: Você também não faz ideia do tamanho do meu amor por você. Te amo tanto. - sorri com os olhos marejados.

Dam: Estarei sempre do seu lado. Te apoiando em tudo que precisar. Porque eu simplesmente amo você.

Lena: Promete.. Promete nunca me abandonar?

Dam: Prometo! - finalizamos com um beijo cheio de sentimentos.


Notas Finais


ANTES DE QUALQUER COISA
SIM, VAI TER SEGUNDA TEMPORADA UHUU
parei AKAKAKAK ela vai se chamar "Saving the Marriage"
Ainda não tem data de lançamento mas comunicarei aqui..
Espero vocês lá ✨
E quem não quiser acompanhar, (e quem vai tbem) obrigada por terem chegado até aqui comigo, todos os views, os comentários, o carinho, MUITO OBRIGADA
VOCÊS SÃO FODAS! ❤
Beijinhos ❤🍭


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...