História Change Your Life - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Bia, Castiel, Charlotte, Dakota, Debrah, Iris, Jade, Kentin, Kim, Leigh, Letícia, Li, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Peggy, Priya, Professor Faraize, Professora Delanay, Rosalya, Senhora Shermansky, Thomas, Violette
Exibições 4
Palavras 2.357
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oii gentem! Capitulo novinho em folha!
Espero que gostem <3

Capítulo 8 - Killer Clown


Fanfic / Fanfiction Change Your Life - Capítulo 8 - Killer Clown

P.O.V TINI
 
Hoje, é quarta-feira. O dia de ontem, passou voando, e infelizmente a vovó já foi embora. Acordei, tomei meu banho, fiz minhas igienes e fui me vestir. Escolhi uma saia azul com flores num tom de rosa caindo pro beje e uma camiseta preta escrita de branco a palavra "Nerd". Também escolhi um tênis de cano alto, no cabelo, fiz uma trança lateral e por fim, coloquei um chapeuzinho preto. Desci as escadas, e bem, fiz o que eu fasso todos os dias: cumprimentei minhas irmãs e tomei meu café. Depois subi de novo e escovei meus dentes novamente. Quando terminei, passei um batom vinho e coloquei meus óculos de grau. Então, eu e as meninas saímos de casa e fomos para a escola
- Oioi pessoas! - Falei, assim que vi meus amigos
- Oi meninas - Responderam em couro
- Gente, seis não sabem! - Falou Alexy animado
- O que Alexy?
- Ontem eu vi a professora Delanay e o professor Faraize juntos, meio que num encontro
- Eita! Geeeeente! Meo Deus! Comassim? - Disse Melly
- Pois é! Será que eles tão junto?
- E você ainda pergunta?? - Falou Rosa. Em seguida, o sinal toca, e nós vamos pra sala
- Qual a primeira aula? - Perguntei
- Da Delanay - Respondeu Mack
- Ah, obriga... - Fui interrompida pela professora entrando na sala
- Fiquei sabendo em, sora! - Falou Lyssa
- Iiih, eu também... - Disse Castiel. Em seguida, foram surgindo vários "Eu também"
- MAS QUE PALHAÇADA É ESSA? FIQUEM QUIETOS! PEGUEM SEUS JALECOS E VAMOS LOGO PRO LABORATÓRIO!! E EU NÃO QUERO OUVIR MAIS NENHUM PIU!!!!!! - Exclamou a Delanay, furiosa
- Piu! - Castiel
- EU DISSE SEM NENHUM PIU! O PRÓXIMO QUE...
- Oh psora, se já falou já miga! A gente já entendeu, oushi! - Mack
- CHEGA! ANDEM LOGO PRA PORCARIA DO  LABORATÓRIO! AGORA!
- Iiiih, pelo jeito o encontro deu merda - Disse Mel. Então, a professora olhou pra ela com um olhar matador (Eu: Tá! Eu sei que  "matador" é meio ridículo, mas enfim, não sei que nome dar pro olhar dela / Lyssa: Meio? É muito ridículo! / Eu: lá vem você interromper minha história de novo! Posso continuar? Ainda tem um monte de treta pra acontecer / Lyssa: Isso! Da spoiler mesmo! / Eu: Iiih! Verdade! Mals ai gente!). Logo ela ficou quieta, e nós fomos em direção ao laboratório
- Nossa gente! Que falta de respeito com a coitada da professora, afe! - Disse Melody, durante o percurso
- Ai Melody! Você tem que aprender a brincar um pouco! Você leva as coisas muito a sério - Falou Mack
- Ah gente! Eu acho que a Melody tá certa! Vocês pegaram pesado dessa vez
- Claro que não Iris! Você que tá ficando muito com essa daí, não é verdade Tini? - Kentin
- Bem, que ela tá demais com a Melody sim, mas já o negócio da professora, ai eu já não sei
- Merda! Eu tava quase passando de fase! Mas vocês não ficam quietos! Me desconcentraram! - Armin
- Oushi, não vem botando a culpa na gente não que a gente não fez nada pra ti! - Alexy
- Gente! Parem de brigar e vamo logo! - Nath
- Okay, senhor certinho! - Castiel
- Nem comecem vocês dois! - Falei, assim que chegamos ao laboratório. Então, a professora começou a dar aula e desta vez, não tivemos brincadeirinhas com ela (É UM MILAGRE!).

