História Centuries - Capítulo 9


Escrita por: ~ e ~Thor_Lins

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Breaden, Chris Argent, Cora Hale, Danny Mahealani, Derek Hale, Gerard Argent, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Jordan Parrish, Kate Argent, Ken Yukimura, Kira Yukimura, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Melissa McCall, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Noshiko Yukimura, Personagens Originais, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff Noah Stilinski, Theo Raeken, Vernon Boyd
Tags Caçadores, Comedia, Conflitos, Família, Lobisomens, Luta, Romance, Scisaac, Sobrenatural, Soulmate, Sterek, Suspense
Visualizações 171
Palavras 2.330
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo escrito por: @Flakytrl & @Thor_lins ❤

Nos desculpem a demora ;D
Boa leitura ❤

Ps: Recomendo escutar Heart Attack mais para o final do capítulo ;D

Capítulo 9 - Yours Defenses


Fanfic / Fanfiction Centuries - Capítulo 9 - Yours Defenses

Quando Sienna chegou em casa, encontrou toda sua família assistindo TV, seus pais Cora e Hans, e seus tios Derek e Peter este que tinha acabado de voltar de uma de suas viagens. A garota entrou radiante pela porta, o que chamou a atenção de seus familiares.

- O que te deixou tão animada assim? Encontrou sua alma gêmea nessa festa? – Perguntou Cora à sua filha quando a viu passar pela porta.
- HA HA HA, como a senhora é engraçada mãe! – Retrucou sarcasticamente a garota. - Não foi nada disso, foi o Dave! – Exclamou lançando seus braços para cima em excitação.
- Quem? – Perguntou Hans confuso.
- O Dave, o garoto novo, eu tenho certeza que vi o tio Derek murmurando o nome dele pelos cantos. – Disse a garota tentando conter seu riso.
- Cala a boca Sienna! – Gritou Derek enquanto virava o rosto tentando miseravelmente esconder um rubor que surgiu em suas bochechas.
- Nossa Derek, não sabia que curtia os mais jovens. – Falou Peter fingindo indignação. - Que fase é essa hein?

Derek já estava preparando para acertar um direto na cara do outro Hale quando Sienna pigarreou chamando a atenção dos dois. Ela herdara o '' Mal dos Hale's '' que consistia em ter adoração por entradas triunfais e momentos dramáticos. 

- Tipo... A festa dele foi demais! A galera toda do colégio estava presente, as músicas ficaram demais e até mesmo a Ava deu um showzinho em cima da mesa e... - ela teria continuado se não fosse cortada com um olhar de '' Não nos importamos com isso '' de seus parentes. - Ok. - ela revirou os olhos e continuou. - A verdade é que o Dave teve um surto, como... Como se ele fosse um lobisomem também. E começou a quebrar tudo.

Cora e seu marido se entreolharam confusos e até mesmo Peter agora parecia um pouco interessado na história, Derek se mantinha calado e sentia que seu estômago revirava violentamente.

- C-Como assim? - Derek parecia claramente incomodado com aquela informação.

- Eu ainda nem contei a melhor parte. - Sienna sorriu travessa. - Quando ele parecia prestes a machucar alguém a campainha tocou e lá estava ele: Alto, um cheiro que jamais vou esquecer na minha vida, os músculos destacados naquela camisa. - a ruiva teria continuado a falar como o corpo do outro era maravilhoso, mas pela cara de seu pai achou melhor parar por ali. - imponente... O PAI DO DAVE! 

O ar se fez ausente nos pulmões de Derek Hale que viu a escuridão lhe tomar. Seu corpo inerte caiu por cima de seu tio Peter que começou a xingar ao ter sua camisa e a calça manchada de café e com o sobrinho pesando em cima de si.

Cora levantou exasperada e foi acudir o irmão enquanto Sienna e Hans encaravam a cena assustados e sem entender.

