História CDF- Lauren G!P - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Tags Allybrooke, Camilacabello, Camren, Dinahjane, Laurejauregui, Normanikordei, Norminah
Exibições 266
Palavras 2.291
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Festa, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Desculpem a demora amores.

Capítulo 43 - Capítulo 43


POV LAUREN

Estava me arrumando para sair com a Camila para a primeira ultra do nosso bebê, ontem tivemos à notícia de que o traste do Austin tinha sido preso tentando fugir de Miami. Isso me deixou ainda mais aliviada por saber que ele não tentaria fazer nada contra mim ou minha família.

Estava bem animada com a chegada do bebê que eu quase não dormi essa madrugada com a ansiedade de vê-lo pela primeira vez.

-Amor estou pronta.- Diz Camila parando na minha frente.

-Então vamos.- Digo me levantando e colocando meu celular no bolso.

-O médico está marcado para daqui a uma hora, então temos que andar rápido.

-Podemos ir de moto ?.- Pergunto e ela revira os olhos.

-Só iremos porque estamos bem atrasadas.- Diz e eu comemoro.

Pego o capacete da moto e coloco na Camila porque ela nunca conseguia colocar, pego um que estava guardado e coloco na minha e então saímos. Camila sempre tinha medo quando eu passava entre os carros e me apertava, chegamos na frente do consultório o mais rápido que imaginamos e meu coração acelerava.

Descemos da moto e eu coloco os capacetes no suporte e retiro a chave, pego a mão da minha noiva e caminhamos até a entrada do consultório. Estava um pouco cheio então me sento na cadeira e espero a Camila ir falar com a recepcionista.

-Ela disse que iremos ser chamadas daqui a pouco.- Diz se sentando ao meu lado.

-Depois daqui vamos comer algo ?

-Vamos, não tomei café porque sabia que iriamos nos atrasar.- Diz e eu arregalo os olhos.

-Camila você sabe que não pode ficar sem comer.- Falo em sussuro por conta do silêncio que estava no local.

-Lauren não começa com sermão agora, a gente vai comer quando sair daqui.

(...)

O nome da Camila surgiu na tela de um computador que ficava na parede e nele indicava o número da sala que deveríamos ir, Camila já estava reclamando de fome e eu não poupei os sermões sobre ela não ter comido nada quando acordou.

Entramos no consultório e a médica nos aguardava, ela tinha cabelos loiros e curtos, possuía um óculos de grau e estava olhando algo no computador.

-Qual das duas é Camila Cabello ?.- Sorri amigável e coloca os óculos em cima da mesa.

-Sou eu.- Camila fala e então a médica concorda.

-Meu nome é Miley Cyrus e vou acompanhar a sua gestação.- Diz e aperta a mão da minha noiva. 

-Eu sou Lauren Jauregui, prazer.- Perto a sua mão e ela me olha confusa.

-Não precisa nem me dizer que você é a mãe da criança porque dá pra notar pelo seu nervosismo.- Diz e então eu acabo sorrindo.

-Me desculpe, acho que eu vou ficar assim até o dia do parto, se eu não infartar até lá.

-Não exagere Lauren quem irá sentir a dor sou eu.

-Bom, Camila preciso que você deite naquela cama que eu vou ver como está esse pequeno bebê.- Diz e então minha namorada deita na cama e ergue a sua blusa mostrando sua barriga.

-Calma é só o gel, é gelado eu sei.-Minha namorada sorrir e então a médica começa a fazer o procedimento.

-Vamos conseguir ver o sexo do bebê hoje?.- Pergunto e Camila fica curiosa.

-Ainda não, de acordo com oque você disse está completando um mês, vamos apenas ver se está indo tudo certo.

-Ok

-Como vocês estão vendo é aquele feijãozinho ali, é bem pequeno por conta do tempo da sua gestação.

-Aí meu deus, como pode uma coisa tão pequena crescer tanto ? Espero que seja um menino forte e lindo para pegar muitas meninas.- Digo passando a mão na barriga da minha noiva e então a médica e ela sorri.

-Pode ser uma menina, quem sabe ela não pega alguns menininhos.- Diz a médica e eu arqueio a sombrancelha.

-Quem sabe nada, vai ser um menino, tenho fé.- Digo e elas gargalham da minha cara.

-Melhor que seja mesmo porque se for menina é capaz de você ter um treco por conta dos namoradinhos.- Diz Camila e eu fecho a cara.

Por favor filho não seja menina ou a sua mãe vai ficar de cabelos brancos antes da hora.

4 meses depois*

Camila já estava com cinco meses de gestação, nesses meses ela me fez ler um livro sobre bebês e oque eu deveria fazer quando o nosso filho nascer, a gente não faz sexo desde os dois meses porque eu não consigo e sempre acho que vou machucar o bebê e tem também o fato de que a Camila acha que está gorda e eu não tenho mais tesão nela.

