História Caso Walters - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Nina Dobrev, One Direction, Originais
Tags Ação, Romance, Violencia
Exibições 5
Palavras 1.201
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoal!
Esse é meu primeiro livro, então estou aberta a críticas (de um modo saudável).
Sou uma pessoa com bastante imaginação, então se você gosta de fanfics com uma história interessante é só rola para baixo.
Boa leitura ;D

Capítulo 1 - Lillyan Walters


Fanfic / Fanfiction Caso Walters - Capítulo 1 - Lillyan Walters

#Lillyan

Quando era criança sempre tinha dificuldade em fazer amigos, isso porque o trabalho dos meus pais exigia que estivéssemos sempre viajando. A vantagem era que a todo momento estava conhecendo lugares novos, a desvantagem era que eles eram agentes, o que era uma correria e um grande perigo. O que nos levou a uma única solução, ir morar longe de meus pais aos quinze anos. Passei a morar com minha tia May, no começo era solitário até que Valerie veio morar conosco.

- Vamos? Já está pronta? 

Valerie bate na porta enquanto estou em pé em frente ao espelho tentando arrumar meu cabelo. 

Todos os dias seguimos a mesma rotina, acordamos cedo passamos no café e depois vamos direto pra escola, e depois pra casa ou algum restaurante comer. Quando me disseram para aproveitar a vida não sabia que eram que se referiam.

Peguei minha bolsa e dei uma última olhada no espelho.

Desci as escadas correndo e lá estava Valerie com as chaves na mão me esperando em frente a porta.

- Rápido. - Diz ela me apressando.

- Garotas cuidado, e se forem sair me avisa.

- Calma tia May, já temos dezessete anos. - Fala Valerie.

Valerie Collins era filha de um dos melhores amigos de trabalho do meu pai. Desde que fomos morar juntas ficamos bastante íntimas.

- Mesmo assim.

- Tchau tia. - Dou um beijo em seu rosto e saio.

Tia May era uma pessoa legal, ela irmã mais velha do meu pai. Olhando assim você a vê como uma senhora chegando aos quarentena anos toda meiga e indefesa, mas poderia afirmar que isso ela não era. May Walters era aposentada no FBI, participou de várias missões importantes no meio do tráfico, sem contar com o seu lindo prestígio em tecnologia. Deve ter sido esse motivo pelo qual meu pai como confiou minha segurança.

Valerie e eu adorávamos o cappuccinos do Starbucks, então era costume passar lá todos os dias de manhã.

Enquanto ela ia comprar nosso café resolvi ficar no carro e espera-lá.

Fiquei distraída por dois minutos ouvindo uma música dá qual desconhecia o nome, até que avisto pelo espelho retrovisor um homem olhando fixamente para meu carro. Tentei agir e pensar normalmente, aliás ele só estava olhando fixamente para meu carro, nada de estranho nisso, não é mesmo? Com toda certeza era estranho.

Com toda discrição vigiei a figura pelo me espelho. Se passaram cinco minutos e ele parecia pesquisar e observar meu carro.

Estava tão concentrada no que estava acontecendo lá fora que tomei  susto com a porta do meu carro se abrindo.

- Aí que sua Valerie. - Digo colocando a mão no coração.

- Nossa, tudo bem?

- Dei mais uma olhada para trás tentando achar o homem, mas não encontrei.

- Está sim.

- Então vamos.

- Então vamos.

Nós estudávamos em escola pública, ainda que meus pais ganhavam bem para pagar uma escola particular sabia que estudar em uma rede pública poderia me trazer uma educação boa.

Ser a aluna mais popular da escola com certeza não fazia parte da minha vida, eu poderia me encontrar no meio deles, mas nunca fazer parte.

- Vai ter uma festa hoje na casa da Anne, e fomos convidada. - Fala Valerie enquanto andamos pelos corredores da escola indo até nossos armários.

- Não posso ir, tenho que fazer um resumo de inglês.

- Está me dizendo que terei que ir sem você, minha companheira?