- Quem é o pai do Dave? - perguntou o homem cuja a mais nova herdara seus cabelos cor de ferrugem.

- Stiles Stilinski. - respondeu a mesma.

Cora e Peter se encararam boquiabertos e depois olharam para o coitado do moreno jazido ali.

[...]

Dave havia faltado dois dias no colégio a mando de seu pai e Scott lhe assegurara que ele não se prejudicaria nem um pouco por causa disso. Pai e filho assistiram alguns filmes e séries e conversaram sobre coisas aleatórias e Stiles lhe prometera que na hora certa responderia todas as dúvidas que pairavam na cabeça do jovem.

Acordou cedo como sempre, deu um beijo no rosto de Melissa e procurou uma cabeleira familiar à mesa mas não encontrou, somente um queixo torto que comia um prato farto de coisas que normalmente não seriam um café da manhã típico e uma cabeleira loira que tinha um prato cheio de coisas saudáveis.

- Bom dia ! - cumprimentou Isaac que recebeu um sorriso e um bom dia de volta da parte do mais novo.

- Onde está meu pai? - perguntou o moreno ao McCall e se sentando à mesa, onde começou a atacar com vontade os bacons e um pouco de panquecas junto.

Scott fez careta ao perceber a confusão de combinações estranhas do sobrinho, mas não comentou a respeito. 

- Seu pai foi até a cidade resolver umas coisas, ele disse que você pode ir tranquilo para a escola e que não vai lhe deixar. - ele sorriu enquanto mantinha os olhos presos a um livro. 

- Ok, vou indo na frente então.

Despediu-se dos três, partiu para seu amado 6 -Saleen S7 e foi-se para o colégio.

Mal havia chegado nos corredores quando fora interceptado pelos quatro amigos que pareciam mais que eufóricos em vê-lo. Tristan que deu um abraço apertado e sem pensar muito em sua atitude acabou dando um beijo estalado na bochecha do moreno. Tal gesto fez com que seus amigos o olhassem estranho.

- Desculpa, não conseguir me conter. Achei que ele já estava a sete palmos debaixo da terra em uma hora dessas. 

- O que aconteceu? - perguntou Troy.

- Depois conversamos. 

Logo a professora chegou e tratou de colocar os garotos para dentro.

Quando o sino do intervalo soou os cinco se dirigiram para a mesa que estavam acostumados a sentar.

- Conta logo que não to me aguentando! - pediu Ava.

Dave respirou fundo e coçou o pescoço.

- Bom... Meu pai e eu tivemos uma conversa, bem, digamos que... Cheia de revelações. - começou o mesmo. - Dave esperou que fosse interrompido mas nenhum deles o fez. - Ele disse que sou uma espécie de... Híbrido. 

- Mas que tipo de híbrido? - perguntou Sienna. 

- Bom... Pelo visto minha mãe é metade lobisomem e  meu pai, algum tipo de besta. -  - e contou o restante com detalhes.

Todo mundo ficou em silêncio pensando nessa informação e no que rolara naquele dia. 

- Porquê não veio nesses dois dias? Cara, achamos que tinha morrido. - comentou Tristan enquanto desembrulhava seu hambúrguer.

- Meu pai achou melhor tirar esses dois dias para... Ter certeza que eu não surtaria de novo. - comentou o moreno sem graça. 

- Seu pai é muito hot ! - Ava deixou escapar e Sienna deu um pequeno sorriso. 

- Dave teve onde puxar. - ela piscou para o mesmo que sorriu mostrando as covinhas. 

- Sua festa foi de arrasar! Cheia de pegação e revelações. - comentou Troy rindo.

- E falando em revelações... Pode me explicar que história bizarra foi aquela que o Senhor todo poderoso nos disse lá na sala? - Kane olhou desafiadoramente para o Boyd que ficou sem entender. - Não faça essa cara, somos amigos desde criança e como eu nunca soube dessa história de lobisomem? 

