História Cha Daddy - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), VIXX
Personagens Hongbin, Hyuk, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Ken, Leo, N, Rap Monster, Ravi, Suga, V
Tags Chabin, Chasang, Haken, Kenjin, Kenvi, Minjoon, Nammin, Navi, Nbin, Neo, Nhyuk, Nleoravi, Raken, Sope, Taekook, Vkook, Wontaekn, Yoonseok
Visualizações 158
Palavras 1.724
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Ooeeee!!!
Perdão pelos erros!

Capítulo 5 - 5° ato: Beijo pra sarar


Fanfic / Fanfiction Cha Daddy - Capítulo 5 - 5° ato: Beijo pra sarar

Deixei meu relógio no criado mudo depois de verificar as horas, que saco, eu tinha que adoecer logo na época de entrada de novos alunos? Mas é uma pena. Processo não tem o direito de adoecer, foda-se sua saúde, você tem que dar aula a qualquer custo.

Me levantei, sentindo meu corpo mole, tomei um banho rápido, vesti uma roupa confortável, corri para a cozinha, pegando a primeira fruta que apareceu na minha frente, catei as chaves do carro, calcei os sapatos de calmamente dirigi até a universidade.

Tomei fôlego e um comprimido com o auxílio de água, ótimo, isso deve ajudar pro resto do dia. Vi meus alunos entrando e sorri para parecer bem. Os novatos sentaram pertos dos pervertidos, Deus, basta de alunos drogados me tarando.

- Bom, como vocês viram, temos 7 alunos novos, que na verdade.... Jeon Jungkook, quantos você tem mesmo?

- Tenho 19, farei vinte dentro de poucas semanas - ele riu, com as bochechas levemente avermelhada.

- Semana passada eu faltei por conta de uma gripe mal curada, o que resultou no próprio diretor tendo que passar a prova.. todos se sairam bem! - gritos e palmas ecoaram dentro da sala, em comemoração - Mesmo que tenham chego agora, como professor tenho que passar a prova pra vocês, por que o conteúdo é de suma importância - sorri malicioso, sendo acompanhado pelos alunos - Espero que se desenvolvam bem!

Autora POVs

Enquanto Hakyeon passava o novo assunto no quadro, após ter deixado Hyuk a encargo de ajudar os novatos sobre o assunto da prova, que seria feita com eles na hora do intervalo, a conversa fluía solta naquela parte da sala.

- Meu pau vibra vendo aquela bunda rebolando de um lado pro outro, Caralho de professor gostoso! Bem que a universidade poderia investir nesse padrão de beleza - Namjoon comentou rindo.

- Aconselho a cair fora desse barco, esse professor é perigoso - Ken tremeu lembrando do dia no banheiro.

- Ôh se é! - Hyuk comentou distraído, e todos o olharam confuso - Depois de tudo que ouvi de você e Ravi, não duvido de mais nada em relação a ele - disfarçou - Mas Binnie, ainda não está bem explicado o por que de você estar gemendo no telefone, naquele dia do cinema em casa, e tals... Joga na rodinha!

- Como é? Lee Hongbin perdeu o cabaço? - Yoongi perguntou atiçando.

- Puta que pariu, foi só a gente viajar por 2 meses e olha a merda que aconteceu, meu pobre Binnie já não é mais inocente, por que Deus! - Hoseok fez drama, fazendo os meninos rirem.

- Jung Hoseok e seus amigos, o momento de agora é sobre o assunto que está no quadro ou na apostilha que lhe entreguei, fora isso não tenho nada a complementar, quando eu tiver perguntado algo, você fala, então, silêncio! - Hakyeon chamou a atenção dos meninos, que se encolherem com o olhar ameaçador lançando pelo mais velho.

- Que medo! - Taehyung comentou baixinho - Mas mesmo assim ele continua sendo fofo.

- Xiu! Quer ficar de repouso? - Jimin falou como se o amigo fosse pequeno.