*Quebra de tempo*

As aulas haviam terminado e eu e as meninas estávamos no pátio conversando antes de ir embora
- Então vamos? - Perguntou Mel
- Vamos! - Disseram as outras
- Você não vem Tini?
- Não Lyssa! Vou ficar pra revisar um pouco...
- Hm, Okay! Tchau! Vamos gente
- Vamos! Tchau Tini!
- Tcahu! - Falei. Em seguida, fui em direção a biblioteca. Então, peguei alguns livros e comecei a estudar. Alguns minutos depois, sou interrompida por uma voz masculina me chamando
- Oi Tini!
- Ãh? Ah, oi Nath! - Sorri
- Você não foi com as meninas?
- Não, decidi ficar e revisar um pouco...
- Entendi! Também decidi ficar, então... Posso sentar com você?
- Claro! - Exclamei. Logo em seguida, ele se senta ao meu lado e começamos a conversar enquanto revisvamos. Um tempo depois, Melody entra
- Oi Melody! - Disse Nathaniel
- Oi - Respondeu ela, com cara fechada
- Quer sentar com a gente? - Perguntei gentilmente
- Não, obrigada! - Falou Melody, com um tom um pouco grosseiro. Depois, ela se sentou em uma mesa distante da gente. Eu e o Nath, voltamos a conversar e revisar.

*Quebra se tempo*

Já estava de noite quando eu e Nathaniel acabamos de estudar. Melody, ainda estava lá, e pelo jeito, ia ficar
- Bem, é melhor eu ir embora...
- Quer que eu te acompanhe até sua casa? Já está tarde, é meio perigoso você andar por ai sozinha
- Mas e a Melody?
- Melody mora aqui perto, não tem perigo
- Então se você insiste, sim! - Saímos da escola e fomos até a minha casa.  Durante o caminho, não falamos muito. Ficamos apenas observando a noite, que estava linda. Quando chegamos, parei para nos despidimos
- Bem, a senhorita está entregue e com segurança! - Brincou ele, e eu ri
- Obrigada Nath até amanhã! - Falei e dei um beijo na bochecha dele
- Até! - Entrei em casa com um sorriso no rosto. As meninas estavam assistindo TV
- Oi Tini! Por que que se tá sorrindo igual uma idiota? - Disse Mel
- Ué, porque sim
- Quem te trouxe até aqui? - Perguntou Melly
- E por que você demorou tanto - Falou Mack
- Interrogatório agora?
- Sim! Agora responde! - Falaram em couro
- 1: já respondi. 2: O Nath e 3: Porque eu tava estudando, talvez?
- O Nathaniel? - Perguntou Lyssa
- É, ué!
- Hmmmmmmmm..... - Disseram juntas
- Que foi?
- Nada ué! - Respondeu Mel
- Eu, em? Povo louco! - Falei enquanto subia as escadas
- AS MELHORES PESSOAS SÃO LOUCAS! - Gritou Mack. Entrei no meu quarto, tomei um banho, e fui dormir, pois estava cansada

