História Change - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens Kai, Lu Han, Sehun, Xiumin
Tags Hunhan, Sekai, Xiuhan
Exibições 31
Palavras 1.490
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Slash, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


voltei \o/
então... não sei o que falar aqui realmente, então um minuto de silêncio em prol de 2ne1
vão ler meus lindos

Capítulo 2 - Mude seus hábitos


Sehun acordou sentindo dores por todo o corpo, sentia que não conseguiria levantar de onde estava tão cedo. Abriu os olhos com dificuldade, cada mínimo movimento aumentava a sensação de sua cabeça explodindo. Observou o quarto escuro e aos poucos lembrou-se da noite anterior. A briga com Luhan, Sehun indo ao bar, desabafando com o dono do mesmo e por fim transando com ele. Suspirou pesadamente. Queria se arrepender, se sentir mal por ter traído Luhan, mas não conseguia, havia sido bom para ele e, se tivesse que, faria novamente.

Inspirou e expirou algumas vezes até que forçou-se a sentar na cama. Observou que não passava muita luz pela janela, o que obrigou o Oh a recorrer ao celular para descobrir o horário. 6:14 da manhã, Sehun estava ferrado. Mandou uma mensagem para o seu melhor amigo Chanyeol, pedindo que, caso Luhan perguntasse, este respondesse que o de cabelos pretos passou a noite em sua casa, obtendo como resposta vários xingamentos do mais alto por tê-lo acordado tão cedo pela manhã de sábado.

Levantou-se da cama e vestiu-se lentamente, pois seu corpo doía demais. Seguiu para a segunda porta que havia notado na noite anterior, descobrindo um banheiro não muito grande, no qual ele apenas lavou seu rosto. Olhou-se no espelho que estava embutido no armário, só para ter certeza que esta apresentável e então deixou o quarto. Desceu as escadas sentindo cada parte do corpo reclamar e pensou como chegaria em casa a pé, cogitou a ideia de pegar um táxi, mas não sabia se teria dinheiro para tal. De volta ao piso térreo do bar, constatou que ainda haviam algumas pessoas no local, parte delas dormindo, outra parte caindo de bêbadas e a terceira parte rindo e gritando entre si. Aproximou-se do balcão, onde o barman da noite anterior estava a organizar e lavar os copos e perguntou a ele quanto devia, surpreendendo-se ao ouvir deste que nada, pois o dono havia colocado tudo por conta da casa. Sehun sentiu-se tentado a perguntar onde estava o moreno mas conteve-se, então apenas reverenciou-se e saiu.

Sentiu a brisa matinal batendo contra o seu rosto assim que encontrou-se na rua, o dia estava cinza e ameaçava chover. Como sentia fortes dores e não precisou pagar a conta no bar, o Oh decidiu pegar um táxi para ir até o apartamento, mesmo que este não fosse tão distante.

Adentrou o prédio e cumprimentou o porteiro, rapidamente seguindo para o elevador e entrando no mesmo. Ao atravessar a porta do apartamento, encontrou o namorado no sofá da sala, junto de Minseok, ou Xiumin como era chamado pelo loiro, melhor amigo de Luhan, responsável pela chegada do chinês na Coreia. Sehun até cogitou sentir ciúmes mas lembrou-se de que não estava com direito para tal. Assim que o loiro notou a volta do namorado correu em direção ao mesmo abraçando-o e Sehun pôde perceber os olhos inchados de tanto chorar.
-Onde você estava Sehunnie? Eu fiquei tão preocupado...
-Desculpa amor, eu não deveria ter me irritado com você, sim?- disse apertando-o mais forte em seus braços- Eu passei a noite na casa do Channie, não se preocupe.- completou inalando o doce perfume do loiro e sentindo uma pontada no coração por estar mentindo.

-Tudo bem, só não vamos brigar de novo ok?- o loiro falou olhando nos olhos do maior- Eu não quero te perder...

-E não vai meu amor, não é uma briga boba que vai nos separar.- Sehun respondeu acariciando a bochecha do mais velho e em seguida selou-lhe os lábios.

-Você bebeu Oh Sehun?- Luhan encarou-o sério.

-Talvez um pouco.- confirmou sem graça, recebendo um tapa em seu braço.

O loiro se afastou a fim de pegar um remédio para o namorado e só então Sehun lembrou-se da presença de um terceiro no cômodo. Direcionou o olhar em sua direção e recebeu de volta um olhar reprovador do ruivo, algo já esperado pelo mais novo. A tensão entre ambos era sempre perceptível, quase palpável, o que deixava Luhan um tanto desconfortável. Dessa vez não fora diferente, ao voltar para a sala com um remédio e um copo d'água para Sehun, o chinês percebeu o clima e sorriu sem graça, encolhendo-se levemente após entregar o que trazia ao namorado, que agradeceu com um aceno de cabeça. Minseok pronunciou-se depois de tanto observar, mas apenas para se despedir do casal. Apertou a mão de Sehun e beijou a bochecha de Luhan para então deixar o apartamento. O chinês suspirou pesadamente enquanto o mais novo apenas deu as costas e foi em direção ao quarto, queria descansar mais um pouco.