(XxxxxxxX)

- Qual é a tua Sanghyuk!? - Hongbin perguntou quando chegou na casa que dividia com o amigo.

- Vai, se faz de inocente, acha que sou idiota? - ironizou jogando a mochila no sofá.

- Como assim? - seguiu o mesmo exemplo.

- O professor é gostoso pra caralho, não é Hongbin?

O menor resetou dois passos antes do sofá. Hyuk parecia convicto do que falava, mas ele não conseguia entender, prestou atenção nos seus movimentos, então como tinha sido descoberto?

- Não se faça de idiota, até eu já me aproveitei dele, só não do jeito que você aproveitou.

- Como? Que canalha!

- Tá bravinho por que? Achou que fosse único? Pra sua informação ele não deu em cima de mim não, eu que me ofereci, assim como o Ravi e talvez você, ele só fez concluir o trabalho dele.

- VOCÊ O QUE?

- Eu chupei o pau do nosso professor de sexologia e Anatomia! E gostei bastante para ser sincero, e você?

- Eu... Eu... Eu transei com o professor e foi muito bom - eles se olharam, riram e negaram com a cabeça - Que merda a gente tá fazendo?

- Eu não sei, mas saiba que estou muito afim de dar a bunda pra ele também.

Hakyeon POVs

Como sempre, um dos últimos a sair, na verdade fiquei estudando na biblioteca, investindo nos livros pra ver se melhorava da dor de cabeça, mas nada feito, meu corpo só ficava cada vez mais mole, minha pressão estava caindo aos poucos, além de uma febre que não baixava.

- Aish! - reclamei sem conseguir levantar.

- Tem alguém aí? - uma voz surgiu no corredor onde eu estava - Posso ajudar? Tenho que fechar a biblioteca!

- Taekwoon? - perguntei quando ele se fez presente. Esse me olhava assustado e envergonhado - O que faz aqui?

- Ah.. bem.. o bibliotecário pediu pra eu fechar hoje, pois ele precisaria ir ao médico - explicou sentando ao meu lado - E o senhor?

- Eu vim estudar, mas meu resfriado parece estar piorando.

- Vejo isso, está pálido como um papel, nem deveria ter vindo pra faculdade!

- Está agindo como minha Omma - rimos um pouco. Tentei levantar, mas minha visão embaçou e ele acabou me segurando para não cair no chão - Posso te fazer um pedido?

- Claro!

- Sabe dirigir? - ele fez que sim com a cabeça - Então, me levaria em casa? Não estou em condições de sair daqui por mim mesmo.

- Sim, não faz mal, não estou com pressa de chegar em casa mesmo. Onde você mora?

- Eu vou explicando pelo caminho, minhas chaves estão na bols...

Taekwoon POVs

Aguardei as instruções, que não vieram. Ele desmaiou apoiado no meu corpo, era de longe notável o quão mal estava. Com certo esforço, o coloquei nas minhas costas peguei seus materiais e sai da biblioteca, trancando-a. Peguei minha mochila, guardada no armário da sala dos professores e rumei para o carro dele. Após deixa-lo no banco de carona e me sentar no do motorista, liguei para a única pessoa que sabia o endereço dele: Hongbin.

- Tem certeza que não quer ajuda Leo-hyung?

- Não Binnie, eu me viro, ele só está dormindo, farei uma sopa e depois vou pra casa, obrigado pela informação.

- De nada Hyung, qualquer coisa se precisar, me ligue!

Nos despedimos e eu tratei logo de ligar o carro. Não que o caminho fosse difícil, eu apenas nunca tinha ido por aquele caminho, o que dificultou as coisas. Assim que chegamos na sua garagem, catuquei suas coisas em busca da chave de casa. Estava envergonhado, não sou de mexer no que não é meu. Desci do carro e abri o portão da garagem. Coloquei o carro pra dentro e o peguei de novo nas costas. Deitado daquele jeito, ele parecia tão inocente e delicado, que parecia até um absurdo tudo que os meninos falaram.

