História Cellbit e a descoberta de sentimentos - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Cauê "BaixaMemoria" Bueno, Douglas "Rato Borrachudo", Felipe "Febatista" Batista, Felipe Z. "Felps", Flavia Sayuri, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "Luba" Feuerschütte, Lucas "T3ddy" Olioti, Marco Tulio "AuthenticGames", Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, TazerCraft, Thiago Elias "Calango"
Personagens Alan Ferreira, Cauê Bueno, Felipe "Febatista" Batista, Felps, Flavia Sayuri, João Victor Negromonte Queiroz "Jvnq", Lucas "LubaTV", Lucas Olioti, Marco Tulio "AuthenticGames", Mike, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais, Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes, Rato Borrachudo, Thiago Elias "Calango"
Tags Cellan, Cellke, Cellmitw, Cellnix, Cellps, Celltw, Felke, Mitw
Exibições 138
Palavras 1.671
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi pessoas! Como prometido teve um comentário então tá aqui um capítulo fresquinho saindo do forno, e olha tá grande

Capítulo 2 - Um novo amigo


Fanfic / Fanfiction Cellbit e a descoberta de sentimentos - Capítulo 2 - Um novo amigo

-Filhoooo! Levanta tá quase na hora de ir pra escola- grita minha mãe lá da cozinha
-Merda! - digo levantando- merda, merda, merda!
      Vou correndo para a mala e a abro, começo a tirar todas as roupas que se encontravam lá para achar o uniforme, que na real é só uma blusa, porque posso ir de calça jeans, e um casaco por cima, e foi oque eu fiz, peguei a blusa, o jeans e o meu moletom preto de panda, tirei a roupa que eu estava ontem e coloquei o "uniforme". Peguei a mochila de ontem, tirei tudo menos a câmera e coloquei o material, aí vocês devem estar se perguntando, Cellbit vocês acabaram de se mudar como é que você já tem o material e a casa já está com móveis? Bom, alguns móveis minha mãe já tinha mandado para cá, quando ainda estamos em Carazinho e os outros móveis são do ap mesmo. E os materiais? Um dia antes de nos mudarmos, nos fomos para a papelaria comprar os materiais. Bom, continuando... Tirei os materiais e coloquei dentro da mochila, a fechei, fui para o banheiro, fiz minha higiene matinal e arrumei meu cabelo, sai do banheiro peguei meu telefone e o fone de ouvido e desci lá para a sala/cozinha.
-Você não tinha arrumado suas coisas ontem né? - diz minha mãe fazendo meu café
-Que?!Como você sabe? - pergunto
-Você tá sem tênis- diz ela olhando para meus pés que realmente não estavam com tênis, só estavam com meias
-Caralho- digo subindo as escadas correndo.
     Entro no quarto, vou até onde a mala estava, e reviro minhas coisas até encontrar meus tênis vans pretos, perfeito, os coloco e desço as escadas voltando para a sala/cozinha.
-Pronto- digo me sentando na cadeira da bancada americana
-Você só vai tomar o café, ou vai querer mais alguma coisa-pergunta minha mãe
-Só o café mesmo - digo em uma das pausas dos goles de café
-Pelo menos leva uma maçã para comer no caminho -diz ela
-Tá bom - digo terminando o café e pegando uma maçã na fruteira-tchau mãe! - digo pegando minha mochila e abrindo a porta
-Tchau meu amor! Se comporte- ela vem até mim e me dá um abraço que retribuo
     Assim que termina o abraço, ela fecha a porta e eu entro no elevador. "Oque será que essa escola me aguarda?" penso enquanto o elevador chegava ao térreo "Será que vou fazer amigos?"
     O elevador chega no térreo, enquanto saio dele, pego meu telefone e o fone e clico para música rolar aleatoriamente, a coincidência foi que a música coincidia com o momento, antes de a música rolar, dou um pause para colocar meus fones e da uma mordida na maçã. Assim que coloco saio do prédio do play na música (School's Out) e começo a andar a caminho da escola, e sim eu vou a pé para a escola já que o prédio é perto de lá
       
          "Well, we gol no choice"
          "All the girls and boys"
          "Makin'all the noise"
      "Cause they found new toys"

        "Well, we can't solute ya"
             "Can't find a flag"
          "If That don't suit ya"
               "That's a drag"

        "School out for summer"
           "School out forever"
   "School's been blown to pieces"

           "No more pencils"
           "No more books"
   "No more teacher dirty looks"

