História Catch Me - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Demi Lovato, Elizabeth Gillies, Enrique Iglesias, Fifth Harmony, Little Mix, Lorde, One Direction, Zayn Malik
Personagens Camila Cabello, Demi Lovato, Elizabeth Gillies, Ella "Lorde" Yelich-O'Connor, Harry Styles, Jade Thirlwall, Jesy Nelson, Lauren Jauregui, Leigh-Anne Pinnock, Liam Payne, Louis Tomlinson, Normani Hamilton, Perrie Edwards, Zayn Malik
Tags Amor, Bissexual, Demi, Drama, Edwards, Fanfic, Hot, Imagine, Interativa, Lésbica, Lovato, Orange, Perrie, Romance, Traição, Yuri
Visualizações 143
Palavras 1.505
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção Científica, Orange, Policial, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boaaaa leitura minhas amores lindas ❤

Capítulo 10 - Antigos amigos ou não


Perrie ainda dormia quando eu acordei. Fiquei a observando por alguns minutos e depois dei um selinho nela. Me levantei e caminhei até o closet colocar um biquíni preto e uma saída de banho branca.

Fui na cozinha e comi uma maçã enquanto esperava Perrie descer, mas nada dela, com certeza ainda dormia, eu nunca vi uma pessoa dormir tanto assim.

— Azar dela — dei de ombros e caminhei em direção a piscina.

Retirei minha saída de banho e larguei em cima de uma cadeira que havia ali. Pulei na piscina e fiquei nadando, estava com saudade disso, fazia tempo que não nadava ou relaxava, eu brigo com a Perrie por ela trabalhar muito, mas eu faço a mesma coisa, às vezes até pior só que a diferença é que não saio da cidade, mas praticamente moro no meu escritório, acho mais fácil levar uma cama e algumas peças de roupa para lá.

Escutei buzina de carro então sai da piscina e coloquei minha saída de banho. Caminhei até a porta e abri, havia dois carros parados no meu pátio, que era aberto na frente, por conta que a casa fica em um condomínio luxuoso e por isso não tem muros, apenas nas laterais e atrás para delimitar o terreno.

— ANJOOOOOO — gritou Lauren ao me ver. — Que saudade — me abraçou forte e eu retribui na mesma intensidade, e não ligamos para o fato de eu estar com água escorrendo pelo meu corpo. — Quanto tempo!

— Mais de dois anos — sorri fraco.

— Não deveria ter se mudado de Miami para L.A — reclamou.

— Me arrependo, porém, foi ótimo para os negócios.

— Só pensa nisso — socou meu ombro de leve.

— Oi (Seu apelido) — disse Camila.

— Mila — a abracei forte. — Da última vez que a vi estava grávida, e aliás, o baby Shawn está lindo.

— Tem que ver ele pessoalmente — disse e eu a soltei do abraço.

— Preciso ver ele, pelas fotos já é lindo, imagina pessoalmente, ainda bem que tem os olhos da mamãe ali — apontei para a Jauregui.

— Só isso mesmo — reclamou Lauren. — É latino puro — nós rimos.

— Quem está ali no outro carro? — perguntei observando o carro preto que também tinha películas pretas, o que me impedia de ver quem estava dentro.

— Segura o coração, anjo — disse Lauren segurando meu ombro e olhando fundo nos meus olhos.

— Anh? — foi a única coisa que saiu dos meus lábios.

— Cadê a Perrie? Sorte dela não estar aqui fora com nós — disse Camila.

— Como assim? — perguntei.

Zayn saiu do carro com um sorriso lindo, seu topete não existia mais, ele optou por um corte de "homem sério" um pouco cumprido e barba rala, embora esteja quente, estava de camisa social e calça jeans.

— (Seu nome) — me abraçou forte e eu retribui. — Faz tempo, ein?

— Muito tempo mano, venho sozinho? Perrie disse que traria sua namorada, quero conhecer a sortuda — perguntei enquanto cutucava sua barriga como costume do colegial, mas que com o passar dos anos ficou mais dura e definida.

— Não vim sozinho, a Demi venho comigo, mas está falando com a mãe dela no telefone e achou melhor não descer agora por isso — respondeu ele. Demi? Oi? Não pode ser a Demi, a Demi Lovato, não, ela não, por favor.

Olhei para Lauren que sorria forçado e com cara de preocupação para mim. Ah não, é a Demi Lovato com certeza, só pela reação da Lauren e o sorriso cínico de Camila.

Deus o que eu fiz para merecer isso? ME LEVA. Droga, não levou. AH ME LEVA. POR FAVOR, EU NUNCA TE PEDI NADA, MENTIRA PEDI SIM, MAS. ME. LEVA.

— Vamos entrar? — perguntou Camila.

— Vamos — disse Lauren entrando junto com ela. — Vamos acordar a Perrie — avisou.

— Mana, ajuda a Demi com as malas, por favor? Tem pouca coisa, é que eu preciso do banheiro — disse descendo a mão até o seu amiguinho Malik.

— Ajudo — falei e sorri fraco.

Zayn correu para dentro de casa então respirei fundo e caminhei até o carro rebaixado preto com a cabeça baixa. Abri o porta malas e comecei pegar algumas bagagens rápido antes que Demi me visse, sei que teria que aturar ela, mas não agora, não sozinha.

