História Cecília: Um nome diferente - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Hentai, Romance
Exibições 3
Palavras 739
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


FINALMENTE postei ep novo, desculpem pela demora

Capítulo 8 - Intrigas


Se passaram 6 dias e finalmente Beca saiu do quarto dela. Ela descia as escadas, desnorteada, mas firme. A luz da lua batia no rosto dela pela parede de vidro encontrada no corredor.

 -Está pronta? -eu perguntei

 -Mais do que pronta. Mas eu não vou conversar com ninguém

 -Não vou te obrigar a nada, só quero que você fique bem -eu a dei um beijo

Nós duas descemos as escadas e todos estavam assistindo televisão, Rebeca passou por eles sem nem olhar na cara, e se sentou na poltrona. Todos tentavam falar com ela, perguntar se ela estava bem, mas ela ignorou todos. Infelizmente Iris se levantou e começou a brigar com ela, e eu via que Rebeca iria partir para cima a qualquer momento.

 -Você não tem boca não é? Olha pra você, nem idade para namorar o Lucas tem e fica aí dando bobeira. DEIXA DE SER RETARDADA!

Beca deu um soco no olho de Iris, que caiu no chão, com a mão no rosto

 -A minha vida e as minhas paixões não são da sua conta. Ceci, vamos sair daqui. Preciso de ar puro.

Eu me levantei do sofá, me senti vingada pela Rebeca, e dei um sorriso irônico. Eu a segui mas alguém me puxou pelo braço, eu me virei e vi que era Erick

 -Você está sendo idiota, está sendo a cachorrinha da Beca; ela gosta de ser mimada, e já está te manipulando

 -Eu não quero que ela fique triste pelo que aconteceu, deixa ela curtir um pouco. Aliás, a Iris mereceu, fez aquilo de propósito

 -Não deixe a Beca te enganar Ceci, quem avisa amigo é

 -Você é mais que um amigo para mim

 -O que eu sou então? -ele sorriu

 -Me faça gemer feito a Iris e descobrirá -eu dei um sorriso forçado e saí, fechando a porta atrás de mim

 -Eu escutei tudo -disse Rebeca do lado da porta, encostada na parede

 -Essa era minha intenção -eu sorri

 -É por isso que eu te amo

Nós duas rimos e eu chamei um táxi. Esperamos do outro lado da rua e não demorou muito para ele chegar. Eu dei o endereço para o taxista e fomos jogando conversa fora durante o caminho, e não deixei de perceber que havia um outro táxi nos seguindo, já peguei meu canivete na bolsinha e escondi na minha bota. Chegamos á boate do amigo do Lucas, que logo nos reconheceu e nos cumprimentou. Entramos e estava mais cheio do que da última vez que entramos ali, o dia em que Rebeca tomou ódio da Iris. Falando nela, desde que entramos eu não a vi, então eu peguei uma bebida e fiquei sentada no bar. Finalmente avistei ela e dela não tirei os olhos, ela estava com vários garotos, e eu estava feliz por isso, quando vi um deles a puxando para o banheiro, e ela estava bêbada por sinal. Eu fui até o garoto e tentei impedir ele, mas ele me deu um empurrão e tentou beijar a Beca, que desviou o rosto. Eu dei nele um soco na cara e seus amigos vieram pro meu lado, desta vez me puxando e puxando Beca para um quartinho, e eu não conseguia me contar pois também estava bêbada, mas duas pessoas vieram nos socorrer, eram Rodrigo e Lucas. Sabia que não era qualquer pessoa que havia vindo atrás da gente. Rebeca pulou nos braços do Rodrigo e o chamou para dançar, e eu voltei para o bar. Se passaram 7 minutos e eu vi um rosto familiar, o rosto de alguém que no fundo eu amava, dançando e se agarrando com duas garotas. Erick. Tudo bem que não tínhamos nada de sério, mas ele sempre me prometia ser fiel, mesmo não namorando comigo. Eu pedi mais um whisky e enchi a cara, peguei garotos e garotas pela festa toda e não deixei de perceber que ele me olhava meio triste. Por que aquela palhaçada? Que diferença fazia eu pegar todos e ele ficar se agarrando com duas meninas? Não tínhamos um relacionamento sério, e eu não estava nem aí para ele mais. Olhei as horas e vi que eram 3:45 da manhã, então fomos todos embora. Eu fui em silêncio e Rebeca já estava dormindo. Quando chegamos, eu subi para tomar um banho, Rodrigo levou Rebeca para  quarto dela e Lucas foi ter mais uma transa com Iris. Eu apenas apaguei as luzes e me deitei.


Notas Finais


SE MANIFESTEM NOS COMENTÁRIOS <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...