Dave ficou meio perdido naquilo.

- O que você quer dizer com isso? - perguntou Dave confuso. 

Ava sorriu mostrando seus dentes brancos e perfeitos, deixando Tristan Kane irritado pelo gesto.

- Enquanto você dormia um sono profundo de princesa, seu pai nos manteve lá embaixo e... Meio que ''dedurou'' nossos segredos. - ela fez aspas com os dedos. - Não me pergunte como, mas ele sabia que Sienna era uma Hale e também uma lobisomem, assim como Troy e eu uma caçadora, além de Tristan que é... Um humano. 

- Mas, você também é humana! - rosnou o castanho dando uma sugada um tanto quanto exagerada em canudinho quase engasgando com o suco de morango.

- Vocês dois são lobisomens? E você é uma caçadora? - o Stilinski parecia mais abalado pela notícia de seus amigos serem sobrenaturais do que com a própria ideia dele ser uma aberração tamanha. - Achei que essas coisas não passavam de mito. 

Com certeza, aquela era uma manhã cercada de informações. 

 

[...]

O rugido da *Harley Davidson 883 chamou atenção de alguns estudantes que estavam passando o tempo do intervalo no campo. O dono retirou o capacete e deixou ali apoiado no próprio guidão da moto arrancando suspiros das alunas e sendo motivo de olhares curiosos dos meninos. Usava uma camisa com o emblema do Batman que se fosse qualquer outro adulto usando seria ridículo, mas que para ele lhe caia super bem. Até poderiam dizer que ele era o próprio morcego, caso ele de fato existisse.

Stiles caminhou para dentro da instituição com passos lentos, tinha uma postura relaxada mas mesmo assim conseguia abrir caminho entre os alunos que mal conseguiam olhara para ele sem babar. Não estava ali por Scott. Ou por Dave. Seu objetivo era outro.

Continuou caminhando em busca do que tinha ido fazer ali. 

. . . 

Derek estava largado em sua poltrona reclinável que ficava localizada em sua sala com uma tremenda dor de cabeça, por mais que ele não conseguisse ficar bêbado doses excessivas de Whisky lhe davam muita dor de cabeça ainda mais de manhã. Motivo que o levara a beber tão cedo assim era porque tivera sonhos e mais sonhos com um certo castanho. Desde que Sienna havia soltado a bomba em sua sala, sua paz havia acabado. Porque tudo que ele fazia era pensar que ele estava de volta. Seu coração se apertava e doía e parte dele se sentia feliz e a outra parte queria fazê-lo fugir toda vez que pensava nisso.

'' Como continuo tão patético assim? ''

Resmungou em pensamento. 

A verdade era que Stiles havia se tornado seu tormento pessoal por todos esses anos. Derek se lembrava perfeitamente a primeira vez que tinha colocado os olhos dele e como aquele par âmbar lhe bagunçara totalmente. Stiles tinha sido tudo. As coisas estavam dando certo, Derek trabalhara incessantemente para ganhar espaço no coração duro e frio daquele ser, mas eis que uma desgraça maior levara Stiles para longe. E ele jamais respondera as cartas. Derek jamais recebera uma carta em anos. Era doloroso pensar que o mesmo tinha seguido em frente e pior ainda pensar que... Jamais teria o coração de Stiles novamente. 

Mas, ele estava de volta. 

Isso poderia significar o começo novamente. 

Pensamentos positivos invadiam a cabeça e o coração do moreno bruto, mas eis que este se repreendia furiosamente.

'' Não, não posso mais amá-lo. Não vou mais amá-lo, não é mais a mesma coisa de antes! '' 


'' Putting my defenses up
'Cause I don't wanna fall in love
If I ever did that
I think I'd have a heart attack. ''

A medida que pensava mais sua cabeça latejava. Decidiu então que sairia um pouco para fora e tomaria um pouco de ar, caso continuasse daquela forma tiraria o resto do dia de folga. Resolveu então enfrentar o corredor cheio de adolescentes, onde suas vozes agudas e estridentes pioravam ainda mais sua situação. Mesmo assim, ele corajosamente continuou seguindo em frente até chegar perto da saída de incêndio ele parou. 

