História Casos de Família - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Dan, Daniel Silvânia, Sil
Exibições 11
Palavras 993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 8 - Sil ver Daniel, Daniel ver Sil


Edgar e Sil ficam conversando um pouco.

Edgar: amo ter você assim, inteira.

Sil: você me faz bem, Edgar.

Edgar: muito ou pouco?

Sil: muito, muito,muito.

Edgar: hum, assim eu gosto.

Sil: vamos levantar pra almoçar?

Edgar: tem certeza?

Sil: sim, estou com fome e tenho que voltar pra escola.

Edgar: volta não, fica comigo hoje.

Sil: ta muito manhoso.

Edgar: fica...

Sil: tá bom, vou ligar pra Suzana pra ela cuidar de tudo lá, mas vamos almoçar que eu tô com muita fome .

Edgar levanta e ajuda Sil, eles se veste e descem, eles almoçam e voltam pro quarto, eles ficam deitados conversando.

Edgar: eu tenho muita sorte, você é uma mulher maravilhosa, inteligente, doce, sexy, uma mulher completa que podia ter escolhido qualquer outro homem, mas você me escolheu.

Sil: você que me escolheu ( Sil rir)

Edgar: mas você quis ser escolhida.

Sil: você não existe, tão paciente comigo, não me deixou mesmo eu não podendo te dar o filho que você tanto quis.

Edgar: a gente tem o Lucas, nosso filho, meu e seu.

Sil beija Edgar e faz carinho no rosto dele. Eles passam algumas horas e esquecem de ir pegar Lucas na escola.

Sil: Edgar, o Lucas!!!!!

Sil: esqueci de ir buscar ele, Edgar.

Ela levanta e corre pra buscar o filho, Sil chega na escola e Lucas tava esperando por ele .

Lucas: mãe, você esqueceu de mim 

Sil: desculpa a mamãe, filho.

Lucas: tava cansado já.

Sil: e aí como foi hoje?

Lucas: preciso de dinheiro.

Sil: pra quê você quer dinheiro?

Lucas: conheci uma menina.

Sil: hum, namoradinha?

Lucas: minha amiga.

Sil: é bonita?

Lucas: é, mas é só amiga.

Sil: qual o nome dela?

Lucas: Isabela.

Sil: huum, Isabela...

Lucas: o menino tava chingando ela.

Sil: por que?

Lucas: por que ela não tinha dinheiro pra comprar o lanche.

Sil: que coisa feia esse menino fez.

Lucas: dividi meu lanche com ela e disse que eu ia levar dinheiro pra ela comprar o lanche dela amanhã.

Sil: que lindo meu amor, tá ficando um homem.

Lucas: meu pai falou que quando a gente convida uma mulher pra jantar a gente é quem paga a conta.

Sil rir...

Sil: seu pai falou isso?

Lucas: foi, a senhora me dá dinheiro?

Sil: claro que sim, convida ela pra gente ir no shopping.

Lucas: e a gente pode assistir filme?

Sil: sim, e comer pipoca e tomar sorvete.

Eles chegam em casa.

Edgar: esqueceram você na escola, filho?

Lucas: é mas amanhã eu vou pro shopping com minha mãe e minha amiga.

Edgar: olha, que bom.

Sil: agora Vai tomar banho.

Lucas sobe pro quarto.

Sil: ele tava me contando que conheceu essa menina e que queria dinheiro, sabe pra quê?

Edgar: pra quê?

Sil: convidou a menina pra lanchar e que você tinha falado pra ele que quando um homem convida uma mulher pra sair o homem que paga a conta.

Edgar: mas é verdade.

Sil: ele tá cada vez mais parecido com você, todo cavalheiro.

Edgar: você podia aceitar um convite pra jantar.

Sil: hum, vai pagar a conta? ( Sil brinca)

Edgar: claro, e depois a gente pode ir pra outro lugar.

Edgar abraça Sil por trás.

Sil: pra onde? ( Sil faz charme)

Edgar: surpresa.( Edgar dá mordidas na orelha de Sil).

Sil: ai, morde devagar.

Edgar: aceita o convite?

Sil: aceito.

A noite Sil se arruma pra jantar com Edgar.

Sil: Estou linda?( Ela dar uma volta, desfilando pelo quarto )

Edgar: maravilhosa!!! 

Edgar chega perto de Sil e cheira o pescoço dela.

Edgar: e cheirosa também.

Sil: vamos?

Edgar: vamos.

Eles seguem até o restaurante, eles sentam na mesa e alguns minutos depois Sil tem uma surpresa, Daniel aparece no mesmo restaurante com Mônica, Sil ver Daniel mas Daniel não ver Sil.

Sil: vamos embora!.

Edgar: a gente acabou de chegar.

Sil: vamos jantar em outro lugar.

Edgar: mas você adora a comida daqui, Sil.

Sil: eu quero ir embora.

Edgar: a gente já pediu.

Sil: cancela o pedido!

Edgar: não entendo você.

Sil: eu tô enjoada.

Edgar: será que... ( Edgar fica feliz achando que Sil tava realmente enjoada e que poderia ser mais uma gravidez)

Sil: pode ser, vamos sair daqui, to muito enjoada.( Sil concorda com Edgar para que ele acredite no enjôo e a leve pra casa)

Edgar: vamos, vou só pagar e a gente vai.

Edgar paga o pedido mesmo não ficando pra jantar, eles vão saindo do restaurante e Daniel ver Sil de costas, ele levanta da mesa e corre até a calçada, ele ver Sil.

Daniel: é ela. ( Daniel fica paralisado vendo Sil entrar no carro)

Edgar e Sil vão embora, Mônica vai até Daniel.

Mônica: aconteceu alguma coisa? Você saiu correndo, me deixou sozinha.

Daniel: desculpa.

Mônica: aconteceu alguma coisa, Daniel?

Daniel: não, não aconteceu nada, vamos voltar a jantar?

Os dois entram no restaurante mas Daniel não toca na comida, ele fica pensando em Sil.

Mônica: não vai comer?

Daniel: oi?

Mônica: você não vai comer?

Daniel: não, eu te acompanho no vinho.

Na casa de Sil Edgar é cuidadoso com Sil e ela fica com a consciência pesada por ter mentido pra Edgar.

Edgar: deita, vou cuidar de você.

Sil: desculpa, a gente ia ter uma noite maravilhosa e eu estraguei tudo.

Edgar: não importa, quero que você fique bem, se você tiver grávida você vai ficar de repouso até o dia do nascimento do nosso filho.

Sil se sente mal por colocar mais uma vez a esperança em Edgar.

Sil: amor, e se não for gravidez.

Edgar: se não for, a gente pode mais uma vez tentar um novo tratamento, não pode?

Sil: não sei se quero mais passar por um outro tratamento.

Edgar: descansa, depois a gente conversa sobre isso.

Os dois se deitam e Edgar logo dorme, Sil não consegue dormir pensando em Daniel. Daniel vai pra casa de Mônica e também não consegue dormir.


Notas Finais


Tá perto dos dois se vêem de perto😏 essa menina amiga de Lucas🙊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...