História Chained By Wolves - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjin, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Vkook, Yoongi, Yoonmin
Exibições 72
Palavras 1.484
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi amores <3
Esse capítulo está um pouco diferente. Aqui vocês vão entender mais um pouco do lado do Jimin na estória e vão perceber que ele lida com cada coisa de modo diferente. Lembrem do capítulo anterior como ele tratou Yoongi, lembrem de todos os detalhesinhos por favor.
Esse capítulo é MUITO, MUITO, MUITO importante para o desenrolar da estória, é EXTREMAMENTE importante, então guardem todas as informações dentro de um potinho no cérebro de vocês <3
Agora vou parar de falar, desculpem os erros e boa leitura <3

Capítulo 3 - Wolf


Fanfic / Fanfiction Chained By Wolves - Capítulo 3 - Wolf

Jimin carregou o corpo desmaiado de Yoongi por poucos metros até chegar em seu carro que estava estacionado ali perto. Sua sorte era que o fundo daquela boate estava extremamente escura e vazia, o que facilitava para que seu plano desse certo.

Depois de deitar o corpo magro e delicado do rapaz no banco traseiro do automóvel, o ruivo prendeu os punhos do branquelo em uma algema, sentando-se no banco do motorista logo em seguida.

Digitou o número do seu superior enquanto dava a partida no carro.

Fala.” Ouviu a voz grossa no outro lado da linha.

“Peguei o garoto.” Disse seriamente.

Ótimo! Leve ele para o galpão sete. Vou mandar alguém pra lá também.” Os galpões eram exatamente como casas comuns, só que eram mais protegidas. A casa em si era habitada pelas pessoas que tinham como função cuidar do prisioneiro, este que ficava no porão, sempre.

“Beleza.” Finalizou a ligação, jogando o aparelho no banco do passageiro ao seu lado e posicionando o espelho retrovisor interno de forma que tivesse uma boa visão do rapaz apagado em seu banco traseiro.

Dirigiu por um tempo até o lugar indicado, intercalando o olhar entre o caminho e o rapaz, apenas para ter certeza de que ele não acordaria antes do planejado, mas se acontecesse não seria um problema, Jimin saberia como lidar, pois já fazia isso há anos.

Assim que chegou ao local, se deparou com Seokjin e Hoseok o esperando na porta do galpão, desceu do carro e caminhou calmamente até eles.

“E ai cara? Como você ‘tá?” Cumprimentou o acastanhado com um abraço.

“’To bem. Eu tava com saudade.” Respondeu sem encarar o outro.

“Ah... Eu também.” Afirmou bagunçando os cabelos do de pele olivada. “Mas me diz, como vai ser?” Perguntou agora para o mais velho de todos que apenas observava o carinho que seu meio irmão tinha com o outro.

“Então... Namjoon disse que o garoto vai ficar aqui no galpão sete por pouco tempo. Esse lugar aqui vai ser só temporário pra ele. Não é o lugar mais apropriado, ele disse que assim que o galpão um for liberado ele vai ser mandado pra lá. Você vai ficar responsável por ele até o final.” Explicou calmamente. O galpão um era o único em que o prisioneiro não precisava ficar preso no porão, neste ele poderia andar pela casa livremente, porém as janelas e portas eram trancadas com senhas, impedindo a saída da vítima.

“Nossa... Galpão um? Esse menino deve ser importante mesmo.” Ditou o mais novo de todos com um tom chocado.

“E é. Ele disse também que dessa vez vai ser por bem mais tempo. Quanto eu não sei, mas acredito que seja mais de meses.” Contou despreocupado enquanto fitava o céu estrelado. “Aliás, cadê ele?”

“’Ta lá no carro. Posso levá-lo pra dentro? Não quero ter que lidar com ele acordado ainda.” Perguntou vendo o loiro assentir para logo em seguida voltar para o automóvel e pegar o garoto em seu colo novamente. Carregou-o pelos corredores e pelas escadarias do lugar até chegar ao porão, onde ele deveria ficar durante aquele pouco tempo.

Depois de prendê-lo ali, o ruivo subiu as escadas novamente e se sentou com os outros dois homens.

“Eu posso ficar com você aqui?” Pediu Hoseok para Jimin, o castanho realmente gostava do mais novo, eles tinham uma boa ligação.

“Por mim tudo bem. Você sabe que adoro a sua presença. Mas seu irmão deixa?”

“Posso hyung? Por favor.” Pediu manhoso. O rapaz parecia uma criança quando se tratava do seu irmão mais velho, o qual fazia de tudo para ver seu dongsaeng feliz.

“Jimin preciso falar com você antes.” O garoto assentiu e seguiu o mais velho até um lugar mais privado.

“O que foi?” Perguntou curioso.

“Os surtos dele estão mais freqüentes e perigosos, não sei se é uma boa ideia.” Afirmou preocupado.

“Como assim? Me explica direito.” Transferiu o peso de seu corpo apenas para uma perna e cruzou os braços, esperando por uma resposta.

“Semana passada ele começou a gritar e quase bateu na mamãe. Se não fosse eu e o papai para segurar ele, não sabemos o que poderia ter acontecido. Sem contar que ele esta realmente muito forte.”

