História Changes - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Crystal Reed, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags One Direction
Exibições 15
Palavras 3.640
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Oi oi, desculpe a demora boa leitura

Capítulo 17 - Crazy 2.0


Pov Ally

- VAMO ASSISTI A CULPA É DAS ESTRELAS? - Kate gritou e se jogou no colchão. - ESPERO QUE VOCÊ SE SINTA CULPADA POR FUMAR ALLY COOK.

- CALA A BOCA VOCÊ TÁ BÊBADA. - Ian gritou e se jogou no colchão também.

- TODO MUNDO TA BÊBADO. - Joe se jogou no mesmo colchão que Kate e começou a beijar ela.

- SE VOCÊS PUDEREM NÃO TRANSAR AQUI EU AGRADEÇO, RESPEITE OS SOLITÁRIOS. - Matthew disse e caiu no chão. - TO ÓTIMO.

- MOZAUUUN MARAVILHOSA, ME DIZ QUE DROGA VOCÊ TÁ VENDENDO? - Ele me abraçou e tentou me beijar, na segunda tentativa acabei cedendo.

- VRAAAAAAAU EU SHIPPO. - Joe gritou.

- EU SHIPPO MINHA MÃO NA SUA CARA. - Olhei para Matthew que estava com a mão fechada e sério.

Eta

- Seus bêbado parem de gritar valeu. - Revirei os olhos e fui acertada com um monte de travesseiro. - Ah que lindo também amo vocês.

Puta que pariu, como vai cabe esse povo tudo aqui? É tinham nove pessoa NOVE PESSOAS, meu apê é grande, mas não tá arrumando tem só três colchões e minha cama, e eu vo dormir nela SOZINHA porquê não so obrigada.

- Vocês se virem ai, eu vou pro meu quarto. - Mandei um beijo para todos que ficaram rindo, vi que estavam deitados em grupinho Carl, Nick e Matt, Kate, Joe e Ian e Alya, Jess e Hayle.

Fui para meu quarto, tomei banho, coloquei uma camisola curta azul e me deitei. Logo me levantei para ver o que tava acontecendo na sala tava uma gritaria, vó obrigado por comprar um apê no último andar. Cheguei la e vi Kate e Joe se pegando, mereço, Ian, Hayle, Jess, Nick e Alya acho que dormindo e Carl e Matt brigando, fiquei parada em uma pilastra escutando.

- Qual seu problema? Você sabe que eu gosto dela, na verdade não gosto não, eu amo ela, e fica dando em cima dela? Você é idiota ou o que?

- Amanhã a gente conversa. - Carl se deitou deixando Matt socando um saco de pancada, aleatório eu sei, mas eu tenho um saco de pancada no meio da sala.

Passei por ele para ir a cozinha, peguei sorvete e chocolate, me sentei na bancada fiquei comendo e olhando Matthew com o saco de pancada, segura ele gentie. Ele finalmente parou e olhou na minha direção e sorriu, ai caralho.

- Insônia?

- Por que você só pergunta isso? - Revirei os olhos.

- Sei lá, to puxando assunto. - Deu de ombros.

- Hm, e não, eu não to com insônia só fome mesmo. - Ri alto.

Eu deveria tomar um banho gelado.

- Voce bebeu muito. - Ele se aproximou, pegou minha colher e comeu meu sorvete.

- MEU.SORVETE.NÃO.TOCA. - Bati em sua mão e ele a segurou. - Idiota.

- Camisola legal, e curta também. - Sorriu malicioso e eu ri.

- Idiota, por que você e Carl estavam discutindo?

- Por sua causa? - Sorriu torto.

- Sem necessidade. - Peguei outra colher, peguei o pote e coloquei chocolate e mexi, terminei de tomar e fiquei olhando para meus pés. - Por que você não vai dormir? Seu colchão tá ali. - Apontei em direção a sala.

- Não quero dormir lá.

- Dorme no chão, vai pra sua casa simples ue.

- Você não ta intendo. - O olhei confusa. - Eu quero dormir é com você mesmo. - Ele me puxou pela cintura, e colocou minhas pernas em volta de seu quadril, e me beijou. Definitivamente eu não to sóbria. Nós ficamos se beijando.

- Quarto. - Ele disse meio rouco e me levou, quando chegamos no quarto desci do seu colo.

- Pera vo pega uma coisa aqui. - Entrei no quarto.

- Anda logo All.

