História Chace To Fate (Camren) - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila Cabello, Camila G!p, Camren, Camren G!p, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Norminah
Exibições 248
Palavras 1.647
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Coisinha adoravel


Fanfic / Fanfiction Chace To Fate (Camren) - Capítulo 4 - Coisinha adoravel

                      New York 


          Point of view Camila 


Acordo sentindo duas pequenas mãos me balançarem 


— acorda mamãe acorda 


Eu tive a certeza que não poderia mais dormi quando senti que Meg não iria parar de me balançar, é peParevoia s aceitei to só o mundo da xuxa que é doce.


— já acordei meu amor 


Me sento na cama morta de sono ainda, preocuro meu celular e vejo que ainda são cinco e cinquenta da manhã, a mais eu não vou levantar agora mesmo.


— Meg tá muito cedo ainda meu amor, vem dormi com a mamãe.


— mas mamãe a gente tem que ir busca a mama 


— eu sei meu anjo mais ainda falta muito pra isso e se a gente ficar acordada vai demorar mais ainda, vamos dormi mais um pouco 


A peguei no colo e colocando ela deitada sobre minha barriga e nos cobrindo, eu sei que ela ainda esta com sono então começo a fazer carinho em suas costas e em menos de cinco minutos ela já estava dormindo e logo eu cai no sono também.


    

                         (...) 


Quando eu despertei já era por volta das dez horas e Meg ainda dormia feito um anjo dei um beijo em sua testa e a coloquei deitada na cama


Fiz minha higiene matinal e segui para a cozinha pra fazer o café da manhã da Meg depois que tudo estava pronto fui no quarto dela e separei sua roupa para irmos ao hospital, arrumei o quarto de hóspedes já que eu tenho certeza que ela não se sentiria a vontade dormindo comigo.

Assim que terminei tudo verifiquei se Meg ainda estava dormindo e fui tomar banho. Me vesti rapidamente e fui acorda Meg que ainda dormia.


— acorda meu amor - enchi seu rosto de beijos e ela rapidamente acordou


— bom dia mamãe 


— bom dia meu amor,vamos se arrumar pra buscar a mamãe?


— VAMOS 


peguei minha bebê no colo e a levei para o seu quarto, dei banho nela e a fiz escovar os dente,arrumei ela rapidamente e logo estávamos tomando café da manhã enquanto ela contava tudo que havia feito com Dinah no dia anterior, depois do café ajeitei tudo que sujamos, escovamos o dente e logo estávamos a caminho do hospital


— mamãe 


— oi


— será que a mama vai gostar de mim - perguntou enquanto olha para suas mãozinhas 


— claro que vai meu amor não se preocupa com isso não ok - Meg apenas balançou a cabeça em afirmação e direcionou seu olhar para a janela, o resto do caminho foi feito em silêncio e logo eu estava estacionando no estacionamento do hospital.


Sai do carro tirei Meg da cadeirinha e a peguei no colo, peguei a bolsa que eu trouxe para Lauren com roupa e seguimos para dentro subimos direto para a sala do doutor Simon conversamos um pouco e eu logo assinei a alta de Laure 


Estava parada na porta do quarto da Lauren esperando Meg tomar coragem pra entra logo naquele quarto.


— pronto mamãe vamos - diz segurando minha mão esperando eu entrar.


Abri a porta do quarto e entramos lentamente, Lauren Parecia estar destraida em seus próprios pensamentos, ela estava sentada na cama com o venha franzido enquanto olha para a parede.


— bom dia Laur - sua atenção se foca totalmente em mim e nossa como essa mulher é linda sai dos meus pensamentos quando sinto Meg se esconder atrás das minhas pernas


— Bom dia Camila - diz sorrindo pra mim, acho que ela ainda não percebeu o pequeno carrapatinho agarrado em minhas pernas.


— Eu trouxe alguém que quer muito te ver - pego Meg no colo e me aproximando de sua cama - diz oi pra mama meu amor




            Point of view Lauren 



A minha vida anda bem louca ultimamente. Imagina você acordar sem se lembrar de nada da sua vida isso é desesperador, no começo eu pensei que minha família tinha me abandonado aqui e confesso que fiquei bem triste e como o doutor não falou nada sobre eu ter uma família eu já estava formulando mil formas de como sobreviver quando eu saísse daqui.

Mas graças a deus meus planos de sobrevivencia foram por água a baixo quando Camila entrou naquele quarto dizendo ser minha esposa e nossa eu fiquei feliz por ela aparecer ali, por saber que tinha alguém com quem eu poderia contar.


Ela era bem simpática e fofinha, descobri que ela tem um pinto, que somos casadas e que temos uma filha de três anos.

No começo eu fiquei bem chocada mais passou rapidamente, hoje quando eu acordei eu fiquei bem ansiosa para rever a Camila e conhecer minha filha, eu espero que ela goste de mim porque eu mesmos sem ainda a conhecer já a amo só por saber que ela é minha filha, um pedacinho de mim.


