História Chamas do tempo - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Hellsing
Personagens Alexander Anderson, Aquarius, Cana Alberona, Charlie, Elfman Strauss, Enrico Maxwell, Erza Scarlet, Gajeel Redfox, Gildartz, Gray Fullbuster, Happy, Integra Hellsing, Jellal Fernandes, Juvia Lockser, Kagura Mikazuchi, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Natsu Dragneel, Nosferatu Alucard, Pantherlily, Seras Victoria, Virgo, Walter C. Dorneaz, Wendy Marvell
Tags Ação, Drama, Mistério, Natsu
Exibições 114
Palavras 2.617
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Seinen, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Super Power, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - O encontro com a policial


Fanfic / Fanfiction Chamas do tempo - Capítulo 3 - O encontro com a policial

 

Apos Natsu ter desmaiado repentinamente ele foi levado para a enfermaria da mansão Hellsing pelo mordomo Walter para receber tratamento, horas se passaram e então Natsu ia recobrando a consciência e aos poucos ia abrindo os olhos, assim que estava totalmente acordado ele pensa que tudo que lhe avia ocorrido antes não passava de um sonho, mas esses pensamentos foram logo embora apos o rosado dar uma rápida olhada ao seu redor e encontra Alucard sentado em uma cadeira o observando.

Natsu apos ver Alucard sentado ali teve a certeza de que tudo que tinha lhe acontecido não era um sonho, então ele da um breve suspiro  e tenta se levantar da cama mas sente fortes dores no corpo e percebe que estava com o corpo todo envolto em bandagens mas mesmo assim iginora e se levantar até estar sentado na cama, Alucard que estava ali só o observava ate o rosado lhe chama.

Natsu: ei Alucard quanto tempo eu fiquei apagado? - pergunta enquanto olha pelo quarto de novo -

Alucard:não sei ao certo mais diria que foram só algumas horas - responde ao rosado que o encarava -  oque foi algo lhe incomoda? - pergunta devido ao olhar do rosado sobre si - 

Natsu: eu não diria incomoda é só que mais cedo você me disse pra usar magia como se soubesse o que é e ainda tem esse cheiro e atmosfera sanguinária vindo de você oque exatamente é você Alucard? - pergunta fazendo Alucard rir como louco -

Alucard: pois bem vou lhe responder -fala depois do seu excesso de risos - eu sou o que as pessoas chamam de vampiro - diz esperando alguma reação surpresa de Natsu mas não veio - parece que isso não te encomoda.

Natsu: não nem um pouco ate porque no meu tempo também existia alguns - diz encarando Alucard - mas deixando o que você é de lado porque você chama aquela mulher de mestre? - pergunta se referindo a Integra - 

Alucard: você esta cheio de perguntas pirralho então eu vou só responde só mais essas - diz se levantando e ficando de pe - minha mestre Integra é aquela que me libertou do meu confinamento e como retribuição eu virei eternamente seu servo - quando acaba de explica integra entra no quarto acompanhado de seu mordomo Walter -

Integra: e como ele diz senhor Dragneel ele é meu servo como você agora também é - diz surpreendendo a Natsu por taxalo como servo - 

Natsu: que droga é essa quando eu concordei com algo desse tipo? - pergunta espantado -

Integra: não e necessário que concorde - diz tirando um charuto do seu casaco fazendo Walter acende lo -  ate porque ate onde eu sei você esta em um tempo diferente do seu sem ter pra onde ir então assim que você entrou pra Hellsing você se tornou meu servo como Alucard - diz fazendo Natsu se lembra antes dele desmaia que ela o aceitou como parceiro de Alucard - 

Natsu: mas... - e interrompido - 

Walter: desista por favor senhor Dragneel - fala interrompendo o rosado - quando a ojou-sama coloca algo na cabeça ninguém no mundo a faz mudar de ideia - diz fazendo o derrotado do Natsu aceitar -

