História Império Vermelho - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Breaking Bad, Cavaleiro, Império, Morte, Traição
Visualizações 14
Palavras 2.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Seinen, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Ataque inimigo


O jin permanecia sentado na cama de um hospital, com várias faixas na perna e no braço . Olhando para a luz do sol pela janela , com um sorriso calmo e sentindo o calor e o vento no rosto .

Quando a porta se abril e a Tayna entrou abrindo-a com força e olhou para os lados e viu o jin sentado perto a janela .


Tayna-que bom ver que estas bem, jin ! 


Ela foi correndo e o abraçou um pouco alegre , o jin a abraçou também e logo após o Edward entrou pela mesma porta , indo em direção ao jin . 


Edward-que bom ver que ainda estás vivo , eu temia que eu mesmo teria que fazer uma cova .


Jin-bom te ver também , o que vocês estão fazendo aqui ? 


Tayna-viemos para te ver , as enfermeiras nos disseram hoje de manhã , que encontraram você na porta do hospital , ferido e inconsciente .


Jin-na frente do hospital? Como eu vim para aqui ? 


Edward-sabeis como viste parar aqui ? 


Jin-não exatamente, eu Né lembro de esta na floresta dos pesadelos , uns lobos de choque me atacaram e..... só isso que me lembro , por hora .


Tayna-não faz diferença , é ótimo que você esteja bem . 


Ela disse isso segurando a mão do jin , por um momento ela olhou para as mãos deles , que se tocavam, ela alegre e envergonhada , ele sorrindo porem sem notar .


Jin- cadê minha espada ? 


Edward-às enfermeiras nus entregaram...


Ele tirou um torço amarrado em um pano , e entregou ao jin e ele abril-o desenrolando e a espada estava dentro 


Jin-que bom .


Depois que terminou a última palavra o bolso do arpeu começou a se mexer e ele abril-o e a lux sou voando , com os olhos cheios de lágrimas abraçando o rosto do jin 


Lux-jin eu tive um horrível pesadelo! 


Ela continuava a chorar e o Jin continuava calmo e sorrindo e consolando-a . E a lux depois de um tempo parou de chorar , e sentou-se na mão do jin .


Lux-foi horrível jin .... por que você está com esses curativos ? 


Jin-eu tive um problema no caminho para cá . 


E ele fez um carinho sobre ela é ela foi se entregando feliz , até o jin olhar dentro da bolsa do arpeu e o livro se deslizar para fora dele , o Jin o estranhou e pegou ele olhando a frente e verso , e o pós sobre a bolsa de volta, o jin se levantou da cama e quando ia colocar a espada sobre as costas , o Edward segurou e o sentou de volta na cama


Jin-Edward?  


Tayna-eu preciso ir a uma cidade vizinha , preparando para a chegada da minha família . O Edward será incarregado de cuidar de você até eu voltar hoje a noite . 


Jin-Tayna , acho que deixei claro meu pensamento sobre babás .


Tayna-não . Estou fazendo isso por que sou sua chefe .


O Jin se inclinou para o Edward e se levantou pegando a bolsa do aros com o livro E a permaneceu em sua cabeça e se livrou junto com o Jin


Jin- se é assim que quereis...


O Edward se chegou a ela com o braços para baixo 


Edward-assim serás .


Ambos foram ao encontro fora do prédio do hospital, a Tayna já se encontrava de frente a carruagem e os dois um ao lado do outro , com a vasta tensão entre os dois .


Tayna-bom , eu terei que ir agora . Eu espero que vives dois não se deis ao trabalho de brigarem , se não quando eu voltar vocês dois se verão comigo .


O jin e o Edward se olharam, fomos e até sorriram por um momento . A Tayna abraçou os dois e na frente ao portão , havia soldados montados para acompanhar a ida da princesa . 


Jin-é o que parece .


Edward-sem dívida . Mestre jin , o que fareis agora ? 


Jin-bom mestre Edward, me pareceu uma ideia vê o mestre Educaçiê .


Edward-bom , iremos até lá entao.


Tempo andando pele reino , chegaram ao lugar onde se treinavam os soldados do reino . Um prédio de estrutura forte , com rochas e toras de madeira . Ele se entraram e passaram pelo lado esquerdo do prédio , e atrás havia um grande espaço de treinamento. Vários soldados correndo em círculos , fazendo flexões e treinando com Espadas .

E havia um homem de pé , com sobretudo azul escuro , com uma capa sobre o ombro direito, com una espada na cintura , supervisando o tratamento de alguns feridos . 


Edward-Educaçiê, o que aconteceu? 


Educaçiê-no treinamento alguns se feriram .


Jin-acho que sabes lutar , quando está treinando contra crianças


Educaçiê-isso mesmo, 

Lê Fragre De Educaçiê, treinador dos soldados do reino que te apresentas , estas errado se achas que fazer favores aqui e ali , te fariam um verdadeiro guerreiro .


Jin-concordo .


Ele foi chegando perto do jin ,e o jin achando estranho se afastando devagar 


Educaçiê-que maneira te permiti-ras sentir livre ?! 


Jin-apanhar de um treinador é liberdade ? 


O Educaçiê deu um soco no rosto do jin e ele foi um pouco para trás 


Educaçiê-se for o caso eu te motor a liberdade .


O Jin levantou rápido e o Educaçiê foi dar outro soco nele , e ele defendeu com o braço e deu um soco para cima , acertando o nariz dele que o levou a sangrar , e o Jim segurou os dois braços de Educaçiê e pulou batendo com os dois pés no peito dele , e os dois caindo no chão .os dois levantaram indo para brigar de novo , o Edward entrou no meio dos dois 


Edward-senhores ,isso não é hora para brigar.