Comecei a caminhar quando a porta do carro se abre, me assustei e deixei cair algumas malas.

— (Seu nome) — disse Demi saindo de dentro do carro. — E-eu…

— Zayn pediu para ajudar levar as coisas, só estou fazendo isso — disse rápida e seca.

— Você está linda — disse me observando de cima a baixo, na verdade, devorava com os olhos.

— Tchau — falei juntando as malas do chão.

— Ei, ei, me escuta.

— Demi, eu não quero escutar você — falei e me apressei para entrar em casa.

Levei as malas até um dos quartos, sorte que Zayn subia as escadas então o avisei que seu quarto seria ali. Fui para a cozinha, pois escutava vozes e risadas que fazia muito tempo desde que não as ouvia.

— Viada, cê tá linda — disse Harry me abraçando. — Que corpinho, ein? Desculpa Perrie e Louis, mas cê tá de parabéns e nem é seu aniversário — disse e eu ri.

— Tira o olho, minha — Perrie falou enquanto se agarrava em minha cintura.

— Sorte que eu tenho certeza que ele é gay — disse Louis olhando para seu marido.

— Cadê o Liam? — perguntou Harry. — Tô com saudade dele e da Leigh, fazem moh casalzão da porra.

— Estamos aqui — disse Liam surgindo na cozinha. — Só estávamos descarregando as malas.

***

Jade e Jesy chegaram atrasadas, bem na hora do almoço, só Deus sabe o que elas pararam para fazer no caminho. Depois que almoçamos alguns foram caminhar na praia, outros ficaram reunidos na sala conversando e colocando a fofoca em dia.

— Perdi vocês de vista perto do motel — riu Harry.

— Credo, eu sou bem hétero — disse Jade.

— Acredito nisso — falei, pois realmente não imagino Jade lésbica ou algo do tipo.

— Só você que não é, né? — Perrie cutucou Jesy e piscou.

—Ei, loira oxigenada, você me respeita — respondeu cruzando os braços. — (Seu nome), olha sua mulher.

— É Perrie, respeita nossa lésbica incubada — falei e ri.

— Ela me chamou de loira oxigenada, não vai me defender? — perguntou indignada cruzando os braços abaixo do seus peitos.

— Mas eu a defendo — respondi.

— Briga com ela, Perrie — Harry colocou lenha na fogueira e nós rimos.

— Te amo, bebê — Perrie falou com nossos lábios roçando.

— Beija, beija — Harry animado dizia.

— Saudades do meu OTP — disse Jade.

Me aproximei de Perrie e colei nossos lábios enquanto segurava seu rosto e começamos nos beijar, mas parei quando escutei o barulho de algo se quebrando.

— Cê nunca muda, né non? — perguntou Harry olhando para Demi.

— Desculpa, foi sem querer — olhou para Perrie. — Eu pago.

— Relaxa, é apenas um copo — disse Perrie.

— Vou juntar isso, me desculpa mesmo — falou Demi se ajoelhando e catacando os vidros. — Droga — falou e percebi que seu dedo sangrava.

— Amor, acho melhor fazer um curativo na Demi — sugeriu Perrie. — Eu até faria, mas não sei aonde estão as coisas ou como fazer isso.

— Aham, deixa eu parar esse sangramento — me levantei e fui em direção a Demi.

— Ela sempre me cuida, fica tranquila que ela é ótima com essas coisas — disse Perrie sorrindo bobo.

Caminhei até o meu quarto com a Demi, então fui atrás da minha malinha de primeiros socorros e não demorou para eu acha-la.

— Senta aí na cama — pedi.

Demi apenas fez o que eu havia dito, caminhei até ela e depositei a malinha na cama ao seu lado.

— Acho que isso vai ajudar — disse me abaixando na sua frente. — Pode me alcançar a mão?

Demi me estendeu a mão, então analisei um pouco, sorte que o corte não foi profundo. Limpei o sangue com gases e passei pomada. Enquanto eu fazia as coisas, ela me olhava atenta, mas eu não ousava olhar para seu rosto.

— Pronto, não vai morrer — sorri cínico e me levantei.

— Obrigada — agradeceu com um sorriso, e que sorriso lindo, eu estava com saudade dele, é tão perfeito, o que eu estou pensando?

Saí do quarto e fui até a sala, apenas Perrie estava ali.

— Onde foi o pessoal? — perguntei.

— Piscina.

— Por que não foi junto?

— Porque eu quero curtir minha esposinha linda — disse me puxando.

 Fiquei no colo de Perrie enquanto nos beijamos e trocamos carícias.


Notas Finais


Capítulo ponte é sempre um pouco chato, mas espero que tenham gostado 😊 Comentem o que estão achando até agora, juro que explico tudo no próximo capítulo 🌸

Quem quiser ler as minhas fanfic's no Wattpad http://my.w.tt/UiNb/6jZzKiI3yF

Caso queiram me seguir no Twitter https://twitter.com/DNA324b21?s=09

Grupo no Whatsapp https://chat.whatsapp.com/1a3Mc2lQ2tV0E88KSClRIq


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...