“Mas por que ele fez isso?” Hoseok nunca havia sido agressivo com alguém da família, aquilo era novo para si.

“Ele ficou bravo com a mamãe por ela ter pedido pra ele aumentar o volume da TV.” Contou deixando Jimin extremamente chocado e com os lábios entreabertos, formando um perfeito “O”.

“Só por isso? Não pode ser, ele nunca foi assim, sempre foi tão carinhoso com vocês, principalmente com sua mãe.”

“Eu sei, também fiquei em choque. Mas depois foi ainda pior. Ele começou a chorar e a gritar que ele era um monstro, um lixo. Dizia que não queria ser abandonado, que se a gente o abandonasse ele iria se matar. Você tem noção do quanto foi difícil acalmar ele? Foi horrível Jimin, nunca vi ele desse jeito.” Contou, limpando algumas lágrimas que insistiram em escapar.

“Nossa, eu sinto muito. Sei o quanto deve ser difícil, mas vocês precisam ficar calmos. Vocês contaram para o psicólogo?” Falou enquanto abraçava o mais velho para reconfortá-lo.

“Contamos, ele disse que pode ser que o estado dele esteja se agravando.”

“E como faz para impedir isso?”

“Ele não contou, disse que quer ver Hoseok antes, mas só vai conseguir daqui três semanas. Mas nesse tempo muita coisa pode acontecer. Ontem ele começou a surtar por eu ter ficado mais tempo no trabalho. Outra vez ele se trancou no banheiro do quarto dele e só saiu duas horas depois, aparentemente normal e feliz, mas quando entrei no banheiro depois, a pia estava um pouco suja de sangue.”

“O sangue era dele?” Pediu preocupado.

“Não sabemos, ele não me deixou ver nenhuma parte de seu corpo, dizia estar tudo bem, que ele não era louco a ponto de se machucar.”

Jimin sabia o que acontecia, ele era um grande amigo dos dois garotos e sabe toda a historia da vida de Hoseok, e era realmente difícil, sabia que correria risco, mas sabia também que o castanho confiava muito em si, eram extremamente próximos.

“Deixe ele ficar aqui Jin, você sabe da conexão que nós dois temos, eu cuido dele, você sabe disso.”

“Eu sei Jimin, sei que ele não faria nada de mal com você, o problema é aquele garoto que tem lá no porão. Você sabe que temos que manter ele a salvo.”

“Eu sei, mas a chave do porão fica comigo, Hoseok não vai conseguir entrar lá. Talvez passar um tempo comigo o distraia um pouco, você sabe que a única vez que ele surtou comigo foi porque achou que eu o deixaria de lado por causa de um dos meus ex, lembra?” Contou, fazendo o mais velho rir e assentir. Depois de conversar mais um pouco e conseguir convencer o outro, os dois finalmente voltaram para o lugar onde o garoto estava.

“Vou poder ficar?” Perguntou assim que viu os outros dois rapazes entrarem no ambiente. Jin assentiu e viu o irmão sorrir alegre e correr para abraçar o amigo. Depois de se despedir dos dois garotos e prometer levar algumas roupas mais tarde para o irmão, o mais velho foi embora, deixando os mais novos sozinhos ali.

Jimin olhou para o amigo e sorriu, lembrando que alem daquela vida horrível que ele levava, tinha Hoseok para animá-lo e o ajudar a esquecer das suas obrigações. Os dois eram amigos fiéis, confiavam um no outro e o ruivo o protegia a cima de tudo. O mais novo sabia que corria um risco com essa amizade, Hoseok era instável, mesmo com remédios, às vezes seus surtos eram inevitáveis, ainda mais agora que com os mesmos tendo a freqüência aumentada, mas ele realmente não se importava. Só queria a felicidade e o bem estar do amigo, mesmo se isso custasse a sua vida.

Mas acabou por lembrar que tinha que cuidar do garoto que estava desmaiado no porão daquele galpão, então resolveu esconder a chave em um lugar que o castanho não encontraria.

Enquanto Hoseok assistia algo na TV, Jimin foi arrumar as camas onde os dois iriam dormir, depois indo para a cozinha preparar algo de comer já que estava faminto. Depois de terminado, chamou o amigo para comer também, logo vendo o rapaz aparecer na cozinha coçando os olhos, o que mostrava que havia cochilado.

“O que vocês vão fazer com aquele garoto?” Perguntou o mais velho enquanto dava um gole no suco de uva, seu favorito.

“Nada.” Respondeu indiferente, porém com um sorriso carinhoso no rosto.

“Então por que ele está preso?”

“Só pra ele não fugir e acabar se machucando.” Respondeu, vendo o outro assentir com a cabeça.

Jimin realmente o adorava, seria capaz de tudo pelo garoto.

Ele iria protegê-lo das pessoas.

Assim como devia proteger as pessoas dele.


Notas Finais


Perceberam a diferença deste Jimin com o outro? ASUHAU, se sim, comentem.
O que será que o Hobi tem? O que vocês acham?
Quero dizer também que as coisas irão se esclarecer nas conversações, ok?
O nome da fanfic e de alguns capítulos vocês só vão entender no final da estória.
Beijinhos amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...