História Casual - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Jay Park
Personagens Jay Park
Tags Aomg, Cha Cha, Gray, Jay Park, Loco, Simon, Ugly
Exibições 42
Palavras 2.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oh girl look at you baby almost looking' flyer than me
And I got that gold rollie with the bezel and louie vuitton
On my body
And I know that shit don't impress yah
So no bull shit girl nothin' extra
I ain't with playing' games
I wanna take you home I'm just being frank oh yeah

I've been fantasying about you girl all night
Put yo panties to the side if it's alright ( All I Wanna do - Jay Park)

Tradução:

Oh garota, olhe para você, quase tão avoada quanto eu
E eu tenho um Gold Rollie com Bezel e Louis Vuitton
Em meu corpo
Eu sei que essa merda não te impressiona
Então, vamos deixar de besteira, nada de extra
Garota, eu não estou jogando
Quero levar você para casa, estou apenas sendo franco Oh yeah

Eu estive fantasiando com você garota, a noite toda
Coloque sua calcinha pro lado, se estiver tudo bem.

Capítulo 1 - Sex without commitment? ( Sexo sem compromisso?)


Fanfic / Fanfiction Casual - Capítulo 1 - Sex without commitment? ( Sexo sem compromisso?)

Bom prazer meu nome é Valentina tenho 23 anos, brasileira, carioca mas não daquelas de sotaque forte, cabelos... cor indefinida cada mês que passa pinto meu cabelo de cores que minha alma reflete. Corpo... pareço um gibi, tatuagens amo tatuagens, tem várias espalhadas pelo corpo, como a marca da brasileira e ter corpo esbelto, eu tenho peitos médios, cintura fina e bunda grande, muita gente fala que eu daria como uma ótima modelo, e vim para Seul realmente por causa disso. Tenho uma avó que mora aqui, e quando ela viu sua neta com o corpo parecendo um gibi antes de eu pisar o pé na casa da veia ela me chotou de lá antes de eu entrar no carro. Como eu tinha dinheiro, aluguei um hotel por uma noite a no outro dia fui procurar emprego mais adivinha? quem precisa de uma menina tatuada, e que não fala coreano? exatamente ninguém, mas para a minha sorte astral tinha uma pessoa que precisava, Jay Park, sim um retardado, cheio de si, sem educação e confesso que muito gostoso. Bom e agora eu to aqui na casa dele, trabalhando como "empregada", na verdade nem me chamo de empregada, durmo aqui, como a comida que ele compra, e sou livre pra sair quando quiser, só tenho que manter a casa arrumada e a comida pronta, não preciso usar uniformes feios e nem nada. E você deve esta se perguntando: "Como a Valentina acha ele ignorante?" simplesmente por ele ser, ele só deixa eu comer a comida dele por sabe que além de eu poder envenenar ele, como ele come  por muitas vezes fora a comida pode acabar estragando. São 20:30 eu estou estudando, sim o dinheiro que o Jay me paga, eu pago uma faculdade de design, estou estudando na mesa da sala.

Enquato Jay está na sala com seus amigos que são até mais gentis do que ele, Jay como sempre se gabando sobre as mulheres que ele come toda noite.

Jay: Valentina! _ Ouço Jay me chamar, não termino de estudar hoje tão cedo, vou até a sala e vejo o que ele quer.

Eu: O que você quer mala? _ Sim, eu trocava farpas com ele toda hora, ele aceitava isso de boa, nunca me demitiu.

Jay: Pega um Wisky pra mim?

Eu: Por que você não levantou e pegou? Eu estava fazendo algo importante. _ Fui até a cozinha eu estava realmente estressada, cansada, peguei o Wisky dei na mão dele.

Jay: Oooh educadinha não vai falar com o pessoal não? 

Eu: Iae pessoal, como vão? _ Disse revirando os olhos.

Gray/LOCO/CHA CHA: Oii _ Quando me virei, para ir embora ouço Gray me chamar.

Gray: Valetina, senta ae.

Eu/Jay: O que?

Gray: Jay a mina ta cansada.

Eu: To não valeu.

Jay: Viu.

Gray: Porra Valentina, senta ae, vamos conversar um pouco. _ Eu sentei de frente para eles.

LOCO: Da onde você vem? 

Eu: Brasil, Rio de Janeiro, Morro do Vidgal.

Gray: Sabia que era brasileira.

Cha Cha: Como descobriu Gray?

Gray: O corpo dela, muito bonito e cheia de curvas. _ Fiquei envergonhada, estava usando um short curto com um croped então meu corpo estava bem exposto. _ Belas tatuagens, fez todas no Brasil?

