História Cavaleiros do zodíaco- Universo caotico - Capítulo 434


Escrita por: ~

Visualizações 16
Palavras 1.245
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, como vão? Espero que bem. Finalmente é sexta feira!!! Dia de dormir tarde pra acordar mais tarde ainda hehehe, mas é claro que não pode faltar um capitulo aqui ;)

Capítulo 434 - A batalha contra o fogo piedoso!


Fanfic / Fanfiction Cavaleiros do zodíaco- Universo caotico - Capítulo 434 - A batalha contra o fogo piedoso!

Os guerreiros da esperança finalmente chegaram na grande vila onde seria o portal para o tártaro. Lá estava instaurado um completo caos, com fogo e destruição por todos os lados. Foi então que Kai de sagitário pediu para que eles se separassem em grupos, sendo os cavaleiros de ouro seguindo um caminho e os satélites de Artemis seguindo outro, enquanto o próprio grande mestre e seu irmão Kotei de leão iriam atrás do ponto de energia restante. Os cavaleiros de ouro encontraram-se com o poderoso Maraad, o fogo piedoso, um dos três senhores da guerra. E assim eles iniciaram o combate.

Maraad estava cercado pelos cavaleiros de Athena. Pyliy, Tsuki, Manianks e a frente do grande senhor da guerra estava Báoli. Todos prontos para uma grande batalha, e mesmo na desvantagem, o fogo piedoso não demonstrava preocupação perante a situação. Maraad balançou sua espada no ar e em seguida a guardou em sua bainha, assumindo uma postura de luta pronto para sacar sua katana novamente. Os guerreiros dourados não fizeram diferente e logo se prepararam para atacar primeiro. Báoli então avança em uma investida furiosa, usando seus braços como se fossem duas espadas. Os golpes do cavaleiro de capricórnio eram rápidos, no entanto ainda sim Maraad se esquivava como podia dos ataques, ate que conseguiu empurrar o cavaleiro de capricórnio para trás. Em seguida surgiu Pyliy de Áries, golpeando o senhor da guerra pela lateral, que no ultimo segundo se defendeu usando o braço. A amazona de ouro continuou avançando com golpes rápidos, ate que Tsuki de touro chegou para acompanha-la na sequencia de ataques combinados entre as duas guerreiras. Elas estavam em sintonia uma com a outra, formando uma combinação quase imbatível, no entanto ainda sim o fogo piedoso conseguia se defender, fazendo o mesmo que fez com Báoli, afastando Tsuki e Pyliy com um empurram. Enquanto as duas amazonas deslizavam para trás, Manianks saltou por cima delas e com os punhos envolvidos em chamas azuis, o cavaleiro de câncer começou a golpear o senhor da guerra com força. Maraad estava com a guarda alta, usando o antebraço para impedir que os punhos do santo de ouro o acertassem, e quando o cavaleiro de câncer abaixou a guarda, o fogo piedoso atingiu o peito de Manianks com o cabo de sua Katana, fazendo com que o santo de ouro fosse para trás.

Maraad- Parece que aumentaram suas forças em muitas vezes... Mas seria o suficiente?

Maraad então saca sua espada, sua lamina estava vermelha como ferro fundido. Em seguida ele finca sua katana no chão com força, ficando de joelhos.

Maraad- Consagração piedosa do fogo!

Os cavaleiros de ouro olharam para o senhor da guerra, e de surpresa uma gigantesca aura vermelha toma conta de todo o local. A energia que Maraad emanava era quente, era como tocar no fogo de um vulcão, a terra tremia e de repente, do local onde a espada estava enfiada, um raio vermelho partiu em direção ao céu, atravessando as nuvens.

Pyliy- O que?

Tsuki- Tsc! Cuidado!

E logo em seguida se ouviu uma grande explosão vinda dos céus e uma chuva de meteoros flamejantes começou a cair. Os cavaleiros de ouro se esquivavam como podiam, no entanto eram muitos, logo foram atingidos pela energia flamejante de Maraad, tendo queimaduras em seus corpos, eles foram ao chão. Em seguida, o senhor da guerra se levantou, segurando sua espada com as duas mãos de maneira ofensiva. Os santos dourados aos poucos iam se levantando.

Maraad- ... Corte incendiário!