- Relaxa. - Sai do quarto ele me puxou e me beijou, quando íamos entrar no quarto me soltei dele, entrei correndo e fechei a porta na cara dele.

- Ally, abre ai para de brinca. - Comecei a rir muito. - Ally.

- Não acredito que você caiu nessa. - Me sentei no chão e ri mais ainda.

- NÃO ACREDITO QUE TA FAZENDO ISSO COMIGO, VOCÊ NÃO TEM NOÇÃO DA SITUAÇÃO QUE ME DEIXOU. - Socou a porta.

- Só sorry, vai ter que cuidar disso sozinho.

- Ally Cook você me paga.

Seu inferno só tá começando, Matthewzinho. - Sussurrei para mim mesma.

🍟

Depois do que aconteceu me deitei para dormir, mas parece que a hora passou muito rápido, já que me acordaram com um balde de água gelada. Tinha tomado banho e colocado uma calça preta, moletom de panda e um vans cinza, essa cidade faz muito frio. Fui para a cozinha onde estavam todos comendo pizza. Fiquei comendo sem falar nada, já que estava todo mundo quieto.

Ian me cutucou. - O que aconteceu com você e o Matt? Ele não para de olha pra você com aquela cara de cu maravilhosa. - Ri de sua irônia.

Olhei para Matt e ele revirou os olhos na hora, e voltou a comer.

Contei para Ian o que aconteceu, e ele riu muito e chamou atenção de todos, principalmente do Matthew que sorriu para mim e logo revirou os olhos, estranho.

- Qual piada quero sabe? - Kate disse.

- Nada não mona, depois te falo. - Ian ainda estava rindo e agora ele apontava pro Matthew meu deus, deitei a cabeça na mesa, do nada alguém me cutucou, levantei a cabeça e vi Jess, Hayle e Nick.

- A gente vai embora. - Eles me abraçaram e saíram.

Ainda ficaram la Carl, Matthew, Alya, Ian, Kate e Joe.

O porteiro me ligou avisando que tinham chegado algumas caixas, fui para a porta esperar chegaram com as caixas, foi bem rápido, eram algumas coisas que ficaram na minha antiga casa. Comecei a organizar e Alya, Ian, Kate, Joe e Carl vieram até mim.

- Vamos levar Alya em casa daqui 1 hora a gente volta, depois vamos sair. - Carl disse e me abraçou.

- Okay.

Mas pra que todo mundo ir? Estranho

Continuei arrumando, coloquei meu celular para tocar música, começou a tocar Work Rihanna, comecei a dançar, fiquei la dançando até que tropecei praticamente nos meus pés porque não tinha nada no cômodo e acabei caindo.

- Puta merda. - Olhei direção a porta e vi Matthew, mas ele não tinha saído, merda.

- Você tava dançando tão bem. - Sorriu malicioso e foi me ajudar a levantar.

- Não sei se levo como ironia ou elogio. - Sorri e voltei a arrumar as coisas.

- Elogio, e caraca seu apê é muito foda, a vista daqui é linda. - Me ajudou a colocar um quadro na parede.

- Valeu. - Ele ficou me encarando. - Tira uma foto, dura mais. - Pisquei.

- A gente devia voltar. - Ele se aproximou.

- Sério isso?

- Sério.

- Sabe não, então não. - Fui em direção a porta, e ele me puxou.

- Por que você tá fazendo isso, e me tratando assim? E aquele dia?

- Foi só um dia, e é apenas o que você merece, acha que eu não vi você com aquelas garotas? - Ri irônica. - Eu não sou cega, e nem trouxa igual antes, eu mudei será que não entende?

- Você ficou com um monte de garotos também tenho direito.

- Que eu me lembre não to te impedindo de ficar com ninguém, e amigo eu to solteira, S.O.L.T.E.I.R.A posso sai ficando com quem eu quiser, e quem ficou com qualquer uma primeiro, foi você não venha fazer o santo pra cima de mim. - Revirei os olhos, ele me olhava sem saber o que falar.

- Eu tava bêbedo, sabe bêbado? Então. 

- Não coloque a culpa na bebida seu idiota, agora me solta. - Ele não soltou.

- Ally eu te amo.

- Cala a boca, você já disse isso um monte de vezes e me trocou pela primeira que achou, não acredito mais nisso.

- ALLY, MONA CADÊ VOCÊ? NÃO VAI ME DIZER QUE SE TRANCO NO QUARTO DE NOVO. - Kate gritou.

Se existe Kate Brooks graças a deus que existe.