   A essa hora eu já estava no portão da escola, e, caralho, que escola grande. O diretor tinha pedido a minha mãe para eu chegar mais cedo e ir para sala dele assim que eu entrasse na escola, não entendi muito bem o porque, mas fui mesmo assim.
-Conlisença onde é a sala do diretor? - Pergunto para uma pessoa da limpeza
-Você vai ir para aquele bloco, subir no segundo andar e virar a esquerda de um corredor, e lá vai estar a sala dele- diz a pessoa apontando para o bloco
-Ta bom, obrigado! - digo
     Vou em direção ao bloco, entro dentro dele e subo os degraus  para ir lá para o segundo andar. Meu Deus do céu é muita escada! Enfim cheguei no segundo andar, enquanto ando em direção a sala do diretor, vejo vários cartais na parede, uns falando de show de talentos, outros de competições de esporte, peças teatrais, tinha muitas coisas falando sobre eventos até que chego na sala do diretor, bato na porta
-Pode entrar-diz ele, e o obedeço e entro- Rafael Lange, ou melhor, Cellbit, bem vindo a nossa escola!
-Obrigado, mas prefiro que o senhor me chame de Rafael mesmo- digo me sentando na cadeira
-Tá bom! - diz ele simpático -  bom, vou te explicar um pouco como as coisas funcionam por aqui, as aulas começam as 7:30 da manhã e termina as 2:20 da tarde, ou seja, você almoça e lancha aqui, para a educação física temos roupas especiais, então a escola vai tirar suas medidas e entregar para você depois, temos armários para alugar aqui, então se a mochila começar a pesar é só vim falar comigo
-Ok, mais alguma coisa? -pergunto
-Sim-diz ele dando um sorriso-minha filha é muito fã de você, e eu gostaria que você participasse do show de talentos
-Mas por que? Eu não tenho talento-digo cruzando os braços
-Não é o que parece num vídeo que você publicou, você cantou muito bem lá-ele diz
-Aham sei... - eu falo ironicamente, eu não canto bem e nem sei cantar, ok minha mãe pode até falar que eu sei quando eu pergunto mais e diferente, ela fala isso só para não me machucar
-Por favor Rafael é para incentivar os alunos-ele fala
-Tá bom... - droga porque eu não sei falar não velho?
-Sério? -ele pergunta
-Sim...-digo sem certeza
-Bom, olha a hora, já era para você ter entrado na sala, vamos lá - ele fala se levantando
-Ok-me levanto também
       Ele me guiou nos corredores até uma sala que estava escrita "2 ano Bs". Ele bate na porta e a abre.
-Bom dia alunos! Esse ano temos um aluno novo- diz ele entrando na sala e me deixando do lado de fora- vem Rafael... - eu entro na sala- ou melhor Cellbit!
-Por favor diretor eu já falei que prefiro Rafael- digo me aproximando dele
      Assim que me viro, vejo as meninas quase derreterem, umas batiam palminhas silenciosas, outras só observavam, teve até uma que fez oque eu fiz em um vídeo, pegou uma folha, colou na capa do livro e escreveu "Transa comigo" deu vontade de rir daquele cena, só faltava elas derreterem mesmo
-Bom,Rafael tem uma carteira lá no fundo, porque não senta lá?-diz o professor
-Ok -digo indo pra a carteira lá de trás
       Me sentei atrás de um garoto de cabelos pretos, ele era um pouco baixinho, então dava para ver o quadro direito, esse garoto se vira rapidamente me dando um susto
-Oi! - Diz ele com um sorriso
-Oi!- falo também com um sorriso
-Seja bem vindo na nossa escola- ele fala
-Obrigado, e vc é... - digo tentando descobrir seu nome
-Ah, sou Tarik, mas pode me chamar de Pac -diz o menino
-E porque Pac?-pergunto
-Não sei desde pequeno sou chamado assim... Mas eu gosto-diz ele com um sorriso no rosto, mas logo esse sorriso se desmancha- toma cuidado com essas garotas, a última vez que veio um cara bonito aqui na escola, ele acabou indo pro hospital
-Você me acha bonito? - perguntei
-Que?! Não foi oque eu quis dizer-diz ele se virando corado
-Bom gente! -diz o diretor- também quero relembrar que as inscrições do show de talentos está aberta, e ele- diz o diretor apontando para mim- ele vai participar, mas ok é só isso tenham uma boa semana - e logo depois ele sai da sala

XXXX quebra de tempo XXXX

   Passou um bom tempo e já estava na aula de matemática, meu deus do céu que, chato
TRIMMMMM
    Sou o primeiro a levantar e sair da sala, vou direto para o caminho da cantina, quando estou virando o corredor,  o chão começa a tremer e começo a escutar "Cellbit" me viro e vejo uma tsunami de garotas atrás de mim, a única opção que tive foi sair correndo. Agora imagina minha situação:estou correndo para fugir de uma tsunami de garotas, ao mesmo tempo sem saber pra onde ir, até que de repente sinto um puxão para o lado. Era Pac
-Caralho! - digo cansado sem fôlego
-É amigo vai ser assim todo dia, nem precisa fazer academia- diz Pac rindo
-Eu acho que já estaria morto se não fosse por você- digo rindo
-Ah, não foi nada-diz ele rindo também- você quer almoçar?
-Claro, por que não?- digo já recuperando o fôlego
-Tem gente que não come né?-Pac fala
- E tenho dó dessa gente- falo e ele começa a rir novamente - Mas então onde é a cantina?
-Vem me segue- diz ele começando a andar
-Espera!- falo
-Que foi -diz ele se virando
-Que tal tirarmos uma foto, para marcar o começo de nossa amizade?- Digo mostrando a câmera
-Gostei da ideia- ele se aproximou e tiramos a foto(imagem do capitulo)
     Depois eu e Pac fomos comer, e ficamos conversando sobre coisas aleatórias o dia todo, descobri muito sobre ele e falei muito de mim também

XXXXoutra quebra de tempoXXXX

    Acabou as aulas e cá estou eu correndo novamente para fugir das meninas, mais com uma companhia, Pac. Conseguimos despista-las e ir para o portão. Descobri também que onde ele morava era perto do meu prédio, então fomos juntos até nossas casas. O deixei em casa e dei meu número para ele
      Chegando em casa sou recebido por uma abraço de minha mãe
-E então como foi o primeiro dia?- diz ela segurando meu rosto
-Foi bom... Fiz um amigo- digo feliz, ah anos eu não tinha feito novas amizades
-Que bom!- fala minha mãe me abraçando novamente


Notas Finais


Oi pessoas! Mais um capítulo e gostaria de saber o que acharam! Continuo com a mesma meta de 5 favoritos ou mais, tá bom? E pelo menos um comentário! Amanhã não sei se vou postar, mais se sim, até lá, e muito obrigada pra que tá me acompanhando eu só sinto mais vontade de continuar


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...