- Chama a Lorena.

- Não, eu quero ir com você, andar com ela é como se eu tivesse acompanhada de uma completa estranha, sem contar que ela não sabe beber sem passar vergonha. - Diz me fazendo rir.

- Tá bom, eu vou com você, vou fazer meu resumo na cafeteria e depois te encontro lá.

- Muito obrigado. - Diz abrindo seu armário e pegando alguns livros. - Te encontro na hora do almoço?

- Tudo bem.

Andamos para lados opostos. Ia me preparando para a aula dos horrores, filosofia, eu era incapaz de entender essa matéria, isso porque o senhor Tuner vivia pegando no meu pé. Antes que pudesse entrar acabei esbarrando em alguém e deixando meus livros caírem.

- Desculpa, não tinha te visto. - Me abaixo para pegar os livros.

- Deveria olhar por onde andar.

Levantei meu olhar e lá estava o mesmo ser qual havia me pagiado enquanto esperava Valerie na cafeteria.

Naquele momento estava assustada, estaria ele me perseguindo?

- Não vai acontecer novamente.

Entro com rapidez em minha sala e sento meu lugar, pedindo Adeus que essa fosse mais uma coincidência do destino. 

A aula toda estava sendo um tormento para mim, além do olhar do professor sobre podia sentir a do ser desconhecido do outro lado da sala. 

- Bom primeiramente queria dar boa vinda para senhor Harry Styles, espero que goste da escola. 

Harry Styles, então esse era seu nome. Dei uma bela observada em seu perfil, aproveitando que estava distraído no assunto do professor. Ele tinha belos olhos verdes, sem contar pela estrutura impecável do rosto, realmente era muito bonito. 

- Vou aproveitar o máximo senhor. 

Os minutos passavam como uma tortura para mim, era como aquelas duas aulas durariam uma eternidade. De modo disfarçado (ou pelo menos achava que estava sendo) olhava em direção a Harry afim de tentar saber algo mais sobre ele, algo que deixasse transparecer só de olhar. Mas toda vez que dava um espiada lá estava ele me olhando, então antes que o clima ficasse mais tenso do que já estava resolvi parar de olhá-lo. 

Quando o sinal finalmente tocou, recolhi meu material e saí o mais rápido que podia para a aula de história. Achava que mais nada podeira me atrapalhar, sem olhares constrangedores no meio da aula, sem me preocupar com o quem estava do outro lado da sala. Mas infelizmente Harry Styles havia se fixado em minha mente como um hospedeiro, não conseguia parar de pensar o porque de me observar tanto.

A hora do intervalo havia chegado, quem sabe Valerie poderia tirar essas ideias malucas de minha cabeça. Depois de pegar meu almoço procurei por ela em todo refeitório, até que finalmente a encontrei sentada em uma mesa sozinha (o que era um milagre). 

- Aí está você. - Falo puxando uma cadeira para me sentar. - Preciso te contar uma coisa. 

- Sou toda ouvidos. 

- Na hora que fiquei sozinha no carro quando fomos na cafeteria tinha um cara parado atrás do carro olhando... 

- E daí, tem gente me olhando a todo momento quando estaciono lá, é normal. 

- É, só que foi muito estranho, e o agora ele estuda aqui e estou... 

Parei de fala assim que o vi passando no meio do refeitório acompanhado de um garoto alto dos cabelos escuros.

- É aquele ali.

- Zayn?

- O que? Do que está falando?

- Zayn Malik, ele e o amigo dele são novos aqui.

- Dá onde você o conhece?

- O conheci na fila do café e nas aulas de geografia. Menino simpático, bonitão.

- Você não acha que é muita coincidência eles estarem no mesmo local que a gente?

- Meu Deus Lillyan, isso aqui é Nova York, esbarrar em alguém a todo momento é normal.

Ela tinha razão, eu tinha que parar com essas paranóias, não havia nada demais nisso.


Notas Finais


Espero que tenham gostado ❤
Sua opinião conta muito.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...