*No outro dia*

Acordei, me troquei, tomei café... Enfim, fiz aquela rotina que vocês já sabem. Depois, fui para a escola com as minhas irmãs, e quando cheguei, fui pro jardim onde fica o clube de jardinagem (Ava!)
- Oi Violette!
- Oi Tini! - Respondeu ela baixinho
- Tudo bem com você?
- Sim, obrigada! Você poderia posar pra mim? É que eu gostaria de desenhar o seu rosto...
- Oh, claro! Aqui mesmo?
- Aham! - Então, eu me sentei em frente a Violette, e ela começou a desenhar. Alguns minutos depois, ela terminou o desenho
- Acabei! Mas agora, vamos pra sala, tenho que terminar alguns detalhes antes de te mostrar!
- Okay! - Fomos até uma sala de aula e ela terminou o que faltava
- Pronto, agora ele está totalmente completo - Falou ela, me mostrando o desenho
- Uau Vio! Ficou lindo!
- Obrigada! - Após isso, Ambre e suas três amiguinhas apareceram
- Olha só o que temos aqui! Duas idiotas: Martina e Violette. Uma não sabe falar e a outra, é uma estupida que fica atrás dos irmãos dos outros!
- Ambre! Eu não fico atrás de ninguém, e eu não admito que você fale assim de mim, e da Vio!
- E o que você vai fazer se eu continuar falando?
- Ai eu já não sei, meu bem
- Então é melhor já ir pensando no que vai fazer...
- Eu não vou pensar merda nenhuma, tenho mais o que fazer da minha vida! E se você quer arranjar confusão, vai arranjar com outra pessoa! Vamos Violette - Falei, saindo da sala
- VOLTA AQUI VADIA - Ambre me puxou e me deu um tapa MUITO (tipo muito mesmo) forte na cara, só que nesse momento, Nathaniel entrou na sala
- AMBRE! O QUE PENSA QUE ESTÁ FAZENDO?
- N-Nath! Eu tava quieta com minhas amigas, e ela veio me perturbar! Eu não fiz nada, foi só um tapinha de nada
- TAPINHA DE NADA? O ROSTO DELA TA VERMELHO! E ELA NÃO FEZ NADA QUE EU SEI! SAI DAQUI AGORA!
- M-Mas Nath!
- AGORA! - Ambre e suas amiguinhas saem da sala bufando
- Tá tudo bem com você?
- O que você acha?
- Tá, desculpa! Vou te levar pra enfermaria
- Não, não precisa!
- Precisa sim, vem - Disse ele, pegando na minha mão e me levando para a enfermaria. Quando chegamos a enfermeira apenas me deu um paninho com gelo, e disse para eu passar na área que estava vermelha
- Viu! Eu disse que não precisava, você exagerou - Falei, dando uma leve risada
- Desculpa, é que fiquei preocupado
- Com um tapinha?
- Tapinha? Seu rosto tava quase roxo! - O sinal toca
- É melhor nós irmos
- Sim... Mas, vai na frente, tenho que passar no grêmio antes
- Okay - Fui em direção a sala de aula, porém, quando estava no meio do caminho, escutei um barulho vindo da sala do faxineiro. Então, abri a porta e não vi nada
- Tem alguém ai? - Entrei dentro do lugar (que era um pouquinho grande) e mesmo assim, não tinha nada. Quando estava prestes a sair, a porta se fechou e alguém a trancou (clássico, não?)
- Merda! E agora? - Comecei a bater na porta, mas não adiantou muito, já que estavam todos em aula
- EI! SOCORRO, EU TO PRESA! Aff! Cade o faxineiro nessas horas? - Comecei a gritar pedindo ajuda, mas ninguém apareceu. Tentei mandar mensagem pras meninas, mas nenhuma recebeu ou visualizou. Voltei a gritar e bater na porta, mas não adiantou. Já estava sem esperanças, então decidi sentar em um canto e esperar alguém aparecer