Natsu: eu posso ate aceitar isso mas eu nunca vou chamala  de mestre - diz olhando integra que pareceu satisfeita com a resposta do rosado - mas quem diabos e você velhote? - pergunta do nada -

Water:  que rude de sua parte mas e como a ojou-sama disse você não tem educação alguma - diz deixando Natsu um pouco incomodado - mas respondendo sua pergunta eu sou Walter um humilde mordomo - responde fazendo uma leve reverência -

Natsu: então o velhote é um Mordomo - fala desviando seu olhar pra integra - mas então o que eu exatamente terei que fazer nessa sua organização? - pergunta a integra - 

Integra: achei que já tinha dito mas vou dizer de novo nos da Hellsing lutamos secretamente contra monstro e outras aberrações sobrenatural - diz dirigindo um olhar firme ao rosado - então sera que você dara conta disso? - pergunta ao rosado -

Natsu: esta me subestimando - diz meio irritado - você não lembra que te contei que tava lutando com um dragão a poucas horas atrás e elem do mais no meu tempo a gente fazia esses mesmos trabalhos de exterminar monstros e aberrações sobrenatural então pra mim vai ser moleza - diz com um sorriso sarcástico enquanto olhava integra -

Integrar: se você já tem experiência esta ótimo - diz e começa a ir em direção a saída -  então assim que estiver recuperado seu trabalho começara - fala pouco antes de deixar o quarto -

Apos aquela conversa no quarto já avia se passado uma semana desda chegada de Natsu que apos esse tempo já avia se recuperado completamente de seus ferimentos, nessa mesma semana que avia se passado antes de Natsu estar recuperado ele aproveitou que não podia se esforça pra conhecer mais desse tempo e então uma vez ou outra ele saia como uma espécie de segurança de Integra a acompanhando para vários locais diferentes, ele também se dedicou a procura por um meio de voltar ao seu tempo mas nunca teve sucesso nessa tarefa.

Depois de aprender varias coisas sobre esses período de tempo durante sua semana de recuperação Natsu depois de recuperado começou a fazer missões com Alucard, essas missões iam desde exorcizar fantasmas ate matar vampiros coisa que o rosado achou que encomodaria Alucard mas esse não foi o caso pois ele considerava vampiros que atacavam humanos sem proposito como lixo, no começo quando Natsu ia fazer missões com Alucard ele sempre ficava incomodado como ele era brutal mas com o tempo ele acabou por se acostumar e depois um mais um  tempo juntos Natsu estava começando fazer as coisas de modo parecido com o de Alucard.

Era um começo de noite em um pequeno vilarejo próximo a cidade de Londres nesse vilarejo estava acontecendo muitas mortes devidoa a um ataque de um vampiro o que era desconhecido pelos moradores local, uma das pessoas do vilarejo que avia conseguido sobreviver sem saber que se tratava de um vampiro ela foge e pede por ajuda da polícia que prontamente foi ate o local, da delegacia mais próxima aviam mandado três policiais para investigar.

Quando os policiais chegaram ao local ficaram espantados com a quantidade de sangue espalhado pelas ruas do vilarejo, mesmo surpresos eles caminham ate a igreja local pois pelo relatório do sobrevivente o culpado de tudo era o padre da igreja, ao chegarem ao local eles abrem as portas da pequena igreja e se deparam com o padre coberto de sangue enquanto mordia o pescoço de uma mulher morta fazendo jorra sangue os policiais vendo tal cena se preparam para atira mais antes disso o padre da um rápido estala de dedos fazendo surgiu de detrás dos bancos da igreja vários mortos vivos segurando armas que pronta foram disparadas contra os três policiais ate restar só um dos polícias que era uma mulher loira que acaba por fuji assustada e como consequência o padre começa a perseguir.

A hellsing por meio de seus informantes na polícia já tinha sido avisada sobre o caso e tinha despachado Natsu e Alucard pra cuidar do caso, enquanto isso Integra e Walter estavam no exato momento conversando com o responsável da força policial local que não parava de mandar seus homens para o vilarejo pra sempre acabarem servindo de alimento pro vampiro do vilarejo e era justo isso que eles discutiam no momento.

