História Chama Ardente - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kaze no Stigma
Tags Ayanoxkazuma
Exibições 17
Palavras 917
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Famí­lia, Harem, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Demorei mas tô aqui.
Boa leitura!

Capítulo 3 - A conversa - parte 2


Fanfic / Fanfiction Chama Ardente - Capítulo 3 - A conversa - parte 2

 

 

Ayano:

Eu estava satisfeita, comi duas fatias de bolo, eu e Kazuma ficamos calados desde aquela rápida conversa.Nós estávamos voltando agora, em silêncio, até que o silêncio se quebra.

- Você realmente é uma peça mesmo. - diz ele sorrindo.

- Como assim? - pergunto.

- Você Come assim todo dia? Como não está gorda? - diz ele num tom sarcástico. Como é que é?!

- ora seu! - exclamo com raiva e levanto a mão para dar uma belo de um tapa...Mas ele prende minha mão e me trás pra perto dele.sinto meu rosto corar.Estamos perto demais.

- E-Ei. .. - me afasto dele. - O-O que acha que está fazendo? - falo.

- Você não pode fazer isso. - diz ele se aproximando de mim novamente.Me viro de costas pra ele.Mas logo me arrependo. -Ele bate em minha bunda.

- Ah! - exclamo corada.

- Opa! Foi mal.. - ele sorrir. bem, agora não vai sobrar nenhum pedacinho de Kazuma!

- Seu miserável! Vou te estrangular! Como ousa! - falo já com a Eraiha em minhas mãos. Começo a correr atrás dele, até que chegamos em uma esquina.Paramos para recuperar fôlego e então Kazuma fala.

- Ayano. Precisamos conversar. - fala ele sério.

- Sobre seus poderes. - ele diz, fico séria e minha Eraiha desaparece.Fomos em direção ao apartamento dele para conversar.

 


----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 


Eu estava no apartamento de Kazuma, era simples, um quarto suite ,um banheiro ao lado da cozinha, a sala que era separada da cozinha por uma meia parede.estava sentada em um dos sofás. Kazuma estava na cozinha esquentando um pizza de frango com catupiry e trazendo um copo d'água que pedi.

- Aqui está princesinha. - diz ele me provocando.Mostro a língua pra ele.

-Então, o que quer falar sobre minhas habilidades? - pergunto.Ele se senta ao meu lado.

- Como você já sabe.Bernhard e a Rin...Ainda vão voltar. - diz ele se espreguiçando - Você precisa treinar.

- Kazuma, durante esses 12 meses que se passaram eu evolui bastante. - digo cruzando os braços. - quer que eu te mostre?

- Não é necessário.Mas logicamente eles também evoluíram.E não quero ter que passar por todo aquele trabalho.Aliás, Há demônios muito fortes, digo por quê esses últimos dias estou tendo trabalho demais.

- Ok, ok. Eu treino mais. - falo fazendo birra.

- E pra melhorar, eu vou te treinar. - diz ele

- Mais que droga! Vou ter que aturar novamente um idiota mandando em mim.- falo brincando.

- Ah, é assim é? - ele fala chegando bem mais perto de mim. - eu vou te ensinar como se falar corretamente comigo. - diz ele ja em cima de mim.com sua mão esquerda segurando meus dois pulsos. E com a outra tocando em meu queixo.

- E-Ei... O-O que você. .. - tento dizer mais algo mas não consigo, estou completamente vermelha.

- Xiu.Apenas faça. - diz ele com os lábios muito perto dos meus. Eu...Não acredito que ele vai...

Kazuma estava prestes a me beijar, mas o microondas apitou avisando que a pizza já estava quentinha.

- Mas que droga! - ele diz com raiva indo tirar do microondas a pizza. .Me ajeitei no sofá e pensei no que ele iria fazer. Ele realmente ia me beijar? E depois do beijo, o que ia acontecer? Sai de meus pensamentos quando vi ele se aproximando com uma bandeija de pizza média.Nós comemos em silêncio e depois eu resolvique era melhor ir pra casa.

- Bom eu já vou. - falo me levantando, ele se levanta também.

- Eu te levo. - ele diz. É impressão ou ele ta diferente?.

- Não precisa sei me cuidar.Não sou mais criança pra depender dos outros. - falo

- Eu Não To nem aí, seu pai me lembrou que eu ainda sou seu guarda costas então não reclame. - diz ele com superioridade.Sinceramente da vontade de quebrar a cara desse infeliz..Não tinha o que fazer, saímos do apartamento e fomos em direção à minha "casa".

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

- Ei... - falo - Por quê você ainda aceita o trabalho de ser meu guarda costas? - pergunto. - Você agora participa de Missões especiais oficialmente mandadas pelo meu pai...

- Gosto de ser seu guarda costas. - ele diz. fico surpresa. - Evita de você fazer alguma besteira. - ele diz.

- Ei! - falo e ele começa a rir. - Não sou tão atrapalhada. - falo. - Há coisas que eu sou muito boa.

- Sim...É verdade - diz ele sem parar de andar e sem olhar para mim.O encaro por um tempo. Depois volto a prestar atenção no caminho.

-----------------------------

Kazuma:

Assim que voltamos para o templo, Ayano foi direto para seu quarto tomar um banho. Fui conversar com o Velho Jugo.Adentro na sala de reunião e logo o avisto.

- Yo! Velhote. - falo.

- Olá Kazuma, seja bem vindo aqui. - ele diz . - E Ayano? Onde está?

- Ela disse que ia tomar banho. - falei no tédio.

- Aproposito. Que intenções você tem com minha filha?

- Como é? - falo surpreso.

- Saindo assim com ela. Onde foram - diz ele realmente curioso. - A um hotel!?

- Não claro que não. ! - falo surpreso. - Eu só levei ela pra comer algo e depois levei ela pra conversar na minha casa. sobre suas habilidades.

- Ok.Então. - diz ele desconfiado.O que esse Velho gaga ta pensando hein? - E tem mais.Bernhard está de volta...

 

- Bernhard...


Notas Finais


Esse foi o cap
Até mais!
Beijos de nutella!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...