A manhã foi tranquila eu fiquei o dia todo sem fazer nada, ficar aqui é muito chato, quando era volta das onze e meia eu tomei banho e nossa me senti restaurada a única coisa ruim foi ter que botar aquele roupa do hospital.


Eu estava sentada na cama fazendo vários nada olhando para a parede quando a porta do meu quarto foi aberta por Camila.


— bom dia Laur


— bom dia Camila - digo sorrindo.


— eu trouxe alguém que quer muito te ver - diz se abaixando e pegando no colo a criança que até agora eu nem tinha percebido por estar atrás de suas pernas - diz oi pra mama meu amor



Aquele serzinho que estava nos braços de Camila era a coisinha mais adoravel do mundo.



— oi mama 


Ela estava com as bochechas coradas, acho que ela estava com vergonha.

Estiquei meus braços em um pedido mudo para que ela viesse para o meu colo e ela logo se jogou em meus braços se agarrando em meu pescoço com força.



— Oi princesa - digo a abraçando com mais força sentindo meu peito se encher de alegria ao té-la em meus braços - você é muito linda meu amor.



Percebi que ela estava chorando então a puxei um pouco pra trás para poder olhar seu rostinho, limpei suas lágrimas e beijei sua testa.


— por que você está chorando meu amor? 



— eu te amo muito mama um tantão assim - diz abrindo os dois braços o máximo que pode, e eu só achei ela ainda.




— eu também te amo - beijo seu rostinho e me viro para Camila que até então estava quieta - Camila quando nos vomos ir pra casa?



— agora mesmo, eu já assinei sua alta é só você trocar de roupa e nos vamos embora, aqui eu trouxe três trocas de roupa pra você escolher e um sapato que combina com qualquer roupa que está aí dentro - diz me estendendo uma bolsa.



— ok. Fica um pouquinho com a sua mãe meu amor - falei pra minha filha que apanas assentiu e me abraçou deixando um beijo em minha bochecha para depois estender seus braços para Camila que imediatamente a pegou no colo.



Peguei a bolsa que Camila me trouxe e fui em direção ao banheiro a primeira remessa de roupa que apareceu na minha frente me calcei e fui de volta para o quarto encontrando as duas correndo pelo quarto.



— já estou pronta 


Elas pararam de correr e ficaram me olhando como se eu fosse um bicho do outro planeta



— nossa Laur você está linda




— é mama você ta muito linda



Sinto minhas bochechas corarem com os seus elogios.



— obrigada meninas - digo estendendo a bolsa de volta pra Camila, eu não queria carrega aquela bolsa e ela é minha esposa não custa nada ela carregar a bolsa.

Ela pegou a bolsa da minha mão e sorriu, que bom já que ela gostou a parti de hoje ela vai sempre carregar minha bolsa.


  — vamos que eu ainda vou levar vocês pra almoçar - diz Camila carregando Meg em um braço e com o outro ela segura minha mão me guiando para fora do quarto.


   


          Point of view Camila


Ver Lauren interagindo com a nossa filha foi a coisa mais linda que eu já vi, desde que Meg nasceu essa era a cena que eu mais esperei pra ver.



Fomos a um restaurante próximo da nossa casa, comemos entre conversas e brincadeiras, e por incrível que pareça Lauren interagiu com com a gente como se já estivesse acostumada com a nossa presença.



Depois do almoço fomos pra casa e Lauren ficou boquiaberta com o tamanho da nossa casa, depois disso Meg a arrastou para conhecer o seu quarto e eu resolvi ligar para Clara afinal já era pra ela está sabendo que Lauren acordou a muito tempo mais como eu estava mega empolgada me esqueci.




           Ligação on




— alô 



— Clara sou eu Camila



— oh querida tudo bem com você e a Meg?


— tudo sim, eu queria que você e o Mike viesem aqui em casa tipo agora.



— é importante?



— muito importante Clara.



— ok em vinte minutos chegamos aí.



— vou espera, até logo.



— até 


Ligação off



Depois de uns quinze minutos Lauren retornou se sentando ao meu lado bem próxima a mim 



— cadê a Meg?



— dormiu - ela ficou me encarando enquanto estavamos em silêncio como se me analisasse - por que você não me abraçou hoje? - perguntou em um tom baixo desviando o olhar do meu.



— eu pensei que você não gostaria ou que se sentiria desconfortável.



— oh - quando ela ia falar mais alguma coisa a campainha tocou 



— eu atendo - digo indo até a porta recebendo Clara e Mike.



Comprimento os dois com um abraço apertado.



— vamos até a sala eu tenho uma surpresa pra vocês.


Os levo até a sala e quando eles vêem Lauren sentada no sofá ficam estáticos, mais isso só durou até Clara começar a gritar,chorar e correr em direção a Lauren que assim que viu que Clara estava vindo em sua direção começou a correr dela e quando eu percebi as duas já corriam feito loucas pela casa.



É talvez isso fosse ser engraçado.

 








Notas Finais


Bom por hoje é isso, nos vemos em breve e qualquer erro corrijo depois

Beijinho beijinho tchau tchau 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...