História Changes - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Claudio Marchisio, Erik Durm, Marco Reus, Pierre-Emerick Aubameyang, Roman Bürki
Personagens Claudio Marchisio, Marco Reus
Tags Futebol!, Romance
Visualizações 83
Palavras 1.078
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


E agora que eles estão sozinhos...

Capítulo 6 - Nos conhecendo


Fanfic / Fanfiction Changes - Capítulo 6 - Nos conhecendo

Marco POV

Saímos da balada e fomos caminhando em silêncio em direção a praia. A brisa do mar estava fresca, e jogou os cabelos da ruiva para trás, mostrando o rosto perfeito dela. Tiramos os sapatos e carregamos nas mãos até umas pedras um pouco mais afastadas, onde nos apoiamos. Sem trocar nenhuma palavra, eu sem resistir, fui direto aos lábios dela e voltamos a nos beijar como se não houvesse amanhã. 

Quando finalmente paramos de nos beijar, ela sorriu. Definitivamente ela tinha passado no ponto na bebida, mas estava ainda mais linda.

- Como você se chama?

- Você não me conhece?

Ela me olhou com uma mistura de surpresa e curiosidade.

- Deveria? Senhor famoso...

Tentei ser rápido, ela realmente não sabia quem eu era.

- Não, não deveria. Me chamo Marco. E você?

- Isabella.

- A Bella Isabella.

- Cantada bem velha essa, senhor famoso.

Eu não consegui me manter sério e ri.

- De onde você é?

- Turim, Italia, e você?

- Dortmund, Alemanha. E o que faz aqui?

- Me divirto, você não?

Tive que rir novamente. E foi aí que cometi um erro:

- E que tipo de garota é você: a que está somente em busca de aventura ou das que precisam de alguém para tomar conta? É daquelas que está aqui em Ibiza atrás de um extrato bancário?

Percebi o tamanho da cagada que eu tinha feito quando vi a mudança nos olhos dela. A noite que prometia com aquela ruiva fantástica tinha ido para o espaço por causa da minha boca grande e por achar que as garotas só se interessavam por mim por causa da minha fama e do meu dinheiro. Eu não devia generalizar, afinal com Scarlett tinha sido diferente...ou não? Meus amigos insistiam que ela era uma aproveitadora. Mas será que eu era tão lixo que nenhuma garota poderia se interessar por mim, pelo Marco e não pelo jogador de futebol famoso?

A explosão de raiva de Isabella era como uma obra de arte. Primeiro os olhos dela faiscaram em um fogo interno, depois eles se estreitaram como tentando decidir onde ela iria começar a me esmurrar. Os punhos dela ainda estavam ao lado dos quadris, e que quadris...os dentes dela estavam cerrados, ela estava pronta para a briga.

- Tem certeza que quer brigar?

A minha pergunta não poderia ter sido mais cretina. E aquela mulher na minha frente então me surpreendeu totalmente com o que falou:

- Brigar? Na verdade, estou te dando um tempo para você pensar na merda que falou e tentar mudar de atitude por toda idiotice causada pelo excesso de testosterona na sua cabeça, antes que você continue com mais comentários imbecis.

Do nada a fúria se dissipou e ela sorriu. Sorriu? Onde tinha ido parar toda aquela raiva e indignação que eu li nos olhos dela? Deus como essa mulher era tentadora: sexy e divertida e dona de tanta energia que me fez me sentir vivo novamente, uma sensação que fazia tempo que não sentia. Era uma sensação estranha para mim, me assustou e quase me fez me virar e voltar ao clube para junto de meus amigos ou para encontrar alguma outra garota que não mexesse tanto comigo. Eu tinha a Scarli e aquilo tinha que ser pura diversão, certo?
 

- Não que você não mereça ouvir um sermão loiro. Mas acho que você é inteligente o bastante para ter percebido que falou uma grande besteira.

Ela deu de ombros, chamando a atenção involuntariamente para os braços bem feitos que o sol dourara essa tarde na praia. Eu parecia um idiota olhando para ela, cada minuto mais encantado.

- Você é de verdade?

- Por quê? Por que não tive um ataque de nervos ou um chilique?

Dei uma gargalhada e vi que ela novamente sorriu. Pode parecer ridículo ou coisa de mulherzinha, como diriam meus amigos, mas definitivamente havia uma química entre eu e aquela ruiva. Não era só o corpo dela que me fascinava, tinha algo mais. Tentei recobrar o controle sobre meu corpo desviando o olhar dela e focando no cenário a nosso redor.

Isabella POV

O loiro na minha frente me trazia sensações estranhas. Ele beijava muito bem, era bastante sexy com seu corpo bem feito e carinha de menino com um projeto de barba nascendo. Mas era mais um moleque idiota e machista e que devia se achar alguém importante. Ele tinha me salvado daquele babaca na ala VIP do clube, mas eu o compensei com o melhor beijo da vida dele e agora era melhor eu ir embora antes que algo mais acontecesse, principalmente porque eu sabia que não estava 100% sóbria. Era o momento de arranjar uma desculpa e ir embora. Eu sabia que se continuasse ali por mais tempo, ia deixar o álcool falar mais alto e ia ceder ao loiro. Ia fazer algo estúpido, mesmo que Claudio merecesse esse algo estúpido.

Eu sempre me orgulhei de ter minha vida sob controle, de nunca ter feito nada que me arrependesse, de ser controlada, boazinha. Olhando para o loiro na minha frente eu achei que fui boazinha por tempo demais, eu merecia ser um pouco levada, só um pouquinho e o momento era agora. Ele se aproximou do meu rosto novamente e voltamos a nos beijar e nesse momento eu não pensei em mais nada, o desejo falou mais alto e eu voltei a beijá-lo.

O beijo dele me roubava o fôlego, me fazia disparar o coração, simplesmente delicioso. Percebi que ele era um cara que não tinha problemas em ir atrás do que queria quando senti a mão que segurava meu pescoço deslizar para meus ombros. Estremeci ao sentir o contato daqueles dedos firmes e hábeis na minha pele, fiquei com a respiração em suspenso quando ele deslizou a mão mais para baixo, quase entrando em meu decote e roçando, mas não tocando realmente as curvas do meu seio. Sem saber como explicar comecei a sentir algo inexplicável: eu queria aquele homem, me comportei por tempo demais, durante anos, ou minha vida inteira. Sempre ponderei minhas atitudes para nunca magoar os outros, pena que os outros não tiveram esse cuidado comigo, e agora eu queria tomar uma atitude. Queria um homem que me mantivesse acordada a noite inteira gemendo de prazer. Que me enlouquecesse de desejo, que me levasse as nuvens, queria orgasmos, muitos orgasmos. Mesmo que fosse por uma noite, mesmo que fosse para punir meu noivo.


Notas Finais


A Isabella vai ter coragem de ir em frente?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...