História Cavaleiros e Coelhas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Truque De Mestre
Personagens Dylan Rhodes, J. Daniel "O Amante" Atlas, Jack "A morte" Wilder, Merritt "O Eremita" McKinney
Tags Truque De Mestre
Visualizações 210
Palavras 622
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!! Tudo bom?? É minha primeira vez postando aqui...e minha primeira fanfic, espero que gostem..!!

Capítulo 1 - O Começo


Fanfic / Fanfiction Cavaleiros e Coelhas - Capítulo 1 - O Começo

Era 03:12 da madrugada quando a chuva começou a bater com força no vidro da grande mansão. O vento soprava contra as árvores, as balançando e fazendo folhas rodopiarem no céu.

 Dentro da casa estavam eles,os quatro Cavaleiros dormindo embrulhados cada um suas cobertas na grande sala de estar. Atlas deixara cair de sua mão uma caneta que a pouco mais de meia hora utilizara para escrever o novo plano dos Cavaleiros. 

 Merritt roncava ao lado de seu amado chapéu, Lola deixou o braço pender para fora do sofá enquanto seu querido Jack a segurava pela cintura.

 Um silêncio mortal perambulava pela residência branca, acompanhado pela luz da lua que entrava pelas janelas de cortinas pesadas entre-abertas. Os dedos frios do silêncio caminharam até a mesa perto do armário e tocaram suavemente o notebook da Octa.  Em seguida sentiram a grossura do papel usado por Atlas para expor suas ideias geniais aos demais companheiros. O vento entrou por um pequeno espaço aberto da grande janela e tocou de leve os rostos tranquilos dos mágicoa que dormiam profundamente. Caminhando por cada face e chegando até a caneta preta e dourada, rolando-a pelo chão até cair de um degrau e parando perto de uma mesa com livros. O barulho rápido fez Merritt acordar e piscar os olhos algumas vezes,respirando fundo, se inclinou para a direita e ficou de frente para seu chapéu. 

 Correndo os olhos pela grande sala,viu seus três companheiros dormindo tranquilamente, cada qual em seu sonho. Merritt se sentiu sozinho por um minuto, apenas ele despertara do sono calmo e revigorante, sendo o único a deixar o mundo dos desejos escondidos em pensamentos.

 O sono de Merritt partiu junto a sua solidão momentânea. Pegou o chapéu  e o colocou sobre o peito,assim olhando para o teto por alguns segundos até resolver saber que horas eram. Seu relógio dourado estava no chão perto de algumas folhas de jornais e pacotes de biscoitos. O objeto era grande  e pesado, Merritt havia o comprado em Las Vegas quanto o quarteto estava em mais uma de suas ''missões''. 

 Os ponteiros indicavam 03:22 da madrugada. O mágico soltou um suspiro longo e baixo e então jogou o relógio na mesa atrás do sofá onde estava deitado. O som foi seco e alto, o que fez Atlas acordar no susto.

 

- Que? O que foi? -Daniel Atlas estava,ainda que assustado, sonolento. Olhou para seu amigo no sofá ao lado,tentando visualizar seu rosto em meio a escuridão.
            -Meu relógio.- Respondeu McKinney com sua voz grossa e rouca. -A boneca pode voltar a dormir. 
            -Hum..-Atlas voltou a se deitar de forma apertada e encolhida na poltrona. -Não se tiver um ogro quebrando mesas por perto.

 Daniel pegou no sono rapidamente, McKinney se levantou e caminhou até a janela, a fechando.

. Olhou ao redor e esticou os braços numa forma de exercício físico.

 Merritt estava novamente solitário e decidiu subir alguns lances de escada rumo a biblioteca que ficava no cômodo mais alto da mansão. Ascendeu a luz e logo o local se clareou,haviam livros de todos os tamanhos e cores,mas o que chamou sua atenção foi um de capa cinza e azul escrito ''Mutação''. 

As horas escorreram por entre seus dedos e deslizaram degrau por degrau até atingir o casal que dormia no sofá. Lola piscou os olhos e sorriu ao sentir os braços de Jack ao redor de seu corpo. Atlas por sua vez estava na cozinha fazendo café quando Dylan o surpeendeu e bocejou.

 

- O dia será puxado hoje Atlas, preciso que esteja bem disposto pois....terá que segurar uma bomba.

 

-No sentido literal? Dylan qual é? sou um mágico não alguém da equipe anti-bomba.

 

-Engraçadinho, eu jamais te deixaria com uma bomba, apenas espere e verá.


Notas Finais


Espero que tenham gostado..tem muuito mais por vir. Agradeço por terem lido.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...