Eu: Sim, meu ex namorado era tatuador, ele praticamente era dono do meu corpo então eu deixava ele fazer o que quiser de tatuagens.

Jay: Já peguei melhores! _ Jay disse olhando pra TV, eu apenas me levantei e sai rindo.

Gray: Fica mais um pouco? 

Eu: Pra que? A metade da mina que o Jay pega e ele batendo punheta no banheiro de madrugada.

LOCO: Que isso _ Todo mundo riu.

Jay: Quem disse que eu faço isso.

Eu: Eu ouço você gemer, tanto que um dia gemeu meu nome! "Oooh Valentina" _ Imito ele gemendo _ Mas que pena que você já pegou melhores.

Jay: Se é pra lavar roupa suja, vamos começar no dia que eu ouvi você gemendo dentro do teu quarto, tava fazendo o que em brincando de DJ.

Eu: Não! Tava com um homem mesmo, coisa que nessa casa faz falta. Tchau rapazes e Jay.

Cha Cha: Quanta agressão por segundo. 

Gray: Nossa sentiu esse tiro. 

LOCO: Tô sentindo até gosto do sangue.

Depois dessa DR de patrão e funcionaria com o Jay, voltei a estudar, passou menos 30 minutos a cabeça do Jay aparece no balcão que dividia a sala com a cozinha.

Jay: Educadinha, vou levar o pessoal até a garagem.

Eu: Tanto faz, se quiser vai com eles também.

Jay: Na fila da educação você passou varias vezes em. 

Eu: Tchau Jay!

* JAY ON*

Enquanto estávamos no elevador os meninos começaram a falar.

Gray: Em você tem o número da Valentina ai no seu telefone? 

Eu: Tenho, por que? 

Gray: Me passa o número dela? 

LOCO/CHA CHA: Eu também quero!

Eu: Não mesmo.

Gray/LOCO/ Cha Cha: Aaaah, vacilão. 

Gray: Jay você está tão fraquinho que ela precisa de vir com outro homem pra sua casa? 

Eu: Me respeita. Só não fiz nada com ela por que não quero.

LOCO: Aham sabemos. Nem se você quisesse ele iria querer algo com você, você é muito fraquinho.

Cha Cha: Fraquinho ele não é!

Eu: Obrigado Cha Cha

Cha Cha: Você ouviu o que a Valentina falou, o braço da punheta nem descansa. _ E todos voltam a rir, chegamos na garagem e os caras foram embora, e eu subi. Fiquei pensando no que a Valentina falou, eu realmente estava disposto a mostrar pra ela que tinha um homem naquela casa.

Ao entrar me deparo com a Valentina de quatro pra mim limpando o chão, Gray tinha razão ela era gostosa e muito bonita. 

Eu: O que você está limpando?

Valentina: Deixei vinho cair no chão! _ Ela falou ainda de quatro pra mim, aquilo estava me deixando animado

Eu: Vinho? Eu não comprei vinho. 

Valentina: Mais eu sim. Eu comprei pra comemorar algo mas escorreguei e o vinho caiu encima de mim. _ Ele levantou e se virou pra mim seu croped branco quase transparente estava sujo de vinho, eu podia o bico dos seus seios exaltados, sai dos meus pensamento. _ Jay para de olhar para os meus peitos.  _ Ela tampou os mesmos ao pressionar parecia maior, eu desviei o olhar.

Eu: Você me constrangeu hoje, falando que não tinha homem nessa casa.

Valentina: Mas não é verdade _ Ela virou jogando os cabelos, com um degrade de rosa para o azul, eu achava ela maluca de pintar os cabelos varias vezes. Ela saiu rebolando e eu não resistir fui atras dele e colei o corpo dela no meu, ela pelo visto gostou e começou a rebolar, pressionei o corpo dela cada vez mais perto do meu para ele sentir o volume que estava em minha calça de moletom cinza, ele deu um suspiro, sabia que ele tinha gostado.

* JAY PARK OFF*

* VALENTINA ON *

Eu queria brincar com Jay e não ir pra cama com ele, ele acha que sou fácil assim? Ele começou a beijar meu pescoço e eu me vire pra frente dele, passei minha mão em seu membro por cima da calça, ele soltou um gemido, coloquei minhas mão por dentro da sua blusa e senti seu corpo definido logo fui com a boca até o seu ouvido e falei.

Eu: Eu vou dormir, boa noite. _ E dei um beijo no canto da boca quando eu já estava indo, Jay me pega pelo braço e me junta nele novamente, passando a mão pela minha intimidade me fazendo soltar um suspiro, eu tinha que me controlar, ele logo falou em meu ouvido:

 

Jay: Preciso de gastar energia. _ Eu respondi ele.

