História Castle - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Seleção
Tags A Seleção, Amor, Castelo, Coroa, Drama, Guerra, Livros, Morte, Ódio, Princesa, Principe, Rainha, Realeza, Rei, Romance, Sexo, Traição
Visualizações 5
Palavras 851
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Luta, Poesias, Romance e Novela, Saga
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei H O R R O R E S, mas to de volta

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Castle - Capítulo 2 - Capítulo 2

Já passou quase um mês do funeral de Chris, e me sinto melhor, eu acho. O palácio já está se preparando para minha coroação, enfeites e conselheiros correm atrás de Eleanor para acompanhar seu ritmo de trabalho, ela é a melhor mesmo. Sebastian está com meus irmãos mais novos, Jeremy e Henri, ele os está ensinando a se portar em um grande evento, essa vai ser engraçada.

“Bom dia filha” meu pai chega na cozinha e me dá um beijo na testa, ele está meio suado, devia estar correndo no jardim.

“Bom dia pai, alguma novidade sobre Wallow?” pergunto enquanto como meu waffle.

“O rei Gerard ligou para mim ontem após o jantar, o filho dele chegará aqui pelo fim da tarde, Thomas tem muito a aprender sobre como governar um país, e isso, sei que você sabe bem, afinal, viu seu irmão estudando a vida toda.” Falar sobre Chris ainda dói um pouco, com o tempo vou me acostumar a ouvir seu nome, eu espero.

“Como é possível alguém com a mesma faixa etária que eu, não saber nada sobre governar um país?”

“Você tem que lembrar, que Wallow é um país que sofreu inúmeras tentativas de golpes, e quase perdeu seu único herdeiro. Gerard está assustado com a ideia de perder seu sucessor, por isso o enviará para ficar um tempo em Morrison, sob nossa proteção”

“Acabamos de perder nosso sucessor, pai, como ele pode pensar que somos seguros?”

“Ele confia em mim, em nossa família, e sabe que a proteção oferecida por este castelo, é muito superior à que tem em toda Wallow. Seu irmão sempre gostou de se sacrificar pelo bem maior, ele morreu como um herói, se juntando aos soldados para proteger esse palácio. Apenas peço para que seja educada e gentil com Thomas, ele não vem para Morrison tem muitos anos, e terá um país em cacos para reconstruir, e não consigo pensar em ninguém melhor para ajuda-lo que você.”

“Está bem, prometo que serei a melhor professora de realeza que já pisou na face da Terra. Obrigada por confiar em mim pai”

“Você é a minha estrela mais brilhante, nunca se esqueça disso Emma, eu te amo muito” ele diz olhando em meus olhos, logo me puxando para um abraço.

“Te amo muito também pai”

--||--

Eu, Seba e Ellie, estamos sentados na grama do jardim, conversando sobre como vai ser depois que me tornar rainha.

“Você vai ser a melhor rainha de todas Em, já te imagino entrando na Abadia, com um lindo vestido, se ajoelhando na frente do Bispo para receber a coroa.” Eleanor como sempre, sonhando acordada e glamurizando toda situação que sou obrigada a passar.

“Não costumo a concordar muito com essa lunática, mas você vai ser uma grande rainha Emma, não tem porque ter medo.”

“Eu sei Seba, eu sei. Não tenho medo, apenas não quero decepcionar ninguém, e esse garoto vindo morar conosco e virando meu aluno, isso é demais pra mim.”

“Mas você sabia que iria vir antes, então por que todo esse show?” indaga Ellie.

“ Antes eu tinha um irmão que seria rei, agora eu vou ser rainha. Entende a diferença?” os dois baixam a cabeça e continuamos a tomar nosso café da tarde em silêncio no jardim.

--||--

Estou no hall de entrada, esperando a chegada da limusine que trará Thomas. Começo a ficar entediada, quando escuto os portões se abrirem e vejo aquele enorme carro preto estacionando em frente a mim. Corrijo minha postura e aliso meu vestido, mesmo não tendo uma dobra de quer nele.

A porta do veículo é aberta e de lá saiu um jovem alto, de cabelos louros arrumados em um perfeito topete, pelo menos ele tem presença, um ponto ao seu favor.

“Vossa Alteza, sou a princesa Emma Marie Di Valior Crown, sua futura rainha. É uma honra recebe-lo em nossa casa.” Faço uma leve reverência com a cabeça, que é logo repetida por ele.

“Vossa Alteza, sou o príncipe Thomas  Antony Smythe, futuro rei de Wallow, tenho que lhe agradecer imensamente pela boa vontade de sua família, em me abrigar em sua casa, e a honra é toda minha, por estar perante a senhorita. Trago comigo as condolências de minha família pela tragédia que aconteceu recentemente em Morrison.” Me sinto levemente desconfortável com tanta formalidade. Me retraio de maneira discreta ao ouvir a palavra ‘tragédia’, logo retomo minha fala.

“Agora que foram feitas as deveras apresentações, vou lhe apresentar seus aposentos” o guio pelo castelo até o terceiro andar, em uma porta em frente a minha, a abro e adentro o recinto “aqui será o lugar onde poderá descansar, tem permissão para decorá-lo como quiser, não sabia do que gostava, então trouxe três tipos de chocolates de boas-vindas, ao leite, com passas e amargo. Esqueci de algum?”

“Não, não esqueceu de nada, apenas quero que pare de bancar a majestade e aja normal, não aguento mais tantos protocolos” ele dá uma leve risada me fazendo rir também.

“Ótimo, não aguentava mais. Venha, largue essa pasta e vamos até o salão Newsome, quero que conheça meus amigos”

--||--
 


Notas Finais


Prometo que posto com mais frequência <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...