História Chained ;; Jungkook - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bts, Demonios, Jungkook, Sobrenatural, Wings
Exibições 21
Palavras 1.018
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


+16**

Tentei escrever um hot neste capítulo então, por mais que esteja ruim acho que devia deixar pelo menos um aviso para quem não gosta ou se sente mal com o assunto.

Obrigada, e boa leitura ^^

Capítulo 7 - 06


Abri a porta de meu apartamento e olhei para o mesmo. Tudo tão...igual.

- Bem, sinta-se em casa! - Eu sorri e falei para Suga que sorriu e entrou com suas malas.

Fui a caminho da cozinha preparar alguma comida decente para ingerir, a comida do Hospital não é das melhores.

- ROSE! - Suga gritou do quarto - IREI TOMAR UM BANHO!

- 'SEM PROBLEMAS! - Gritei em resposta.

O barulho das gotas do chuveiro caíam longe de mim, eu focava toda a minha atenção naquele som, deixei minha mente relaxar e 'penetrei em um êxtase incomum. Então senti, senti em meio a todo relaxamento a dor, o sofrimento, senti meus olhos se encherem de lágrimas e um forte incomodo em um dos meus dedos.

- É realmente uma estúpida. - A voz suave ecoou por minha mente.

- Olá Jungkook. - Respondi seca e sem vontade alguma de falar com aquele ser.

- Você se acostumou comigo mais rápido do que eu pensei! - Por mais que estivesse com minhas costas viradas para ele, pede sentir seu sorriso de satisfação e vitória.

- Saia daqui.

- Ou não...Enfim, não vai cuidar disto? - Ele se aproximou de mim e apontou para minha mão.

Pude notar um corte profundo que sangrava moderadamente em meu dedo.

- Merda! - Sussurrei indignada e coloquei o dedo embaixo da torneira para lava-lo.

- Algo está errado.

- Não. - Respondi confusa desligando a torneira e virando para Jungkook.

- Não foi uma pergunta sua estúpida! Foi uma afirmação! Algo está errado com você.

- Por favor, me diga, você sente algum tipo de prazer me chamando de estúpida? - Perguntei revoltada.

- Claro, sua cara expressando ofendimento é uma das que eu mais gosto. - Ele sorriu largo.

- Pare de sorrir! - Me virei em direção da caixa de remédios para pegar um band-aid.

- Oh não! - Ele riu alto - Você se sente envergonhada quando eu sorrio?! Por acaso é algum tipo de masoquista ou sadomasoquista?! - Ele continuava a rir.

- Vai a merda Jungkook! - Gritei nervosa - Sai da minha casa.

- Ui, ficou estressada. Só vim de passagem mesmo, avisa-la de que alguns dias você finalmente sairá do seu casulo. - Ele seguiu para a porta de entrada me deixando confusa com o que disse.

- Jungkook espere! - Corri até o mesmo e o segurei pela manga de sua camisa - O que você quer dizer com isso?

- Não lembra da nossa conversa no Hospital? Sobre você ser uma borboleta que ainda não saiu do casulo?

Rápidas memórias passaram por minha mente formando a história completa.

- Mas...Por que?

Ele virou o rosto e olhou pro chão quase que fazendo uma expressão de tristeza, mas demônios não tem sentimentos certo?

- Você irá descobrir sozinha. - E assim o garoto e a camisa que eu segurava se perderam em uma brisa fresca preenchendo o ar do corredor.

✾✾✾ 

- Rose? - A voz doce de Suga me chamou a atenção.

- Ahn...Sim? - Respondi fechando a porta e virando para o mesmo - AI MEU DEUS SUGA! VISTA SUA ROUPA! - Falei gritando e cobrindo os meus olhos.

Suga se encontrava com seu torso nu e assim seguia até uma toalha branca cobrir suas 'partes baixas.

- Desculpe! Eu não consigo achar minha mala de roupas! 

- Só vou ajudar a procurar pois sou uma ótima pessoa!

-Obrigada! - Ele sorriu inocentemente - Sabe que te amo.

- Já disseram que você não sabe mentir? - Eu ri e passei por ele indo em direção ao quarto de Suga.

- Não diga isso. Eu te amo e você me ama, só nunca admitimos isto não é?

Eu sorri meio boba e corei ainda mais.

- Cale a boca Min Yoongi e me ajuda a procurar... Mas, você só trouxe uma mala, como pode ter... - Eu me virei novamente para o mesmo que se encontrava agora completamente nu.

- Sabemos que sempre quisemos isso Rose... - Ele foi até mim e tocou gentilmente meu pescoço, o toque me fez lembrar rapidamente de Jungkook que logo foi esquecido por meu choque. 

- Y-Yoongi eu não sei se é certo... - Disse virando o rosto.

- É natural Rose, sabe que é natural, e te conheço o suficiente para saber que não é nenhuma santa.

Ele dizia passando a mão agilmente por meu corpo.

Parecia que a cada toque dele eu me sentia mais fraca, mais entregue, mais possuída. 

Ele então dava beijos em meu pescoço o que me fazia arrepiar e ele parecia ficar mais exitado, puxei o pequeno zíper que fechava minha camiseta e ele retirou a mesma de meu corpo.

Ele me pegou no colo e me colocou na cama ficando por cima de mim.

E então retirou minhas calças, e depois minha langerie.

- Você realmente quer isso? - Ele me perguntou com uma voz baixa e exitante. 

Eu respondi com um curto aceno de cabeça e em seguida falei.

- E-Eu quero tanto... - Disse quase sufocada por este desejo despertado.

Então pude sentir ele entrando calma e cuidadosamente em mim fazendo eu dar um gemido de dor.

- Vai...Passar... - Ele disse umas duas vezes enquanto eu gemia de dor.

A dor se misturou com um prazer, eu queria mais daquilo, queria mais, queria provar essa mistura.

- Yoongi - ah... - Gemi desta vez de prazer.

- Uhm... - Ele deu outro gemido em resposta quase que entendendo o que eu quis pedir.

Então senti aos poucos ele sair e entrar em mim mais rápido, mais forte e cada vez mais exitado.

- Awn Yoongi... - Eu sorria de prazer enquanto ele passava suas mãos pelos meus seios nus. 

Lembro-me dos meus gemidos virando gritos de prazer, lembro-me de Yoongi dando lambidas gentis por meu corpo, lembro-me de estar chegando ao ápice junto a ele e de sentir meus olhos virarem de puro prazer e desejo.

Por fim me lembro, que essa noite cheia de prazer foi meu contrato pro puro mau que eu ia causar.


Notas Finais


Espero que o hot tenha ficado bom néh :s

Obrigada por lerem s2

Bjão u3u


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...