Autora POVs

Leo deixou N deitado na cama dele, correu para a cozinha, não sem antes parar para admirar a casa - que achou muito bonita por sinal - pegou os ingredientes na geladeira e armário, e com paciência e cautela preparou uma sopa para o professor adoentado.

Hakyeon por sua vez, abriu preguiçosamente seus olhos, se queixando de dor e com um misto de curiosidade e medo sem saber o motivo de estar em casa, deitado em sua cama e um cheiro de comida estar vindo do corredor.

"Que ladrão doido é esse que cozinha para o dono da casa?" Pensou levantando e caminhando escorado na parede, sem forças.

- Professor? O que faz em pé? Deite no sofá, você precisa descansar!

- Ah, glória a Deus! Eu jurava que era um ladrão.

- Como assim? Não lembra de ter me pedido pra te trazer em casa?

- Taekwoon, entenda, um doente que estava prestes a desmaiar vai lembrar de algo? Eu poderia dizer: coma o meu cu, e não lembraria disso.

- Desnecessário professor!

- N, me chame de N, professor me deixa velho.

Eles riram e Hakyeon se deitou no sofá a espera de Taekwoon trazer sua comida. Conversaram um pouco e o mais novo deixou claro como conseguiu encontrar e entrar na casa mesmo sem o moreno ter dito nada. Foi engraçado ver o branquelo, ficar vermelho explicando que não mexeu em nada, só no necessário, para o professor aquilo era fofo demais.

- Relaxe, nem que você roubasse todo o meu dinheiro, eu não ligaria - acariciou sua bochecha rubra, já que ele estava ao seu lado - Meu Deus, essa febre na baixa!

- Não sei mais o que fazer pra você sarar, já dei remédio, comida, suco...

- Faltou beijar.. dizem que beijo faz sarar mais rápido.

Taekwoon olhou surpreso para o professor.

- Como assim?

- Estou brincando Taekwoon, não vá nessa onda dos seus amigos de que eu dou em cima de aluno meu, apesar de achar você muito fofo, não sou esse tipo de pessoa.

- Então você não me pegaria? Só por que eu não ajo de forma atirada como meus amigos?

Por essa Hakyeon não esperava. O Jung ficou irritado por ter dito, que supostamente não o pegaria, só que sua intenção era tirar em imagem tosca que Wonsik, Jaehwan, Hongbin e Sanghyuk tinham feito de si.

- Er.. na verdade sim, eu pegaria, só achei que você me achasse um canalha.

- Eu acho, mas você não tem culpa, é solteiro, que mal tem transar com outras pessoas?

- Agora eu quero um beijo!

Taekwoon riu, mesmo que não quisesse admitir, tinha um Crush pelo professor e raiva dos seus amigos serem mais rápidos. Envergonhado e indeciso, se aproximou do corpo do professor e beijou o canto de seus lábios.

- Vou abrir uma exceção Taekwoon - sussurrou e o mais novo tremeu - Vou beijar sua boca - sem demoras agarrou os fios pretos e juntos ambos os lábios, num ósculo calmo e desajeitado, pela parte do Jung - É a primeira vez que você beija? - querendo enfiar a cabeça na terra, Leo fez que sim com a cabeça - Siga meus movimentos, hm.

Os lábios voltaram a se encontrar, movimentos lentos, mordidas leves, línguas inocentes, mal se tocando, as cabeças viravam lentamente para os lados, sem malícia, sem más intenções, apenas presença, carinho. Quando se afastaram por falta de ar, as testas continuaram encostadas, ele sorriam cúmplices. Era a primeira vez para os dois. Hakyeon que nunca beijava se fosse transar e Taekwoon que nunca tinha beijado.


Notas Finais


O cap mais romântico que ja fiz!
O motivo: O Leo é tímido, ele vai desenvolver aos poucos!
Comentem!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...