Eu estou morrendo de felicidade, eu e Camila estávamos planejando a nossa casa a um tempo e pensando em quando iremos marcar o nosso casamento, as coisas na empresa estão bem melhores e o Austin não é um problema para nós, Alexa eu nunca mais à vi e espero também não vê-la por um bom tempo.

Eu e as meninas estávamos na sala conversando, na verdade elas estavam conversando e eu apenas fingia prestar atenção até que surge uma ideia.

-Acho que já está na hora de fazermos nossa aposta sobre o sexo dessa maravilhosa criança.- falo me sentando ao lado da minha namorada e esperando alguma das meninas responder.

-Já disse que vai ser uma linda menina.- Fala a minha namorada acariciando sua barriga.

-Eu aposto em menina também.-Fala Dinah e eu reviro os olhos.

-Bom, acho que vai ser um menino.-Fala Normani e eu bato em sua mão

-AMÉM ALGUÉM CONCORDA COMIGO.

-Acho que o que vier está ótimo, contando que venha com saúde

-Certo Ally, acabou com a nossa graça, mas ainda acho que vai ser um menino.- Diz Verônica e todas nós rimos.

-Eu tenho minhas teorias, a barriga da Camila está bem grandinha para ser uma menina, aposto em menino.- Diz Keana e eu bato na sua mão.

-Então vamos às apostas, se for menino eu, Keana, Vero e Normani iremos pagar um spa para vocês e se for menino nós ganhamos o spa.- Digo

-E eu fico como ?.- Pergunta Camila e eu dou de ombros.

-Você disse que era menina, a gente vai no médico daqui a pouco.- Ela faz um bico enorme.

(...)

Estamos na sala da Dr.Miley esperando ela voltar pois tinha ido atender uma ligação e eu estava ficando bastante nervosa e não parava de bater os pés no chão. Camila estava tranquila ao contrário de mim que parecia que iria furar o chão.

-Desculpa meninas, era importante.- Diz ofegante e senta na sua cadeira.

-Lauren estava aqui nervosa.- Diz minha namorada e eu a olho de cara feia.

-É porque eu queria perguntar uma coisa antes de começar à ultra.- Digo e elas me olham atentamente.

-Pode perguntar Lauren.- Miley fala.

-É que eu...sou intersexual, o bebê pode herdar isso de mim ?.- Pergunto

-Tem chances mas eu acho que não herdaria de você se fosse uma menina, 99% que não. - Diz e eu suspiro aliviada.

-Isso me deixou mais aliviada.

-Agora vamos ao que interessa e ver como está esse bebê maravilhoso.- Diz Miley e Camila sorri deitando na maca.

Camila ergue a blusa e mostra a sua barriga que estava bem grandinha e eu sorrio com a cena, minha noiva estava sorrindo largo enquanto Miley passava o aparelho na barriga dela, eu só conseguia ver um pequeno ser no visor sorri automaticamente ao ver o meu bebê na tela do computador.

Meu olho encheu de lágrimas quando eu consegui ver com mais clareza a cabeça e o corpinho do nosso bebê, imaginei tantas coisas com a chegada daquela criança que nem percebi que agarrava a mão da minha namorada com um pouco de força.

-Mas que bebê preguiçoso, ah olha oque temos ali.- Diz e eu a olho esperando que ela falasse.

-Conseguiu ver algo? Eu não entendo nada disso.- Diz Camila rindo.

-O bebê será um lindo menino, parabéns.

As lágrimas automaticamente desceram sobre meu rosto, eu olhei para a minha noiva e a mesma chorava. Miley limpa a barriga da Camila e então sai da sala para pegar alguns papéis, me sento ao lado da minha noiva e coloco a mão sobre a sua barriga.

-Filho eu prometo que iremos ser muitos felizes e bagunçar muito a nossa casa, a sua mãe vai ficar louca mas não tem problema.- Dou uma risada e minha namorada também.

-Não fala isso porque ele pode ser bagunceiro e deixar você maluca.

-Ei, iremos ser parceiros, eu vou ensinar a ele oque se deve fazer quando alguém zombar dele ou algo do tipo, e quando ele sentir medo iremos estar lá para acalmá-lo, filho eu prometo que iremos ser a família mais feliz de Miami.- Digo e olho para a minha namorada e sinto um movimento na barriga da minha namorada.

-Acho que ele concordou com oque você falou.- Diz sorrindo.

-Eu amo vocês.- Dou um beijo na Camila e outro na barriga.

-Nós também te amamos.- Diz e o bebê dá outro chute.