Maraad avança contra o cavaleiro de câncer, e sem que ele perceba o movimento do senhor da guerra, acabou o cortando com sua lamina avermelhada. Em seguida o fogo piedoso fez o mesmo nos outros três cavaleiros de ouro, abrindo uma rachadura em suas armaduras. Os santos de ouro sequer perceberam a movimentação de Maraad, e quando se deram conta, sentiram uma grande dor, indo de joelhos ao chão. Seus corpos ardiam, pareciam estar pegando fogo internamente, era como se o sangue dos cavaleiros de Athena havia se transformado em lava.

Maraad- O corte de minha espada é torturante eu sei... Me feri muitas vezes com ela mesma antes que pudesse tê-la para mim. É como se o sangue fosse a lava do centro da terra...

Pyliy- Tsc! Não vai ganhar...!

Tsuki- Não vamos permitir que vocês consigam abrir o portal para o tártaro!

Báoli- Vamos salvar o mundo!

Manianks- As almas vão permanecer no eterno repouso em paz! Assim como você deveria estar!

Maraad- ... Eu posso ver a determinação no coração de vocês.

Maraad parecia chorar, como se aquilo que ele estivesse fazendo fosse contra sua própria vontade. Os cavaleiros de ouro olham para aquilo confusos.

Maraad- Nos senhores da guerra, quando vivos, não andávamos ou lutávamos juntos, apenas dividíamos o mesmo titulo... Kilrogg sempre foi o mais terrível entre nos, enquanto Karrath lutava por aquilo que acreditava... Assim como eu. Eu matei pessoas por muito tempo... E por um longo tempo o numero de cadáveres que minha espada criou se aumentou, ate que um dia... Um dos cadáveres foi minha própria família. Ele morreram torturados pelo fogo gerado por mim... Desde então eu decidi matar meus inimigos de maneira rápida. Foi assim que eu ganhei o titulo de fogo piedoso... No entanto agora eu não tenho essa escolha, sou um guerreiro de Caos e sigo o que ele pedir. E agora ele quer que eu os mate.

Maraad assume novamente uma postura ofensiva enquanto os cavaleiros de ouro voltavam a ficar de pé.

Báoli- ...

Manianks- Acha que a piedade resolve tudo não é? Vou te falar... As lagrimas de piedade só consolam quando são derramadas por inimigos!

Tsuki- Você não precisa lutar contra nos Maraad!

Pyliy- Junte-se a nos! Iremos vencer Caos juntos!

Maraad- ... O sentimento que o homem suporta com mais dificuldade é a piedade, principalmente quando a merece. O ódio é um tónico, faz viver, inspira vingança; mas a piedade mata, enfraquece ainda mais a nossa fraqueza. Não cabe a minha a escolha de quem eu devo seguir...

O cosmo de Maraad volta a crescer, logo sua aura vermelha toma conta de todo o local. Os cavaleiros de ouro assumem uma postura ofensiva novamente, aos poucos auras douradas envolvem seus corpos, eles também estavam prontos para a batalha. Os guerreiros então entram em confronto, seus golpes eram mais rápidos que a própria luz, os santos dourados atacavam em conjunto enquanto o senhor da guerra se defendia e contra atacava com perfeição.

Pyliy- Agora! Revolução estelar!

Tsuki- Grande chifre!

Manianks- Ondas do inferno!

Báoli- ... Excalibur...

Os cavaleiros de ouro utilizam seus golpes juntos, aproveitando a distancia que conseguiram tomar de Maraad após a troca de socos e chutes. O senhor da guerra encarava a grande onda de choque da combinação de ataques dos santos. O fogo piedoso começou a concentrar toda sua energia na espada vermelha, logo sua lamina começou a pegar fogo, um fogo brilhante e intenso com um tom incrivelmente vermelho.

Maraad- Isso é inútil!!! Fornalha do fervor!

O fogo da espada começa a envolver o senhor da guerra, formando um escudo de chamas em formato de domo. Aquilo conseguiu proteger Maraad do golpe dos cavaleiros de ouro, e em seguida, o fogo piedoso explodiu seu escudo, liberando uma imensa rajada de cosmo flamejante. Os santos de ouro ficaram sem reação perante aquilo, e logo foram consumidos pelo golpe poderoso de Maraad, desaparecendo em meio a enorme explosão e chamas no local.


Notas Finais


proximo capitulo segunda 14/08


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...