Integra: senhor oficial poderia fazer o favor de para de mandar mais homens para aquele vilarejo - diz enquanto fuma um de seus charutos -

Oficial: é porque eu devo escutar alguem como você? - pergunta levemente irritado -

Integra: e claro que é por que quem matou os moradores do vilarejo e seus homens é um vampiro - diz fazendo o oficial quase rir - 

Oficial: vampiro não me faça rir e claro que isso não existe - diz sarcasticamente -

Integra: e claro que vocês oficiais de baixa patente não saberiam disso mas nos da Hellsing lutamos com esses tipos de monstro a séculos sem ispor isso ao mundo somente algumas pessoa do alto escalão do governo e a própria rainha sabem disso - apos integra falar aquilo o telefone toca o oficial atende e quando desliga -

Oficial: homens desse momento em diante o comando dessa operação esta nas mãos da senhorita Integra - fala surpreendendo seus subordinados no local - então senhorita Integrar como pretende lutar com esse tipo de monstro? - pergunta se referindo ao vampiro -

Integrar: não se preocupe nos já enviamos nossos dois melhores agentes para o local então tudo acabara logo - diz enquanto apaga seu charuto -

Oficial: que tipo de pessoas são esses dois? - pergunta para integrar que o encara -

Integra: são monstros principalmente quando se trata de vampiros - responde enquanto dava um discreto sorriso -

Em um campo aberto caminhavam Natsu e Alucard em direção ao vilarejo, alguns vezes durante o caminho para o vilarejo Alucard ficava dizendo que aquela era una noite bastante agradável e perfeita pra beber sangue enquanto olhava a lua cheia, enquanto os dois estavam a caminho do vilarejo o padre que era o vampiro estava correndo perseguindo a policial sobrevivente ate consegui cerca lá próximo a um campo aberto com a ajuda de seus ghouls ( são pessoas  não virgens que não conseguem virar vampiros e viram uma espécie de zumbi ) o padre rapidamente agarra a policial é então começa a apalpar o seu corpo enquanto dizia que a estupraria.

Quando o padre se preparava para o ato ele repentinamente para e olha pra frente pois ouvia o som de passos cada vez mais próximos ate diante dele aparece Natsu que agora usava um terno totalmente negro e Alucard, os dois encaravam o padre silenciosamente enquanto o mesmo os olhava assustado com a repentina aparição dos dois ate Alucard fala.

Alucard: já acabou - fala deixando o padre alerta - jovens vampiros como você me enojam não consigo deixar de liga los a toda podridão que toma conta de cada esquina do mundo.

Padre: oque vocês querem estão perdidos? 

Natsu: meu nome e Natsu e o poeta aqui e Alucard somos da Hellsing especialistas em acaba com lixos como você - diz o provocando - 

Padre: especialista - repete em surpresa - não importa mateos - estala os dedos - 

Apos o padre estala os dedos seu exército de ghouls prontamente disparam suas armas em direção a Natsu e Alucard, antes das balas acertarem os dois Natsu descaradamente se esconde atrás de Alucard e o usa como escudo, a policial que via tudo não podia acredita de como ele podia usar seu amigo como escudo, apos alguns segundos de disparos as balas dos ghouls acabam deixando a vista somente Natsu sem nenhum ferimento enquanto o corpo dilacerado de Alucard estava caido no chão em sua frente então o padre arrogantemente diz.