- TO INDO. - Sai do cômodo deixando Matthew sozinho. - O que foi?

- Mais tarde vamos em um bar é meio de família tem Karaokê e tals, ai eu, Carl, Ian, Joe, Hayle e talvez Matthew, aliás cadê ele?

- Cheguei. - Ele veio correndo e parou do meu lado.

- Topa ir nesse bar? - Assenti. - Beleza, a gente vai então.

🍟

Passamos o dia terminando de arrumar meu apê, os móveis todos chegaram, tudo que faltava chegou e todos me ajudaram, e o apê finalmente já ta pronto, e ficou tudo do jeito que eu queria, agora só falta organizar a decoração mesmo, mas deixa pra um dia que estiver só eu e Kate, ela tem bom gosto.

- Ally, e agora os outros não tem roupa aqui. - Kate disse e fez bico.

Ridícula, já sei o que ela quer.

- Vão pra casa, simples. - Dei de ombros e fui pegar uma roupa.

- Matt mora longe, Carl e Joe também

- O que eu posso fazer?

- Me dar seu cartão? - Fez cara de cachorro abandonado.

- Ele ta com você.

- Ahh é mesmo, a gente vai sai. - Puxou Ian, Joe, Carl e Matthew.

Tomei banho e depois fiquei sentada na cama olhando para meu closet, até que Kate me da um tapa.

- To te chamando a mó tempão e você ai noiada.

- Desculpa.

- A roupa do Carl é uma calça preta, o all star dele e uma blusa cinza com um desenho de caveira e ele vai de touca, Matt orgulhoso pra caralho não queria compra nada, mas acabou pegando uma calça preta, camisa de coiso de surf e o vans dele mesmo, Ian aquela mesma roupa e eu peguei um vestido azul, meia calça preta e um coturno. - Sorri para ela. - Você tá muito avoada.

- É, não sei que roupa vestir. - Ela começou a mexer em minhas roupas e tirou uma jardineira curta de saia que a estampa era tipo uma galáxia, um cropped preto, meia calça preta e uma bota de salto cano baixo. - Mas ta frio. - Fiz careta.

- Põem a porra do seu casaco preto que por acaso ta do seu lado. - Ela jogou a roupa na cama.

Coloquei a roupa e fui para sala onde estavam todos, saímos e fomos para o elevador.

- Nunca vou superar o fato de demorar 2 minutos para chegar no térreo. - Carl disse.

Chegamos no térreo e Kate, Ian e Joe foram no carro dele e Carl e Matt foram comigo.

- Você dirige muito rápido, não quero morrer. - Matt disse, ele estava na frente comigo.

- Calado. - Liguei o rádio e tocava Carousel - Melanie Martinez olhei de canto e vi Matthew me olhando, voltei a cantar, o ignorando.

Finalmente chegamos, e só pela fachada o lugar é bem agradável. Entramos todos juntos, o lugar era bem rústico e tinha um palco onde alguém cantava uma música calma, e tinha alguns casais dançando. Nos sentamos em uma mesa Kate e Joe um de frente para o outro, Ian e Hayle um do lado do outro e olha que ótimo eu no meio de Matt e Carl. Logo chegou o garçom e todos só pediram suco e alguma coisa pra comer. Uma mulher foi para o palco.

- Olá pessoal, então só queria falar que se alguém quiser cantar, pode vir okay? Sem ficar com vergonha, obrigado.

- Vai la Matt, All, Carl vocês cantam bem ou algum de vocês ai. - Kate disse.

- Você também canta bem querida.

- Ah, eu vo. - Matthew se levantou e foi até o palco todo sem graça, que fofo, meu deus o que eu to pensando.

Pov Kate

Matthew resolveu que iria cantar, e agora está la no palco todo sem graça.

- Oi, então meu nome é Matthew e vou cantar… Still into you. - Sorriu tímido.

- Eu vo grava o micão. - Ally disse e pegou sua câmera.

- Pior pessoa.

Não posso contar em uma mão os anos
Que estamos juntos
Eu preciso da outra para te segurar
Fazer você se sentir, fazer você se sentir melhor

Não é como um passeio no parque para amarmos um ao outro
Mas quando nossos dedos se entrelaçam
Não posso negar, não posso negar, você vale a pena
Porque depois desse tempo todo
Eu ainda estou afim de você

Assim que Matthew começou a cantar olhando para ela, ela queria sorrir, mas estava se esforçando pra ficar seria, é ela ainda gosta dele.

