História Chamas do amor(Fairy tail) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias .hack//Tasogare no Udewa Densetsu
Tags Fairy Tail- Chamas Do Amor
Exibições 9
Palavras 1.089
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Capítulo 5 (Carta e missão)


22 de abril de 784

Lucy, querida sei que deve me desprezar agora, talvez nem esteja lendo esta carta. Mas, se por acaso, estiver lendo, quero que saiba que eu nunca quis fazer isso. Eu nunca quis que você tivesse que presenciar a minha morte. Que tivesse matado aquele homem como estava dizendo que iria acontecer, você o torturou até a morte por minha culpa. Por isso tive que morrer, seus poderes são incontroláveis demais. Você não pode sentir um sentimento forte como amor, ódio ou tristeza. Mas tive que te descontrolar um pouco, para assim selar a profecia.

Agora Lucy, a profecia está em suas mãos e a de um garoto que você irá ou já conheceu. Se estiver junto com Laxus, diga a ele que eu o amo, e que eu chorei noite por noite lembrando de como sentia saudades dele, eu queria vê-lo de novo, mas acho que não será possível. Espero que entenda e procure mais sobre o seu destino. 

Sinto muito. Mamãe.

Após eu terminar de ler a carta, eu já estava tremendo. Eu suava e as lágrimas ameaçavam cair a qualquer momento. E-eu não podia acredite que odiei minha mãe por cinco anos, pensei que ela preferia morrer do que me ter como filha. Eu fui muito idiota....

-L-lucy...?- Ouço me chamarem, e vejo Natsu e Happy entrarem na sala.

-Você está bem Luxe?- Happy pergunta.

-E-estou só.... Só é difícil assimilar. Eu a odiei, e ela nunca quis fazer isso....

-Sei como se sente.- Laxus diz sério põe a mão em meu ombro.- Desprezei meus pais desde criança, uns cinco anos de idade. Mas agora.... me sinto bem culpado.

-Luce vamos fazer uma missão?!- Natsu diz animado.

-É LucY com Y Natsu!- Rio.- Mas vamos.

Ele me puxa pra fora da sala, sem o Jijha permitir, deixando Laxus e meu avô. Ele parou no segundo andar, aonde havia um quadro cheio de panfletos com várias missões. Nunca fiz uma missão na vida. Deve ser legal. 

-Essa aqui parece boa.- Happy diz com sua voz fofa de sempre.

-Hum... 375 mil Jewes pra se livrar de um Vulcans e resgatar um homem que está nas montanhas de neve- Digo pensativa.

-Agente pode conseguir uma missão melhor.- Natsu diz pensando.

-Eu acho que essa vai ser boa Natsu.- Digo sorrindo.

-É. Pode ser.- Ele fala.

-Aye! Depois vamos comer peixe!- Happy soca o ar me fazendo soltar um riso.

Nós pegamos a missão e a Mira anotou, nos liberando em seguida para irmos. Caminhamos durante horas, e nada de qualquer lugar em que o cara da missão poderia estar. Happy se aquecia nos meus braços enquanto Natsu estava mais a frente.

-Ei!- Natsu grita.- Vocês vem ou não?!

-Natsu não grite. Pode ocorrer uma...- Antes que eu completasse, uma montanha de neve desmorona em nossa direção.- Avalanche.- Dou um tapa em minha testa com uma gota na mesma.

Seguro Happy melhor e rapidamente corro ao primeiro lugar que vi, uma caverna de gelo aonde Natsu já estava nos esperando. Me jogo para alcançar a entrada antes da neve, mas o teto da caverna treme, fazendo quebrar algumas pedras de gelo e cair no meu pé esquerdo, grito de dor.

-Luce!- Natsu e Happy exclamam.

-E-eu to bem.- Tento me soltar mas dou outro grito.- Está muito preso.- Digo com dor.

-Luxe. Essa não.... O Laxus vai nos matar! Você deve ter quebrado e....

Happy fica assustado de repente.

-O quê foi?-Pergunto.

Happy aponta para atrás de mim sem conseguir falar. Ele aparentava estar gelado.

-Menina.- um macaco, talvez um Vulcan diz. Olhando para mim.- Ele cheira meus cabelos loiros fazendo calafrios percorrer pela minha nuca.- Pedra.- Ele tira rapidamente tira a pedra do meu pé, tirando minha bota junto e me fazendo gemer alto.

-Karyo no....- Natsu pulou na direção do Vulcan, com os punhos em chamas. Ele usa magia de dragão? Antes que Natsu completasse o golpe, o macaco o joga na parede com uma de suas patas.

-Machucado....- Ele olha para meu pé que estava roxo e saía um pouco de sangue. Estava enxado. Ele me pega com uma de suas mãos, me impedindo de sair ou usar magia. Tento me soltar mas ele aperta mais.

-Solta Luxe seu doido!- Happy grita.

-Karyo no: Teken!- Natsu foi mais rápido que antes e acerta o macaco, o fazendo me soltar. Antes que eu chegasse ao chão ele me pega.

-Obrigada.- Digo e Natsu me coloca gentilmente no chão.

-Happy! Cuide da Luce!- Natsu grita.

-Aye sir!- Happy vem até mim e se joga no meu colo.- Tudo bem Luxe?

-Sim. Só um pouco tonta nada demais. Eles drenam magia né?- Fico pensativa.

-Sim. E depois, assumem seu corpo.

Ouço um grito de Natsu e o vejo ser jogado para o outro lado da caverna.

-Natsu!-Grito preocupada.

O macaco  se aproxima novamente de mim. Ele parecia frustrado ou algo do tipo. Mas é estranho. Nos seus olhos eu vejo bondade. Olhos humanos.

-Ma-chucado.- Ele aponta para meu pé que está bem feio.

-É. Eu machuquei. Estou bem.- Sorrio. Vamos conversar ao invés de lutar indefesa né. Ele se senta a minha frente.

Ele se aproxima mais, deixando uma pequena distância entre nossos corpos e rostos. Seus olhos eram azuis claros, e sua pele branca e fria. Reparo também, que havia uma pedra em seu peito.

-Quebrar. Pedra bonita. Princesa.- Ele diz pausadamente.

-Não vai te machucar?- A pedra parece estar colada no peito dele, não quero machucá-lo. Ele parecia querer ajudar, só isso.

-Machucar. Não.

-Kansou: Takehammer.- Invoco um martelo gigante e quebro a pedra, depois o martelo desaparece e o macaco começa a brilhar.

Ele brilhava intensamente e logo cria um círculo mágico azul, depois torna a forma humana.

-Era só um cara?-Natsu diz confuso.

-Os Vulcans tem essa magia de gastar a energia mística de qualquer ser, para depois tomar seu corpo e o transformar em um Vulcan. Ou seja, ele me possuiu.- O homem explica.- Sou Masteery, minha esposa deve ter enviado a missão para a guilda Fairy tail. O pagamento de vocês será entregue logo que eu voltar para minha casa. Muito obrigada senhorita. Espero que sue pé esteja melhor.- Ele se vira para mim.

-Consegue andar Luce?

-Claro. Sem problemas. Está tudo bem.- Me levanto me apoiando somente com um pé, e apoiando minha mão na parede de gelo.Tento por o pé no chão.- Acho que não consigo andar....- Uma gota surge em mim cabeça.

-Acho que você quebrou Luxe.- Depois de Happy afirmar, Natsu me pega no colo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...