*Muito tempo depois*

Já fazia muito tempo que estava lá, pela hora do meu celular, eram 22:30 (essa escola não fecha não? E o faxineiro, onde é que ele tá?). Quando fui olhar o WhatsApp, as meninas tinham dito que já viriam "me resgatar", e um tempinho depois, ouvi alguém destrancado a porta
- Oi Tini
- MACK? ALELUIA SENHOR! - Sai correndo e dei um abraço nela - Cadê as meninas? Elas vieram com você?
- Sim, tão ali
- Oee
- Oii
- Oi gente... Vem cá, seis não deram conta que eu tinha sumido não? E ninguém olha o celular?
- Ah, é que a gente achou que você ia ficar de novo - Explicou Mel
- Exato! E ninguém olhou o celular porque a gente saiu!
- Aaaah.. E o faxineiro? Cadê ele?
- Deve ter tirado uma folga... Bem, é melhor nós irmos
- Okay! Só vou no meu armário pegar minha mochila
- Tá, a gente te espera na saída - Fui até meu armário, que por sinal ficava no último corredor, e peguei minha mochila. Quando estava prestes a fecha-lo escutei um barulho (de novo senhor!). Fechei-o lentamente e me virei. Quando vi, tinha um palhaço, mas não um palhaço comum, um palhaço assassino. Ele estava me olhando e eu fui me distanciando bem devagar. Ele me seguia, então eu comecei a correr, e ele, me seguiu novamente. Corri, e corri, até que cheguei na porta de saída. Fui tentar abri-la, mas estava trancada
- não, Não, NÃO, NÃO! - Comecei a gritar e esmurrar a porta -SOCORRO! ALGUÉM ME TIRA DAQUI! SOCORRO! SOCORRO!
- TINI? TINI, O QUE ACONTECENDO? - Gritaram as meninas do lado de fora. Elas também começaram a bater na porta. Senti alguém tampar minha boca por trás, e me arrastar pro fundo do corredor de novo
- TINI? TINI CADÊ VOCÊ?- Gritou Mel, após conseguir abrir a porta
- ALI GENTE! - Lyssa
- OH MEU DEUS! VAMOS RÁPIDO - Mack. Elas começaram a correr na nossa direção até que chegamos no fim do ultimo corredor. O palhaço me jogou, mas não com muita força contra a parede. As meninas chegaram a onde estávamos e o psicopata fez o mesmo com elas. Ele tirou uma faca do bolso, e foi aproximando dos nossos pescoços, um por um. Estava total silêncio, só dava para escutar o som das nossas respirações ofegantes. Nunca senti tanto medo na minha vida, aquele dia, pude sentir como é ficar desesperada, sem ter saída, em sentir que a vida está prestes a acabar. Todas nós estávamos com muito medo, mas acima de tudo, estávamos juntas. O assassino fez um breve "unidunite" (não sei escrever essa desgraça) com a faca, e adivinha em quem caiu? Em mim. Ele se aproximou de mim, apontou sua faca para meu pescoço (De novo! Só que bem mais perto), tirou sua máscara e...
- PEGUEI VOCÊS! HAHAHAHAHA TINHAM QUE VER SUAS CARAS - Eu e as meninas estávamos em choque. Comecei a chorar de felicidade por ter sido apenas uma brincadeirinha de mau gosto, e tristeza por ter passado por aquilo! Ficamos um minuto em silêncio até que Lyssa resolveu se manifestar
- CASTIEL, SEU IDIOTA! VOCÊ QUASE NOS MATOU DO CORAÇÃO E COM AQUELA FACA!
- O QUE VOCÊ TINHA NA CABEÇA? MERDA? SÓ PODE! - Continuou Mel
- CARA, TU TEM NOÇÃO DO QUE VOCÊ FEZ? MANO! - Gritei
- Não vou nem falar nada, viu? - Mack
- HAHAHAHAHA uma das melhores coisas que já fiz! Agora, parem de me dar lição de moral! Falow! - Disse ele, saindo da escola
- Só isso que ele disse? - Lyssa
- S-Sim - Mack
- Me pergunto como ele entrou aqui sem a gente ver - Mel
- É-É melhor a gente ir logo, pra casa
- Sim vamos...
- Antes, uma pergunta: como conseguiram abrir a porta?
- A Mel usou um grampo... - Lyssa
- Aaaah... Bem, vamos! - Saímos da escola e fomos rápido pra casa. Já estava tarde e era perigoso encontrarmos um palhaço assassino de verdade!


Notas Finais


Foi isso pessoas! Ah, e os gritos que as letras estão "caidinhas", são gritos de desespero

Look 1: https://br.pinterest.com/pin/459719074446591677/

Look 2 ( o primeiro ): https://encrypted-tbn2.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcT6H_Y9eRO6pgEvhSTR2qxo5bRLbX7up-CUIMgl_ptT0UZoxgpF4dF-KEyT


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...