E de repente os três escutam uma explosão , vindo da direção norte da cidade, a direção de encobrir com o mar .


Jin-o que foi isso ? 


O pânico já se espalhou com os cidadãos correndo , até um soldado chegou correndo , caindo e com o braço ferido .


Educaçiê-soldado, o que aconteceu? Diga homem ! 


Soldado-eu não sei ao certo . Um monte de monstros saíram das sombra no portão e atacaram o assentamento. 


O jin olhou para o Edward, e o Educaçiê se levantou levando o soldado para os cuidados.


Edward-você cuida dos feridos , depois manda os soldados para o norte . Temos que proteger o reino.


O Jin e o Edward foram correndo na direção do tumulto , o Edward correndo e o jin com dificuldade pela laceração na perna .

Mais tempo chegou la , e tinha vários homem saindo uma fumaça preta pelas costas , segurando as pessoas para cima . Com a língua estranhamente longa , com uma voz roca .


Monstro- ei cadê o manuscrito? Hum?!! 


O Edward foi correndo e deu chute no rosto do monstro e segurou o cidadão antes de cair 


Edward-mais respeito ao povoado da cidade .


O monstro se levantou balançando a cabeça e em volta dele apareceram vários outros.


Monstro-tá querendo dar uma de her...


O jin apareceu dando um soco no rosto do monstro , de que um impacto forte, que ele foi para trás 

E os outros monstros olharam estranhando 


Monstro-matem os dois ! 


Eles foram correndo para cima dos dois , e jin puxou a espada das costas e por já cortou um deles no meio , que desapareceu em uma fumaça . E o braço do jin se regenerou e a barriga. Outros dois foram até o Edward, ele estavam desviando indo para trás , de forma elegante e fria . Até ele chutar as pernas dos dois e cair em cima sobre as cabeças deles que também sumiram . 


Monstro-akileia!! 


O jin escutou o que ele disse estranhou por momento , e outro foi correndo para ele com uma espada , ele deu um mortal para trás e impulsionou as mãos sobre o chão e acertou as pernas no rosto dele e furou o peito com a espada , Que em seguida regenerou a perna dele . Que ele sorriu animado .

E foi correndo cortando eles ao meio e o Edward chutando eles quebrando os ossos com tamanha força, e apareceu um homem grande com duas espadas com o rosto cortado 


Monstro-nabitru emige!! 


Jin-troroderi!!! 


A espada dele apareceu letras escritas em tua lâmina e ela passou a espada no peito do monstro , mais pelo poder o vento do corte ,cortou uma carroça no meio , que se encontrava atrás do monstro .

E com a morte do mais grande , os outros se olharam de forma duvidosa indo para trás , assustados .


Jin-guttai? 


O jin deu um passo para frente , e a ponta do livro apareceu para fora da bolsa , e os monstros olharam e foram ferozmente até o Jin, e ele chutou o rosto de um e caiu furando dois de uma vez , e um deles puxou a bolsa do arpeu foi correndo na direção floresta , em direção ao mar. O jin ficou com mais raiva e empurrou eles para frente e furou um com a espada e puxou a espada de outro e furou a abriga de outro e jogou a espada na cabeça do outro e o Edward atravessou o último com o chute 


Jin-guardei alguns para ti .


Edward-quanta gentileza.  


Jin-ei vá até o Educaçiê e diga para ir para o porto do norte .


O Jin foi correndo na direção da floresta , indo atrás dos que escaparam e o Edward voltando a base . O jin correndo no meio da floresta com três monstros e o mais a frente com o livro e o arpeu dele .o jin fechou o rosto com Raiva


Jin-kitras unia.


Ele foi correndo mais rápido e colocou uma perna na árvore pulando para outra e da outra pulou sobre um dos monstros e caiu com a espada encima dele e jogou a espada girando e criou os outros dois e parou na árvore . Ele pegou a espada e continuo correndo atrás do monstro e ele se transformou em sombras e foi mais rápido , até o fim da terra e quando ele parou , foi o tempo de se virar , o jin já estaca de frente ele e furando o peito dele com a espada , com a respiração ofegante e tirou a espada de dentro dele e pegou a bolsa dele de volta . E a fumaça se dissipou e era um garoto , parecia ter apenas uns anos menus que do jin , com o buraco na barriga 


Monstro-você ao menus sabeis o que é isto ? 


Jin-esperei que você me dissese.


Monstro-vocês guerreiros..... nem sabem que fazem , menus ainda a quem servem .


Jin-diz alguém que atacou uma cidade , quase indefesa.


Monstro-isso é um manuscrito, com códigos e coordenadas onde existe as armas antigas 


Jin-armas ? E para isso que vocês querem ? Armas ? 


Monstro-não adianta tentar te explicar ....... o governo já fez a tua mente ... mais sim , são armas .


E a Voz dele se silenciou , e a favela dele caiu sobre a grana e desapareceu em um vento leve , e, uma fumaça cinza . 

Ele olhou para o livro e o guardou dentro da bolsa novamente e do bolso de sua camisa a lux saiu curiosa , e deitou sobre a cabeça do jin


Lux-essas tais armas antigas ....


Jin-eu não tenho interesse nessas armas . Mais parece que eles não vão parar até ter

 

Lux-talvez sim . O que você vai fazer? 


O jin olhou para o livro de novo , e depois o guardou novamente . E de dentro da floresta outra sombra apareceu e sumiu . 


Jin-por hora vamos voltar , ao reino.


Quando ele dei um passou para frente um dardo acertou o pescoço dele e ele tirou rápido e outro acertou a lux . Ele ficou tonto e caiu batendo as costas a árvore. E de dentro das sombras saiu o cara igual o que jin havia sonhado .ele pegou o livro do jin 


???-sshh dorme , talvez você acorde. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...