Três meses depois*

Meus cabelos já estavam ficando brancos, eu não aguento mais andar de um lado pro outro e pagar os empregados que estão ajudando na decoração do chá de bebê, Camila estava sentada pois está exausta e eu tenho que fazer o dobro.

Camila optou por decorar tudo do jeito que ela quer e por isso contratou poucos funcionários, mas ela está sentada apenas mandando eu fazer as coisas e a trouxa aqui tem que obedecer né, do jeito que a minha noiva está brava por qualquer motivo eu não quero morrer sem antes conhecer meu filho.

A última ultra da Camila foi ontem e Miley disse que o bebê poderia nascer antes mesmo de completar 9 meses de gravidez, eu e Camila arrumamos a bolsa do bebê e decidimos o nome que dariamos ao nosso pequeno.

-Amor Louis está com fome.- Minha noiva acabou de revelar o nome dele.

-Amor eu não posso fazer nada agora, ainda tenho que por essas caixas no jardim.- Digo com uma caixa enorme na mão e minha namorada faz bico.

-Você tá andando de um lado pro outro, para um pouco.

-Camila você contratou meia duzia de pessoas e me deixou sozinha, daqui a pouco começa o chá de bebê e não está nada pronto.- Digo me sentando ao seu lado no sofá.

-Cadê as meninas ? Vamos colocar elas para trabalhar.- Diz pegando meu celular que estava com ela.

-É pra já.- Pego meu celular e mando uma mensagem no grupo onde estava todas as minhas amigas.

"GENTE O BEBÊ VAI NASCER E EU PRECISO DE VOCÊS AQUI EM CASA O MAIS RÁPIDO POSSÍVEL."

-Lauren a Dinah vai matar você.- Diz Camila rindo

-Ninguém iria querer vir se eu falasse que era pra ajudar.

-Senhorita Lauren a decoradora está lhe chamando no jardim.- Diz a empregada e eu bufo.

-O dever me chama senhorita Cabello-Jauregui.- Digo e dou um selinho na Camila e vou para o jardim.

(...)

Estava acabando de me arrumar, Camila já estava pronta e eu só faltava ajeitar o meu cabelo, as meninas chegaram desesperadas pensando que o Louis tinha nascido e eu quase morri quando elas descobriram que era mentira e uma desculpa para me ajudar a arrumar tudo.

Termino de me arrumar e vou para o quarto mais a minha noiva não estava lá então só podia ter descido, desço as escadas e começo a ouvir vozes no jardim então vejo que tinha bastante gente, todas as minhas amigas e meus familiares junto com os da Camila estava lá.

-CHEGUEI.-Digo me sentando em uma mesa onde estava as meninas e suas companhias.

-Cadê a barriguda? Você não é tão importante hoje.- Fala Dinah e eu dou um tapa nela.

-Olha você não se atreva a abrir mais a boca hoje ou então eu te mato.

-Ei, ninguém vai matar a minha namorada. - Diz Normani

-Isso é muito Gay, acho melhor eu ir procurar a minha mulher sabe antes que eu pegue diabete.

-Ela deve estar falando com a mãe dela e a sua, vi elas conversando quando fui pegar as bebidas.- Diz Troy.

-Então acho melhor ir depois... Keana finalmente se acertou com o Chris.- Digo olhando a minha amiga que conversava com meu pai ao lado de Chris.

-O bom é que ninguém fica de vela.- Diz Veronica e todo mundo ri.

-Lauren eu, Troy e keana estávamos pensando na sua despedida de solteiro.- Diz Vero mudando de assunto.

-Mas eu nem sei quando eu vou casar, Camila estava esperando Louis nascer para pensar nisso.

-E a casa que você viu ? Quando irá mostrar à Camila?.- Pergunta Ally.

-Quando Louis nascer a gente vai direto pra lá, vai ser uma surpresa para os dois.- Digo e sinto um tapa forte na minha cabeça.

-Porque você bateu nela Dinah?.- Pergunta Lucy segurando a risada.

-Pra ela parar de ser gay.

-Isso só pode ser falta de sexo.- Digo acariciando o local onde ela bateu.

-Ah meu amor, isso a gente não passa nunca... Já você né Lauren.- Diz Normani e eu faço cara feia.

-Vou buscar minha noiva porque vocês me cansam.- Digo e levanto.

Vejo que minha sogra e minha mãe não estava acompanhada de Camila e procuro ela por todo local da casa mas não acho, resolvo ir até o andar de cima e vasculho todos os quartos até chegar no dos meus pais e ver a minha namorada sentada no chão com uma poça de água em volta do seu corpo.

-Amor oque aconteceu ?.- Pergunto e ela nota a minha presença e solta um grito de dor.

-Louis vai nascer Lauren... O bebê está nascendo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...