História Casos e Acasos 2 Temporada - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Carrossel
Personagens Adriano Ramos, Alícia Gusman, Carmen Carrilho, Cirilo Rivera, Daniel Zapata, Davi Rabinovich, Jaime Palillo, Jorge Cavalieri, Kokimoto Mishima, Laura Gianolli, Marcelina Guerra, Margarida Garcia, Maria Joaquina Medsen, Mário Ayala, Paulo Guerra, Personagens Originais, Valéria Ferreira
Tags Carmiel, Cirian, Daléria, Jorgerida, Kobi, Lauriano, Maime, Marilina, Paulicia
Visualizações 404
Palavras 601
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Gente só um aviso ❤ ... Essa temporada vai ser um pouco mais dramática que a outra e mesmo assim espero que gostem..

Capítulo 2 - Miniatura de Marian


*Chamam uma ambulância*

*Vitória da risada da situação mais só a Marian vê*

Marcelina: Vamos Vitória *pega a mão dela e entram na ambulância*

Marian: Você viu isso?.*sorri*

Cirilo: Tudo um caos e a pirralha rindo?

Marian: Exatamente.... Quer saber essa menina lembra muito eu e acho que vai ser mais fácil usar ela do que mata-lá 

*No hospital*

*Marcelina estava na sala de espera*

Vitória: Lina aqui ta chato vamo embora 

Marcelina: Meu amor não podemos ir embora seu primo foi levado direto pra uti e seus pais já estão vindo..

*O Doutor aparece*

Marcelina: Como ele está doutor? *chorando*

Doutor: Vou ser sincero a estado da criança é muito crítico e tiro pegou quase no peito e se seu filho se salvar vai ser um milagre..

Marcelina: Posso ver ele? *chorando*

Doutor: Sim... Você por ser mãe tem permissão.. Mais não pode crianças no quarto *olha pra Vitória*

Vitória: Mais o Edu ta lá 

*O doutor sorri*

Doutor: Bem esperta ela né? E que ele é um paciente é diferente..

Marcelina: Querida fica aqui quietinha que já volto e seus pais e o Mário já estão chegando 

*O doutor acompanha Marcelina até o quarto*

Vitória: Aff que tédio 

Marian: Concordo 

Vitória: Quem é você?

Marian: Uma amiga *sorri* aquele que foi internado era seu irmão?

*Marian sabia muito bem que não era mais queria descubrir tudo sobre Alicia*

Vitória: Não. .. Eu não quero nenhum irmão mais tem um intruso na barriga da minha mãe e não quer sair de la *brava*

Marian: Eu sei o que você pode fazer pra esse intruso ir embora..

*Marian sorri*

*Algumas horas depois*

Marian: Até que gostei da pirralha... Ela tem  um olhar frio pra idade dela é muito parecida comigo..

Cirilo: Se eu não tivesse acompanhado a gravidez da Alicia de perto poderia jurar que a garota é sua e não dela 

Marian: Ainda bem que não é minha eu não quero filhos... E to pensando aqui talvez o Paulo não seja o pai biológico dela... Essa maldade ela puxou de alguém 

Cirilo: Até onde eu sei nunca fizeram exame de dna..

Marian: Mais isso não vem ao caso... O que sei é que da pra usar a garota pro meus planos...

*Casa Marce*

Marcelina: Eu deveria ter ficado no hospital *chorando*

Alicia: O Mário já ta lá Marce... Você precisa descansar..

Marcelina: Se meu filho morrer eu vou enlouquecer Alicia 

Alicia: Ele não vai morrer... *abraça a Marce*

*Alicia leva Marcelina até o quarto e Vitória aproveita a distração do pai e coloca um monte de bolinha de gude na escada igual a Marian pediu*

*Alicia vai descer e escorrega*

*Paulo vê*

Paulo: Meu amor ta tudo bem?

Alicia: Acho que sim..

Paulo: Deita ai que vou chamar um medico pra ver se ta tudo bem...

*Eles tinham um vizinho que era médico*

Doutor: Foi só um susto felizmente tá tudo bem com a mãe e com o bebê... Mais tomem mais cuidado uma queda de escada poderia ser fatal pro seu bebê

Alicia: Eu sei doutor... Vou tomar mais cuidado obrigada *sorri*

Doutor: De nada..

*O doutor vai embora*

Vitória: O bebê ainda ta na barriga da mamãe?

Paulo: Tá sim meu amor..

*Paulo se vira e Vitória faz uma cara emburrada e Alicia vê*

Alicia: Não se alegra do seu irmãozinho estar bem filha?

Vitória: Sim *mente*

Paulo: Que pergunta meu amor porque a Vitória não iria gostar de saber que o bebê ta bem?

Alicia: É ne porque? *desconfiada*

*Alicia começou a ficar preocupada com o comportamento da filha desde que ela bateu na barriga dela*

*Continua*

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...