Eu: Não seja por isso a rua está ali fora. Beijos _ Dei um selinho nele. E logo virei completando o resto da frase... _ Quem sabe outro dia Jay._ E entrei para o banheiro, tirando minha roupa fui para um banho gelado, acalmar aquele fogo. _ Logo depois ao sair do banheiro só de toalha bato de frente com o Jay que puxa a minha toalha me deixando nua.

Eu: Porra Jay! Me devolve.

Jay: Quem sabe outro dia. Ele entrou no banheiro me deixando pelada para fora do banheiro, fui para o meu quarto na pontinha dos pés ao tentar abrir a porta... estava trancada.

Eu: Droga Jay! _ Se ele queria brincar era o que eu ia fazer, fui para o quarto dele e peguei um blusão dele escrito "In This Bitch", uma musica dele, e deitei em sua cama macia e fiquei por lá mexendo no celular, Jay entra no quarto e olha pra mim deitada em sua cama.

Jay: Essa blusa é minha.

Eu: Sorry agora é minha, fica melhor em mim! _ Jay me olha de cima a baixo.

Jay: É com certeza! 

Eu: Eu vou dormir deste lado. 

Jay: Este lado é meu! 

Eu: Por favor Jay _ Disse fazendo bíquinho.

Jay: Quando você quer você consegue ser bem meiga né! Pode ficar, mas te aviso que eu gosto de dormir pelado! _ Jay tira sua toalha ficando como veio o mundo, não consegui não parar de olhar, e olhei no olhos dele e falei, também gosto. Eu levantei na frente dele e tirei a blusa que estava, ficando nua na frente dele, Jay reparando em cada tatuagem, cada pedaço do meu corpo. Jay avançou em mim, me colocou na cama minhas pernas se envolveram em sua cintura. Senti ele passar seu membro perto da minha intimidade, eu recuei, ele me puxou falando:

Jay: Sei que você quer que eu te foda nessa cama agora!, eu posso realizar sua vaidade.

Eu: Não quero ser uma foda pra você Jay _ disse separando meu corpo do dele. _ Agora me dá a chave do meu quarto, por favor levantei e coloquei a blusa dele em meu corpo.

Jay: E quem disse que eu quero que você seja apenas uma foda? Quero mais que isso. 

Eu: O que você quer?

Jay: A partir de hoje que você durma nessa cama comigo, vamos ser amigos coloridos.

Eu: Sexo sem compromisso? 

Jay: Se você quiser, ótimo. 

Eu: Ok então!  _ Fui pra cima de Jay, beijando, e colocando em desejo tudo que eu queria fazer com ele, ele ficou por cima de mim me penetrando, suas investidas eram cada vez mais fortes, suas mãos envolvendo minha cintura.

Eu: Aaaaah Jay, mais rápido. _ Gemi alto seu nome dava para ouvi até na casa dos vizinhos.

Jay: Isso geme meu nome. _ Logo ele atingiu meu ponto G, e logo ele tirou seu membro de dentro de mim e gozando.

Ele deitou do meu lado, e me beijou.

Eu: Até que você não é tão fraco. 

Jay: E você é muito gostosa, _ Ele chegou perto do meu ouvido! _ Você gemendo meu nome e fantástico.

Eu: Aaaah Jay _ Fingi um gemido e vi ele se arrepiar. _ Preciso de uma banho.

Jay: Eu vou com você. 

Fomos para o banheiro tomamos o banho e saindo do banheiro troquei o lençol da cama, e coloquei a blusa do Jay. 

Eu: Jay a chave do meu quarto.

Jay: Eu estava falando serio sobre, você dormir comigo.

Eu: Jay, sexo sem compromisso! Lembra.

Jay: Talvez eu não queira algo sem compromisso. 

Eu: O que você quer então? 

Jay: Quero namorar você.  _ Jay sentou na cama e me puxou para sentar no colo dele.

Eu: Tem certeza disso? Eu sou complicada de lidar!

Jay: Eu me acostumo. Só que não quero Gray, LOCO, Simon e Cha Cha te desejando ou então pedindo seu número. 

Eu: Ta Bom Jay! 

Jay: Dá pra você me chamar de amor? 

Eu: Não! Isso é muito Gay.

Jay: Ok, então podemos dormir...

Eu: Vamos? Estou morta de casada e minhas pernas estão doloridas...

Jay: Será que por que?.

* Jay on * 

Criei coragem e pedi ela em namoro, só de pensar o Gray dando encima dela e tals, não dava, queria ter ela só pra mim. Dormimos agarradinhos um virado pro outro a perna dela em minha cintura, eu de cueca e ela só com minha blusa.


Notas Finais


Fiquem ligados, que tem mais capítulos dessa fic <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...