Seu corpo inteiro travou. As pupilas de seus olhos sofreram uma dilação de 45%* , sua respiração ficou mais curta e desregulada, seu corpo tremia e as palmas das mãos suavam. Todas essas sensações pareceram pior quando o outro olhou em sua direção e então o encontro do verde e do âmbar aconteceu. O mundo pareceu rodar em câmera lenta. Ambos tinham uma distância de 6 metros um do outro.

Derek sentiu coisas estranhas em seu estômago como há muito tempo não sentira.


'' Never put my love out on the line
Never said yes to the right guy
Never had trouble getting what I want
But when it comes to you, I'm never good enough
When I don't care. ''

 

Logo o sinal tocou avisando que o intervalo havia acabado. Rapidamente o corredor se esvaziou e somente restara os dois homens que ambos ainda continuavam a se encarar.

- Stiles? - Derek se pegou chamando por aquele nome há muito tempo não pronunciado pelos lábios maltratados. 

Stiles que se mantinha quieto olhou para baixo(cada gesto era observado meticulosamente pelo Hale) e novamente encontrando aquele velho olhar conhecido.

- Olá. - sua voz era seca. 

Derek sentiu suas bochechas arderem furiosamente, era completamente ridículo o que estava sentindo naquele momento. 

- Precisa de alguma coisa? - ele se viu perguntando, havia um pouco de dignidade em sua voz.

Stiles sentiu o desconforto emanando do outro e podia ouvir claramente as batidas do coração do mesmo. 

- Passei aqui para justificar o motivo de meu filho, Dave, ter faltado esses dois dias. - ele comentou.

O moreno cruzou os braços na altura do peito enquanto encarava o castanho e as vezes desviando o olhar. 

- Ah sim, conheço seu filho. Ele é amigo da minha sobrinha, Sienna e também meu aluno. Ela me contou o que houve na festa.

Stiles deu um sorriso enigmático que deixou o Hale desconfortável.

- O cheiro de vocês é realmente inconfundível e você agora virou professor? Isso sim é algo curioso. - comentou Stiles deixando o outro ainda mais ruborizado. - Devo ter vindo em um horário impróprio, mas apenas queria ver os garotos. Estou reunindo o pessoal antigo e quero que os quatro estejam presentes, poderia passar o recado para o restante? 

O Hale assentiu irritado pela provocação e o Stilinski voltou com a ter a expressão séria. 

- Era só isso, nos vemos em breve Sr. Hale. - Stiles se viu caminhando em direção a saída e deixando o pobre Hale para trás que sentia que seu coração sairia pela boca. 


'' You make me glow
But I cover up
Won't let it show
So I'm putting my defenses up
'Cause I don't wanna fall in love
If I ever did that
I think I'd have a heart attack
I think I'd have a heart attack
I think I'd have a heart attack. ''

 

- Não posso me apaixonar de novo, não posso me apaixonar de novo. - ele tentava repetir esse mantra enquanto apertava a camiseta e o músculo do peito. Sentia aquela sensação de há dois dias lhe tomar. Logo ele foi engolido pela escuridão. 

É claro que seu coração jamais o obedeceria. 


Notas Finais


Heart Attack: https://www.youtube.com/watch?v=AByfaYcOm4A

Dessa vez eu não coloquei a música toda, só partes dela.

*Harley Davidson 883:http://www.harley-davidson.com/content/dam/h-d/images/motorcycles/my13/sportster/iron-883/13-hd-iron-883-bs-large.jpg

* Sua pupila dilata quando você vê a pessoa pela qual sente atração ou alguém que você ama.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...