Padre: já acabou - diz enquanto ria - parece que só sobrou você garoto - diz apontando pra Natsu -

Natsu: sinto lhe informa mas esse não é o caso - fala deixando o padre confuso - ei Alucard ate quando vai fica ai no chão - diz olhando o corpo de Alucard no chão -

Alucard: essa foi boa quem pensaria que você me usaria como escudo - diz enquanto se levanta e seu corpo se regenera assustando o padre e a policial - 

Natsu: e claro que eu ia fazer isso balas podem não funcionam em voce mas em mim sim  -  diz ficando do lado de Alucard que ja estava recuperado segurando seu revólver - vamos acaba logo com pois eu to com fome - diz e acende os punhos com chamas - 

Apos Natsu ativar sua magia ele parte pra cima dos Ghouls começando a socalcos numa velocidade absurda, toda vez que ele encostava seu punho em chamas em algum ghoul eles praticamente viravam cinzas devido a forte temperatura das chamas de Natsu, alguns metros da li Alucard usando seu revolver dando tiros acertando os ghouls os fazendo também vira cinzas pois ele estava usando balas abençoadas feitas de uma cruz de igreja, depois de poucos segundos Natsu e Alucard aviam acabado com todos os ghouls restando somente o padre que fala algo.

Padre: você - aponta assustado pra Alucard - porque esta fazendo isso porque um vampiro como você esta ajudando os humanos? - pergunta apontando pra Natsu com o seu dedo tremendo - 

Alucard: se eu deixasse idiotas como você cria problemas eu estaria em problemas - diz com um olhar sanguinário - 

Natsu: se mencionar que se a gente deixasse um tolo ignorante como você  causasse mais confusões alem dessa a destruição da humanidade seria uma possibilidade distinta - diz com seu punho envolto de chamas - 

Alucard: foi como o pirralho falou então morra - diz mas quando ia atira no padre ele usa a policial como escudo fazendo o para -

Padre: não se movam vocês querem a garota viva não é mesmos eu não estou pedindo muito só minha liberdade pela vida da garota então o que acham?- pergunta enquanto tinha sua unha próximo a garganta da policia -

Alucard: garota você e virgem? - pergunta ignorando o padre enquanto Natsu só escutava em silêncio - 

Padre: o que diabos esta perguntando? - pergunta sem entender nada -

Alucard: apenas perguntei se você e virgem responda me - diz com o dedo no gatilho da arma apontando pro padre - 

Policial: SIM SIM SIM EU SOU -

apos responder no mesmo instante alucard atira contra ela fazendo a bala atravessa lá e acerta o padre que solta a policial e tenta fugir, mas assim que tenta corre Natsu faz surgi um circulo de chamas prendendo todo mundo dentro Alucard aproveita o momento e do nada surgi atrás do padre  perfurando seu coração com sua mão o fazendo morre e desaparecer virando cinzas, depois do padre morre Natsu e Alucard caminham ate a polícia caída no chão.

Alucard: eu o acertei atravessando o seu figado e pulmão a chances de você sobreviver são zero então - diz se aproximando do pescoço da policial -

Natsu: cara eu to aqui do seu lado dava pelo menos pra espera eu me vira - diz virando de costas enquanto Alucard acabava seu serviço - 

Alucard: esta feito ela agora e uma draculina - diz enquanto se aproxima de Natsu carregando a polícia desmaiada - por te mi usado como escudo você a carrega - diz pro rosado - 

Natsu: essa vai ser a última vez que eu carrego suas coisas - diz já carregando a policial e indo embora com Alucard -

Natsu e Alucard depois de saírem do campo aberto onde estavam seguem por uma estrada indo em direção a base montada da Hellsing que ficava ali próximo, durante o caminho a policial avia acordado mas não avia dito nenhuma palavra, depois de alguns minutos eles avistam a faixa de isolamento da Hellsing juntamente com Integra que os esperava.

Integra: excelente Natsu Alucard quais foram os resultados? - pergunta aos dois - 

Natsu: nos livramos do padre sem sobreviventes - diz e a policial em seus braços faz uma expressão estranha -

Integra: huh oque é essa garota ela não é uma sobrevivente? - fala sem entender nada -

Policial: não eu já morri me descupe  - fala nervosamente -

Integra: NATSU!! ALUCARD!! OQUE VOCES FIZERAM - fala gritando histericamente com os dois - 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...