- Quer que eu gravo pra você? - Ela me entregou a câmera e percebi que ela estava tremendo.

Devia ter acabado com todas as borboletas
Mas estou afim de você (estou afim de você)
E, querida, até mesmo nas nossas piores noites
Estou afim de você (estou afim de você)
Deixe-os se perguntarem como chegamos tão longe
Porque eu realmente não preciso saber disso tudo
Sim, depois desse tempo todo
Eu ainda estou afim de você

Reconto a noite da primeira vez que conheci sua mãe
E na volta dirigindo para minha casa
Eu disse pra você, eu disse que amava você
Você sentiu o peso do mundo
Cair de seus ombros
E cantamos juntos sua canção favorita
Até o começo da eternidade
E depois desse tempo todo
Eu ainda estou afim de você

Olhei para ela que estava cantando também, mas agora estava entretida prestando atenção em Carl, olhei para Matt que agora tinha um olhar triste e terminou de cantar.

Algumas coisas apenas
Algumas coisas apenas fazem sentido
E uma delas é você e eu
Algumas coisas apenas
Algumas coisas apenas fazem sentido
E mesmo depois desse tempo todo

Estou afim de você
Querida, nenhum dia se passa
Que eu não esteja afim de você

Aplaudiram ele, o garoto agradeceu e veio para mesa.

- Você cantou muito bem. - Sorri.

- Valeu, mas quem eu queria que visse nem prestou atenção. - Olhou para Ally que ainda falava com Carl.

- Eu ouvi ta, e eu não prestei atenção porquê vou cantar também e to pensado em uma música. - Piscou e foi para o palco.

Pov Matthew

Quando comecei a cantar a música achei que ela ia presta atenção ou sei lá, ta que no começo ela até cantou, mas depois começou a falar a com Carl. Agora ela estava no palco falando com o cara do som, o que será que ela ia cantar.

- Rihanna Needed me. - Sorriu e piscou.

Eu estava bem sozinha, era assim que acontecia, era assim que acontecia
Você era bom no pior nível para uma foda fraca, em algum amor fraco
Merda, do que diabos você está reclamando?
Se sentindo cansado, hein?
Você está acostumado a cair fora dessa merda, eu estava chutando você
Eu até me diverti um pouco, apesar de ter dado pra você

Mas meu bem, não me entenda mal
Você era apenas mais um cara na lista
Tentando corrigir seus problemas internos com uma vadia má
Será que eles não lhe disseram que eu era uma selvagem
Foda-se seu cavalo branco e a carruagem
Aposto que você nunca poderia imaginar
Eu nunca disse que você poderia ter isso

Ela cantou esses versos, me olhando o tempo todo e fez até uma dança estranha. Por que ela ta cantando isso olhando para mim? Eu fui só mais um cara?

Você precisava de mim
Oh, você precisava de mim
Para se sentir um pouco mais, e dar um pouco menos
Sei que você odeia confessar
Mas meu bem, oh, você precisava de mim

Você estava de boa por aí, merda, eu estou fumando uns
Acenda e fume
Quebrando como uma bucha de erva, merda, nunca existiu nós
Merda, nunca existiu nós
Essa é a verdade na real, você está falando sério?
Como você se sente, como você se sente?
Você está acostumado a cair fora dessa merda, eu estava chutando você
Eu até me diverti um pouco, apesar de ter dado pra você

Okay, isso ta estranho. Depois eu vou falar com ela.

Você precisava de mim
Oh, você precisava de mim
Para se sentir um pouco mais, e dar um pouco menos
Sei que você odeia confessar
Mas meu bem, oh, você precisava de mim

Assim que ela terminou a música, piscou e saiu do palco.

- Arraso. - Ian disse e bateu palma para ela. - Mas ainda acho que podia ter cantado uma música da Bey.

- Sorry.

- Depois podia ir a gente tudo né? - Kate disse.

- Não, seria melhor só aqueles que não tivessem cantado. - Ally disse e eu concordei.

🍟

Ficamos la por mais um tempo, os outros tinham ido cantar Beyoncé sorry. Ally estava gravando e ficou muito zoado, todos ficaram brincando, Kate e Lia caíram e todo mundo riu.

- HÁ EU TO GRAVANDO TUDO EM, QUE MICÃO. - Ian fez careta.

- Meu Deus, eu so amigo disso. - Ally me olhou e apontei para Joe que se jogou no chão.

- Que vergonha. - Ela estava abraçando os braços.

- Ta com frio? - Assentiu.