-Amor.- Luhan chamou-o- Você tá andando estranho, o que aconteceu?

Sehun arregalou os olhos e agradeceu por estar de costas para o namorado, mas virou-se minimamente para responder.

-Eu caí das escadas na casa do Chanyeol.- esboçou um leve sorriso.

Luhan assentiu com a cabeça mostrando que havia entendido, e Sehun suspirou aliviado.

 

Havia se passado uma semana desde a briga de Sehun com Luhan, era sábado de novo. Fazia frio, portanto os casal preferiu ficar em casa assistindo filmes do que sair, além do mais, essa semana havia sido muito exaustiva para ambos. Iniciavam o terceiro filme daquela tarde quando a campainha tocou e Minseok adentrou o ambiente após Luhan ter aberto a porta. Convidaram-o para sentar, porém o mais baixo recusou. A fim de demonstrar educação, Sehun ofereceu chá ao convidado, mas este também fora recusado, deixando o que ofereceu aliviado, pois não queria prepara um chá para o Kim.

-Então, o primo do meu amigo é dono de um bar, e resolveu que vai deixar tudo por conta da casa hoje para as pessoas que o meu amigo convidar. No caso, ele me convidou e eu pedi para chamar vocês, vamos?

Luhan ficou animado na mesma hora, já Sehun ficou meio apreensivo quanto ao assunto, não queria sair, não costumava sair aos sábados. Em poucos segundos o loiro já estava no colo do mais alto, enquanto segurava suas mãos entre as próprias implorando para que fossem.

-Eu não saio aos sábados.- proferiu.

-Então mude seus hábitos.- ouviu de Minseok.

Suspirou fundo, olhou para Luhan vendo seus olhos pidões, olhou para o Kim encontrando-o com um semblante desafiador, fechou os olhos e por fim concordou em sair naquela noite, ouvindo o namorado comemorar.

-É um bar bem famoso aqui em Seul, não fica muito longe daqui, mas vamos de carro, porque eu moro longe e vocês vão comigo.- abriu os olhos para encarar o ruivo.- Passo aqui às nove em ponto, estejam prontos.

E então Xiumin deixou o apartamento, ao ponto que Sehun questionou-se por que o mais velho não havia simplesmente ligado. Como Luhan estava extremamente animado desistiram de assistir o filme para escolher as roupas para a noite, mesmo que ainda faltassem cinco horas para que saíssem. Depois de muito mexer no guarda-roupa, foi decidido que Sehun iria com uma calça preta, sapatos sociais, uma blusa azul-marinho e um casaco de couro, já Luhan iria com uma calça branca, um tênis também branco, uma camiseta amarela e um blazer bege, o chinês gostava de se vestir assim junto do namorado, para mostrar que são contrastantes, que são quase um yin-yang.

Antes que desse nove horas eles se banharam, comeram e se arrumaram, ficando prontos cinco minutos antes do combinado, usando esse tempo para saírem do prédio e esperarem por Minseok, que chegou exatamente no horário marcado, tendo outra pessoa no carro junto de si. O casal entrou, cumprimentou os outros dois e acomodou-se nos bancos traseiros.

-Esse é o Taemin, o amigo do qual falei, o primo do bar em que vamos.- o dono do carro falou apontando para o homem de cabelos pretos ao seu lado.- Esses são Luhan e Sehun.- disse apontando para cada um respectivamente.

-Sehun?- Taemin questionou olhando para o mais alto.

-Sim.- o mesmo respondeu, ao que o mais velho apenas assentiu com a cabeça.

Luhan logo tratou de agradecer Taemin pelo convite indireto e pediu que este agradecesse o primo também, porém o jovem apenas disse que Luhan teria a oportunidade de agradecer ao seu primo pessoalmente, uma vez que se encontrariam no bar. O chinês assentiu e perguntou ao recém-conhecido sobre sua relação com o primo, a fim de conhecê-lo um pouco melhor.

-Nossa relação é ótima, se não fossemos primos com certeza seríamos melhores amigos.- explicou- Sei que posso confiar nele assim como ele pode confiar em mim, contamos tudo um para o outro. Por isso sei tudo sobre ele, desde o que comeu hoje de manhã até com quem ele dormiu na semana passada... Com detalhes, infelizmente.- comentou sorrindo e olhando para Sehun pelo espelho.

Ao perceber o olhar sobre si, o Oh sentiu se corpo enrijecer-se ao concluir quem era o primo de Taemin. “Estou ferrado”, foi o que pensou.

Teve mais certeza disso quando Minseok estacionou o carro em frente ao bar que Sehun esteve na semana anterior.


Notas Finais


tá mais curto que o anterior sim, mas é aquele ditado, vamos fazer o que
espero que tenham gostado
até o próximo
~chu


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...