- Esqueci minha blusa. - Revirou os olhos.

- Aqui. - Entrei minha blusa para ela que sorriu.

- Obrigada. - Ela colocou a blusa que ficou bem grande nela, que fofa.

- De nada. - Olhei para o palco. - Não creio que ele tá no chão ainda.

- Normal, ainda bem que ninguém bebeu. - Riu e voltou a olhar para eles que agora vinham para a mesa.

- Acho que já ta na hora da gente ir embora não? Já passei muito mico por hoje. - Kate disse e todos concordaram.

- Mozaun eu arrazei né? - Carl disse e Ally o abraçou.

- Foi maravilhoso. - Ele deu um selinho nela.

Super desnecessário isso.

- E essa blusa? - Ian disse.

- É do Matt, é que esqueci a minha.

- Ahh. - Ele sorriu malicioso.

- Podia ter pedido a minha. - Carl disse.

- É, mas ela pediu a MINHA. - Dei um ênfase em "minha" e ele revirou os olhos e Ally sorriu.

Pov Ally

Estavamos indo embora quando, Jenny a dona do bar, nos chamou.

- Eii meninos.

- Oi tia. - É ja pegamos intimidade com ela.

- Voltem mais, vocês cantam bem e ainda são engraçados. - Abraçou cada um de nós.

- Okay. - Dissemos em uníssono.

- Tchau.

Novamente foram Ian, Kate e Joe no carro dele e Carl e Matt comigo, Hayle tinha ido para sua casa.

- Primeira vez que a gente saí faz escândalo e não é expulso do lugar. - Carl disse.

- Então, Jenny melhor pessoa. - Matt disse.

Tinhamos chegado no apê e Kate, Matthew, Carl, Ian e Joe iam ficar aqui de novo. Ficamos na sala assistindo filme ou falando sobre coisas nada a ver e comendo. Matt nem falou direito comigo, enquanto eles iam para os quartos arrumarem as coisas eu fui trocar de roupa, coloquei uma calça de moletom de unicórnio e fiquei com o moletom do Matt por preguiça de tirar. Fui até a sala me despedir de todos, já que eles ainda estavam lá.

Fui para meu quarto e me deitei tentando pegar no sono, fiquei um tempo lendo, escutando música e vendo vídeos já tinha passado algumas horas. Estava sem sono, e resolvi ir para a sacada, passei pela sala, provavelmente todo mundo estava dormindo até porque ja esta de madrugada, me sentei em uma cadeira tipo balanço, e fiquei vendo a noite.

- Oi. - Olhei para o lado e vi Matthew, só de calça de moletom, ele se sentou ao meu lado.

- Hii.

- Moletom legal. - Sorriu. - Gosto dele né? - Assenti.

- É mó foda.

- Pode ficar com ele. - Deu de ombros. - Ficou melhor em você.

- Valeu. - Sorri.

- Me diga por que aquela música?

- Gosto dela. - Dei de ombros. - E também me identifico.

- Você cantou ela olhando para mim, e a letra dela é wow.

- É, mas não tem nada a ver com hm… a nossa situação. - Suspirei. - Qual motivo daquela música?

- Não tá óbvio? Porra All eu gosto de você, eu quero você, sinto falta de quando era nós.

- Merda, nunca existiu nós
Essa é a verdade na real, você está falando sério?
Como você se sente, como você se sente. - Cantei um pedaço da música que tinha cantado no bar e ele revirou os olhos.

- Você gosta de mim. - Se aproximou.

- Matthew sinceramente? Posso até gostar de você, mas se tem uma coisa que eu não quero nesse momento é você. - Me levantei de la e sai o deixando sozinho,  fui para meu quarto e me deitei.

- Você poderia parar de fugir de mim. - Se deitou ao meu lado.

- Não to fugindo só não te quero. - Sorri.

- Você só se faz de difícil. - Me ajeitei na cama.

- Não me faço eu sou, e vai pro teu quarto, não quero problemas de novo. - Estava com muito sono, minha voz ja estava lenta e eu sua voz estava bem baixa.

- Não vai ter problemas se eu dormir com você. - A voz dele ja estava ficando mais distante e eu não consegui tirar o braço dele de cima de minha cintura. - Boa noite babe. - Eu simplesmente apaguei.


Notas Finais


Heey obrigado por ler:3 e agora vou postar tipo 1 ou 2 vezes na semana to tendo uns bloqueios aq e ta difícil escrever, sorry. Beijos de neon


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...